A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão de Custos na Administração Pública STJ Brasília, 26, 27 e 28 de setembro de 2007. SERPRO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão de Custos na Administração Pública STJ Brasília, 26, 27 e 28 de setembro de 2007. SERPRO."— Transcrição da apresentação:

1

2 Gestão de Custos na Administração Pública STJ Brasília, 26, 27 e 28 de setembro de SERPRO

3 SERPRO® Fonte: Site SERPRO - SUPGP Atualização: Jun/2007 O SERPRO é a maior empresa pública de serviços em tecnologia da informação do Brasil. Vinculada ao Ministério da Fazenda, cresceu desenvolvendo soluções que permitem maior controle e transparência sobre a receita e os gastos públicos. Criada em 1º de dezembro de 1964, tem sede em Brasília, conta com 10 Projeções Regionais, 18 Escritórios e profissionais. Faturamento estimado para 2007: R$ O Serpro

4 Tecnologia da Informação e Comunicação. Líder em soluções de Tecnologia da Informação e Comunicações para realização das Políticas Públicas. Prover e Integrar soluções em Tecnologia da Informação e Comunicações para o êxito da gestão das finanças públicas e da governança do Estado, em benefício da sociedade. Visão Missão Negócio SERPRO® Fonte: Site SERPRO - SUPGP Atualização: Jun/2007 Componentes Estratégicos

5 Negócios Linhas de Negócio Desenvolvimento de Soluções Integração/ Interoperabilidade Rede Multiserviços Segurança Serviços ao cidadão Serviços de Datacenter Áreas de Atuação Administração de Recursos Humanos Administração do Patrimônio da União Administração Tributária Comércio Exterior Estados e Municípios Informações Sociais Planejamento Reforma do Estado Representação Judicial da Fazenda Nacional Serviços Gerais de Apoio à Administração Sistema de Controle Interno do Executivo SERPRO® Fonte: Site SERPRO Atualização Jun/2007

6 Principais Clientes SERPRO® Fonte: Site SERPRO Atualização Jun/ Avançar

7 Pessoal Serpro Força de Trabalho SERPRO® Fonte: InfoGP/ Mai Atualização: Jun/2007

8 SERPRO® Fonte: Relatórios Gerenciais UAE Planejamento Atualização Jun/2007 Desempenho Empresarial Desempenho Serpro

9 SERPRO® Fonte: UAE ( Des. Org. e Desemp Emp.) Atualização Jun/2007 Excelência e Inovação ISO/IEC 27001:2005 Certificação Digital Certificação CMM Certificação CMM (Capability Maturity Model) - Nível 2) CertificaçãoCertificação ITIL (Information Tecnology Infraestructure Library) Avançar Certificação PMP (Professional Management Project)

10 SERPRO® Fonte: Site SERPRO Atualização Jun/2007 Prêmios e Certificações Prêmio Valor 1000 Destaque do Ano Certificação British Standart 7799 Acessibilidade Nota 10 Prêmio Sucesu 40 anos / 2006 As Inovadoras Prêmio Candango de Excelência em Recursos Humanos Prêmio PQGF VII Prêmio CONIP 2004 Prêmio Maiores e Melhores da Revista Exame Vida Profissional Prêmio Valor 1000 Avançar

11 CONTEXTUALIZAÇÃO

12 Controles Internos Gestão de Riscos Gestão de Custos (ATENÇÃO) EMPRESAS ESTATAIS FEDERAIS: Decreto n o 6.021, de 22 de janeiro de 2007.

13 Sob os Aspectos Fiscal e Legal: Custo é primordial para as apurações das obrigações tributárias e dos registros dos fatos e atos administrativos da Empresa. Em resumo uma organização não tem vida sem os seus registros contábeis, e se esses registros não são produzidos com a máxima acurácia coloca a organização em permanente situação de risco fiscal, operacional e de gestão. CONTEXTUALIZAÇÃO

14 Portanto, nesse novo contexto: A gestão de custos passa a ter importância crucial para a continuidade dos negócios da Empresa, visto as ameaças dos riscos financeiros. CONTEXTUALIZAÇÃO

15 PROPOSTA DE PROJETO Construir um novo modelo de gestão que contemple temas como: estrutura de custeio; apuração dos gastos e previsão de custos por objeto; conceito de custo padrão como uma alternativa de referência para composição de preços de serviços e de acompanhamento dos gastos no decorrer do exercício; atendimento com informações para planejamento, formulação de preços, tomada de decisão, e avaliações empresariais.

16 O novo contexto empresarial e fiscal apresenta dois problemas distintos: O primeiro diz respeito ao aumento da carga tributária, principalmente sobre as empresas de prestação de serviços, que elevam os custos e a necessidade de ajustes nos preços dos serviços; O segundo, refere-se a capacidade da empresa em atender as demandas dos órgãos de arrecadação e o papel de substituto tributário. Essa capacidade diz respeito a organização e a estruturação dos processos produtivos e sistemas informatizados que produzem informações para a tomada de decisão e atendimento às fiscalizações. PROPOSTA DE PROJETO

17 Planejamento Empresarial e Estratégias Modelo de Negócio Planejamento Tributário GESTÃO DE CUSTOS DRE -Custos - Mensal - Anual Avaliações AVALIAÇÃO EMPRESARIAL ACOMPANHAMENTO E APURAÇÃO 1° Nível de Apuração - por centro de serviço. 2° Nível de Apuração - recursos dos serviços, projetos, clientes, e etc. Estratégia Empresarial; Estrutura de Custeio; Política Comercial; Capacidade Produtiva; Política de Preço; Resultado Empresarial Projetado. PLANEJAMENTO ECONÔMICO MODELO DE GESTÃO DE CUSTOS 2 o MOMENTO 1 o MOMENTO 3 o MOMENTO

18 Planejamento Empresarial e Estratégias Modelo de Negócio Planejamento Tributário PLANEJAMENTO ECONÔMICO Plano de Negócio Política de Preços Plano de Produção DETALHAMENTO / ESTRATÉGIAS Estrutura de Custeio (Centro de Serviços) Valores dos Objetos de Custos - Custo unitário - Custo padrão - Capacidade instalada - Quantidade produzida Roteiro de Custo dos Centos de Custos Resultado Empresarial Esperado Fluxo de Caixa Proposta Orçamentária MODELO DE GESTÃO DE CUSTOS

19 Folha de Pagamento e Encargos Apropriação - 1° Nível Apropriação - 2° Nível Serviço de Terceiros Centro de Serviço 1 NAO CUMULATIVO COMUNICAÇÃO INSUMOSPRODUÇÃO Centro de Serviço 2 NAO CUMULATIVO Centro de Serviço 4 CUMULATIVO Código de Serviço Código de Serviço IFA Serviço Contrato CLIENTECLIENTE Código de Serviço Código de Serviço Código de Serviço Comunicação Locação e Manutenção Serviço Código de Serviço ICMS ISS Serviço (ICMS) Serviço Centro de Serviço 3 NAO CUMULATIVO MODELO DE GESTÃO DE CUSTOS IFA

20 CUSTOS FIXOS VARIÁVEIS DIRETOS INDIRETOS DESPESAS ADMINISTRATIVAS COMERCIAIS DE INFRA-ESTRUTURA OBJETOS EMPRESA UNIDADES CENTRO DE SERVIÇOS PROJETOS PROGRAMAS SERVIÇOS CONTRATOS RESULTADOS CUSTO PADRÃO CUSTO REAL PRODUÇÃO PRODUTIVIDADE RESULTADO OPERACIONAL MARGEM BRUTA MARGEM LÍQUIDA ELASTICIDADE ALAVANCAGEM OPERACIONAL SÉRIES HISTÓRICAS COMPARATIVAS NATUREZA DO GASTO CATEGORIA DO GASTO RESULTADOS GERAIS DA DRE CUSTOS MODELO DE GESTÃO DE CUSTOS

21 LÚCIO CARLOS DE PINHO FILHO (061) HERBERT ZAMITH JUNQUEIRA JUNIOR (061)


Carregar ppt "Gestão de Custos na Administração Pública STJ Brasília, 26, 27 e 28 de setembro de 2007. SERPRO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google