A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AFRODISÍACOS mitos e verdades sobre a química do sexo Os homens sempre sonharam sobre a possibilidade de aumentar a sua capacidade sexual ou de estimular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AFRODISÍACOS mitos e verdades sobre a química do sexo Os homens sempre sonharam sobre a possibilidade de aumentar a sua capacidade sexual ou de estimular."— Transcrição da apresentação:

1

2 AFRODISÍACOS mitos e verdades sobre a química do sexo Os homens sempre sonharam sobre a possibilidade de aumentar a sua capacidade sexual ou de estimular os desejos sexuais de seus parceiros, através da ingestão de certos alimentos ou, ainda, certos fármacos.

3 "Afrodisíaco" é definido no Academic Press Dictionary of Science and Technology como "uma droga ou agente que estimula ou aumenta as respostas sexuais" e "que desperta desejo sexual".

4 Uma das primeiras substâncias utilizadas como afrodisíaco foi o álcool. Terence, no livro Eunuchus, disse: "Sine Ceres et Libero friget Venus", isto é, sem comida e vinho não há sexo. Em um estudo publicado na revista Nature, em 1994, ficou demonstrado que a ingestão de pequenas doses de álcool aumenta o nível de testosterona (o hormônio masculino) na mulher - isto, sem dúvida, aumenta o desejo sexual feminino.

5 Além disso, o álcool pode reduzir a ansiedade e libertar as inibições morais e culturais, deixando o casal com menos restrições ao sexo. Isto, porém, é tudo o que a ciência diz sobre o álcool como afrodisíaco. Se a dose for alta, entretanto, o efeito é o oposto: o álcool causa impotência sexual.

6 Lei da Similaridade Muitos dos compostos ditos afrodisíacos por culturas milenares provinham da "lei da similaridade": as pessoas acreditavam que um objeto que lembrasse a forma da genitália pudesse trazer poderes sexuais. Daí vem o uso do Ginseng, do chifre de rinoceronte e as ostras ( em Florianópolis, os mariscos), entre outros.

7 A palavra Ginseng significa "raiz do homen", e foi usado como um rejuvenescedor e revigorante na China, China, Tibet, Coréia, Indochina, and Índia. Sua forma lembra uma figura humana. A raiz, de fato, é ligeiramente estimulante, tal como o café. Segundo o FDA, entretanto, não existe nenhum dado científico que relacione a droga com o "poder" ou "desejo" sexualFDA

8 A similaridade da forma do chifre do rinoceronte com o pênis é a razão de sua reputação mundial como um incrementador da libido. A adição do pó do chifre do rinoceronte à comida aumentaria o desejo e a performance sexual. Cientificamente, entretanto, sabe-se que o chifre contém compostos de cálcio e fósforo, somente. Não há nenhuma relação com o interesse sexual.

9 Na Ásia muitas partes do tigre são consideradas afrodisíacas. Uma panela de sopa de pênis de tigre, por exemplo, custa $350 em Taiwan - eles acreditam que é um dos mais poderosos afrodisíacos do mundo! Novamente, não há evidências científicas para a veracidade deste mito.

10 A Afrodite, a deusa do amor segundo a mitologia grega, nasceu do mar - daí a razão de muitos frutos do mar serem ditos afrodisíacos. As ostras e mariscos, entretanto, ainda lembram a forma da vagina feminina, caindo na "lei da similaridade". Novamente, não há nenhuma prova científica que sustente o credo popular

11 Algumas drogas têm, comprovadamente, efeito sobre a impotência masculina. A primeira droga que foi reconhecida pelo FDA como possuidora desta propriedade foi o ácido 3-hidroxi-2-(3-hidroxi-1-octenil)-5-oxo- ciclopentaneheptanóico, popularmente conhecido como alprostadil, aprovado no dia 6 de julho de 1995 pelo FDA, e fabricado pela Upjohn Company, sob o nome de Caverject.

12 O inconveniente era que esta droga deveria ser injetada, com uma seringa, no pênis, minutos antes da relação sexual. A droga dilata o corpo cavernoso, permitindo uma maior entrada de sangue no pênis e a consequente ereção. Milhares de americanos correram às farmácias para adquirir o produto. Pouco tempo depois foi lançado o Viagra, também aprovado pelo FDA e produzido pela Pfizer, que além de possuir maior eficácia, era de ingestão oral - melhor do que o Caverject, que tinha que ser injetado.

13 viagra Caverject.

14 Plínio, Celsus e Hipócrates receitavam o extrato de uma pequena mosca, a "mosca espanhola" ou Cantharis vesicatoria, para diversos males, incluindo a impotência sexual. Em vários países esta mosca ainda é ingerida para este fim.

15 A ciência busca encontrar mais compostos afrodisíacos - afinal, este é um mercado extremamente promissor. A cultura popular, entretanto, não aguarda os avanços científicos. Na maioria das vezes, basta uma indicação de um livro tipo "Seleções Digest" e a população passa a acreditar solenemente nos poderes do composto. Como, na maioria das vezes, a causa da impotência masculina é psicológica, a crença de super-poderes nestes produtos pode ajudar a reverter o quadro, e causar a ereção.

16 Neste caso, basta ter fé, a composição química do produto pouco importa. Entretanto, poucas drogas são verdadeiramente afrodisíacas. O FDA norte-americano possui um excelente artigo sobre o tema, que pode ser acessado no site


Carregar ppt "AFRODISÍACOS mitos e verdades sobre a química do sexo Os homens sempre sonharam sobre a possibilidade de aumentar a sua capacidade sexual ou de estimular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google