A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PANCREATITE AGUDA BILIAR Hospital Cardoso Fontes Serviço de Cirurgia Geral Dr. Glauco Monteiro 08/03/2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PANCREATITE AGUDA BILIAR Hospital Cardoso Fontes Serviço de Cirurgia Geral Dr. Glauco Monteiro 08/03/2007."— Transcrição da apresentação:

1 PANCREATITE AGUDA BILIAR Hospital Cardoso Fontes Serviço de Cirurgia Geral Dr. Glauco Monteiro 08/03/2007

2 PANCREATITE AGUDA BILIAR Diagnóstico Diagnóstico Avaliação por imagem Avaliação por imagem Avaliação clínica Avaliação clínica Manejo Clínico Manejo Clínico Terapêutica Cirúrgica Terapêutica Cirúrgica

3 DIAGNÓSTICO Critérios clínicos Critérios clínicos Parâmetros laboratoriais Parâmetros laboratoriais Parâmetros de imagem Parâmetros de imagem

4 SINAIS E SINTOMAS

5 Exames de Imagem Radiologia convencional Radiologia convencional Ultrassom Ultrassom Tomografia Computadorizada Tomografia Computadorizada Ressonância Magnética Ressonância Magnética

6 TOMOGRAFIA

7 TOMOGRAFIA

8 AVALIAÇÃO CLÍNICA Critérios clínicos Critérios clínicos Critérios laboratoriais Critérios laboratoriais Escalas prognósticas Escalas prognósticas Ranson Ranson APACHE II APACHE II Balthazar Balthazar

9 MANEJO CLÍNICO Medidas de suporte Medidas de suporte Analgesia Analgesia Hidratação Venosa Hidratação Venosa

10 MANEJO CLÍNICO Antibioticoterapia Antibioticoterapia Suporte nutricional Suporte nutricional Inibidores da Protease Inibidores da Protease

11 TERAPÊUTICA CIRÚRGICA Indicações Indicações Procedimento de escolha Procedimento de escolha Métodos de drenagem Métodos de drenagem

12 CIRURGIA

13 CIRURGIA

14 DRENAGEM

15 DRENAGEM

16 DRENAGEM

17 TERAPÊUTICA CIRÚRGICA CPRE CPRE Colecistectomia Colecistectomia

18 CPRE Quando empregar Quando empregar Complicações Complicações Eficácia Eficácia

19 EFICÁCIA DA CPRE

20 COLECISTECTOMIA Laparoscópica X Convencional Laparoscópica X Convencional Momento da realização Momento da realização Colangiografia Colangiografia Coledocolitíase Coledocolitíase

21 COLEDOCOLITÍASE Conversão + EVB Conversão + EVB CVL + CPRE CVL + CPRE EVB Laparoscópica EVB Laparoscópica CPRE tardia CPRE tardia

22 TRATAMENTO PAB

23 OBRIGADO

24 Discussão Após a exposição do tema e posterior discussão entre os membros do Serviço, algumas novas medidas foram adotadas,outros posicionamentos foram ratificados, sempre tendo em vista a busca de melhores resultados para o tratamento desta enfermidade.

25 Conclusões Foram mantidas as seguintes posturas: Não iniciar ATBterapia a não ser que se desenvolva necrose infectada Não iniciar ATBterapia a não ser que se desenvolva necrose infectada Manutenção dos pacientes em ambiente hospitalar até a data da colecistectomia Manutenção dos pacientes em ambiente hospitalar até a data da colecistectomia Resguardar a punção,nos casos de necrose,para as indicações citadas na literatura Resguardar a punção,nos casos de necrose,para as indicações citadas na literatura

26 Conclusões Foram alteradas as seguintes posturas: Os pacientes com PAB leve passam a ser submetidos a colecistectomia assim que apresentem recuperação clínico-laboratorial (aceitação da dieta + queda da amilase + eliminações fisiológicas presentes) Os pacientes com PAB leve passam a ser submetidos a colecistectomia assim que apresentem recuperação clínico-laboratorial (aceitação da dieta + queda da amilase + eliminações fisiológicas presentes) O procedimento cirúrgico é preferencialmente por via laparoscópica O procedimento cirúrgico é preferencialmente por via laparoscópica


Carregar ppt "PANCREATITE AGUDA BILIAR Hospital Cardoso Fontes Serviço de Cirurgia Geral Dr. Glauco Monteiro 08/03/2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google