A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Tendências Tecnológicas: Como Identificar os Produtos e Serviços de Telecomunicações Dominantes do Futuro? A Segurança Será uma Preocupação Crescente?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Tendências Tecnológicas: Como Identificar os Produtos e Serviços de Telecomunicações Dominantes do Futuro? A Segurança Será uma Preocupação Crescente?"— Transcrição da apresentação:

1 1 Tendências Tecnológicas: Como Identificar os Produtos e Serviços de Telecomunicações Dominantes do Futuro? A Segurança Será uma Preocupação Crescente? Francisco Moreto CPqD – Telecom & IT Solutions Telecom Users Forum 03/06/05

2 2 Sumário Novos Paradigmas das Telecomunicações Reformatação da Indústria de telecom Serviços e Aplicações como Direcionador Tecnológico Tecnologias e Ferramentas que Apoam as novas Aplicações

3 3 Novos Paradigmas da Evolução Tecnológica APLICAÇÕES REDE TCP/IP Abordagem Monolítica Abordagem Monolítica Mundo Telecom REDE PACOTE REDE PACOTE REDE CIRCUITO REDE CIRCUITO APLICAÇÃO Abordagem Distribuída Abordagem Distribuída TI + Telecom Media over IP (MoIP)

4 4 MoIP – Forças Motivadoras Máquinas Mais Potentes Mobilidade Always on Banda Larga Diversidade Serviços Sobre IP

5 5 MoIP – Serviços LBS Voz SMS/MMS Transação (M-Commerce) Conteúdos Gaming Gambling Multimídia VPNs IP

6 6 Atores do Cenário Convergente Provedores de serviço de Navegação & Middleware Provedores de Aplicações e Conteúdo Clientes/Usuários RIRI HFCHFC S S# 7 Provedores de Equipamentos e Software Provedores de Serviços de Conectividade RIRI HF C SS #7 Provedores de Serviços de Transporte RI HFC TCP/IP

7 7 Estratificação das Indústrias de Telecom CamadaProduto/Serviço Aplicações e Conteúdo Serviços de Navegação e Middleware Serviços de Conectividade Serviços de Rede Fornecedor de Soluções, Eq tos e Sw Serviços baseados no empacotamento de aplicações e conteúdo: Ex: vídeo-on-demand; on-line services; premium services; broadcasts; triple play Serviços baseados em produtos de Navegação e Middleware: Ex: portais; serviços de busca; serviços de diretórios; pag. eletrônico; segurança Serviços baseados no Provimento de Conectividade: Ex: ; VoIP; Serviços de acesso à Internet, Hospedagem; VPN Serviços baseados no transporte de bits: Ex: POT; fax; frame relay; RDSI; ATM; RMS Empresas: Prestadoras de Serviços tradicionais Produtos baseados em Equipamentos (HW&SW) e Sistemas (SW): Ex: Trans. (SDH, WDM); Com (ATM, CPA); Infra IP; CPE ; Billing Systems (apud M. Fransman, Consumidores corporativos e individuais dos serviços prestados: Ex: triple play; portais; hospedagem; RMS; CPE Usuário V IV III II I VI

8 8 Interação Indústrias de Telecom e Tecnologias Provedor Serviços de Rede Provedor Ser. de Conectividade Provedor Ser. Nav. Middleware Fornecedor Eqtos e SW Rede Fornecedor HW/SW Conectividade Fornecedor HW/SW Nav. e Middleware Provedor Aplicações e Conteúdo Fornecedor HWSW aplicações e Conteúdo Usuário Serviços de Rede Usuários Serviços de Conectividade Usuário Serviços de Nav. e Middleware Usuário Aplicações e Conteúdo Camada (I)Camada (II)Camada (III)Camada (IV)Camada (V)Camada (VI) VoIP WiMAX Seg. SLM Seg. Gestão Gastos Fixo + Móvel

9 9 Francisco Moreto Desenvolvimento de Soluções de Mercado Diretor CPqD – Telecom & IT Solutions Rod. SP 340, km 118 CEP: Tel: (19) Cel: (19) Francisco Moreto Desenvolvimento de Soluções de Mercado Diretor CPqD – Telecom & IT Solutions Rod. SP 340, km 118 CEP: Tel: (19) Cel: (19) Obrigado!!!

10 10 VoIP – Cenários de Mercado Mercado Usuário Redução de custos em relação aos serviços telefônicos tradicionais –Clientes corporativos: aproveitamento das redes de dados existentes –Clientes PME e residenciais: já dispõem de Internet em banda larga (ADSL / TV a cabo) –Uso especializado pelas operadoras incumbents Novas funcionalidades e aplicações (p. ex., multimídia, mensagens unificadas) Maior controle do usuário sobre a comunicação Mercado de Prestação de Serviços Menores barreiras de entrada: novos entrantes –CAPEX/OPEX baixos –Alto grau de comprometimento com estruturas legadas nas incumbents Interesse das Agências Reguladoras em estimular a concorrência –Obrigações legais e regulatórias Plano de numeração e interconexão Última milha Motivadores

11 11 VoIP – Tendências Tecnológicas NGN – ITU (H323; MGCP; H248, Access trunk; SoftSwitch) Ambiente clássico de telecomunicações; IETF - SIP (Session Iniciation Protocol) Progressiva substituição do ambiente clássico de telefonia (ITU) pelos conceitos e padrões da Internet Protocolo baseado em texto, reutilizando as estruturas de mensagens HTTP e SMTP Semelhança conceitual com a Internet Inteligência" ancorada nos terminais (end-points) e não na rede (conceito tradicional das redes de telefonia) Terminais são dispositivos inteligentes que se comunicam diretamente, controlando o estabelecimento e o término da sessão Qualidade de serviço não garantida - best efforts Cable Television Labs (e associadas) - Projeto PacketCable Vários protocolos (SIP, NCS, TGCP) Sinalização "centralizada", com acesso aos serviços e gestão dos recursos controlados pela rede Qualidade de serviço garantida Padrões em evidência

12 12 WiMAX – Rede Banda Larga sem Fio Faturamentos Rede IP Depósito de Sobressalentes Repetidor Estação Base IP Escolas Centro de Operação SEs Totens em Shoppings Estação Base Worldwide Interoperability for Microwave Access Rápida Implantação e Baixo Custo Operacional

13 13 WiMAX – Tecnologia Evolução dos Sistemas BWA (Broadband Wireless Access) IEEE Standard a: concluído em Novembro/2002 e publicado em Abril/ d: Padrão incluindo Interoperabilidade e: Padrão incluindo Mobilidade (relativo à Interface Aérea) Regulamentação do Espectro (Anatel) 900 MHz: Livre ( ,5 MHz e MHz) 2,4 GHz: Livre ( ,5 MHz) 5,4 GHz: Livre ( MHz, MHz) 5,8 GHz: Livre ( MHz) 3,5 GHz: PMP/SCM – Banda de 5 MHz 10,5 GHz: PMP/SCM – Banda de 7 MHz Padrão IEEE

14 14 WiMAX – Padrão IEEE Pontos com Médias Taxas Link de dados de N x E1 –Conexões com ERBs, substituindo os Rádios Digitais Pontos de Baixas Taxas Link de dados em frações de E1 –Shoppings e Escolas Entrelaçamento WiMAX e Wi-Fi Portabilidade: funcionário pode transportar seu PDA ou Notebook e utilizar as aplicações e serviços em locais ou sites diferentes do usual, com instalação plug and play Entrelaçamento WiMAX e Wi-Fi Mesh Ampla Cobertura: uso de medidores em regiões de difícil acesso ou regiões genéricas Mobilidade Urbana e Rural (2007) Acesso a rede WiMAX com dispositivos PDA ou notebook em mobilidade Aplicações

15 15 SLM – Objetivos Manter a qualidade dos serviços contratados coerentes com a demanda do negócio. Reduzir os custos operacionais. Explicitar expectativas tangíveis e bem definidas, facilitando o processo de relacionamento com o provedor. Visibilidade para propor ao provedor ações preventivas, mediante análise histórica dos níveis de serviço. Antecipar o impacto de uma violação do SLA nos negócios da empresa. Fidelização dos clientes internos e externos. Benefícios

16 16 SLM – Visão Geral Dados de Aplicações Análise de Impacto no Negócio Dados de Rede e Serviços Ferramenta SLM Relatórios Periódicos Informações On-Line Percepção do Usuário (HelpDesk, Robôs, etc) Consultoria Processos Processos Avaliação Avaliação Métricas Métricas Aferição SLA Aferição SLA Operação Operação Auditoria Auditoria Acompanhamento (On-going)

17 17 Segurança – Motivação Aumento na quantidade de redes de comunicação Trabalho colaborativo no mundo dos negócios Necessidade freqüente de levantamento de informações confiáveis para tomada de decisões em tempo real Convergência de redes e serviços Novas regras do mercado financeiro internacional Proteção contra fraudes - Sarbanes-Oxley, Novo Acordo de Capital - Basiléia 2 Esgotamento das soluções pontuais de detecção de ameaças Tendências de busca de soluções integradas completas de prevenção de ataques

18 18 Segurança – Abrangência SEGURANÇA INFORMAÇÃO Ativos Produção Processos Gestão Negócios Infra-EstruturaRedesSistemas EquipamentosPessoas Terceiros Governo Fornecedores Clientes Parceiros

19 19 Segurança – Necessidade Crescente Incidentes Reportados ao NBSO – Network Informtion Center Brazilian Security Office Fonte:

20 20 Segurança – Preocupação Crescente Investimentos em TI em 2005

21 21 Segurança – Administração dos Riscos AMEAÇASVULNERABILIDADES POLÍTICASRISCOSATIVOS NECESSIDADES DE SEGURANÇA VALORES E IMPACTO POTENCIAL A ATIVOS EXPLORAM EXPÕEMPROTEGEM CONTRA TEMIMPLEMENTADAS COM Fonte: ISO/IEC :1998 AUMENTAM DIMINUEM AUMENTAM INDICAM

22 22 Segurança – Modelo de Gestão PessoasProcessosTecnologia ANALISAR OS RISCOS ELABORAR ARQUITETURA DE SOLUÇÃO IMPLANTAR SOLUÇÃO REGRAS E PROCEDIMENTOS DO NEGÓCIO MONITORAR E TESTAR Normas e Recomendações: BS7799-2, Cobit, ITIL, ITU-T X805, TMForum, etc

23 23 Segurança – Complexidade Crescente Atualmente milhares de eventos simultâneos são gerados nas organizações. Mais de 1000 eventos por segundo (86 milhões por dia) já são uma realidade. Identificar quais eventos necessitam de resposta imediata conforme a necessidade do negócio. Analisar, Gerenciar e Armazenar as cópias dos milhares de eventos diários. Entender o conteúdo crítico de diversos dispositivos que emitem logs em formatos distintos Como automatizar a identificação, correlação e a resposta aos incidentes mais críticos? Como eliminar eventos que não são reais ou não são relevantes para o negócio? Como centralizar os logs de dispositivos geograficamente dispersos e otimizá-los? Como consolidar, armazenar e executar pesquisas em terabytes de dados? Como automatizar a identificação, correlação e a resposta aos incidentes mais críticos? Como eliminar eventos que não são reais ou não são relevantes para o negócio? Como centralizar os logs de dispositivos geograficamente dispersos e otimizá-los? Como consolidar, armazenar e executar pesquisas em terabytes de dados?

24 24 Segurança – Tecnologia CE Roteador IDS Main-Frame Firewall NDS Central Telefônica Aplicação Crítica CE NORMALIZAÇÃO BANCO DE DADOS CE – Coletor de Eventos GE – Geradores de Eventos Banco De Dados AE – Análise de Eventos PS – Política de Segurança BC-Base de Conhecimento RI Resposta a Incidentes Ferramenta

25 25 Gestão de Gastos – Objetivos Situação InicialSituação Final Longa Distância Nacional Longa Distância Internacional Local Dados Longa Distância Nacional Longa Distância Internacional Local Dados Gestão % de Redução

26 26 Visibilidade e controle dos recursos de Telecom Controle mensal na aplicação dos contratos Correta valoração dos serviços Visibilidade das chamadas por ramal e Centros de Custo via WEB Controle dos ativos e valores dos serviços mensais de voz e dados Redução significativa nos Gastos com Telecom Suporte a renegociações de contratos Suporte na realização e cumprimento do orçamento Uso racional e otimizado dos meios de comunicação Lista telefônica interna atualizada e On Line Controle sobre os ativos de Telecom Gestão de Gastos – Benefícios

27 27 Gestão – Efetividade no uso dos Recursos Serviços Interno Voz Dados Reembolso Interno Melhor Rota Reeducação Revisão de contratos Erros de Faturamento Erros Objetivos 10% 25% 5% 10% 4%

28 28 Análise das Faturas Análise das Contratos Contratos Prestadoras Coletor Mediador Network Faturas Revenue Match Cadastro ERP Tratar Registros FaturarContabilizar EBPP Reembolso Gestão de Gastos – Tecnologia Ferramenta

29 29 Serviços IP - Mobilidade Comodidade e Onipresença Confinada a Telefones Celulares Extensão a outros dispositivos de fruição de serviços TDM IP

30 30 Realização de roaming para qualquer ponto da rede mantendo as conexões estabelecidas; Estabelecimento de condições para as conexões futuras chegarem ao nó móvel como sua atual localização; Mobilidade IP - Terminal Área 1 Área

31 31 Mobilidade IP - Sessão Manutenção da sessão enquanto troca-se de terminal; Permite o emprego de recursos especializados na continuidade da conexão; Área 1 Área Troca de Terminal

32 32 Mobilidade IP - Serviço Permite que os usuários mantenham acesso pleno aos serviços contratados enquanto se move ou troca de terminal; Informações podem ser movidas de um terminal para outro através de dispositivos (SIMCard) ou sincronizado pela rede Área 1 Área Troca de Terminal

33 33 Estratégias de Administração da Mobilidade INTERNET Redes IP Redes Móveis WiMAXWiMAX Wi-FiWi-Fi xDSLxDSL CableCable 2,5G2,5G3G3G AplicationServerAplicationServer AplicationServerAplicationServer AplicationServerAplicationServer... SIPServerSIPServer LocalServerLocalServer ForeignServerForeignServer Mobilidade SIP Mobilidade SIP IP Móvel


Carregar ppt "1 Tendências Tecnológicas: Como Identificar os Produtos e Serviços de Telecomunicações Dominantes do Futuro? A Segurança Será uma Preocupação Crescente?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google