A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Um pouco de História PRIMÓRDIOS Hipócrates – estrutura e o conteúdo dos textos hipocráticos sobre as epidemias e sobre os ambientes. (adesão à tradição.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Um pouco de História PRIMÓRDIOS Hipócrates – estrutura e o conteúdo dos textos hipocráticos sobre as epidemias e sobre os ambientes. (adesão à tradição."— Transcrição da apresentação:

1 Um pouco de História PRIMÓRDIOS Hipócrates – estrutura e o conteúdo dos textos hipocráticos sobre as epidemias e sobre os ambientes. (adesão à tradição de Higéia) Panacéia – padroeira da medicina individual curativa.Prática terapêutica baseada em intervenções sobre indivíduos doentes – Manobras físicas, encantamentos, preces e uso de medicamentos. Asclépio – Deus da saúde Higéia – saúde é o resultado da harmonia entre os homens e os ambientes. Os higeus pretendiam promover a saúde por meio de ações preventivas, mantenedo- res do perfeito equilíbrio entre os elementos funda- mentais: terra, fogo, ar e água.

2 Primórdios Roma antiga – primeiros médicos (em geral escravos gregos) modelados na figura de Galeno. Contribuição romana para a Epidemiologia Censos periódicos. Registro compulsório de nascimentos e óbitos. Idade Média – práticas de caráter mágico-religioso, caracterizado por amuletos, orações e cultos a santos protetores.

3 Raízes Principais eixos de constituição da ciência Epidemiológica Clínica Médica Estatística Medicina Social

4 Clínica Médica Na constituição do saber clínico racionalista e moderno – fundamental para a formação histórica da epidemiologia – pode-se observar três etapas ou eixos: Momentos iniciais da luta contra os leigos e religiosos encarregados do corpo-saúde-doença, buscando a legitimação do projeto político-científico de uma clínica integrada às novas racionalidades, não se verificando uma distinção muito clara entre as dimensões individual e coletiva da saúde.

5 A clínica médica se consolida como corporação e no processo de construção de um saber técnico próprio e de uma rede de instituições de prática, reforça ainda mais o estudo do unitário, do caso, a partir da investigação sistemática dos enfermos. A última etapa vincula-se ao nascimento da fisiologia moderna (Claude Bernard ( ), estruturada a partir da definição das patologias no nível subindividual., o que é reforçada com o advento da teoria microbiana de Louis Pasteus ( )

6 Estatística O projeto de quantificação das enfermidades representa um elemento metodológico distintivo da nova ciência da saúde. Estatística (séc.XVII) = medida do Estado – termo criado por Hermann Conrig ( ). A partir do séc XVIII alcança-se uma razoável integração entre a clínica moderna e a estatística. Faltava algo essencial para que desta combinação resultasse uma nova ciência da saúde

7 Medicina Social Princípio de que a saúde é uma questão social e política, aliado a uma preocupação sociológica e a um compromisso com os processos de transformação da situação de saúde. Final do séc. XVIII com a Revolução Industrial e sua economia política fizeram emergir o fenômeno concreto do proletariado e o conceito de força de trabalho – criada a London Epidemiological Society 1854 – John Snow – fundador da Epidemiologia


Carregar ppt "Um pouco de História PRIMÓRDIOS Hipócrates – estrutura e o conteúdo dos textos hipocráticos sobre as epidemias e sobre os ambientes. (adesão à tradição."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google