A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 37 2008 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMAS: IAW 4SF e IAW 4AFB ATUADORES BOBINAS E CANISTER.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 37 2008 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMAS: IAW 4SF e IAW 4AFB ATUADORES BOBINAS E CANISTER."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMAS: IAW 4SF e IAW 4AFB ATUADORES BOBINAS E CANISTER

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC DURANTE OU AO FINAL DESTA AULA TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO.

4 INFORMAÇÕES TÉCNICAS AO ALUNO UMEC SOMENTE NA UMEC VOCÊ ASSISTE AS AULAS AO VIVO OU GRAVADAS ! NO SITE DA UMEC, VOCÊ TEM O FÓRUM COM DICAS E SOLUÇÕES E OS MANUAIS DOS PRODUTOS DE NOSSOS PATROCINADORES. PARTICIPE E PRESTIGIE !

5 Já tivemos aula sobre: PROCEDIMENTOS E LÂMPADA DE DIAGNOSE. Agora veremos: IAW 4SF E IAW 4AFB BOBINAS E CANISTER.

6 DIAGRAMAÇÃO E C U IAW 4SF 4AFB ROTAÇÃO E PMS * DETONAÇÃO * INTERRUPTOR DE FREIO * POSIÇÃO BORBOLETA 1 E 2 * SONDA LAMBDA * MAP+TEMPERATURA DO AR * 04 INJETORES * BOBINAS 1 e 2 * CANISTER * ATUADOR DE M. LENTA * RELÉ BOMBA * LÂMPADA DE DIAGNOSE * CONECTOR DIAGNOSE PADRÃO OBD2 AR CONDICIONADO VSS – VELOCIDADE * ACELERADOR ELETRÔNICO * PRESSOSTATO A/C * ELETROVENTILADOR IMOBILIZADOR TEMPERATURA DA ÁGUA * POSIÇÃO DO PEDAL 1 E 2 * REDE CAN INTERRUPTOR DE ÓLEO *

7 BOBINAS DE IGNIÇÃO RESPONSÁVEL POR TRANSFORMAR A BAIXA TENSÃO DA BATERIA EM ALTA TENSÃO REQUERIDA PARA A COMBUSTÃO NAS VELAS DE IGNIÇÃO, AS BOBINAS SÃO ATUADORES COMANDADOS PELA ECU DA INJEÇÃO ELETRÔNICA EM UM SISTEMA DE IGNIÇÃO MAPEADO DO TIPO ESTÁTICO.

8 BOBINAS

9 LOCALIZAÇÃO

10 FUNÇÕES A BOBINA DE IGNIÇÃO É UM TRANSFORMADOR, QUE RECEBE TENSÃO DA BATERIA QUE VEM DO RELÉ PRINCIPAL, O OUTRO TERMINAL DA BOBINA DO ENROLAMENTO PRIMÁRIO ESTÁ CONECTADO À ECU, QUE FARÁ O SEU FECHAMENTO, QUANDO ESTE NEGATIVO É CORTADO, É CRIADO A ALTA TENSÃO NO SECUNDÁRIO.

11 ALTA TENSÃO DE SAÍDA

12 FUNCIONAMENTO QUANDO A ECU ATERRA A BOBINA DO PRIMÁRIO CRIA-SE UM CAMPO MAGNÉTICO, QUANDO ESTE É CORTADO, ESTE CAMPO SE FECHA RAPIDAMENTE CRIANDO NO ENROLAMENTO SECUNDÁRIO DA BOBINA (TORRES) A TENSÃO REQUERIDA NAS VELAS, QUE VARIA EM CONDIÇÕES NORMAIS DE À VOLTS.

13 BOBINA DUPLA OU DUAS BOBINAS

14 DE ACORDO COM O MODELO, PODEMOS TER UMA BOBINA DUPLA (4SF) OU DUAS BOBINAS SIMPLES (4AFB), O PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO É O MESMO. PINOS DE FECHAMENTO: 4SF= 70 E 73 4AFB= 59 E 66 POSITIVO= LIGADO AO RELÉ

15 MARCAÇÕES

16 DICA OS CABOS DE IGNIÇÃO ESTÃO MARCADOS NA BOBINA DUPLA, MAS SEMPRE A IGNIÇÃO É DADA EM CIRCUITO FECHADO NOS CILINDROS GÊMEOS 1 E 4 / 2 E 3. ANTES DE OCORRER A CENTELHA, A ECU FAZ O CONTROLE TOTAL SEGUINDO OS SINAIS DE ROTAÇÃO, MAP E DETONAÇÃO.

17 TIPOS DE AVANÇOS QUANDO FALAMOS EM CONTROLE DA IGNIÇÃO, PENSAMOS SEMPRE EM AVANÇOS CENTRÍFUGO E A VÁCUO, AINDA DAS GERAÇÕES DE IGNIÇÃO DINÂMICA. NESTE CASO A IGNIÇÃO É ESTÁTICA, NÃO TEM DISTRIBUIDOR, E É MAPEADA, OU SEJA, A ECU FAZ UM CONTROLE TOTAL SEGUINDO SEUS MAPAS DE INJEÇÃO E IGNIÇÃO.

18 CANISTER

19 É MAIS UM ATUADOR CONTROLADO PELA ECU, A CONHECIDA VÁLVULA DE PURGA DO CANISTER, TRATA-SE DE UM SOLENÓIDE COM VÁLVULA NORMALMENTE FECHADA, QUE ESTÁ LIGADA AO COLETOR DE ADMISSÃO, E QUANDO É ENERGIZADA COM O ATERRAMENTO DA ECU ABRE O CIRCUITO PARA LIMPEZA.

20 LIMPEZA DO CANISTER OS GASES E VAPORES DO COMBUSTÍVEL QUE FICAM NA CAIXA DO CANISTER (CARVÃO ATIVADO) SÃO PUXADOS PELA DEPRESSÃO NO COLETOR COM A VÁLVULA DE PURGA ABERTA E SE MISTURAM COM O OXIGÊNIO ADMITIDO, SENDO QUEIMADOS NA CÂMARA DE COMBUSTÃO, ELIMINANDO OS POLUENTES EVAPORATIVOS.

21 CONTROLE DO CANISTER 4SF= 43 4AFB= 52

22 DICA UM SENSOR QUE SERVE PARA ADEQUAR O FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE IGNIÇÃO É O SENSOR DE DETONAÇÃO, QUE EMITE UM SINAL À ECU QUANDO OCORRE AS VIBRAÇÕES CAUSADAS PELO FENÔMENO DETONAÇÃO, FAZENDO COM QUE O PONTO DO RESPECTIVO CILINDRO SEJA ATRASADO.

23 PERGUNTA É POSSÍVEL ALTERAR OS MAPAS DA IGNIÇÃO DA MEMÓRIA DA ECU ?

24 RESPOSTA SIM. MAS É UM PROCEDIMENTO NÃO RECOMENDÁVEL POR CORRER RISCOS DE ERROS DE MAPEAMENTO E DETONAÇÕES NO MOTOR.

25 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DESTA AULA. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA 39/2008 NOVO PÁLIO 1.0/1.3/1.4 FLEX AULA 15 Instrutor Scopino


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 37 2008 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMAS: IAW 4SF e IAW 4AFB ATUADORES BOBINAS E CANISTER."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google