A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Séculos X – XV Professor Marcito. Baixa Idade Média Principais características: *Crise do Feudalismo *Movimento cruzadista *Renascimento comercial europeu.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Séculos X – XV Professor Marcito. Baixa Idade Média Principais características: *Crise do Feudalismo *Movimento cruzadista *Renascimento comercial europeu."— Transcrição da apresentação:

1 Séculos X – XV Professor Marcito

2 Baixa Idade Média Principais características: *Crise do Feudalismo *Movimento cruzadista *Renascimento comercial europeu *Renascimento urbano europeu

3 1) Crise do feudalismo Surto demográfico : Choque com a natureza feudal *Imobilismo social *Produtividade para auto-suficiência (ausência de estímulo produtivo) *+ produtividade = + tributação * Alguns inovações técnicas: insuficientes Muitos marginalizados ou expulsos de seus feudos Servos Nobres

4 Servos: Iam para os bosques ou reocupavam antigos centros urbanos Nobres: Excluídos do direito de primogenitura, tornavam-se cavaleiros andantes, prestando serviços a outros senhores Contexto de Expansão

5 Expansionismo: * Drang nach osten: Cavaleiros alemães, subjugar região báltica. * Reconquista da península ibérica: nas mãos dos muçulmanos. * Movimentos cruzadistas Conquista de novas terras e riquezas para enfrentar o quadro de dificuldades dos 1ºs séculos da Baixa Idade Média

6 2) Movimentos cruzadistas: Expedições militares organizadas pela Igreja para reconquistar o Santo Sepulcro em Jerusalém, de domínio muçulmano.

7 Formalmente: O movimento tem início com o discurso do Papa Urbano II no Concílio de Clermont (1095) Principais motivos : Religiosos – Questão da Reconquista Sociais – Escoamento populacional Econômicos - Reativar, mesmo que timidamente, o comércio, praticamente anulado na Alta Idade Média

8 Cruzadas: 8 expedições Espinha dorsal que compunha as expedições: Cavaleiros sem terra e (maioria) tropas a pé de antigos servos. (além de mulheres, crianças e velhos)

9 Consequências: *Não resolveu os problemas do aumento populacional; *Contribuíram para o renascimento comercial da Europa; *Geraram, ao invés de união, divergência entre muitos cristãos e violência contra não-cristãos. *Algumas cidades ganharam impulso comercial com as cruzadas (aluguéis, financiamentos)

10 Papa Urbano II

11 Cruzadas

12

13

14

15 As Cruzadas Hoje…

16 3) Renascimento urbano Europeu 2 principais pólos comerciais Italiano (cidades de Gênova e Veneza) Germânico (liga hanseática, norte da Europa)

17 Gênova e Veneza: * Jamais anularam completamente seu comércio, * por sua situação geográfica (Mar Mediterrâneo); * Entrocamento das rotas comerciais com povos do Oriente; * Prosperidade pelo quase monopólio de produtos como seda e especiarias.

18 Hansas (a partir do século XII) * Liga Hanseática: reunião de diversas Hansas no norte da atual Alemanha, que passaram a controlar comércio dos mares do Norte e Báltico; * Seus comerciantes traziam trigo e pescado para a população, em constante crescimento, além de empreendimentos na construção naval e outros produtos.

19 * Ligação dos dois pólos: Rotas terrestres que culminavam na região de Champagne (França) – FEIRAS * Quando havia impossibilidades (Guerra dos Cem Anos, por exemplo): Rotas alternativas Contorno da Península Ibérica Alpes; Rio Reno * Crescente comércio * Transações financeiras *Reutilização de moedas em larga escala *Terra: deixa de ser a única fonte de riqueza *Novo grupo social: mercadores

20 Hansas

21 4) Renascimento urbano europeu Burgos: cidades produzidas ao longo das rotas comerciais a) antigas cidades romanas abandonadas b) encruzilhadas das rotas comerciais c) Em torno de antigos castelos; pertencentes a feudos, submetido à autoridade do senhor feudal e aos impostos. Movimento comunal: embates entre a Autonomia das cidades x ordem feudal (séc. XI – XIII)

22 Independência do burgo pacífica (indenização ao nobre local) mediante intervenção régia. Carta de franquia : formalização da autonomia burguesa – cobrança de impostos; organização de tropas e independência administrativa e financeira

23 Instituições: *Guildas (corporações de mercadores): Agrupamento de comerciantes para monopólio do comércio local. *Corporações de ofício: Reunião de trabalhadores por especialidade (padronização e evitar concorrências)

24 Corporação de ofício: mestre companheiro /jornaleiro aprendiz Mentalidade cristã: justo preço : pouco acúmulo de capital (o que não impediu o gradual enriquecimento de uma classe que surgia: a burguesia Presente mobilidade social

25 Burgos


Carregar ppt "Séculos X – XV Professor Marcito. Baixa Idade Média Principais características: *Crise do Feudalismo *Movimento cruzadista *Renascimento comercial europeu."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google