A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNDAP GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS Luiz Carlos Cabrera Dezembro 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNDAP GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS Luiz Carlos Cabrera Dezembro 2008."— Transcrição da apresentação:

1 FUNDAP GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS Luiz Carlos Cabrera Dezembro 2008

2 A PROPOSTA ANALISAR AS MUDANÇAS DO CONTEXTO EM QUE SE VEM PRATICANDO A GESTÃO DE PESSOAS DISCUTIR A EVOLUÇÃO PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS ENTENDER A DIMENSÃO DO DESAFIO PROFISSIONAL PARA OS GESTORES DE PESSOAS

3 AS GRANDES MUDANÇAS A RUPTURA DO VELHO VÍNCULO ENTRE CAPITAL X TRABALHO AS DIMENSÕES DO NOVO VÍNCULO A MUDANÇA DA PROPRIEDADE DO EMPREGO E A EMPREGABILIDADE A MUDANÇA EVOLUTIVA DAS PESSOAS E DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

4 A RUPTURA DO VELHO VÍNCULO 100 ANOS DE SEGURANÇA EM TROCA DE OBEDIÊNCIA(LEALDADE) 20 ANOS EM BUSCA DE UM NOVO PADRÃO DE TROCAS SIMBÓLICAS POR QUE VOCÊ TRABALHA NA SUA EMPRESA?? AS MODERNAS RELAÇÕES DE TRABALHO: POR PROJETO,POR INTERINIDADE, O TRABALHO TEMPORÁRIO,O TRABALHO TERCEIRIZADO,O TRABALHO EM CASA

5 O NOVO VÍNCULO as trocas simbólicas TRANSPARÊNCIA X COMPROMISSO DESAFIOS X COMPETÊNCIAS ATUALIZADAS FEEDBACK CONSTANTE X MELHORIA DE PERFORMANCE CONDIÇÕES PARA O GERENCIAMENTO DA CARREIRA X INDEPENDENCIA INTEGRIDADE E JUSTIÇA NA OPERACIONALIZAÇÃO DOS VALORES COERÊNCIA E CONSISTÊNCIA NA BUSCA DE ALTA PERFORMANCE

6 A MUDANÇA DA PROPRIEDADE DO EMPREGO NO INÍCIO DO SÉCULO PASSADO(1900) PERTENCIA EXCLUSIVAMENTE À EMPRESA.ERA UM CONCESSÃO DADA AO TRABALHADOR NA METADE DO MESMO SÉCULO AS LEIS TRABALHISTAS E OS SINDICATOS PASSARAM A SER AGENTES REGULADORES

7 E HOJE? DE QUEM É O EMPRÊGO? HOJE COM A COMPETIÇÃO GLOBAL O EMPRÊGO PASSOU A SER UMA JOINT- VENTURE DO CLIENTE E DA EMPRESA. ISTO MESMO:DO CLIENTE E DA EMPRESA VOCÊ CONHECE BEM O CLIENTE DA SUA EMPRESA?

8 ENTÃO SE O EMPREGO É DO CLIENTE E DA EMPRESA O QUE O PROFISSIONAL TEM É EMPREGABILIDADE

9 EMPREGABILIDADE É A CAPACIDADE QUE UM INDIVÍDUO DESENVOLVE DE ACUMULAR E MANTER ATUALIZADAS SUAS COMPETÊNCIAS, REDE DE RELACIONAMENTOS E O CONHECIMENTO DE FORMA A TER, SEMPRE EM SUAS MÃOS, O ARBÍTRIO SOBRE SEU PROJETO DE CARREIRA. LUIZ CARLOS CABRERA-(1988)

10 A TRANSIÇÃO DAS PESSOAS AS PESSOAS QUERIAM SABER FAZER BEM O SEU TRABALHO. AS PESSOAS PASSARAM A TAMBÉM QUERER TER PRAZER NO QUE FAZIAM. AS PESSOAS COMEÇARAM A QUERER UM MAIOR EQUILIBRIO ENTRE TRABALHO E VIDA PESSOAL AS PESSOAS CADA VEZ MAIS QUEREM TER ORGULHO DE SUA LIDERANÇA E DE SEU EMPREGADOR. AS PESSOAS PRECISAM DE UMA CAUSA PARA DEFENDER

11 A TRANSIÇÃO DAS PESSOAS ATÉ O FINAL DO SÉCULO PASSADO AS PESSOAS DEPENDIAM DAS ORGANIZAÇÕES HOJE AS PESSOAS ESTÃO APRENDENDO A DEPENDER DELAS MESMO.

12 A DIFÍCIL TROCA DA MOEDA DE AVALIAÇÃO A EXPERIÊNCIA CRONOLÓGICA E REPETITIVA NA SOLUÇÃO DE EVENTOS CONHECIDOS. O IMPORTANTE É SABER AS RESPOSTAS. O SURGIMENTO DAS COMPETÊNCIAS COMO UMA NOVA MOEDA QUE AVALIA A QUALIDADE DO DIAGNÓSTICO E DA SOLUÇÃO DE EVENTOS INÉDITOS QUE EXIGEM ESCOLHAS. O IMPORTANTE É SABER FAZER AS PERGUNTAS.

13 OUTRA ABORDAGEM A TRANSIÇÃO DO TRABALHADOR ORGANIZACIONAL PARA O TRABALHADOR DO CONHECIMENTO PETER DRUCKER

14 A GRANDE MUDANÇA DO CONTEXTO ORGANIZACIONAL QUASE 60 ANOS DE EXISTÊNCIA DO TRABALHADOR ORGANIZACIONAL A DEPENDÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO A ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DEFINE AS RELAÇÕES INTERNAS E EXTERNAS A ERA DOS CARGOS E DA HIERARQUIA O CONHECIMENTO É UM PRIVILÉGIO E SIGNIFICA PODER O CONHECIMENTO É COMPARTILHADO ATRAVÉS DE MANUAIS

15 A GRANDE MUDANÇA DO CONTEXTO ORGANIZACIONAL O NOVO SÉCULO E O TRABALHADOR DO CONHECIMENTO A INDEPENDÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO A ORGANIZAÇÃO POR PROCESSOS E NÃO POR FUNÇÕES FIDELIDADE À CULTURA ORGANIZACIONAL OU À CAUSA(SIGNIFICADO) A ATRAÇÃO PELO INÉDITO SEM REPETIÇÃO OS CARGOS SÓ COMO REFERÊNCIA LEGAL O CONHECIMENTO É COMPARTILHADO NAS REDES O NÚMERO DE RELAÇÕES É EXPONENCIAL

16 UMA PRIMEIRA CONSTATAÇÃO AS ORGANIZAÇÕES DO SÉCULO XXI NÃO ESTÃO PREPARADAS PARA O TRABALHADOR DO CONHECIMENTO DO SÉCULO XXI. A ESTRUTURA DE COMANDO E CONTROLE AINDA PREDOMINA CONFINANDO O CONHECIMENTO E INIBINDO A ALTA PERFORMANCE CONTRATAM COM PERFIL DE TRABALHADOR DO CONHECIMENTO E TRATAM COMO TRABALHADOR ORGANIZACIONAL A GUERRA DA ATRAÇÃO E RETENÇÃO É PREDOMINANTEMENTE PELO TRABALHADOR DO CONHECIMENTO

17 A EVOLUÇÃO PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS

18 E A GESTÃO DE PESSOAS ? TEVE QUE EVOLUIR DA GESTÃO DE UM VÍNCULO SIMPLES PARA A GESTÃO DE UMA COLEÇÃO DE TROCAS SIMBÓLICAS TEVE QUE ENTENDER A EVOLUÇÃO DAS PESSOAS DE TRABALHADORES ORGANIZACIONAIS PARA TRABALHADORES DO CONHECIMENTO TEVE QUE APRENDER A TRABALHAR COM UM NOVO MODELO DE AVALIAÇÃO

19 O PRINCÍPIO DE ATUAÇÃO ESTRATÉGICA A área de GESTÃO DE PESSOAS não deve ser conhecida pelo que faz mas sim... A área de GESTÃO DE PESSOAS deve ser conhecida pelos resultados que entrega e que aumentam a competitividade da empresa e pela contribuição para criar valor para os clientes,acionistas e empregados. Dave Ulrich :Human Resources Champions The next agenda for Adding Value and Delivering Results 1997!!!!!!!

20 AS FASES DA ATUAÇÃO ESTRATÉGICA Paul Evans e Vlado Pucik Insead 2002 FASE 03 :CONTRIBUIR PARA A MELHORIA DA COMPETITIVIDADE E PARA A CRIAÇÃO DE VALOR PARA OS STAKEHOLDERS FASE 02:ESTAR ALINHADO COM A ESTRATÉGIA DE NEGÓCIOS TENDO PARTICIPADO ativamente DE SUA CONCEPÇÃO FASE 01: ESTAR COM TODOS OS FUNDAMENTOS DA GESTÃO DE PESSOAS IMPLANTADOS E FUNCIONANDO REGULARMENTE

21 O DESAFIO PROFISSIONAL DIMENSÕES E ESPECIFICAÇÕES

22 OS DESAFIOS A QUALIDADE DO PROFISSIONAL QUE LIDERA A ÁREA DE RH E DE SEUS COMANDADOS DIRETOS A POSIÇÃO ORGANIZACIONAL DA ÁREA DE RH, O NÍVEL DE DIREITO DECISÓRIO E O ORÇAMENTO. O CONTEÚDO DAS ALIANÇAS E PARCERIAS COM OS CENTROS DE PODER. Prestador de serviço x Prestador de favores

23 O PERFIL DO MODERNO GESTOR DE PESSOAS PROFUNDO E GENUÍNO INTERESSE PELO SER HUMANO CAPACIDADE POLÍTICA DE FORMAÇÃO E SUSTENTAÇÃO DE ALIANÇAS E PARCERIAS CLARA VISÃO ESTRATÉGICA DA EMPRESA

24 O PERFIL CAPACIDADE DE DIAGNÓSTICO RESILIÊNCIA E TENACIDADE DOMÍNIO DOS FUNDAMENTOS CULTURALMENTE ABERTO À DIVERSIDADE CAPACIDADE DE SUSTENTAR UMA CAUSA FORTE ORIENTAÇÃO PARA RESULTADOS

25 E VOCÊ? ESTA GERENCIANDO O SEU DESENVOLVIMENTO? CUIDA DE MANTER ALTA A SUA TAXA DE EMPREGABILIDADE? TEM CUIDADO DE SE MANTER ATUALIZADO CULTURALMENTE? TEM PROJETO DE CARREIRA?

26 UM PEDIDO DO VELHO PROFESSOR NUNCA ABRA MÃO DOS SEUS PRINCÍPIOS E DOS SEUS VALORES LEMBRE-SE QUE ALGUNS JOVENS LHE ADOTARÃO COMO EXEMPLO NÃO SEJA SUPÉRFICIAL NÃO ABRA MÃO DE SUA CARREIRA, CONSTRUA UMA BELA HISTORIA DE VIDA CUIDE-SE BEM...VOCÊ É VALIOSO(A) PARA SUA FAMÍLIA E PARA A COMUNIDADE


Carregar ppt "FUNDAP GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A PERSPECTIVA DA GESTÃO DE PESSOAS Luiz Carlos Cabrera Dezembro 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google