A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TENDÊNCIAS DO MERCADO DA SOJA, MILHO E TRIGO. FORUM AGRONÔMICO 2009 OCEPAR - SESCOOP Eugenio Stefanelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TENDÊNCIAS DO MERCADO DA SOJA, MILHO E TRIGO. FORUM AGRONÔMICO 2009 OCEPAR - SESCOOP Eugenio Stefanelo."— Transcrição da apresentação:

1 TENDÊNCIAS DO MERCADO DA SOJA, MILHO E TRIGO. FORUM AGRONÔMICO 2009 OCEPAR - SESCOOP Eugenio Stefanelo

2 PIB: PIB: 2003 a 2007: 5% 2003 a 2007: 5% 2008: 3,2% 2008: 3,2% 2009: -1,0% a -1,5% 2009: -1,0% a -1,5% –Avançados: -3,8% –Emergentes: 1,5 2010: 2,5% 2010: 2,5% EUA, UE, Japão e Rússia com crescimento negativo em 2009 e positivo em 2010 EUA, UE, Japão e Rússia com crescimento negativo em 2009 e positivo em 2010 ECONOMIA MUNDIAL

3 Comércio internacional ( em volume): Comércio internacional ( em volume): 2005 a 2007:7,2% a 9,3% 2005 a 2007:7,2% a 9,3% 2008: 3,2% 2008: 3,2% 2009: -11,5% 2009: -11,5% 2010: 0,5 a 1% 2010: 0,5 a 1% ECONOMIA MUNDIAL

4 Preços CBOT PreçoMédioCents/bu Em jul/09 % Em 2009 % Em 12 meses % Soja1000,78-12,0115,48-32,80 Milho333,38-20,85-11,13-49,30 Trigo542,18-10,94-1,33-34,81

5 ECONOMIA BRASILEIRA PIB em % 5,75,1 -0,5 a 1,0 Setor Primário em % 5,95,8 -1,5 a -0,5

6 AGRONEGÓCIO BRASILEIRO Agronegócio: R$ bilhões R$ bilhões Em % Em %714,87,89764,56,95 Agron. Agricultura: R$ bilhões R$ bilhões Em % Em %475,96,78508,26,08 -1 a 1 Agron. Pecuária: R$ bilhões R$ bilhões Em % Em %206,610,72225,49,09

7 AGRONEGÓCIO BRASILEIRO VBP em R$ bilhões Grãos107,890,7 Outros agrícolas 76,081,0 Agricultura183,8171,7 Pecuária107,0100,2 Frango Frango17,315,3 Leite Leite21,517,7 Agropecuária290,8271,9

8 AGRONEGÓCIO BR E PR VBP em R$ bilhões Soja51,642,7 Milho28,020,3 Trigo3,22,5 Paraná (lavouras) 21,718,2 Milho Milho5,43,4 Soja Soja8,57,0 Trigo Trigo1,71,4

9 MILHO Oferta e Demanda Mundial: milhões t

10 è Produção: +1,0%: èEUA: +5,5%, 324,4 e 307,4 milhões t èBR: 8,0%, 54,0 e 50,0 milhões t èARG: 15,4%, 15 e 13 milhões t èU.Européia: -9,6%, 56,4 e 62,4 milhões t èChina: -1,8%, 162,5 e 165,9 milhões t MILHO Oferta e Demanda Mundial 2009/10 e 2008/09

11 è Consumo total: +2,9% (produção de etanol nos EUA: 106,7 em 2009/10 e 92,7 milhões t em 2008/09) è Estoque: -1,8%, reduzindo a relação estoque/consumo para 17,7% em 09/10. A menor desde 1973/74 é 15% em 2006/07 e a média é de 24,3%. MILHO Oferta e Demanda Mundial 2009/10 e 2008/09

12 èAumento da área de 34,8 para 35,2 milhões de hectares e da produção de 307,4 para 324,4 milhões de toneladas, revertendo expectativa de redução da área. èDemanda total: 327,0 milhões t (+7,1%) èExportação: 53,3 milhões t (+13,5%) èRação: 134,6 milhões t (1%) èEtanol: 106,7 milhões t (15,1%) èEstoque final: è 41,2 milhões t (-5,8%) MILHO Oferta e demanda americana 2009/10

13 MILHO Oferta e Demanda Brasileira CONAB: em mil t

14 MILHO - CONAB Oferta e Demanda Brasileira 2008/09 (ano comercial 2009) è Produção: -14,3%, com 2ª safra em 16,6 mi de t è Consumo: +1,1% (45,0 mi t) è Exportação: +25% (8,0 mi t) è Consumo interno e exportação superiores a safra (50,3 mi t) è Estoque final: - 25,7% è Relação estoque/consumo: 21,4%

15 MILHO: Posição contábil dos estoques públicos. CONAB (em ago/2009, em mil t)

16 MILHO: Área e Produção no BR. Em mil ha e mil t. CONAB

17 MILHO: Área e Produção no PR. Em mil ha e mil t. CONAB

18 MILHO:Custo de produção jun/09: em R$/ha ou R$/sc – OCEPAR

19 MILHO 1ª SAFRA Custo de produção 2009/10: em R$/ha ou R$/sc - CONAB

20 MILHO 2º SAFRA Custo de produção 2009: em R$/ha ou R$/sc - CONAB

21 MILHO: Preços è Piso e teto: èSafra normal: paridade de exportação. Desorganização das cadeias produtivas geram especulação èSafra reduzida (clima): aumento para a paridade de importação

22 MILHO: Preços èCBOT: èMédia histórica (23anos): U$ 2,47/bu èRecorde pré crise: U$ 5,42/bu em 1996 èRecorde histórico: U$ 8,0/bu ou U$ 18,9/sc em 2008

23 MILHO: Preços èCBOT: è2008: è U$ 2,9 a 8,0/bu ou U$ 6,9 a 18,9/sc (superou pico de 1996). Média U$ 5,41/bu è2009: è 1 º semestre: U$ 3,4 a 4,5/bu ou U$ 8,0 a 10,6/sc è Atual: U$ 3,1 a 3,6/bu para o segundo semestre e U$ 3,3 a 4,0 para mar a jul/10

24 MILHO: CBOT semanal a 2009e

25 MILHO: CBOT diário – 2008 e 2009e Pico: U$ 8,0/bu Média U$ 2,47/bu Atual: U$ 3,1 a 4,0/bu

26 MILHO: Preços èBM&F: è2005 e 2006: R$ 13,20 a 24,00/sc è2007: R$ 18,50 a 38,90/sc ( em nov) è2008: R$ 32,5 a 19,50/sc (out/08) è2009: R$ 19,7 a 26,4,0/sc èAtual:R$ 19,6 a 21,5/sc para o segundo semestre e R$ 21,5 a 23,0 para jan a mai/10

27 MILHO: BM&F semanal – 2002 a 2009e

28 MILHO: Preços CIF Paranaguá no transferido: CIF Paranaguá no transferido: 2008: U$ 7,8 a 18,5/sc no transferido ou R$ 19 a 33/sc 2008: U$ 7,8 a 18,5/sc no transferido ou R$ 19 a 33/sc 2009: U$ 8,7 a 11,2 ou R$ 16,9 a 25,0 a saca 2009: U$ 8,7 a 11,2 ou R$ 16,9 a 25,0 a saca Atual: U$ 9,3 a 9,9/sc (R$ 17,0 a 19,5/sc) Atual: U$ 9,3 a 9,9/sc (R$ 17,0 a 19,5/sc) Há 1 mês: U$ 10,2/sc Há 1 mês: U$ 10,2/sc Há 1 ano: U$ 13,1/sc Há 1 ano: U$ 13,1/sc

29 MILHO: Preços Importação CIF industria: Importação CIF industria: EUA: U$ 14,3 a 15,5/sc ou R$ 26,5 a 28,0/sc EUA: U$ 14,3 a 15,5/sc ou R$ 26,5 a 28,0/sc Argentina: U$ 13,2 a 13,6/sc ou R$ 24,0 a 25,0/sc Argentina: U$ 13,2 a 13,6/sc ou R$ 24,0 a 25,0/sc Exportação Paranaguá no transferido: Exportação Paranaguá no transferido: U$ 8,7 a 10,1/sc (ago a dez/09) ou R$ 16,1 a 19,5/sc e U$ 10,1 a 8,9 em jan a mar/10 ou R$ 17,3 a 20,0 a saca U$ 8,7 a 10,1/sc (ago a dez/09) ou R$ 16,1 a 19,5/sc e U$ 10,1 a 8,9 em jan a mar/10 ou R$ 17,3 a 20,0 a saca

30 MILHO: Preços Tendência: Tendência: Exportação Brasil: 10,9 milhões t (2007), 6,4 milhões em 2008 e 8 milhões em 2009 Exportação Brasil: 10,9 milhões t (2007), 6,4 milhões em 2008 e 8 milhões em 2009 Redução do plantio em 2008/09 nos EUA, de 37,8 para 34,8 milhões de ha e da produção ( 331 para 307,4 milhões t). Redução do plantio em 2008/09 nos EUA, de 37,8 para 34,8 milhões de ha e da produção ( 331 para 307,4 milhões t). Safra 2008/09 na América do Sul: 50,0 no BR e 13,0 milhões t na ARG, afetadas pelo la nina, Safra 2008/09 na América do Sul: 50,0 no BR e 13,0 milhões t na ARG, afetadas pelo la nina,

31 MILHO: Preços Tendência: Tendência: Preços do petróleo e produção de etanol Preços do petróleo e produção de etanol Crescimento econômico mundial e asiático e demanda por carnes nos EUA, Rússia e Europa Crescimento econômico mundial e asiático e demanda por carnes nos EUA, Rússia e Europa Redução das exportações de carnes em 2009 Redução das exportações de carnes em 2009 Safra 2009/10: nos EUA aumento da área e produção; na Ásia UE e América do Sul redução da área e produção Safra 2009/10: nos EUA aumento da área e produção; na Ásia UE e América do Sul redução da área e produção

32 MILHO: Preços Tendência: Tendência: Importação pela UE: demanda constante e com picos só quando ocorre frustração da safra local Importação pela UE: demanda constante e com picos só quando ocorre frustração da safra local Novos mercados importadores: Ásia, África e Oriente Médio Novos mercados importadores: Ásia, África e Oriente Médio U$ 3,0 a 4,0/bushel ou U$ 7,1 a 9,5/saca U$ 3,0 a 4,0/bushel ou U$ 7,1 a 9,5/saca

33 MILHO: Preços no PR

34 MILHO: Preços ao produtor no PR

35 MILHO: Situação e tendência Safra 08/09: Safra 08/09: Comercialização no Paraná: Comercialização no Paraná: Safra: 75% Safra: 75% Segunda safra: 15%. Problema de qualidade. Segunda safra: 15%. Problema de qualidade. Exportação via PEP seria a saída Exportação via PEP seria a saída Buscar preço médio na venda Buscar preço médio na venda Prioridade: pagar dívidas e recompor fluxo de caixa Prioridade: pagar dívidas e recompor fluxo de caixa Safra 2009/10: Safra 2009/10: Redução da área da safra entre 10% a 15% e do custo de produção Redução da área da safra entre 10% a 15% e do custo de produção Escalonar plantio Escalonar plantio

36 SOJA Oferta e Demanda Mundial Em milhões t

37 è Produção mundial: +15,0% èEUA: +8,2% ou 87,1 e 80,5 milhões t èA. Sul: 25,1% ou 119,2 e 95,3 milhões t è BR: 5,3% ou 60 e 57 milhões t è Argentina: 59,4% ou 51e 32 milhões t è Paraguai: 51% ou 5,8 e 3,8 milhões t è Bolívia: -3,6% ou 1,35 e 1,4 milhão t è Uruguai: 12,5% ou 0,89 e 0,78 milhão t SOJA Oferta e Demanda Mundial 2009/10 e 2008/09:

38 è Consumo total: +4,4% è Estoque final: +22,7% è Relação estoque/consumo: 21,7% em 09/10 e 18,5% em 08/09 (a média desde 1964/65 é de 15,9%) è Oferta e demanda explicam parte dos altos preços em 08/09 e menores em 09/10: área e produção nos EUA (30,64 e 31,4 mi ha e 80,5 e 87,1 mi t), na América do Sul (95 e119 mi t), aumento do consumo do grão e derivados e retorno da especulação dos fundos SOJA Oferta e Demanda Mundial 2009/10 e 2008/09:

39 FARELO E ÓLEO Oferta e Demanda Mundial – mi t (farelo 55% do preço e óleo 45%)

40 SOJA, FARELO E ÓLEO Oferta e Demanda Brasileira CONAB (em mil t)

41 SOJA Área e Produção no BR e PR Em mil ha e mil t. CONAB

42 SOJA Custo de produção 2009/10: em R$/ha ou R$/sc - CONAB

43 SOJA Custo de produção no PR em R$/ha ou R$/sc - OCEPAR

44 SOJA: Preços è Cotações Chicago: è Média histórica: 6,29/bu è Pico de 1973: U$ 13,5/bu por quebra de safra nos EUA, BR e ARG è Pico histórico: U$ 16,7/bu ou U$ 36,8/sc em 2008 (especulação dos fundos)

45 SOJA: Preços è Cotações Chicago (grão): è 2008: è U$ 7,87 a 16,7/bu ou U$ 17,4 a 36,8/sc è Média: U$ 12,31 ( + 42,6% e a maior em 37 anos) è 1º sem: U$ 13,57 2 º sem: U$ 11,02 2 º sem: U$ 11,02 è 2009: 1º semestreU$ 8,5 a 12,9/bu ou U$ 18,7 a 28,5/sc 1º semestre : U$ 8,5 a 12,9/bu ou U$ 18,7 a 28,5/sc è Atual: U$ 11,9 a 9,4 para ago a nov/09 e U$ 10,5 a 9,0 para 2010

46 SOJA: Preços è Cotações Chicago (grão): è Tendência: U$ 8,5 a U$ 11,5/bu, com alto spread entre safras 2008/09 e 2009/10 è Especulação dos fundos è Demanda por farelo e óleo (menor crescimento da economia mundial) è Aumento da área e da produção nos EUA em 08/09: 26,2 para 30,6 mi ha e 72,9 para 80,5 mi t)

47 SOJA: Preços è Cotações Chicago (grão): è Tendência: U$ 8,5 a U$ 11,5/bu em 08/09 è Produção 08/09 na América do Sul: BR 57 e Arg 32 mi t (USDA). è Safra 2009/10 nos EUA: aumenta área e produção (31,36 mi ha e 87,1 mi t) è Safra 2009/10 na América do Sul: BR 60 e Arg 51 mi t (64 e 54?) è Spread decrescente de preço entre as safras 2008/09 e 2009/10

48 SOJA: CBOT semanal (1987 a 2009e)

49 SOJA: CBOT diário 2008 e 2009e Pico: U$ 16,7/bu Média U$ 6,29/bu Atual: U$ 8,5 a 11,5/bu

50 SOJA: Preços è Cotações BM&F: è 2005 e 2006: U$11,5 a 16,2/sc è 2007: U$15,2 a 27,0/sc è 2008: U$17,0 a 36,0/sc è 2009: U$19,7 a 28,0/sc è Atual: U$ 29,0 a 25,2/sc (setembro a novembro/09) e U$ 23,3 a 20,5/sc para março a maio de 2010

51 SOJA: Preços è CIF Paranaguá: è R$ 47,0 a 54,0/sc no transferido, R$ 47,5 a um mês e R$ 49,0 a um ano è Prêmios: è Setembro/09: 195 a 230 cents/bu è Março/10: 30 a 65 cents/bu è Maio/10: 10 a 17 cents/bu

52 SOJA: Preços no PR

53 SOJA: Preços ao produtor no PR (R$/sc)

54 SOJA: Preços ao produtor no PR (U$/sc)

55 SOJA: Situação e tendência Safra 08/09: Safra 08/09: Comercialização no Paraná: 85% Comercialização no Paraná: 85% Safra 2009/10: Safra 2009/10: Aumento da área entre 4% a 6% Aumento da área entre 4% a 6% Escalonar plantio e manejo doenças Escalonar plantio e manejo doenças Escalonar vendas Escalonar vendas è Rentabilidade positiva, maior em 2007/08, menor em 2008/09 e menor ainda em 2009/10 considerando preços, câmbio e custos.

56 TRIGO Oferta e Demanda Mundial em milhões t

57 TRIGO Oferta e Demanda Mundial 2009/10 Produção mundial: -3,9%, ficando acima do consumo. Produção mundial: -3,9%, ficando acima do consumo. Argentina: 8,5 em 09/10 e 8,4 mi t em 08/09 Argentina: 8,5 em 09/10 e 8,4 mi t em 08/09 Consumo total: +1,0% Consumo total: +1,0% Estoque final: +8,3% Estoque final: +8,3% Relação estoque/consumo: 28,5% Relação estoque/consumo: 28,5% Oferta e demanda explicam aumento dos preços em 2007 e início de 2008 e queda após Oferta e demanda explicam aumento dos preços em 2007 e início de 2008 e queda após

58 TRIGO Oferta e Demanda Brasileira CONAB (ago/jul, em mil t) è Produção nacional atende 39% do consumo em 2007/08, 56% em 2008/09 e 53% em 2009/10

59 TRIGO: Posição contábil dos estoques públicos. CONAB (em ago/2009, em mil t)

60 TRIGO: Área e Produção no BR e PR Em mil ha e mil t. CONAB

61 TRIGO Custo de produção 2009: em R$/ha ou R$/sc - CONAB

62 TRIGO Custo de produção no PR: em R$/ha ou R$/sc - OCEPAR

63 TRIGO: Preços Chicago: Chicago: Pico histórico:U$ 13/bu ou U$ 28,7/sc Pico histórico:U$ 13/bu ou U$ 28,7/sc 2008: 2008: U$ 4,7 a 13,0/bu ou U$ 173 a 478/t U$ 4,7 a 13,0/bu ou U$ 173 a 478/t 2009: 2009: 1 º semestre U$ 4,8 a 6,76/bu 1 º semestre U$ 4,8 a 6,76/bu Atual: U$ 4,5 a 5,8/bu (setembro a março/09) ou U$ 169 a 213/t Atual: U$ 4,5 a 5,8/bu (setembro a março/09) ou U$ 169 a 213/t Expectativa de U$ 4,5 a 6,5/bu Expectativa de U$ 4,5 a 6,5/bu

64 TRIGO: Preços Argentina – FOB Spot: Argentina – FOB Spot: U$ 245/270/t, ou R$ 455/480/t, (+ U$ 40 a 60/t de frete, descarga e frete interno = U$ 300 a 325/t CIF São Paulo U$ 245/270/t, ou R$ 455/480/t, (+ U$ 40 a 60/t de frete, descarga e frete interno = U$ 300 a 325/t CIF São Paulo U$ 240/t a 1 mês U$ 240/t a 1 mês U$ 315/t a 1 ano U$ 315/t a 1 ano Importação EUA para Sudeste BR: U$ 295/325/t Importação EUA para Sudeste BR: U$ 295/325/t

65 TRIGO: CBOT semanal 2002 a 2009e

66 TRIGO: CBOT diário 2008 a 2009e Pico: U$ 13,0/bu Média U$ 3,5/bu Atual: U$ 4,5 a 6,7/bu

67 TRIGO: Preços èPreço de mercado interno (R$/sc): paridade de importação: è2007: è Muito acima do mínimo, devido ao aumento da cotação internacional. Recuperação da safra interna e rentabilidade positiva

68 TRIGO: Preços èPreço de mercado interno (R$/sc): paridade de importação: è2008: è Acima do mínimo, devido elevada cotação internacional, aumentando área plantada e produção. è Na safra: preço mínimo e intervenção do governo na comercialização èAGF: 123,5 mil t èContrato de Opção de Venda: 426 mil t e 259 mil t exercidos èPEP: 218,7 mil t

69 TRIGO: Preços èPreço de mercado interno (R$/sc): paridade de importação: è2009: è Em torno do mínimo, devido a cotação internacional, a quebra da safra argentina (18,0 para 8,4 milhões t), a taxa de câmbio e ao estoque remanescente. è Rentabilidade baixa

70 TRIGO: Preços no PR

71 TRIGO: Preços ao produtor no PR

72

73 TRIGO: Situação e tendência Safra 08/09: Safra 08/09: 320 mil t depositadas em cooperativas e por comercializar 320 mil t depositadas em cooperativas e por comercializar 380 mil t de estoques do governo 380 mil t de estoques do governo Safra 2009/10: Safra 2009/10: Inicia colheita em final de agosto Inicia colheita em final de agosto Preço mínimo Preço mínimo

74 O QUE FAZER Produtor: Produtor: Adequar investimentos a receita Adequar investimentos a receita Reduzir custos (racionalizar uso dos insumos e melhor adquiri-los Reduzir custos (racionalizar uso dos insumos e melhor adquiri-los La nina (segunda safra e inverno) La nina (segunda safra e inverno) Vendas parceladas e distribuídas no tempo. Vendas parceladas e distribuídas no tempo. Priorizar pagamento de dívidas e recomposição de fluxo de caixa Priorizar pagamento de dívidas e recomposição de fluxo de caixa El nino no verão:diversificar época de plantio El nino no verão:diversificar época de plantio

75 FONTE DOS DADOS CONAB e MAPA CONAB e MAPA CBOT CBOT INTERTRADING INTERTRADING SAFRAS & MERCADOS SAFRAS & MERCADOS DERAL/SEAB DERAL/SEAB OCEPAR OCEPAR BM&F BM&F

76 MUITO OBRIGADO è TELEFONES: è è è E MAIL:

77 MUITO OBRIGADO è OCEPAR Flávio Turra – Robson mafioletti -


Carregar ppt "TENDÊNCIAS DO MERCADO DA SOJA, MILHO E TRIGO. FORUM AGRONÔMICO 2009 OCEPAR - SESCOOP Eugenio Stefanelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google