A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O homem que calculava Malba Tahan.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O homem que calculava Malba Tahan."— Transcrição da apresentação:

1 O homem que calculava Malba Tahan

2 O homem que calculava Malba Tahan Autor: Malba Tahan
Júlio César de Mello e Souza Nasceu em 1895, no Rio de Janeiro. Viveu em São Paulo. Morreu em 1974, no Recife. Pedagogo, publicou + de 120 livros sobre MTM. Obra + popular: O homem que calculava.

3 O homem que calculava Malba Tahan
Escola literária: 2ª geração Modernismo Contemporânea Gênero: Ficção / Romance Temas: Ética, Matemática, Religião, Sabedoria, Inteligência. Narração: 1ª pessoa Espaço: Bagdá Tempo: Século XIII

4 O homem que calculava Malba Tahan Personagens: Hank-Tade-Maiá:
* narrador da história; * conhece Beremiz por acaso, tornam-se amigos; * percebe a inteligência de Beremiz e decide levá-lo a Bagdá para torná-lo conhecido; * torna-se escriba de Ibrahim Maluf.

5 O homem que calculava Malba Tahan Personagens: Beremiz Samir:
* personagem central da história; * nascido na Pérsia, é humilde, religioso, inteligente e muito ético; * torna-se secretário de Ibrahim Maluf.

6 O homem que calculava Malba Tahan Personagens: Ibrahim Maluf el Barad:
* ministro do rei; * xeque muito rico. Telassim: * 17 anos; * filha de Iezid (poeta); * 1º aluna, depois esposa de Beremiz; * condenada a ser infeliz se não aprendesse MTM antes dos 18 anos.

7 O homem que calculava Malba Tahan Personagens: Iezid-Abdul-Hamid:
* xeque, poeta, pai de Telassim; * confidente do Califa Al-Motacém. Al-Motacém – Abu-Abas-Ahmed – Emir dos Crentes – Vigário de Alá: * rei (califa) de Bagdá; * ofereceu dinheiro e poder a Beremiz, que recusou.

8 O homem que calculava Malba Tahan Personagens: Salem Nasair:
* xeque salvo por Beremiz e Hank-Tade após ter sido assaltado por ladrões. Cluzir Schá: * jovem príncipe de Laore e Délhi; * estava de passagem em Bagdá rumo a Meca; * convida Beremiz para segui-lo; * volta à Índia para buscar Nô-Elin, amigo do pai do príncipe que ensinou os cálculos a Beremiz.

9 O homem que calculava - Capítulo I -
No qual encontro, durante uma excursão, singular viajante. Que fazia o viajante e quais as palavras que ele pronunciava. Hank-Tade-Maiá voltava de uma excursão da cidade de Samarra rumo a Bagdá. Viu Beremiz falando números exorbitantes... Milhões. Curioso, perguntou o que aquilo significava. Beremiz diz que irá contar-lhe a história de sua vida.

10 O homem que calculava - Capítulo II -
Neste capítulo Beremiz Samir, o Homem que Calculava, conta a história de sua vida. Como fiquei informado dos cálculos prodigiosos que realizava e porque nos tornamos companheiros de jornada. Beremiz Samir nasceu na aldeia Khói, Pérsia. Jovem foi trabalhar como pastor para um rico senhor de Khamat. Diariamente, ao nascer do sol, levava o rebanho para o campo e, antes do cair do sol, trazia-os de volta.

11 O homem que calculava - Capítulo II -
Neste capítulo Beremiz Samir, o Homem que Calculava, conta a história de sua vida. Como fiquei informado dos cálculos prodigiosos que realizava e porque nos tornamos companheiros de jornada. Para não perder nenhuma ovelha e ser castigado, contava-as diversas vezes ao dia. Com o tempo isso ficou fácil, começou a contar pássaros, folhas etc.

12 O homem que calculava - Capítulo III -
Onde é narrada a singular aventura dos 35 camelos que deviam ser repartidos por três árabes. Beremiz Samir efetua uma divisão que parecia impossível, contentando plenamente os tr~es querelantes. O lucro inesperado com a transação. Beremiz presencia uma discussão entre 3 irmãos por causa de um lote de 35 camelos. Irmão + velho = ½ - Hamed = 1/3 - Harim = 1/9 S: ½ = = = 4 Resultado: todos lucram.

13 O homem que calculava - Capítulo IV -
Do nosso encontro com um rico xeque. O xeque estava a morrer de fome no deserto. A proposta que nos fez sobre os 8 pães que trazíamos, e como se resolveu, de modo imprevisto o pagamento com 8 moedas. As três divisões de Beremiz, a dividão certa e a divisão perfeita. Elogiu que um ilustre vizir dirigiu ao Homem que calculava. 3 dias depois, encontraram Salém Nassir, rico mercador de Bagdá, ferido devido a um assalto. Narrador tinha 3 pães; Beremiz, 5. Salém prometeu pagar 8 moedas de ouro: 3 para o narrador e 5 para Beremiz.

14 O homem que calculava - Capítulo IV -
Do nosso encontro com um rico xeque. O xeque estava a morrer de fome no deserto. A proposta que nos fez sobre os 8 pães que trazíamos, e como se resolveu, de modo imprevisto o pagamento com 8 moedas. As três divisões de Beremiz, a dividão certa e a divisão perfeita. Elogiu que um ilustre vizir dirigiu ao Homem que calculava. Conta: 3 pães por 3 pessoas = 9 pedaços 5 pães por 3 pessoas = 15 pedaços 9+15 = 24 pedaços / 3 pessoas = 8 para cada. narrador: 9 pedaços – 8 que comeu = 1 moeda. Beremiz: 15 – 8 = 7 moedas. Depois, ele dividiu igualmente.

15 O homem que calculava - Capítulo V -
No qual vamos para a hospedaria. Palavras calculadas por minuto. Beremiz resolve um problema e determina a divida de um joalheiro. Sairam da casa do vizir rumo à hospedaria Marreco Dourado. Salim, dono da hospedaria, pediu ajuda a Beremiz. O joalheiro prometeu pagar a hospedagem com: 20 dinares, se vendesse as joias por 100 dinares 35 dinares, se vendesse as joias por 200 dinares

16 O homem que calculava - Capítulo V - Ele vendeu 140 joias.
No qual vamos para a hospedaria. Palavras calculadas por minuto. Beremiz resolve um problema e determina a divida de um joalheiro. Ele vendeu 140 joias. 2º joalheiro: 200  35, então 140  24 ½ 2º Salim:  20, então 140  28 Solução: acréscimo de 100 joias  acresc. 15 dinares. 20 joias  1/5  3 dinares 40 joias  2/5  6 dianres Salim deve receber 26 dinares

17 O homem que calculava - Capítulo VII- Beremiz e Hank vão ao mercado.
Nossa visita ao suque dos mercadores. Beremiz e o turbante azul. O caso dos quatro quatros. O problema dos 50 dinares. Beremiz resolve o problema e recebe um belíssimo presente. Beremiz e Hank vão ao mercado. Beremiz se interessa por um turbante azul-claro. Hank acha 4 dinares caro. O nome da loja interessou Beremiz: Os quatro quatros, mas deixou Hank confuso.

18 O homem que calculava - Capítulo VII- Beremiz explicou: 44 – 44 = 0
Nossa visita ao suque dos mercadores. Beremiz e o turbante azul. O caso dos quatro quatros. O problema dos 50 dinares. Beremiz resolve o problema e recebe um belíssimo presente. Beremiz explicou: 44 – 44 = 0 44/44 = 1 4/4 + 4/4 = 2 ( )/ 4 = 3 4 + (4-4)/4 = 4 (4 x 4 + 4)/4 = 5 ... Faz isso até o Vai mané, vai aprender...

19 O homem que calculava - Capítulo VII-
Nossa visita ao suque dos mercadores. Beremiz e o turbante azul. O caso dos quatro quatros. O problema dos 50 dinares. Beremiz resolve o problema e recebe um belíssimo presente. O dono da loja, atento, pede ajuda a Beremiz. Emprestei 100 dinares, 50 para um xeque de Medina 50 para um judeu do Cairo. Medina pagou: = 50 Judeu pagou: = 51

20 O homem que calculava - Capítulo VII-
Nossa visita ao suque dos mercadores. Beremiz e o turbante azul. O caso dos quatro quatros. O problema dos 50 dinares. Beremiz resolve o problema e recebe um belíssimo presente. Explicação: saldos devedores não têm relação com o total da dívida. Exemplo: numa dívida de 50 dinares paga em 3 vezes: pagou 10, deve 40 pagou 5, deve 35 pagou 35, deve 0 pagou 50, mas devia 75

21 O homem que calculava - Análise da obra -
Romance, mas, 2º contracapa, Novela. Narra as histórias matemáticas de Beremiz Samir. Obra lançada, provavelmente, por volta de 1939. Cenário: Bagdá. Quando: início do século XIII.

22 O homem que calculava - Resumo -
Beremiz Samir é encontrado por Hank-Tade-Maiá, o narrador, quando este ia de Samara para Bagdá. O narrador vê um doido contando números enormes. Quando pergunta o que Beremiz está contando, escuta que são folhas. Percebe que Beremiz é inteligente e vê nele a chance de enriquecer, decide levá-lo para Bagdá.

23 O homem que calculava - Resumo -
Observa que Beremiz resolve e explica vários problemas, verdadeiros enigmas e curiosidades da matemática. Beremiz conta também várias histórias e lendas, todas com moral (fábulas)Resolve Romance, mas, 2º contracapa, Novela. A narrativa se assemelha as Aventuras de Mil e Uma Noites, da Sherazade, em que ela conta uma história por noite ao Sultão.

24 O homem que calculava - Resumo -
O cenário das histórias também é o Oriente, com a presença de reis, príncipes, sultões, xeques, dançarinas etc. Beremiz expõe sua inteligência e habilidade para pessoas simples: uns ficam com inveja, outros curtem. Em Bagdá, Beremiz vai trabalhar de secretário do grão-vizir (xeque) Ibrahim Maluf; e Hank-Tade-Maiá, de escriba. Beremiz começa a ficar famoso, fanha elogios e mimos.

25 O homem que calculava - Resumo -
O poeta Lezid confia-lhe a educação matemática de sua filha, Telassim – jovem de 17 anos fadada à infelicidade após os 18 anos caso não soubesse matemática, segundo astrólogos. Beremiz lhe ensina matemática e desperta seu amor. No fim, os dois se casam e têm três filhos. Ele se apaixona por ela sem nunca tê-la visto, pois o pai a colocava atrás de uma parede, cercada por escravos que a mantinham segura.

26 O homem que calculava - Resumo -
Beremiz fica tão famoso que até o califa o recebe em seu palácio e o elogia. No fim, o califa submete Beremiz a um teste pesado: ordena que sete sábios o interroguem com diversos tipos de questionamentos. Beremiz responde todos com um brilhantismo invejável. O califa o oferece títulos, dinheiro e poderes. Ele rejeita e pede a mão de Telassim em casamento.

27 O homem que calculava - Resumo - O pai dela é consultado e concorda.
O poderoso Emir das Arábias lhe faz um último desafio: um problema para Beremiz resolver. Beremiz resolve e se casa com Telassim. Beremiz e Telassim abandonam a religião de Maomé e tornam-se cristãos. Eles têm três filhos e vão com o Hank-Tade-Maiá para Constantinopla, na Turquia.

28 - Problemas resolvidos -
O homem que calculava - Problemas resolvidos - Cap. 3: a divisão dos 35 camelos. Cap. 4: o pagamento de 8 pães com 8 moedas. Cap. 5: a proporção da quantia devida pelo mercador de joias. Cap. 7: o caso dos quatro quatros. Cap. 7: o problema dos 50 dinares. Cap. 8: a divisão dos 21 vasos de vinho.

29 - Problemas resolvidos -
O homem que calculava - Problemas resolvidos - Cap. 10: números perfeitos. Cap. 12: a venda de 60 melões por preços diferentes. Cap. 16: o cálculo dos grãos de trigos das casas do tabuleiro de xadrez. Cap. 21: a metade do tempo da prisão perpétua. Cap. 23: o problema das pérolas do rajá. Cap. 24: os cubos de 8 a 27.

30 - Problemas resolvidos -
O homem que calculava - Problemas resolvidos - Cap. 26: as 16 curiosidades numéricas do Alcorão. Cap. 28: as raízes quadradas dos números 2025, 3025 e 9801. Cap. 30: o enigma dos discos brancos e pretos. Cap. 32: as curiosidades do número 40. Cap. 34: as escravas de olhos pretos e azuis.

31 - Saber fazer Matemática -
O homem que calculava - Saber fazer Matemática - Pessoas comuns podem fazer matemática. Os livros de Malba Taham mostram que a matemática está presente no dia a dia. Até analfabetos vivenciam a matemática. Observe, por exemplo, a geometria de uma prancha de surf. Matemática científica x Matemática cotidiana = matar um pernilongo com uma bomba nuclear x um tapa

32 O homem que calculava Malba Tahan


Carregar ppt "O homem que calculava Malba Tahan."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google