A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

História da Música V CMU 244 Módulo III Sinfonias e Concertos pré-clássicos Prof. Diósnio Machado Neto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "História da Música V CMU 244 Módulo III Sinfonias e Concertos pré-clássicos Prof. Diósnio Machado Neto."— Transcrição da apresentação:

1 História da Música V CMU 244 Módulo III Sinfonias e Concertos pré-clássicos Prof. Diósnio Machado Neto

2 Os primórdios da sinfonia Sinfonia no Barroco –O termo designava geralmente a Abertura Italiana (ou napolitana) em três andamentos (Allegro-Lento-Allegro) Alessandro Scarlatti, a partir de 1697, configura esse gênero. –Abandona gradativamente o estilo de imitação. –Fixa um padrão orquestral, com um grupo de cordas que varia de três a cinco partes, em conjunção com sopros, esses na função de reforçar os acordes. Vivaldi e seus concertos a quatro ou concerto ripieno –Batizadas também de sinfonia, tem total semelhança com as sinfonies de suas óperas. »Essas obras aparecem a partir de 1715, e muitos consideram o germe da sinfonia clássica. »Construção tripartite (A-L-A) »Consolida uma divisão das cordas em quatro partes (Vl I e II, Vo e baixos-Vc e Cb) Albinoni e a Sinfonie a 4, ca –Primeiro compositor a inserir, entre o movimento lento e o rápido final, um minueto

3 Sammartini O nuevo estilo –Como na ópera, a sinfonia italiana aderiu a uma música mais com predileção pela linha melódica, abandonando o contraponto exuberante. Giovanni Battista Sammartini ( ) –As sinfonias de Sammartini alcançam grande aceitação Foram publicadas a partir de 1742 –Uso de frases bastante cantabiles –Os temas freqüentemente são construídos em cima de tríades, com alguns contrastes, apresentado em diferentes tonalidades –No entanto, as sinfonias de Sammartini ainda possuem baixo contínuo. –Monotematismo –Sinfonia em Ré maior (Apel, nº283, vol2) Construção monotemática ternária AA(tema na dominante)A(reexposição na tônica). –Típica estrutura, derivada da ária da capo, do primeiro movimento de sonata da primeira metade do século XVIII »Scarlatti, Vivaldi, Leclair »Exposição do tema – desenvolvimento com eventuais divertimentos – tema modulado – retorno do tema à tônica »Essa forma foi muito utilizado nos movimentos lentos, inclusive por Chopin.

4 Tema Desenvolvimento com modulação Tema na dominante Reexposição na tônica Sinfonia em Ré M – 1ºmov.

5 O desenvolvimento da sinfonia, antes de Haydn O desenvolvimento da linguagem de Sammartini –1724 – 1739 Enlace de elementos barrocos e galantes –1740 – 1758 Estilo pré-clássico –1759 – 1774 Estilo clássico Outros compositores de sinfonias no estilo de Sammartini –Rinaldo di Capua; Baldassare Galuppi e Niccolò Jommelli –Johann Christian Bach escreveu mais de 60 sinfonias no estilo italiano, porém seus primeiros movimentos possuem temas contrastantes

6 O estilo vienense Viena torna-se um importante centro de concertos Compositores que precedem a era de ouro –Wagenseil, Mathias Georg Monn e Carlos de Ordóñez Exploração de massas orquestrais –Evita-se o estilo de ária Uso de motivos curtos Monn introduz um quarto movimento, o minueto Ordóñez inicia a sinfonia com um movimento lento, tal qual Haydn –Sinfonia de 1756

7 A Escola de Mannheim A capela da corte do Príncipe Eleitor do Palatinado Karl Theodoro –Em 1720, a corte do Príncipe Eleitor instala-se em Mannheim, vinda de Heidelberg, ambas na região de Badem-Württemberg Sua orquestra alcançou fama internacional Johann Stamitz ( ) –Nasceu na Alemanha, mas foi educado em Praga –Considerado o fundador dessa escola. Seu Tri para Orquestra Op.1e sua Sinfonias à 4 vozes abrem novas perspectivas no tratamento da música instrumental sinfônica. –Principalmente no que diz respeito ao tratamento independente dos instrumentos de sopros. As inovações de Stamitz –O uso de novos efeitos Temas em tríades ascendentes rápidas e precisão no uso da dinâmica e articulação. –Uma grande evolução foi o crescendo usado nas sinfonias desse grupo. Como diz Rosen "A transição dinâmica é um corolário lógico e até necessário de um estilo que se inicia com o fraseio articulado e da pé a métodos de transição rítmico de um tipo de textura a outro –Outra importante contribuição foi usar movimentos com dois temas, sendo o segundo mais lírico. –A concepção de textura como material melódico Grande impacto na escrita de concerto Emprego de uma forma sonata embrionária –Tema A (tônica)--Tema B (Dom.): A (Dom)-A(Tônica)-B (tônica)

8 Outros compositores 1ª geração Franz Richter 2ª geração ( ) Os filhos de Stamitz: Anton e Karl Franz Beck Christian Cannabich

9 A música de Mannheim Características da música –A melodia como elemento central da articulação formal Elimina-se o baixo contínuo –Ordenação dos compassos em números pares Influêmcia da música de dança –Variação da estrutura temática –Abundância de motivos musicais no 1º movimento. –Contrastes temáticos em lugar do afeto barroco –Mannheimer Manieren – efeitos como crescendo de forma sincronizada. Alternância entre f/p em um pequeno espaço (dramatismo) Sentimento – dois temas opostos Além desse importante efeito, os compositores dessa escola usam outros elementos típicos do estilo expressivo como: acordes interrompidos, trémolos, motivos de suspiros e pausas repentinas – Minueto no 3º movimento da sinfonia Claridade formal Dança como a expressão natural do homemem movimento

10 París Principal centro de edição e execução de música instrumental –Centro de convergência de compositores Stamitz, Gluck, entre outros Os primeiros sinfonistas –François Martin e Charles-Henri Blainville O impacto de Stamitz –Sente-se principalmente na obra de Françoise-Joseph Gossec Iniciou a carreira como um representante da música do Antigo Regime –1756, sinfonias no estilo italiano (três movimentos) –1758, inicia uma série de sinfonias no estilo de Mannheim Tornou-se sinônimo da música revolucionária –Grandes cantatas

11 Concerto Gênero protagonista dos concertos públicos –Os mesmo compositores que desenvolveram a sinfonia, nos mesmo centros O desenvolvimento da sinfonia de concerto –Após 1740 Incorpora um sentido concertante (virtuoso) à música sinfonia –Impacto da ária: o concerto desde uma perspectiva da virtuosidade –Supera o estilo Concerto Grosso –Os concertos para violino Nesse primeiro momento de superação destacam-se os concertos escritos para violino de Leclair (París) e Tartini (Itália)

12 Carl Phillip Emanuel Bach Concertos para teclado –Foram fundamentais para o desenvolvimento do gênero Três movimentos –Primeiro movimento mais desenvolvido estruturalmente; segundo incorporando o Empfindsamkeit; e o terceiro é o mais simples melodica e estruturalmente falando O conceito de ritornelo –As idéias são expostas no ritornelo e desenvolvidas pelo solista »Quantz faz inúeras observações sobre a importância do ritornelo nos concertos de Bach (Downs, p.89)

13 O estilo expressivo de C P E Bach No meio do século XVIII, emerge um estilo sensível ou estilo expressivo, principalmente na Alemanha. –Influência das idéias iluministas da música como veículo do sentimento –Forte negação da textura contrapontística e esforço para reduzir os ornamentos, através de um expressivo melodismo. Essa postura já aparece em 1737, quando o crítico Johann Adolf Scheibe escreveu, comentando a obra de Bach, que a música teria maior persuasão se contivesse mais afabilidade em vez da escritura polifônica –Empfindsamer Stil é caracterizado por uma ênfase em nuances sutis ou matizações de emoções ou sentimentos que mudam no curso de uma peça Esta postura contrasta diretamente com a Doutrina dos Afetos C.P.E. Bach ( ) foi o principal compositor desse estilo Publicou, em 1753, o Ensaio sobre a verdadeira arte de tocar instrumentos de tecla Discute a ornamentação e problemas da execução musical de sua época. –No mesmo sentido temos o tratado de Quantz – Tratado para tocar a flauta e o de Leopold Mozart – Tratado para tocar o violino

14 O estilo expressivo de C P E Bach –Nos movimentos lentos (esp. adágios) realizava grandes explosões emocionais, alcançadas por modulações enarmônicas para regiões remotas. Apesar disso, os movimentos de sonata raramente contêm contraste temático bem desenvolvido, apesar da tendência para "flutuações emocionais –Essa interrupção dramática é fundamental para o desenvolvimento da forma sonata e sua estrutura, que privilegia contrastes; o drama em ação. –Outra característica do estilo é o uso de figuras de suspiro, alternância de modo que introduzem um phatos de acentuado sentimento Paralelismo musical com o movimento literário Sturm und Drang –As penas do jovem Werther de Goethe

15 C.P.E. Bach - Ensaio sobre a verdadeira arte de tocar instrumentos de tecla Um músico não pode mover os sentimentos a menos que ele também movido. Ele deve necessariamente sentir todos os afetos se ele espera despertar-los na sua audiência. O revelar do próprio humor estimulará o humor no ouvinte. Se a música tem passagens tristes, o artista tem que se adoecer e tem que se sentir triste. Da mesma forma, em passagens vivamente joviais o executante têm que se pôr novamente no humor apropriado e, assim, constantemente variando as paixões, ele conseguira despertar os afetos nos outros.

16 Sonata nº4 Técnicas do Empfindsamer –Suspiro melódico (comp.1) Termino da frase no tempo fraco do compasso –Ornamentos típicos do estilo –Multiplicidades de padrões rítmicos Agitação, efervescência –Modulações Transição para a relativa maior (Lá M) é típica do simbolismo do sentimentalismo vigente no estilo

17 Johann Christian Bach A internacionalização de um estilo –Johann Christian Bach (1735 – 1782) é um compositor alemão que sofre influência da música italiana (principalmente nas melodias) e atua grande parte de sua vida na Inglaterra; é conhecido como o Bach londrino. Iniciou sua educação com o irmão C.P.E. Bach –Nota-se a influência nas obras da juventude: »Gestos dramáticos que causam interrupções contínuas das frases. »Ritmo harmônico lento, se comparada com as obras barrocas Aos 20 anos passou a Milão e posteriormente à Bologna, onde estudou com o padre Giambatista Martini –Importante, também, na formação do jovem Mozart Em 1762, mudou-se para Londres Os 40 concertos para tecla –J.C.Bach é o primeiro compositor a incluir a denominação de pianoforte nos seus concertos Op. 7 (ca.1770) – Sei concerti per cembalo o piano e forte –Nos seus concertos, apesar de adotar uma estrutura de ritornelos parecida com o barroco, articula a frase com base nos contrastes tonais.

18 Esquema formal Exposição Desenvolvimento Recapitulação OrquestraSoloSolo e/ou orquestra Seção A (A)- Transição Seção final (F) A- Transi ção Tema B - F Caden- za Exposição + material novo A– Trans. B - Cadenza Final TônicaDominant e Tonalidades vizinhas Tônica


Carregar ppt "História da Música V CMU 244 Módulo III Sinfonias e Concertos pré-clássicos Prof. Diósnio Machado Neto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google