A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Livro 3 Capítulo 2 Desenvolvimento Sustentável e a Necessidade de Respostas Estratégicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Livro 3 Capítulo 2 Desenvolvimento Sustentável e a Necessidade de Respostas Estratégicas."— Transcrição da apresentação:

1 Livro 3 Capítulo 2 Desenvolvimento Sustentável e a Necessidade de Respostas Estratégicas

2 A oportunidade para uma aproximação estratégica ao desenvolvimento nacional e Os desafios do ambiente e do desenvolvimento

3 A oportunidade para uma aproximação estratégica ao desenvolvimento nacional Houve um progresso sem precedentes durante o processo de desenvolvimento passados 30 anos. A expectativa de vida em países em desenvolvimento aumentou para mais de 20 anos, as taxas de mortalidade infantis dividido pelas taxas da matrícula de escola preliminar dobraram. A produção alimentar e o consumo aumentaram cerca de 20 por cento mais rápido do que o crescimento demográfico. As melhorias em níveis de renda, em saúde e na realização educacional têm às vezes fechado a abertura com países industrializados. Os avanços foram feitos na propagação da administração democrática, participativo, e houve uns pulos na tecnologia e nas comunicações. Meios novos de oportunidades da sustentação de comunicação para a aprendizagem mútua sobre processos de desenvolvimento nacional e para a ação comum sobre desafios globais.

4 Contudo este progresso notável, igualmente está pressionando o desenvolvimento. Incluem: disparidade econômica e pobreza; O impacto das doenças como o HIV e malária; Consumo exagerado dos recursos nos países industrializados, contribuindo para as mudanças climáticas; Deterioração ambiental e poluição de alguns tipos, incluindo os impactos do cultivo intensivo, a prostração de recursos naturais e de perda de florestas, outros habitats e a biodiversidade. As tendências, e as respostas importantes internacionais, são discutidas mais detalhadamente mais tarde no capítulo.

5 Tendências negativas - e o complexo, dinâmico e conseqüentemente, as dificuldades de alcances às interações entre elas - representam uma escala vasta dos desafios aos esforços no desenvolvimento nacional em todos os países, o que quer que seu nível atual do desenvolvimento econômico. As nações concordaram, com os processos tais como a Conferência do Rio em 1992, que o desenvolvimento deve ser sustentável. Isso significa, em uma definição direta, que as nações podem conseguir um desenvolvimento positivo econômico e social, sem degradação ambiental adicional, em uma maneira que ambas protejam os direitos e as oportunidades das futuras gerações e contribuam o acessos para todos.

6 Os Desafios do Ambiente e do Desenvolvimento Tendências e maiores desafios Muitos desafios urgentes e tendências negativas que permanecem podem ser superadas como bem revistas, iniciativas globais de avaliação. Embora estes tendam a focalizar a sustentabilidade ambiental, interesses sociais ou econômicos eles adotam cada vez mais uma abordagem global. Recursos úteis incluem: - Global Environment Outlook 2000, Global Environment Outlook 3 (UNEP 1999, 2002) - World Resources Report 2000 (WRI/UNDP/UNEP/World Bank 2000) - DAC Development Report 2000 (OECD DAC 2001b) - Human Development Report 1999 (undp 1999, 2001a)

7 Disparidade Econômica e Instabilidade Política As fortunas econômicas da maioria de nações cresceram nos últimos 20 anos, mas muitas nações têm experimentado o declínio econômico e renda per capita em queda. A diminuição recente nas economias asiáticas demonstram como o crescimento pode ser frágil. A disparidade entre as nações ricas e pobres e entre muitas companhias multinacionais e os países em que se operam, continuam a aumentar. Isto significa que uma porcentagem relativamente pequena dos povos mundiais, nações e os corporações controlam muito das economias mundiais e dos recursos naturais. Bem como a marginalização de minorias étnicas e outras minorias dos processos de administração e de oportunidade econômica, contribuindo para a instabilidade. A instabilidade política, conduzindo às vezes ao conflito violento, impede o progresso sócio-econômico em muitos países e regiões.

8 Pobreza Desnutrição Saúde Marginalização Crescimento Populacional Consumo Energia Mudanças Climáticas Descarga de Nitrogênio Destruição das Reservas Naturais Perda da Diversidade Poluição Falta de Água (escassez) Outros Problemas Urbanos Interação entre Economia Social e Problemas Ambientais

9 Respostas Internacionais aos Desafios do Desenvolvimento Sustentável O Surgimento do Desenvolvimento Sustentável como uma Visão Comum Reconhecer a degradação ambiental conduziu à conferência 1972 das Nações Unidas sobre o ambiente humano em Estocolmo que, por sua vez, conduziu à criação do IIED do PNUA Desde então, a aceitação mundial sobre a importância das questões ambientais cresceu enormemente. A estratégia da Comissão Mundial (IUCN, PNUA, WWF 1980) e, subseqüentemente, o relatório da Comissão do Mundial para o Meio-Ambiente e Desenvolvimento – A Comissão Brundtland (WCED 1987) - onde foi desenvolvida em resposta às crescentes informações analisadas ligando ambiente e desenvolvimento. A estratégia da Conservação do Mundo enfatizou a necessidade, valores e os interesses da concernentes aos processos de desenvolvimento. O relatório da Comissão Brundtland enfatizou o social e as dimensões econômicas da sustentabilidade, revelando ligação entre eles, por exemplo, a pobreza e a degradação ambiental. O acompanhamento das Estratégias da Conservação Mundial, importando-se com a terra: Uma estratégia para a vida sustentável (IUCN/UNEP/WWF 1991) foi mais, elaboração de princípios para a integração práticas de interesses ambientais, sociais e econômicos (caixa 2.2).


Carregar ppt "Livro 3 Capítulo 2 Desenvolvimento Sustentável e a Necessidade de Respostas Estratégicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google