A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ:000.999.080/0001-30.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ:000.999.080/0001-30."— Transcrição da apresentação:

1 EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ: / ASGAP - Casa de Apoio Local abençoado por Deus,onde a solidariedade é a regra maior ! Ladeira do Ipiranga n°28 Cidade Nova - Salvador/Ba Tesl/Fax. 71/ / s DIRETORIA DA ASGAP Presidente : Francisco Dantas Diretor Social: Mariana Pena Godoy Vice-Presidente: Jorge Britto de S. Ribeiro Diretor Financeiro: Maria da Graça Sobrinho Diretor Administrativo: Ana Maria C. Duarte Diretor Assistencial: Maria Alba T. de Oliveira JORNAL ASGAP Jornal da ASGAP - Associação Solidariedade Grupo de Apoio ao Paciente Portador de Câncer ANO III AGOSTO/2013 N. 36 DOAÇÕES : BRADESCO Agência: PITUBA C/C: ou C/C: Prezados Leitores Neste numero estamos continuando o material publicado no livro do Dr.Drauzio Varella e Dr.Carlos Jardim. Temos certeza de que está sendo útil a todos vocês. Começamos também mostrando orienta – cões da EQUIPE DO ONCOCENTRO Dr. Antônio F.Oliveira e Dr. Bruno L.Ferrari. ( paginas 5 e 6 ) No próximo numero daremos continuidade a essas orientações em outras áreas, como DIREITOS DOS PACI- ENTES COM CANCER. Esperamos assim po – der contribuir para amenizar o sofrimento dos pacientes onco- lógicos ! BOA LEITURA ! Na primeira pagina para que todos fiquem atentos e possam participar, colaborando assim, com os trabalhos da ASGAP, na ajuda aos pacientes que buscam sua cura ! Será realizado no dia primeiro de setembro - no Quartel de Amaralina – o CARURU ASGAP - que será de grande ajuda aos nossos trabalhos. Como todos sabem, a ASGAP se mantém com a colaboração dos associados, que na verdade, colaboram com toda boa vontade, mas infelizmente, ainda não é o suficiente para cobrir todas as despesas na manutenção da Casa de Apoio! Então, amigos, a vocês que já colaboram tanto, pedimos mais um pouco, venham a esse Evento, ele é muito importante para nossos trabalhos!

2 ESSA CAMPANHA SERÁ BASTANTE UTIL PARA A DIVULGAÇÂO DA ASGAP Dando continuidade à apresentação do livro Coleção Doutor Drauzio Varella, Guia Pratico de Saúde e Bem-Estar-Cânceres, estaremos apresentando : D N A As células são constituídas por uma membrana externa,que circula o citoplasma, e por um núcleo, que contem a molécula do DNA. A molécula do DNA,tem a formula de uma hélice dupla, enrolada ao redor de si mesma, na qual estão contidos os genes. Ela poderia ser comparada a uma biblioteca na qual os livros ordenados nas estantes seriam os genes. O DNA é a molécula que armazena os genes de todos os seres, exceto de alguns vírus. Como os seres vivos ( bactérias,fungos,animais,vegetais ) possuem um ancestral Comum. Do ponto de vista químico o DNA é o mesmo em todos eles, sejam bactérias, formigas, mosquitos, árvores ou elefantes. O que diferencia um ser vivo de outro são o numero e as características dos genes, não as moléculas que os constituem. Quando afirmamos que o ser humano tem cerca de 30 mil genes diferentes,queremos dizer que cada uma de nossas células carrega na molécula de DNA de seu núcleo, todos os genes responsáveis por nossas características físicas: da cor dos olhos ao tamanho do nariz e ao formato da molécula de hemoglobina. Para dar uma idéia da quantidade de DNA existente no corpo, vale lembrar que a forma de hélice dupla, enrolada ao redor de si mesma, foi selecionada pela evolução das espécies para caber dentro da célula. Se retirarmos uma molécula de DNA de dentro de qualquer da nossas células e puxarmos as duas extremidades da hélice para esticá-la, verificaremos que ela mede cerca de 2 milímetros. Como o corpo humano tem aproximadamente 70 bilhões de células ( com 2mm de DNA em cada uma), se uníssemos as extremidades e esticássemos o DNA de todas as células,obteríamos um fio de 140 mil Km (a distancia da Terra à Lua é cerca de 380 mil) DIVISÃO CELULAR O corpo humano está em permanente processo de renovação. Em qualquer momento do dia ou da noite, algumas células estão morrendo, enquanto que outras estão nascendo para substituí-las. O tempo de vida de cada uma, é muito variável: podem viver apenas algumas horas (alguns glóbulos brancos), dias (pele,mucosa dos intestinos), poucos meses (glóbulos vermelhos) ou muitas décadas ( alguns glóbulos brancos, neurônios, células musculares). Até tecidos sólidos como os ossos estão em remodelação constante. 10% do tecido ósseo é renovado anualmente. Isso significa que n uma vida de 70 anos, trocamos o esqueleto inteiro, 7 vezes. Esse processo incessante exige que as células façam copias de si mesmas para substituir as que envelhecem e precisam morrer. Para produzir essas cópias, a célula tem de se dividir em 2,mas é muito importante que as celulas-filhas sejam idênticas às que lhes deram origem,caso contrario,uma célula da pele, ao dividir-se, poderia formar um glóbulo vermelho ou um neurônio, desorganizando completamente o organismo (chamado de ciclo celular), para assegurar que as 2 células-filhas sejam idêntica à ( continua na página 3 ) 2

3 (continuação da página 2) célula-mãe. A cada instante, milhões e milhões de células se encontram em divisão. O processo é tão bem controlado pelos genes que raramente se forma uma célula-filha defeituosa. E, quando isso acontece, há mecanismos muito eficientes para eliminá-la. FATORES DE CRESCIMENTO E SEUS RECEPTORES Os genes não decidem por conta própria o momento em que determinada célula deve entrar em divisão ou deixar de fazê-lo. A ordem chega por meio de sinais químicos enviados por células situadas tanto na vizinhança, como nas proximidades ou a distancia : os fatores de crescimento. Esses sinais chegam até os genes arquivados no DNA por meio de receptores situados na membrana externa da célula, no citoplasma e até no próprio núcleo. Vamos dar um exemplo : Imagine uma menina na puberdade, fase em que os ovários começam a produzir os hormônios sexuais : estrógeno e progesterona ( e, em pouquíssima quantidade,testos- terona, hormônio primordialmente masculino). Esses hormônios caem na circulação sanguínea e atingem todos os tecidos,entre eles as mamas,que, em resposta, começam a crescer. Crescem por que ? Porque as células mamárias são dotadas de receptores para hormônios sexuais, nesse caso, proteínas que parecem pequenas antenas localizadas no núcleo. As moléculas de hormônio agem como fatores de crescimento porque, ao se ligarem a essas antenas receptoras, disparam um mecanismo que os genes entendem como ordem expressa para iniciar o processo de divisão celular. Outro exemplo : Imagine que você sofreu um corte na pele. Para reparar o tecido, as células próximas liberam uma proteína(chamada fator de crescimento epidérmico) que dará o sinal para que células da epiderme se multipliquem com a finalidade de cicatrizar o corte. As células epidérmicas possuem antenas receptoras na membrana mais externa ( não no núcleo, como no caso anterior), nas quais o fator de crescimento se encaixa. A junção dá início à mobilização de uma serie de moléculas localizadas no citoplasma, para transmitir a mensagem até os genes situados no DNA do núcleo. Ao recebê-las, esses genes tomarão as providências para que as células da epiderme se multipliquem. FATORES INIBIDORES E SEUS RECEPTORES Tão importante quanto iniciar a divisão celular para renovar os tecidos é interrompê-la no momento adequado, de modo a evitar excessos. Se não existissem fatores inibidores, viraríamos massas disformes de células em multipli- cação permanente, sem nenhuma chance de sobrevivência. O mecanismo de ação dos fatores inibidores é semelhante ao daqueles responsáveis pelo crescimento : são produtos na vizinhança, nas proximidades ou a distancia e se ligam aos receptores existentes nas células nas quais pretendem interromper a multiplicação. Ao se ligarem aos receptores existentes na membrana, no citoplasma ou no núcleo, os fa- tores supressores também vão desencadear um mecanismo que levará o sinal até o inte - rior do núcleo, agora para ativar os genes que se encarregarão de bloquear a divisão das células. ONCOGENES E GENES SUPRESSORES Os genes que se encarregam de dar inicio ao processo de multiplicação celular não são os mesmos que se ocupam de interrompe-lo. Os primeiros são chamados oncogenes; os ou- tros recebem o nome de genes supressores. A harmonia do processo de multiplicação celular depende do equilíbrio existente entre... (continua no próximo jornal) 3

4 A G R A D E C I M E N T O S A todos vocês que tanto têm ajudado aos pacientes portadores de câncer, o nosso muito obrigado e que Deus lhes pague ! "TARDE DO AMIGO SOLIDÁRIO" ORGANIZADA PELAS VOLUNTÁRIAS: JACIARA MENDES, IZABELVIVAS E MARIA DA CRUZ ANIVERSARIANTES DE AGOSTO 1-MARIA OLÍVIA/ ANDRÉ LUAN/ MÁRCIA DE MENDONÇA /AURICÉLIA NUNES PEREIRA / VILMA SALES / PEDRO BATISTA MAGALHÃES / IARA GOMES RAMOS DA FONSÊCA/ROSALVO DO CARMO OLIVEIRA / ROSALVO DO CARMO OLIVEIRA 2-ELIZETE FERREIRA DOS SANTOS (IRMÃ ELIZETE) / CLEONICE SILVA DE OLIVEIRA 3-IRACI TOSTA SOUSA 4-LOURIVAL SOBRINHO//GILCÉLIA PEREIRA SANTOS /ANTONIO CARLOS LIMA/JANICE BRITO QUINTAS / ELTON SANTOS SOUZA/JOAQUIM RIBEIRO DOS SANTOS/JOAQUIM RIBEIRO DOS SANTOS / MARIA EUNICE DE ALMEIDA SANTOS 5-DINALVA DE JESUS C. PEREIRA / LARA KELLY LAGO / ARIEL MAIA DA SILVA 6-SELMA DE CASTRO SEVERO/ LÊDA BRITO / SUELI MIANA DE PAULA/ JOSÉ LUIS DA SILVA GOMES/ NADJA MARIA SANTOS BARROS / CARLINDA MAGALHÃES DOS SANTOS 7-EUNICE DAMASCENO COSTA / ANGELA MARIA F. DE OLIVEIRA / CLEIDE MACHADO / ELIENE DA CONCEIÇÃO DO AMOR DIVINO. 8-INÊS MARIA SANTANA VITA / ELTON SANTOS SOUZA// PAULINO SANTOS BISPO 9-JERÔNIMO CARDOSO DE SENA 10-ANTONIO JORGE ICOR/BERENICE DE ARAUJO P. QUEIROZ/JOSEFA LOPES DOS SANTOS/FREDERICO AUGUSTO GODIM GOMES/ MARIA CONCEIÇÃO SOUZA 11-LEANDRA RANGEL DOS SANTOS/ETELVINO MAIA DE MATOS/ DENISE SOBRINHO / ETELVINO MAIA DE MATOS 12- MARIA HELENA DOS SANTOS ALCANTARA/HERMOCRATES GOMES/ 13-MARCELO SANTOS NASCIMENTO / AMILTON JUNIOR SILVA DOS ANJOS / RITA DOS SANTOS CERQUEIRA/JÉSSICA SILVA NOGUEIRA/ /FREDERICO MENEZES RIOS 15-SUELI RESENDE RODRIGUES / GLÓRIA MARIA SILVA E SILVA / JUAREZ DOS SANTOS GOMES ONEIDE DOS S. BONATI/ ZILENE NASCIMENTO BRITO 16-MARIA DA SILVA DE OLIVEIRA/ MARIA DUCARMO/LEANDRO FIGUEIREDO BRESSY/ROQUELINA DE SOUZA SANTOS BARTOLOMEU ROQUE DE SOUSA / MARIA TENICE RODRIGUES/CAMILA DIAS DA SILVA/DOMINGAS ARAUJO DOS SANTOS/ACLÉCIO RODRIGUES DE ALMEIDA / 17-DIONESIA MACHADO DA SILVA 18-MARIA DA SILVA OLIVEIRA / ÉLIA RITA DOS SANTOS / THIAGO SILVA CÔRTES / REGINA SILVA BARRETO/ROBERTA SILVA CORTES/ 19-GILVANIA MEIRA SILVA / MÁRCIA MARIA NUNES FERREIRA / ELOÍSA DA SILVA ATAÍDE / ROBERTA SILVA CÔRTES/JOELMA RODRIGUES DOS SANTOS/LUIZ ALBERTO ALMEIDA QUEIROZ / 20-JACIRA SANTOS RODRIGUES / NILO TEIXEIRA DE ARGÔLLO 21-ADIJANE PEREIRA RIBEIRO / EVANICE CRUZ BANDEIRA 22-MARIA DE LURDES COVA DA FRANÇA ROCHA/DAMIANA DA FONSÊCA EVANGELISTA/MARIA DE LOURDES RAMOS 23-JOSIAS ANDRADE DA SILVA / ROSANA DE JESUS RIBEIRO/SINVALDO TEIXEIRA TRINDADE/JACI ARAUJO SOUZA 24-TÂNIA MARIA DURAN FONSECA / OCTAMAR ROCHA 25-JASMELITA DA SILVA CAMPOS NEVES/FÁBIO DA SILVA CASTRO/LUIS CARLOS PIMENTA UZEDA / MANOEL MESSIAS REIS 26-JACIRA DOS SANTOS RODRIGUES / MARIA DA CONCEIÇÃO GANTOIS ROSADO 27-VANILDE DOS ANJOS DE ARAUJO/JAILDA DE JESUS PITA/PENÉLOPE DA SILVA SANTOS / EUTALIA FERREIRA DE SOUZA (DETE) /ALESSINE DA SILVA SOUZA 28-CÉLIA MARIA M. RODRIGUES/GEISA DOS SANTOS/AKILLES DE CASSIO SANTOS / ARTHUR ANTINES MATOS/ALEXNDRE ARAÚJO DOS SANTOS 29-MARIA NAZARETH DA MATA GANTOIS/ CLÁUDIA MIRANDA PASSOS /KARLA CAVALCANTE DE / MELLO/CRISTIANE MOLINARI MARTINS 30-MARIA DA GRAÇA SCHETTINI SOBRINHO / REGINA HELENA MENDONÇA 31-SUELY MIRANDA SCHETTINI/ROSA DA SILVA/.LINDINEUZA DE SOUZA PORTO ESSAS NOTÍCIAS SÃO UTEIS 1- Pesquisadores do EUA e Canada, afirmam que defeito na ponta do gene oferece mais chance de desenvolver o câncer! O que dizem alguns oncologistas : Dr.Wesley Vargas : essa descoberta não é uma descoberta total, porque o câncer pode ser ocasionado por muitos fatores. A mulher deve realizar exames e se alimentar bem. Dra.Kitia Perciano : a origem do câncer não é única.Por isso, falar da descoberta de uma origem para a doença pode ainda ser precoce 2 – Quem encontrou uma forma de driblar o câncer com muito humor e charme foi a ex-modelo Flavia Flores, 35 anos.Ela foi diagnosticada com a doença na mama em outubro 2012, mas, em vez de ficar abatida, criou uma pagina no Facebook com o nome Quimioterapia e Beleza,com dicas para ficar bonita durante o tratamento. 3 - As pessoas precisam entender que o câncer não é uma doença contagiosa um desabafo de uma paciente de 44anos que enfrenta pela terceira vez a doença. Todos os dias ouve-se falar do preconceito contra negros,homossexuais,deficientes físicos etc. mas pouco se fala sobre a discriminação que os pacientes com câncer sofrem em seu dia a dia. 4 - O QUE ELES DIZEM : Dr.Garibaldo Mortoza, ginecologista e obstetra – O papanicolau falha 30% no rastreamento do câncer do colo do útero.Com o exame que detecta o vírus, reduz a possibilidade da falha,oferecendo mais segurança para a mulher. Dra.Neide Aparecida T.Boldrine, ginecologista – Quando a mulher sabe que não tem HPV,pode ficar mais tranqüila pois quase 100% do câncer do colo do útero é provocado pelo vírus. Com o exame é mais fácil prevenir.

5 5 O QUE É QUIMIOTERAPIA ? CONCEITOS BÁSICOS A quimioterapia é um tratamento que utiliza medicamentos chamados quimioterápicos para destruir as células doentes que formam o tumor. Dentro do corpo cada medicamento age de uma maneira diferente. Por este motivo são utilizados um ou mais quimioterápicos a cada vez que você receber o tratamento. Estes medicamentos se misturam com o sangue e são levados a todas as partes do corpo, destruindo todas as células doentes que estão se multiplicando e impedindo que elas se espalhem pelo corpo. COMO É FEITO O TRATAMENTO? Após receitado pelo médico, o Farmacêutico prepara o medicamento que é então administrado por Enfermeiros especializados e Técnicos de Enfermagem capacitados. Geralmente não é necessário internar para fazer o tratamento que pode ser feito dentro da própria clínica. O tipo de quimioterapia varia de paciente para paciente dependendo do tipo de tumor, idade e condições gerais de saúde.A medicação pode ser administrada de diferentes maneiras: Via Oral: comprimidos, cápsulas e líquidos são administrados mediante orientações específicas, por exemplo com estômago cheio ou vazio. Via Intravenosa ou Endovenosa: a medicação é aplicada diluída dentro de um frasco de soro através de uma veia periférica ou por meio de um cateter. A aplicação pode durar poucas a várias horas ou dias. Neste tipo de medicação é importante que o paciente mantenha o braço bem posicionado para que não ocorra extravasamento (vazamento do soro para fora da veia). Caso você perceba alguma alteração no momento da aplicação comunique imediatamente à Equipe de Enfermagem. Via Intramuscular: o medicamento é aplicado por injeção no músculo. Via Subcutânea: o medicamento é aplicado por injeção por baixo da pele. Via Intratecal : menos freqüente, o medicamento é aplicado pelo médico no líquor (líquido da espinha). Via Tópica: o medicamento (líquido ou pomada) é aplicado na região afetada. QUAL A DURAÇÃO DO TRATAMENTO DE QUIMIOTERAPIA? O tempo de aplicação depende do tipo de tratamento que o médico determinou.Pode durar uma ou várias horas. Existem situações em que é necessária internação em hospital para receber a quimioterapia com tempo mais prolongado. A duração normal do tratamento é planejada de acordo com o tipo de doença e varia de paciente para paciente. O médico vai informar qual o número de aplicações (ciclos) que deverão ser realizadas ao longo do tratamento. CONSULTAS E EXAMES DURANTE O TRATAMENTO Antes da aplicação do medicamento você deverá passar por uma consulta médica para avaliação das condições de seu organismo, através dos exames de sangue que deverá ser colhido um dia antes ou no mesmo dia da quimioterapia. PRINCIPAIS REAÇÕES - Náuseas e vômitos Podem ocorrer náuseas e vômitos durante a administração do(s) medicamento(s) que podem persistir por até 24 a 48 horas após o ciclo de tratamento. Entretanto, agentes antieméticos apropriados e eficazes serão administrados para controlar esses sintomas. Se você estiver nauseado, faça pequenas refeições durante o dia ao invés de duas refeições grandes, tome sucos de frutas cítricas, bebidas geladas, sorvetes ou chupe gelo. Evite odores que incomodem, como fumaça e perfume. Se os sintomas se prolongarem por mais de 12 horas ou se persistirem, mesmo tomando medicamentos para seu controle, procure orientação de seu médico. - Febre e calafrios Febre e calafrio podem ocorrer durante o tratamento com quimioterápicos. Comunicar imediatamente ao médico se aparecerem esses sintomas, pois podem ser sinais de infecção. Em casos de gripe ou resfriado comunique-se também com seu médico,imediatamente. - Diarréia A diarréia causa perda de água e eletrólitos pelo organismo, podendo levar à desidratação. Beba, no mínimo, 6 a 8 copos por dia de líquidos claros e não irritativos para repor os líquidos. Pode ser água, caldos, suco de maçã. Não beba leite ou bebidas que contenham álcool ou cafeína (chá mate, café, colas e guaraná) e suco de ameixa preta – esses líquidos podem piorar a diarréia. Coma alimentos leves que ajudem a reduzir o sintoma, como: arroz branco, macarrão, pão branco, cereais, frango, peru, carne bovina, peixe, requeijão,iogurte, bananas maduras, purê de legumes, frutas enlatadas ou cozidas.Evite comer os seguintes alimentos: cereais com alto conteúdo de fibras em forma de farelo, verduras cozidas que produzem gases como brócolis, couve flor,repolho.Também devem ser evitados feijão,nozes, frutas e verduras cruas, alimentos gordurosos ou fritos, alimentos muito condimentados, chocolate ou alimentos que o contenham (tortas, bolos e biscoitos).Lave suas mãos freqüentemente.Evite tomar medicamentos que possam piorar a diarréia, como laxantes ou medicações que contenham magnésio (muito comum nos antiácidos usados para alívio de dor de estomago). IMPORTANTE consultar sempre seu médico antes de utilizar qualquer medicamento – (continua pag 6 )

6 6 -Sangramento Muitos medicamentos podem provocar sangramentos vaginais, hemorragias, aparecimento de sangue na urina e/ou fezes, manchas roxas no corpo, sangramento na gengiva. Comunicar imediatamente ao médico a ocorrência desses sintomas. - Perda de cabelo Alguns medicamentos podem provocar perda parcial ou total de cabelos. Porém, isto ocorre somente durante o tratamento com quimioterápicos, sendo reversível após o término da terapia medicamentosa. - Fraqueza O tratamento com quimioterápicos pode ocasionar fraqueza ou cansaço que são efeitos colaterais comuns. Comunique imediatamente ao médico; procure reduzir os esforços físicos e faça repouso. -Higiene Bucal O uso de medicamentos quimioterápicos pode reduzir a resistência do organismo a Infecções chamadas oportunistas. Realizar escovação dos dentes freqüentemente, utilizar fio dental e bochechar com anticéptico bucal podem evitar e/ou reduzir o aparecimento de infecções na boca e garganta. - Exposição Solar Durante o tratamento com medicamentos quimioterápicos, podem ocorrer alguns problemas de pele, tais como pele seca, vermelhidão, coceira, descamação e acne. Evite tomar banhos muito quentes para prevenir o ressecamento da pele; use sabonetes neutros, passe hidratante corporal dermatologicamente testado (pergunte ao seu médico qual ele recomenda); se as coceiras e irritações na pele forem intensas ou persistentes, fale com seu médico. Passe protetor solar e use blusa e boné quando a exposição ao sol for inevitável. - Outros cuidados Evitar exposição a pessoas doentes (gripadas, com dor de garganta, com febre, infecções em geral), ambientes fechados e multidões, para prevenir a aquisição de infecções. Em circunstâncias em que esse contato for inevitável, utilizar máscara facial para proteção do nariz e da boca. Comunicar imediatamente ao médico se ocorrer febre ou calafrios, tosse, dores nas costas, dor ou dificuldade para urinar. ORIENTAÇÕES PRÁTICAS - Alimentação A alimentação não precisa, necessariamente, de sofrer grandes modificações. No entanto, deve-se incluir nas refeições diárias frutas, verduras,cereais, carnes, para que possa se obter todos os nutrientes de que o organismo necessita. É importante estar sempre bem alimentado, para se ter melhores condições de reagir aos efeitos colaterais, ficando também menos predisposto a infecções. - Bebidas alcoólicas Devem ser evitadas, pois o álcool pode interagir com os medicamentos utilizados na terapia,podendo reduzir os efeitos esperados e aumentando os efeitos colaterais. - Atividades físicas Durante o período de tratamento não existem contra-indicações à prática de atividades físicas.Porém, devido à quimioterapia, pode-se ficar menos disposto. Por esta razão, deve-se estar atento para não forçar suas condições físicas. -Trabalho Não há contra-indicações de trabalhar, pelo contrário, pode-se e deve-se continuar as atividades habituais durante o tratamento. Muitas vezes pude-se precisar apenas de ajustar os dias das sessões e os dias em que os efeitos colaterais estejam mais fortes, para que se possa entrar em acordo e ser dispensado do trabalho - Relações sexuais Pode haver desinteresse por relações sexuais,pois a quimioterapia provoca tensões físicas e emocionais que podem estar ligadas não só aos efeitos colaterais, como também às mudanças no ritmo de vida, alimentação e trabalho, além de ansiedades em relação à saúde e à família. No entanto, é importante saber que a quimioterapia não impede de se manter relações sexuais normalmente. -Ciclo menstrual Os fármacos utilizados no tratamento podem reduzir temporariamente a produção de hormônios provocando, em algumas mulheres, alteração do ciclo menstrual. A quantidade de sangramento pode ser alterada e às vezes pode ocorrer interrupção completa da menstruação. Geralmente, após o término do tratamento, o ciclo menstrual volta ao seu funcionamento normal. - Gravidez É importante a mulher em idade fértil utilizar um contraceptivo durante o período de tratamento, pois os medicamentos utilizados podem causar mal formações no feto. Verifique com seu médico a necessidade do uso de contraceptivos. -Uso de outros medicamentos Alguns medicamentos, mesmo os homeopáticos e "naturais", podem interferir no tratamento quimioterápico. Por isso, não se deve fazer uso de qualquer medicamento sem prévia orientação. DÚVIDAS? O tratamento é doloroso? A quimioterapia pode eventualmente causar dor local. Caso isto ocorra, informe à equipe de enfermagem imediatamente e consulte seu médico. É possível que meus filhos sofram da mesma doença? Você deve falar com eles sobre sua doença. Existem tumores com predisposição familiar. O acompanhamento freqüente por um médico pode detectar a doença no início, o que permite um tratamento rápido, com chances grandes de erradicação do tumor. No caso de dúvidas, pergunte ao médico, exponha seus pensamentos e sentimentos. Tudo isso vai ajudá-lo a compreender melhor o tratamento e aliviar sua tensão emocional. (ESSAS INFORMAÇÕES FORAM FORNECIDAS PELA EQUIPE DO ONCOCENTRO ).


Carregar ppt "EDITORIAL EQUIPE Faça parte da equipe do nosso JORNAL ASGAP Mande seu artigo pelo com.br CONTATOS CNPJ:000.999.080/0001-30."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google