A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A CÂMARA MUNICIPAL E A COMUNIDADE II ENCONTRO NORDESTINO DE VEREADORES E SERVIDORES DE CÂMARAS MUNICIPAIS Maceió, 24 a 27 de março de 2010. 4/8/2014Nara.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A CÂMARA MUNICIPAL E A COMUNIDADE II ENCONTRO NORDESTINO DE VEREADORES E SERVIDORES DE CÂMARAS MUNICIPAIS Maceió, 24 a 27 de março de 2010. 4/8/2014Nara."— Transcrição da apresentação:

1

2 A CÂMARA MUNICIPAL E A COMUNIDADE II ENCONTRO NORDESTINO DE VEREADORES E SERVIDORES DE CÂMARAS MUNICIPAIS Maceió, 24 a 27 de março de /8/2014Nara Maria Jurkfitz1

3 QUEM CONHECE A CÂMARA? COMO FUNCIONA? COMO DIVULGAR O TRABALHO E A IMPORTÂNCIA DO LEGISLATIVO NA DEMOCRACIA? 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz2

4 CONHECENDO A CÂMARA: Visitas Guiadas Aula na Câmara Câmara vai à Escola Sessão Plenária do Estudante Exposições Itinerantes Auxílio à Pesquisa Ciclo de Videos Seminários 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz3

5 Ouvidoria Sessões Plenárias nas comunidades Rádio/TV/Jornal Câmara Reuniões e Debates sobre temas pontuais das comunidades Comissões Permanentes Comissões Especiais 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz4

6 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz5

7 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz6

8 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz7

9 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz8

10 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz9

11 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz10

12 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz11 A MEMÓRIA LOCAL Todos os registros expressam valores, histórias e significados. Os registros falam do cotidiano da cidade e da vida de seus habitantes. A memória da cidade é a reunião desses registros. Conhecer as histórias, os valores e as referências de sua cidade é conhecer-se, é reconhecer-se como parte integrante desta coletividade.... Participar da memória da cidade é criar raízes, é estabelecer laços entre o passado e o presente, fortalecendo os vínculos entre o que você é e o lugar em que vive. *in site da C. M. do Rio de Janeiro.

13 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz12 O que os homens procuram na história são transformações do sujeito da ação no relacionamento dialético homem-mundo, são as transformações da sociedade humana. Segue-se daí que o objeto das ciências históricas é constituído pelas ações humanas de todos os lugares e de todos os tempos, na medida em que tiveram ou ainda têm importância ou influência na existência e na estrutura de um grupo humano e, implicitamente por meio deles, uma importância ou uma influência na existência e na estrutura da comunidade humana presente e futura.

14 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz13 A FORMAÇÃO DO ACERVO Produção de documentações diversas (desde ofícios, registros sobre eventos, tais como as eleições municipais, etc...) Atas; Anais; Fotografias; Filmes; Outros (objetos, móveis, etc...)

15 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz14 A PESQUISA HISTÓRICA Pesquisa genérica ou por assunto: –processos –processos político-administrativos; –saúde; –educação; –habitação; –saneamento; –logradouros; –abastecimento; –costumes, –costumes, tradições; –festas –festas populares; –questões –questões nacionais.

16 4/8/2014Nara Maria Jurkfitz15 A CÂMARA MUNICIPAL E A MEMÓRIA LOCAL: O papel da Câmara Municipal na transmissão da memória; Atividades que possibilitam o conhecimento e a recuperação da história; –Criação de Memorial e/ou destinação de espaços próprios para atividades culturais; –Envolvimento dos Vereadores/Funcionários; –Definição do público-alvo;


Carregar ppt "A CÂMARA MUNICIPAL E A COMUNIDADE II ENCONTRO NORDESTINO DE VEREADORES E SERVIDORES DE CÂMARAS MUNICIPAIS Maceió, 24 a 27 de março de 2010. 4/8/2014Nara."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google