A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PATOLOGIAS: OMBRO, COLUNA CERVICAL, COLUNA DORSAL, COLUNA LOMBAR, COLUNA SACRO/COCCIX, MEMBRO SUPERIOR DISTAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PATOLOGIAS: OMBRO, COLUNA CERVICAL, COLUNA DORSAL, COLUNA LOMBAR, COLUNA SACRO/COCCIX, MEMBRO SUPERIOR DISTAL."— Transcrição da apresentação:

1 PATOLOGIAS: OMBRO, COLUNA CERVICAL, COLUNA DORSAL, COLUNA LOMBAR, COLUNA SACRO/COCCIX, MEMBRO SUPERIOR DISTAL

2 OMBRO Fratura da Escapula A fratura: A causa mais frequente é o trauma de alta energia, como a queda de uma moto ou de bicicleta, uma colisão de veículos ou a queda de altura. As fraturas da escápula estão associadas a outras lesões graves, incluindo fraturas de costelas e danos à cabeça, pulmões ou a medula espinhal. Uma ou mais partes da escápula pode ser fraturada: Corpo da Escápula (50% a 60% dos pacientes) Cintura escapular (25% dos pacientes) Glenóide Acrômio Coracóide

3 Os sintomas: * Dor intensa ao mover o braço. * Inchaço ao redor da parte de trás do ombro. Dor atrás do ombro. Tratamento da fratura: O tratamento não cirúrgico, com uma tipoia simples funciona para a maioria das fraturas da escápula. O dispositivo de imobilização segura o ombro no lugar enquanto o osso consolida. Certos tipos de fraturas da escápula podem requerer uma avaliação adicional: * As fraturas da superfície articular da glenóide, em que o osso saiu do lugar (fraturas deslocadas). * As fraturas do colo da escápula com deformidade angular grave. * Fraturas do processo acrômio com síndrome do impacto secundário. Esses casos podem precisar de cirurgia com placas e parafusos para segurar o osso no lugar.

4 Diagnóstico: É realizado exames de raios-X, do ombro e do tórax, isso ajuda a classificar a fratura na escápula. Em alguns casos precisamos realizar uma tomografia computadorizada (TC).

5 COLUNA CERVICAL Torcicolo Tipos de Torcicolo: - Repentino: decorrente de uma contractura muscular, que pode ser resultado de uma má postura do pescoço, um movimento brusco, tensão, exposição ao frio ou má posição ao dormir. - Congénito: existem bebés que nascem com o problema, geralmente causado pela contractura do músculo esternocleidomastóideo durante o parto. Caso não ocorra um tratamento adequado (fisioterapia), a criança pode crescer com inclinação homolateral e rotação contralateral da cabeça. Algumas causas de torcicolo em crianças podem ser o desequilíbrio dos músculos oculares e as deformidades musculares ou ósseas da porção superior da coluna vertebral.

6 Diagnóstico: O médico investiga detalhadamente lesões anteriores e outros problemas do pescoço. São realizados vários exames de diagnóstico por imagem como radiografias, tomografia computadorizada (TC) e ressonância magnética (RM), para se determinar as causas específicas de espasmos dos músculos do pescoço, embora raramente sejam descobertas. Quando uma causa, como o crescimento ósseo anormal, é identificada, o torcicolo geralmente pode ser tratado com sucesso.

7 Causas: Normalmente é frequente após um traumatismo, nem sempre valorizado, ou após um parto difícil (torcicolo congénito do recém- nascido), e pode associar-se a algumas doenças, como as disquinésias tardias, os tumores do pescoço, as infecções do sistema nervoso e o hipertiroidismo. O torcicolo atinge qualquer idade, mas é mais frequente entre os 30 e 60 anos, particularmente nas mulheres. Não é raro o espasmo aparecer subitamente, sem causa aparente, ou mesmo durante o sono. Tratamento: O principal tratamento é o repouso no leito, que melhora o torcicolo em 12 a 24 horas. A aplicação de um saco com gelo seguido de aquecimento local pode ser extremamente relaxante. Os analgésicos e espasmolíticos podem ajudar a reduzir a dor e o espasmo muscular Algumas vezes, a remoção cirúrgica dos nervos que inervam os músculos do pescoço disfuncionais é bem sucedida e pode ser tentada quando os outros tratamentos não aliviam o quadro. Nos casos persistentes, pode optar-se pela fisioterapia, com massagens locais, ou mesmo intervenção cirúrgica.

8 COLUNA DORSAL Cifose O que é: É uma curvatura fisiológica da coluna vertebral. Considera-se patológica quando essa curvatura está mais acentuada. É a chamada corcunda. Pode ser resultado de uma doença ou de um problema congênito. Pode ocorrer em crianças, adolescentes ou adultos. É rara a ocorrência em recém- nascidos. Nos adolescentes a cifose pode ocorrer em virtude do crescimento retardado ou de um distúrbio vertebral durante os períodos de crescimento rápido, é a chamada doença de Scheuermann ou cifose idiopática.

9 Outras causas, e consequentes fatores de risco, que podem originar a cifose são: Infecção Inflamação ou degerescência do disco intervertebral Alterações musculares Osteoporose das vértebras (mais frequente no idoso) Doenças endócrinas Artrite Poliomielite Fraturas por compressão das vértebras Cancro Tuberculose ou postura incorreta. É mais frequente no sexo feminino, na proporção de dois para um, e é de difícil diagnóstico antes dos onze anos. Sintomas: A instalação da deformação (costas arqueadas) faz-se, habitualmente, de forma lenta, com dor ligeira nas costas, fadiga, sensibilidade e rigidez da coluna vertebral. Tratamento: Depende da causa que origina a deformação: se é consequência de uma postura incorreta, o tratamento é feito por meio de exercícios de fisioterapia, pelo uso de colchões mais firmes e, se necessário, o uso de coletes ortopédicos até se completar o crescimento; o tratamento dos outros tipos de cifose inclui a identificação e tratamento da causa.

10 Complicações: Dores nas costas, sintomatologia neurológica e redução da capacidade pulmonar, são as complicações mais frequentes. Prevenção: A postura correta previne a cifose provocada por posições inadequadas. Exames físicos durante a infância, principalmente durante a fase de crescimento, auxiliam no diagnóstico precoce, no tratamento e na prevenção da progressão da doença e de complicações. Diagnóstico: A observação do doente evidencia a curvatura da coluna (corcunda) que nem sempre é reconhecida pelo próprio, mas pelos familiares e amigos. A radiografia da coluna confirma o diagnóstico.

11 COLUNA LOMBAR Escoliose O que é: É quando a coluna encurva-se anormalmente, frequentemente, o problema sofre resolução espontânea, mas, algumas vezes, ele é causado por um distúrbio que deve ser tratado.

12 Diagnóstico: As radiografias ajudam a confirmar o diagnóstico

13 Sintomas: A pessoa pode sentir fadiga nas costas após permanecer muito tempo sentado ou em pé. A fadiga pode ser seguida por dor muscular nas costas e, finalmente, por uma dor mais intensa. As curvaturas, em sua maioria, são convexas para a direita na parte superior das costas e para a esquerda na parte inferior. Um quadril pode estar mais alto que o outro. Tratamento: Alguns médicos realizam uma estimulação elétrica da coluna vertebral, através de pequenas correntes elétricas aplicadas nos músculos espinhais que induzem a coluna vertebral a permanecer reta. Algumas vezes, é necessária a realização de uma cirurgia, na qual as vértebras são fundidas. Uma haste metálica pode ser inserida durante a cirurgia para manter a espinha reta até ocorrer à fusão das vértebras.

14 COLUNA SACRO / COCCIX Dor no coccix O que é: Dor quando o paciente se senta principalmente quando se inclina para trás como ligeiramente deitado na cadeira.

15 Sintomas: Pacientes com dor cóccix frequentemente relatam que essa dor dificulta a realização das tarefas da vida diária e profissionais. A dor muitas vezes é relativamente grave e persistente, causando comprometimento significativo da capacidade do paciente para realizar ou suportar atividades diferentes. Como é causada: A causa mais frequente de dor no cóccix é que ele desloca mais do que o normal quando a pessoa muda de posição como por exemplo assentar-se. Ele pode se curvar para cima mais do que o normal, ou se deslocar, deslizando em direção posterior. Um cóccix instável, pode ser causado por trauma, quedas, parto, acidentes de carro, entre outros.

16 Diagnostico: Exames radiológicos

17 Tratamento: Poucas equipes tem experiência no tratamento da dor no cóccix. O médico deve ter experiência em reabilitação musculoesquelética e fisioterapeuta deve conhecer bastante acerca do tratamento fisioterápico das síndromes dolorosas pélvicas, frequentemente diagnósticos associados ou diferenciais. O tratamento cirúrgico deve ser o último a ser tentado uma vez que não são raros os casos de infecção local pós-cirúrgica e lesão de reto. No caso da lesão retal a consequência pode ser grave inclusive com o desenvolvimento de incontinência fecal. Muitas vezes alguns pontos em gatilho locais são responsáveis pela dor e a inativação dos mesmos resulta em melhora significativa dos sintomas e grande alívio aos pacientes que muitas vezes estão tentando há vários anos o alívio dos sintomas. A maioria dos autores de estudos relacionados à dor no cóccix recomenda, na maioria dos casos, o tratamento não cirúrgico da coccidínea com a utilização medicamentos, inativações e injeções como medidas mais importantes.

18 MEMBRO SUPERIOR DISTAL Fratura do boxer O que é: É uma fratura no quinto metacarpo, e é classicamente conhecida por fratura do boxer, muito embora seja pouco frequente nestes esportistas. Na verdade, ela é normalmente causada por um soco contra uma superfície dura, como uma parede (ou a face), num momento de nervosismo ou de briga.

19 Tratamento: Uma imobilização com gesso ou com uma órtese plástica permitirá que o osso consolide numa posição adequada. Em alguns poucos casos, dependendo se houver um grande desvio, o tratamento cirúrgico pode ser necessário. Diagnostico: O local afetado fica inchado, dolorido e com uma pequena deformidade. A radiografia confirma a suspeita clínica.

20 Trabalho elaborado pelos alunos: José Aparecido Desplanches Thabata A. Alves Wawrek Técnico em Radiologia Turma 79

21 BIBLIOGRAFIA Torcicolo.com Marcosbritto.com Portalsaofrancisco.com Institutocoluna.com.br Abcdor.com.br Animavita.com.br Ortopediasp.wordpress.com


Carregar ppt "PATOLOGIAS: OMBRO, COLUNA CERVICAL, COLUNA DORSAL, COLUNA LOMBAR, COLUNA SACRO/COCCIX, MEMBRO SUPERIOR DISTAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google