A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Funções Matemáticas Aplicadas a Determinação dos Pesos no Posicionamento DGPS Luiz Fernando Antonio Dalbelo João Francisco Galera Monico Daniele Barroca.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Funções Matemáticas Aplicadas a Determinação dos Pesos no Posicionamento DGPS Luiz Fernando Antonio Dalbelo João Francisco Galera Monico Daniele Barroca."— Transcrição da apresentação:

1 Funções Matemáticas Aplicadas a Determinação dos Pesos no Posicionamento DGPS Luiz Fernando Antonio Dalbelo João Francisco Galera Monico Daniele Barroca Marra Alves FCT/UNESP

2 Considerações Iniciais No DGPS, geralmente utiliza-se as observações como sendo de mesma qualidade, ou seja, a matriz peso P é considerada como identidade (I). No DGPS, geralmente utiliza-se as observações como sendo de mesma qualidade, ou seja, a matriz peso P é considerada como identidade (I). No entanto, os sinais emitidos pelos satélites GPS atravessam um caminho maior ou menor da atmosfera dependendo de sua elevação com relação ao horizonte. No entanto, os sinais emitidos pelos satélites GPS atravessam um caminho maior ou menor da atmosfera dependendo de sua elevação com relação ao horizonte. Logo, estas observações têm menor qualidade. Portanto, deve-se dar maior peso as observações feitas para os satélites cujos ângulos de elevação são maiores. Logo, estas observações têm menor qualidade. Portanto, deve-se dar maior peso as observações feitas para os satélites cujos ângulos de elevação são maiores.

3 Matriz Peso Matriz peso P igual a I. Matriz peso P igual a I. Matriz peso das observações de acordo com o ângulo de elevação dos satélites (E). Matriz peso das observações de acordo com o ângulo de elevação dos satélites (E).

4 Funções Matemáticas (a) (c)(d) (b) (e)

5 Experimentos Presidente Prudente (PPTE); Presidente Prudente (PPTE); Rosana (ROSA); Rosana (ROSA); São José do Rio Preto (RIOP); São José do Rio Preto (RIOP); Foram utilizados 2 dias de dados coletados em 28 e 29 de dezembro de A taxa de coleta utilizada foi de 15 segundos. Foram utilizados 2 dias de dados coletados em 28 e 29 de dezembro de A taxa de coleta utilizada foi de 15 segundos. 165 km 258 km

6 Iabcde 362PPTE-ROSA (m) M1,3431,1521,0381,0371,1351,236 DP0,7260,6040,5500,5530,5980,666 RMS1,5271,3001,1751,1761,2821, PPTE-RIOP (m) M1,6161,3631,1971,1881,4601,481 DP0,9010,7330,6430,6420,7390,829 RMS1,8501,5481,3591,3511,6371, PPTE-ROSA (m) M1,3791,1961,100 1,1801,273 DP0,7010,5870,5540,5610,5810,641 RMS1,5471,3321,2321,2351,3151, PPTE-RIOP (m) Média1,7761,4861,2901,2751,4601,618 DP0,9800,7540,6200,6170,7390,872 RMS2,0281,6661,4311,4161,6371,838 Resultados

7 Resultados RIOP - dia 362

8 Resultados ROSA - dia 362

9 Resultados RIOP - dia 363

10 Resultados ROSA - dia 363

11 bcc-b 362PPTE-ROSA (m) M22,70322,7780,057 DP24,21823,842-0,279 RMS23,04323,018-0, PPTE-RIOP (m) M25,92526,4900,514 DP28,64428,6850,037 RMS26,56027,0040, PPTE-ROSA (m) M20,17920,1980,019 DP20,87819,920-0,958 RMS20,32220,141-0, PPTE-RIOP (m) M27,38728,2300,842 DP36,73737,0860,349 RMS29,46030,1970,738 Resultados

12 Foi apresentado que a qualidade das observações GPS têm uma alta dependência do ângulo de elevação dos satélites. Das análises realizadas utilizando as funções matemáticas a, b, c, d e e, pode-se observar que as funções b e c apresentaram os melhores resultados. Sendo que melhorias de até aproximadamente 27% na acurácia das coordenadas foram obtidas com a utilização dessas funções. Finalmente, pode-se constatar que a função c foi ligeiramente melhor que a b. No entanto, em termos práticos as duas podem ser utilizadas. Considerações Finais


Carregar ppt "Funções Matemáticas Aplicadas a Determinação dos Pesos no Posicionamento DGPS Luiz Fernando Antonio Dalbelo João Francisco Galera Monico Daniele Barroca."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google