A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução ao Processamento de Dados Professor Carlos Recalde Zarate Jr.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução ao Processamento de Dados Professor Carlos Recalde Zarate Jr."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução ao Processamento de Dados Professor Carlos Recalde Zarate Jr

2 Desenvolvimento de Sistema de Informação nas Organizações

3 Introdução O movimento de Desenvolvimento Organizacional surgiu como um conjunto complexo de idéias a respeito do homem, da organização e do ambiente, no sentido de propiciar o crescimento e o desenvolvimento segundo as potencialidades ambicionadas. Os seus conceitos estão fortemente relacionados com os conceitos de mudança e a capacidade adaptativa da organização a mudança, apresentando o conceito dinâmico de organização, cultura e mudança organizacional.

4 Numa perspectiva direcionada para o futuro, tudo começa com a passagem de testemunho dos sistemas de informação arcaico, mas adaptado a sua era, para os atuais sistemas de informação em constante crescimento.

5 Informação nas Organizações A informação nas organizações surge assim como dados agregados, que fazem parte de um contexto útil e de grande significado sempre que a ele se recorre para tirar o que de fato interessa.

6 Para que a gestão de informação seja eficaz é necessário que se estabeleçam um conjunto de políticas coerentes que possibilitam fornecimento de informação relevante, com qualidade, precisão, direcionada para lugar certo, no tempo certo, o que permite os decisores, em tempo oportuno reduzir a incerteza no processo de decisão e de uma visão partilhado do futuro, que enquadre essa decisão.

7 O Planejamento nas Organizações Nas organizações o planejamento, assume um papel importante na definição do sistema de informação mais adequado e o modo como esta deve enquadrar as tecnologias de informação nos objetivos da empresa, em suma, o desenvolvimento dos Sistemas de Informação começa a ser desenhado com a finalidade de estabelecer metas, objetivos, prioridades e planos de ação para alcançar estas metas e objetivos, o seu controlo e revisão. Nesta leva, estão englobadas o desenvolvimento de recursos de Sistemas de Informação, incluindo pessoas, hardware e software.

8 O planejamento do Sistema de Informação esta intrinsecamente relacionado com a gestão operacional do desenvolvimento do Sistema de Informação, mais concretamente através de aquisição de tecnologias de informação, e do desenvolvimento, exploração e manutenção de aplicações, entre outros.

9 Globalmente as suas atividades distribuem-se em: Análise de Estratégia Definição de Estratégia Implementação de Estratégia

10 Dá para sublinhar a importância do Desenvolvimento de Sistemas de Informação como parte preponderante no processo chave no sucesso das organizações.

11 Análise de Sistemas A Análise de Sistemas envolve um estudo criterioso dos requisitos de informação e dos utilizadores finais, das atividades, dos recursos e SI existentes visando uma identificação detalhada da natureza dos sistemas propostos pelo plano de sistemas de informação. O segredo do sucesso do Desenvolvimento de SI passa por uma definição muito criteriosa dos requisitos que constituem as expectativas da organização. Em caso de insucesso por causa de uma análise inadequada, conduz a custos elevados de desenvolvimento e insucesso dos sistemas.

12 Os requisitos de informação de um novo sistema envolvem a identificação dos utilizadores potenciais do sistema, de que informação necessita, onde, quando e como, definindo de forma muito objetiva os objetivos dos novos sistemas.

13 Para a concepção dum novo sistema deve-se fazer um estudo antecipado daquilo que se quer que o novo sistema venha a fazer dos sistemas que irão ser melhorados ou mesmo substituídos, é necessária ainda compreender como é que esses sistemas utilizam o hardware, o software e os recursos humanos para processar informação, identificando os seus objetivos, entradas, processamentos e saídas. Estas especificações visam ser implementadas apenas com base nos requisitos dos utilizadores finais e da Organização.

14 A colaboração dos utilizadores do novo sistema no levantamento das necessidades para analise do sistema é muito importante, ainda assim esta estratégia pode ser geradora de conflitos posteriores, bem como as expectativas em termos de desempenho. É de ressaltar a importância que tem a identificação de objetivo mensuráveis na especificação de um sistema.

15 Aqui, não é muito aconselhável decidir uma base tecnológica para o sistema, sendo premente identificar o que deve fazer e não como fazê-lo. No entanto, o conjunto de opções e dos seus benefícios são informação importante. Poderá ser necessário clarificar, se determinadas tecnologias são apropriadas e por que.

16 Concepção do Sistema É a atividade mais criativa e desafiante quando se trata de conceber um novo sistema. Dos requisitos dos sistemas dos sistemas avaliados e descritos na analise de sistema a atividade de Concepção do Sistema daí parte para mapear as necessidades do negócio, numa solução técnica, através de detalhes físicos que assegurem que o sistema é viável, seguro e capacidade adequada, ou por outra enquanto que a análise de sistema descreve que o sistema deverá fazer para satisfazer as necessidades de informação das organizações e dos utilizadores finais, é no decorrer da concepção de sistemas que é especificado como é que o devera satisfazer estas necessidades, através do desenvolvimento de especificações detalhadas das funções que o sistema deverá assegurar.

17 O que se pretende é a implementação do sistema, e para isso há que considerar diferentes configurações tecnológicas, as tecnologias de informação a aplicar, as estruturas dos programas e o modo como os dados serão armazenados. As especificações detalhadas de cada aspecto do novo sistema são desenvolvidas para a sua posterior construção. Esses aspectos podem ser: Especificação de interface. Especificação de dados. Especificação de processos Especificação do ambiente técnico.

18 A contribuição de utilizadores pode se tornar critica. A sua participação na concepção do novo sistema aumenta a sua compreensão e aceitação diminuindo os problemas causados por eventuais transferências e de poder, conflitos organizacionais, e o fato de não estarem familiarizados com as articulações do novo sistema.

19 Construção de Sistema Entra em prática as atividades técnicas. As atividades dos sistemas são transformadas em software e hardware que se encarregarão de funções tais como o suporte aos requisitos de informação da organização, bem como em documentação que explicita o sistema a programadores e utilizadores. A construção de sistema encarrega-se desta forma na aquisição e/ou desenvolvimento de do software e do hardware necessário, documentação de suporte, a integração de todas as componentes num sistema de informação funcional e bem de acordo com as especificações do sistema.

20 Uma vez o sistema superado do teste que: Garante que o software esta livre de erros. Verifica se as diversas componentes do sistema funcionam sem discrepância com a forma Como o sistema funciona e como concebido.

21 Concorda que o sistema funciona como foram traçadas as expectativas, é aberta a porta a finalização desta fase. Não por Sistema de Informação só dar por finda a o desenvolvimento do sistema, mas sim por indicação que os componentes automatizados do sistema funcionam o que será mais tarde determinado pela organização.

22 Implementação do Sistema A implementação é o processo de tornar o sistema operacional no âmbito organizacional, abrindo as portas para a utilização do sistema. Atividades de instalação de equipamento e software, preparação das instalações, formação de especialistas responsáveis pela sua exploração, conversão de sistemas existentes em novos sistemas, são atividades que têm aqui o seu ponto mais alto.

23 Nada nos diz que de fato algo não possa faltar, para tal é preciso que se criem todas as condições para que as falhas possam ser reparadas de uma forma mais eficaz, o que passa em grande medida pela formação e gestão de recursos humanos da forma mais racional possível. As mudanças para um novo sistema pode ser significativa, por isso deve ser planeada e executada para prevenir situações mais desagradáveis.

24 Manutenção de Sistemas A entrada de um sistema em operação não implica que o mesmo mantenha indefinidamente inalterado, muito pelo contrário, há necessidade imperiosa da sua manutenção e desenvolvimento. Ao longo do tempo o sistema necessitará de incorporar novas tecnologias, de modificações derivadas de evolução de requisitos de informação dos utilizadores, de erros de s/w que necessitam de ser resolvidos quando detectados, dentre outros.

25 A Aplicação das Tecnologias nas Empresas: O trabalho de uma empresa depende de uma forma crescente do que os sistemas de informação são capazes de fazer. O aumento da participação no mercado, a redução de custos de produção, o desenvolvimento de novos produtos e/ou orçamento da produtividade do empregado, depende mais e mais dos tipos e qualidade dos sistemas de informação na empresa. Os sistemas de informação devem apresentar uma resposta e/ou atendimento aos interesses da gestão e ao processo decisório também.

26 As grandes empresas estão gastando mais dinheiro do que nunca na obtenção de informações, mas muito dinheiro é perdido na construção de ineficientes centros informacionais baseados em bancos de dados não apropriados ou carregados de informações não relevantes. A diferença entre sucesso e fracasso não é mais dada pelo que a empresa gasta com pesquisa e desenvolvimento, mas como ela define o caminho a ser seguido.

27 A implementação de uma inovação pode criar mudanças no comportamento, mudanças na estrutura da empresa, nos sistemas gerenciais, técnicas e no domínio de processos adotados pela empresa. Mas a reação das empresas aos desafios e obstáculos tem se mostrado das mais variadas: algumas se antecipando a mudança, outras se fechando.

28 Contudo, a realidade atual para muitas empresas é outra, onde a maior barreira na busca de uma forma de empresa competitiva é justamente o fluxo da informação, este recurso considerado estratégico. Uma das maiores dificuldade está no processo de comunicação entre os níveis hierárquicos empresarias, onde o nível de entendimento dos problemas acaba sendo pequeno.

29 A solução para o entendimento deste problema, entre outras coisas, está no aumento da comunicação interna e externa, para eliminar barreiras ao fluxo de idéias, à informação sobre problemas e à propostas de melhoria para a empresa.

30 A importância do estudo de sistemas de informação gerencial São diversas as razões que nos levam a estudar sobre Sistemas de Informação Gerencial (SIG), principalmente no que tange as mudanças quanto ao papel dos SIG nas empresas, a natureza da tecnologia da informação, o caráter das aplicações e a necessidade de planejar a arquitetura de informação da empresa.

31 Com relação à mudança do papel dos SIG nas empresas, existe uma crescente interdependência entre estratégia, regras e procedimentos empresariais de um lado, SIG (software, hardware, data) e telecomunicações de outro, afetando produtos, mercados, fornecedores e clientes. O SIG atualmente representa a competência nuclear da empresa (core competence), desempenhando um papel estratégico para a mesma.

32 E finalmente com relação à necessidade de planejar a arquitetura de informação da empresa, devem-se evitar ilhas de tecnologia e encontrar soluções organizacionais dentro da teoria de sistemas.

33 Desafio gerencial e estratégico dos sistemas de informação Os Sistemas de Informação nas empresas requerem estudos quanto a sua importância na abordagem gerencial e estratégica dos mesmos, juntamente com a análise do papel estratégico da informação e dos sistemas na empresa (KROENKE, 1992; LAUNDON, 1999). Estes estudos e análises orientam o novo paradigma organizacional das empresas com os seus respectivos desafios e impactos dos sistemas e da Tecnologia da Informação nas organizações.

34 Atividades


Carregar ppt "Introdução ao Processamento de Dados Professor Carlos Recalde Zarate Jr."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google