A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CORIZA INFECCIOSA João Miterer João Benedet Mauro kazmierczak Samuel Becegatto Sandro Benites Ygor Rodrigues.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CORIZA INFECCIOSA João Miterer João Benedet Mauro kazmierczak Samuel Becegatto Sandro Benites Ygor Rodrigues."— Transcrição da apresentação:

1 CORIZA INFECCIOSA João Miterer João Benedet Mauro kazmierczak Samuel Becegatto Sandro Benites Ygor Rodrigues

2 Conceito: Doen ç a respirat ó ria, de car á ter agudo, sub-agudo ou crônico, altamente contagiosa que afeta principalmente trato respirat ó rio superior de galinhas adultas.

3 Distribui ç ão geogr á fica: Apresenta distribui ç ão mundial, importante em regiões de clima temperado e tropical; No Brasil tem sido descrita na maioria dos estados com maior importância av í cola (regiões sul e sudeste).

4 Etiologia Bact é ria Avibacterium paragallinarum anteriormente denominada Haemophilus paragallinarum; Aspectos epidemiol ó gicos: pouco resistente no ambiente; Patogenicidade alta e virulência baixa; Apresenta alta morbidade e baixa mortalidade, por é m é alta quando associada a outros agentes como Pasteurela, micoplasma entre outros.

5 Sinais Cl í nicos: Secre ç ão nasal serosa ou mon ó ide, incha ç o de seios nasais infra-orbitais, edema facial, sinusite, conjuntivite e edema de barbelas; Quando associada a outros agentes, pode se tornar crônica acometendo tamb é m trato respirat ó rio inferior; Fatores predisponentes: alta densidade e clima.

6

7 Lesões: Inflama ç ão fibrino-purulenta nos seios nasais infra-orbitais e conjuntivite; Quando associada a outros agentes observa-se pneumonia, aerossaculite e traque í te.

8

9 Epidemiologia: Fonte de infecção: doentes e portadores Vias de eliminação: secre ç ões nasais; Vias de transmissão: insetos e fômites; As aves se infectam por contato com gaiolas contaminadas, e principalmente por á gua contaminada nos bebedouros; Porta de entrada: mucosa respiratória Não h á evidência de transmissão vertical; A suscetibilidade aumenta com a idade.

10 Mecanismos de ingresso: Ingresso de aves infectadas (doentes ou portadoras), fômites contaminados, falhas de biosseguran ç a, falta de vazio sanit á rio, alojamento simulatâneo de aves de diferentes idades e origens.

11 OBRIGADO PELA ATEN Ç ÃO

12


Carregar ppt "CORIZA INFECCIOSA João Miterer João Benedet Mauro kazmierczak Samuel Becegatto Sandro Benites Ygor Rodrigues."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google