A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cultura Religiosa Candombl é & Umbanda Prof. Ismar Dias de Matos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cultura Religiosa Candombl é & Umbanda Prof. Ismar Dias de Matos."— Transcrição da apresentação:

1 Cultura Religiosa Candombl é & Umbanda Prof. Ismar Dias de Matos

2 CANDOMBLÉ Predominante na Bahia, o candomblé é a religião da nação africana Iorubá. As principais divindades são Olorum, deus supremo, criador de Obatalá (o céu) e de Odudua (a Terra). Da união dessas divindades nascem Iemanjá (as águas) e Aganju (a terra firme), que, por sua vez, são os pais de Orungã (o ar).

3 Candomblé & Umbanda O Candomblé foi formado a partir das crenças de vários povos africanos, vindos da área cultural banto, onde hoje se localizam Angola, Gabão, Congo, Zaire e Moçambique e da região do golfo da Guiné. A Umbanda nasceu no Brasil, no início do séc. XX, misturando elementos de ritos africanos, católicos, espíritas e ocultistas.

4 Uma reunião de fiéis para um ritual de Umbanda é chamada de "Sessão", dirigida por um homem ("Pai de Santo") ou por uma mulher ("Mãe de Santo"), também chamados de "Chefe de Terreiro". De acordo com a crença, eles poderiam incorporar espíritos de pessoas mortas, chamadas "Entidades". Estes espíritos podem ser Caboclos (índios), figuras religiosas, doutores, negros africanos ou brasileiros ("Pretos Velhos", "Pai Joaquim", "Pai Arruda", "Tia Joana", etc)

5 Datas comemorativas dos Orixás e Sincretismo DiasOrixáSincretismo 15/01OxaláJesus Cristo 20/01OxóssiSão Sebastião 02/02Iemanjá Nossa Senhora dos Navegantes 19/04Logun EdéSanto Expedito 23/04OgumSão Jorge 30/05ObáSanta Joana dArc 13/06ExúSanto António 24/06XangôSão João Baptista

6 Datas comemorativas dos Orixás e Sincretismo DiasOrixáSincretismo 26/07NanãSantAna 24/08OxumaréSão Bartolomeu 27/09Ibeji Santos Cosme e Damião 05/10OssaimSão Roque 02/11OmulúSão Lázaro 04/12IansãSanta Bárbara 08/12Oxum Nossa Senhora da Conceição 13/12EwáSanta Luzia

7 Na mitologia Iorubá, Olorum é o Deus supremo do povo Iorubá que criou o Céu e a Terra, as divindades chamadas Òrìsá, Orisha ou Orixá para representar todos os seus domínios aqui na terra, mas não são considerados deuses. Vejamos, a seguir, alguns destes Orixás:

8 Orixás: Exu, Orixá guardião dos templos, casas, cidades e das pessoas, mensageiro divino dos oráculos. Exu, Orixá guardião dos templos, casas, cidades e das pessoas, mensageiro divino dos oráculos. Exu Ogum, Orixá do ferro, guerra, e tecnologia. Ogum, Orixá do ferro, guerra, e tecnologia. Ogum Oxóssi, Orixá da caça e da fartura. Oxóssi, Orixá da caça e da fartura. Oxóssi Logunedé, Orixá jovem da caça e da pesca Logunedé, Orixá jovem da caça e da pesca Logunedé Xangô, Orixá do fogo e trovão, protetor da justiça. Xangô, Orixá do fogo e trovão, protetor da justiça. Xangô Xapanã (Obaluaiyê/Omolu), Orixá das doenças epidérmicas e pragas. Xapanã (Obaluaiyê/Omolu), Orixá das doenças epidérmicas e pragas. XapanãObaluaiyêOmolu XapanãObaluaiyêOmolu Oxumarê, Orixá da chuva e do arco-íris. Oxumarê, Orixá da chuva e do arco-íris. Oxumarê Ossaim, Orixá das ervas medicinais e seus segredos curativos. Ossaim, Orixá das ervas medicinais e seus segredos curativos. Ossaim Oyá ou Iansã, Orixá feminino dos ventos, relâmpagos, tempestade, e do Rio Niger Oyá ou Iansã, Orixá feminino dos ventos, relâmpagos, tempestade, e do Rio Niger Oyá Oxum, Orixá feminino dos rios, do ouro e amor. Oxum, Orixá feminino dos rios, do ouro e amor. Oxum

9 Orixás: Iemanjá ou Yemanjá, Orixá feminino dos lagos, mares e fertilidade, mãe de todos os Orixás de origem yorubana. Iemanjá ou Yemanjá, Orixá feminino dos lagos, mares e fertilidade, mãe de todos os Orixás de origem yorubana. Iemanjá Nanã, Orixá feminino dos pântanos e da morte, mãe de Obaluaiyê, Iroko, Oxumarê e Ewá, orixás de origem daomeana. Nanã, Orixá feminino dos pântanos e da morte, mãe de Obaluaiyê, Iroko, Oxumarê e Ewá, orixás de origem daomeana. Nanã Ewá, Orixá feminino do Rio Ewá, senhora da vidência, a virgem caçadora. Ewá, Orixá feminino do Rio Ewá, senhora da vidência, a virgem caçadora. Ewá Obá, Orixá feminino do Rio Oba, uma das esposas de Xangô juntamente com Oxum e Iansã. Obá, Orixá feminino do Rio Oba, uma das esposas de Xangô juntamente com Oxum e Iansã. Obá Axabó, Orixá feminino da família de Xangô Axabó, Orixá feminino da família de Xangô Axabó Ibeji, Orixás gêmeos Ibeji, Orixás gêmeos Ibeji Iroko, Orixá da árvore sagrada, (gameleira branca no Brasil). Iroko, Orixá da árvore sagrada, (gameleira branca no Brasil). Iroko Egungun, Ancestral cultuado após a morte em Casas separadas dos Orixás. Egungun, Ancestral cultuado após a morte em Casas separadas dos Orixás. Egungun Onilé, Orixá relacionado ao culto da terra. Onilé, Orixá relacionado ao culto da terra. Onilé OrixaNlá (Oxalá) ou Obatalá, o mais respeitado, o pai de quase todos orixás, criador do mundo e dos corpos humanos OrixaNlá (Oxalá) ou Obatalá, o mais respeitado, o pai de quase todos orixás, criador do mundo e dos corpos humanos OrixaNláOxaláObatalá OrixaNláOxaláObatalá

10 Orixás: Ifá ou Orunmila-Ifa, Ifá é o porta-voz de Orunmila, Orixá da Adivinhação e do destino. Ifá ou Orunmila-Ifa, Ifá é o porta-voz de Orunmila, Orixá da Adivinhação e do destino. IfáOrunmila-IfaAdivinhaçãodestino IfáOrunmila-IfaAdivinhaçãodestino Odudua, Orixá também tido como criador do mundo, pai de Oranian e dos yoruba. Odudua, Orixá também tido como criador do mundo, pai de Oranian e dos yoruba. Odudua Oranian, Orixá filho mais novo de Odudua. Oranian, Orixá filho mais novo de Odudua. Oranian Baiani, Orixá também chamado Dadá Ajaká. Baiani, Orixá também chamado Dadá Ajaká. Baiani Olokun, Orixá divindade do mar. Olokun, Orixá divindade do mar. Olokun Olossa, Orixá divindade das lagoas. Olossa, Orixá divindade das lagoas. Olossa Oxalufon, Orixá velho e sábio. Oxalufon, Orixá velho e sábio. Oxalufon Oxaguian, Orixá jovem e guerreiro. Oxaguian, Orixá jovem e guerreiro. Oxaguian Orixá Oko, Orixá da agricultura. Orixá Oko, Orixá da agricultura. Orixá Oko Orixá Oko

11 Oxalá: o pai dos orixás

12 Orixá masculino, de origem Ioruba (nagô) bastante cultuado no Brasil, onde costuma ser considerado a divindade mais importante do panteão africano. Na África é cultuado com o nome de Obatalá. Quando porém os negros vieram para cá, como mão-de-obra escrava na agricultura, trouxeram consigo, além do nome do Orixá, uma outra forma de a ele se referirem, Orixalá, que significa, orixá dos orixás. Numa versão contraída, o nome que se acabou popularizando, é OXALÁ.

13 Segundo as lendas, Oxalá é o pai de todos os Orixás, excetuando-se Logunedé, que é filho de Oxóssi e Oxum, e Iemanjá que tem uma filiação controvertida, sendo mais citados Odudua e Olokum como seus pais, mas efetivamente Oxalá nunca foi apontado como seu pai.

14 OXALÁ – OXOLUFÃ Deus da criação, Oxalá é o pai sábio e equilibrado. É um orixá funfun (Branco), cor que evoca a serenidade e o silêncio. Oxalá não gosta de confusão e violência. É representado de duas maneiras: Oxoguiã e Oxolufã. Oxolufã é Oxalá velho: calmo e sábio, dança curvado sobre o opaxorô, cajado prateado SAUDAÇÃO : Eppa- babbá! CORES : branco DIA DA SEMANA: sexta-feira SÍMBOLOS: opaxorô, cajado ELEMENTO : céu ANIMAL SAGRADO: caracol

15

16 OXALÁ - OXOGUIÃ Deus da criação, Oxalá é o pai sábio e equilibrado. É um orixá funfun (Branco), cor que evoca a serenidade e o silêncio. Oxalá não gosta de confusão e violência. É representado de duas maneiras: Oxoguiã e Oxolufã. Oxoguiã é Oxalá jovem: guerreiro, vigoroso, romântico e nervoso SAUDAÇÃO: Eppi-éé CORES : branco e prata DIA DA SEMANA: sexta-feira SÍMBOLOS: pilão e espada ELEMENTO: céu ANIMAL SAGRADO: pombo

17

18 YEMANJÁ

19 Yemanjá, "mãe cujos filhos são peixes" (Ya-omo-eja) é a senhora do mar e dos oceanos. Considerada mãe dos orixás, é protetora da cabeça de todos os seres. Suas jóias são prateadas, assim como o espelho-leque que segura nas mãos na sua dança, que representa as ondas do mar SAUDAÇÃO: Odó Iyá CORES: verde-água, prata DIA DA SEMANA: sábado SÍMBOLOS abebê(espelho-leque) e peixes prateados ELEMENTO: mar ANIMAL SAGRADO: peixe

20 EXU o mensageiro dos Orixás Exu é a figura mais controvertida dos cultos afro-brasileiros e também a mais conhecida. Há, antes de mais nada, a discussão se Exu é um Orixá ou apenas uma Entidade diferente, que ficaria entre a classificação de Orixá e Ser Humano. Sem dúvida, ele trafega tanto pelo mundo material (ayé), onde habitam os seres humanos e todas as figuras vivas que conhecemos, como pela região do sobrenatural (orum), onde trafegam Orixás, Entidades afins e as Almas dos mortos (eguns).

21 Sua função mítica é a de mensageiro - é o que leva os pedidos e oferendas do homens aos Orixás, já que o único contato direto entre essas diferentes categorias só acontece no momento da incorporação, quando o corpo do ser humano é tomado pela energia e pela consciência do seu Orixá pessoal (quando a consciência de quem carrega o Orixá desaparece). É Exu quem traduz as linguagens humanas para a das divindades. Por isso, é imprescindível para a realização de qualquer ritual, porque é o único que efetivamente assegura em uma dimensão (ayé ou orum) o que está acontecendo na outra, abrindo os caminhos para os Orixás se aproximarem dos locais onde estão sendo cultuados.

22 EXU Mensageiro dos orixás, elemento de ligação entre os homens e as divindades; guardião das casas de candomblé, dono das ruas e dos lugares de passagem (portas, encruzilhadas...). Vital, malicioso, brincalhão e insolente, tem que ser muito respeitado: nada se faz sem ele e sempre é a primeira divindade a receber oferendas e louvações. SAUDAÇÃO : Laroyé CORES : preto e vermelho DIA DA SEMANA: segunda-feira SÍMBOLOS: tridente, agô (bastão) ELEMENTO: fogo ANIMAL SAGRADO: cachorro, cabrito

23

24

25 OXUM Vaidosa e provocante, Oxum é o orixá da beleza, do amor, da fertilidade e da riqueza. Representa a maternidade e particularmente a gestação; reina sobre as águas doces: rios, lagos, fontes. Na dança, segurando na mão o abebê, leque- espelho dourado, mima os gestos duma jovem mulher ao rio que toma banho, se penteia e ressalta sua beleza com jóias.

26 SAUDAÇÃO: Erayeye-ô CORES : amarelo dourado DIA DA SEMANA: sábado SÍMBOLOS : bebê (espelho-leque) ELEMENTO : águas doces, cachoeiras ANIMAL SAGRADO: peixe, pomba

27 OBÁ SAUDAÇÃO Obá Xirê CORES marrom, laranja DIA DA SEMANA terça-feira SÍMBOLOS espada, escudo ELEMENTO fogo ANIMAL SAGRADO tartaruga

28 Orixá guerreira, foi mulher de Xangô. Vive solitária na floresta e preside sobre tudo o que é segredo e mistério. Solitária, atrevida, vingativa e sofrida, Obá é parecida ao rio quando vai se lançar numa cachoeira. Na dança, leva a mão para cobrir uma orelha, lembrança duma passagem do mito

29 OXUMARÊ Oxumarê é o arco-íris, transportador da água entre o céu e a terra. Seu símbolo é uma cobra; Oxumarê representa a riqueza, a mobilidade e a continuidade. Filho de Nanã e irmão de Omolu-Obaluaiê, junto a eles forma o grupo das divindades Jeje, oriundas do Benin (ex- Dahomey).

30 SAUDAÇÃO: Arroboboi CORES: preto e amarelo DIA DA SEMANA: terça-feira SÍMBOLOS: cobra ELEMENTO: arco-íris ANIMAL SAGRADO:cobra, tartaruga

31 OMOLÚ "Rei dono da Terra", é o deus das doenças contagiosas, varíola, peste, que também pode curar. Representa o arquétipo do "medico-doente": sendo ele mesmo vítima da varíola, dança com o rosto e o corpo cobertos por um capuz de palha-da-costa. Segura o Xaxará, espécie de cetro com o qual 'varre' as doenças. Sua dança representa o sofrimento e os tremores da febre SAUDAÇÃO : Atotô CORES : preto branco e vermelho DIA DA SEMANA: segunda-feira SÍMBOLOS : xaxará(cetro de palha) ELEMENTO: terra ANIMAL SAGRADO: galinha-de-angola

32

33 OLUAIÊ ou OMOLÚ

34 IANSÃ

35 Senhora dos ventos e das tempestades, dona dos raios, foi a esposa principal de Xangô, e junto com ele manda sobre o elemento fogo. Sensual, volúvel, líder e atrevida, Iansã é uma guerreira. Na dança, leva uma espada de cobre e um espanta-mosca. Ela também é o orixá que domina os "eguns" (almas dos mortos). SAUDAÇÃO: Eppa-hei CORES: marrom, vermelho DIA DA SEMANA: quarta-feira SÍMBOLOS: espada e eruexim(espanta-mosca) ELEMENTO: ventania, raio, temporal ANIMAL SAGRADO: borboleta

36 Iansã é um Orixá feminino muito famoso no Brasil, sendo figura das mais populares entre os mitos da Umbanda e do Candomblé em nossa terra e também na África, onde é predominantemente cultuada sob o nome de Oyá. É um dos Orixás do Candomblé que mais penetrou no sincretismo da Umbanda, talvez por ser o único que se relaciona,, na liturgia mais tradicional africana, com os espíritos dos mortos (Eguns), que têm participação ativa na Umbanda, enquanto são afastados e pouco cultuados no Candomblé. Em termos de sincretismo, costuma ser associada à figura católica de Santa Bárbara, talvez por causa do raio, já que a santa é sempre invocada para proteger um fiel de uma tempestade.

37 Orixá do trovão e da justiça, colérico e atrevido. Na dança, exprimindo a majestade e a dignidade dum rei (Xangô foi rei de Oyó), brande o oxé, machado de duas láminas, e faz o gesto de quem lança sobre a terra as pedras de raio. Protege os juízes, os advogados e burocratas; é orgulhoso, autoritário e generoso XANGÔ

38 SAUDAÇÃO Caô Cabiecilê CORES marrom ou vermelho e branco DIA DA SEMANA quarta-feira SÍMBOLOS oxé(machado duplo) ELEMENTO trovão ANIMAL SAGRADO tartaruga

39 ERÊ-IBEJI

40 ERÊ-IBEJI SAUDAÇÃO Erêmin! CORES todas as cores DIA DA SEMANA quarta-feira SÍMBOLOS brinquedos ELEMENTO espaço aberto, ar ANIMAL SAGRADO frango

41 NANÃ Divindade de origem Jeje, mãe de Omolu e Oxumarê, é a mais velha dos orixás femininos e por isso é muito respeitada. É associada à lama, às águas paradas e aos pântanos, e como estes é lenta, perseverante e tranquila. Nanã dança com a dignidade duma pessoa anciã, segurando nas mãos o seu símbolo, ibirî.

42 SAUDAÇÃO Salubá CORES branco e anil DIA DA SEMANA sabado SÍMBOLOS ibirî(cetro de palha) ELEMENTO lama ANIMAL SAGRADO rã

43 OGUM

44 SAUDAÇÃO: Ogunhê CORES: anil DIA DA SEMANA: segunda-feira SÍMBOLOS: espada, facão ELEMENTO: ferramentas ANIMAL SAGRADO: cachorro, cavalo

45 OXÓSSI Rei de Kétu, orixá caçador (Odé), ligado às florestas e à terra virgem e por isso protector dos animais que nelas moram. Representa a fartura duma caça sortuda, duma mesa bem cheia. Alegre, inteligente e jovial; dança segurando o ofá (arco-e-flecha), que é seu símbolo

46 SAUDAÇÃO: Okê Arô CORES: azul: verde DIA DA SEMANA: quinta-feira SÍMBOLOS : arco e flecha ELEMENTO: mata ANIMAL SAGRADO coelho, elefante

47 IRÔKO

48 SAUDAÇÃO: Iroko I Só! CORES: branco, marrom e verde DIA DA SEMANA: terça-feira SÍMBOLOS ELEMENTO árvore ( gameleira) ANIMAL SAGRADO: tartaruga, papagaio

49 CULTO AOS ORIXÁS: No Brasil, em cada templo religioso são cultuados todos os Orixás, diferenciando que nas casas grandes há um quarto separado para cada Orixá; nas casas menores são cultuados em um único quarto de santo (ilê Orixá) termo usado para designar o quarto onde são cultuados os Orixás.


Carregar ppt "Cultura Religiosa Candombl é & Umbanda Prof. Ismar Dias de Matos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google