A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO"— Transcrição da apresentação:

1 Administração ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO
Jorge Surian Administração e perspectivas ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO Aula 01 – Tema 01

2 PROGRAMAÇÃO A Administração das Civilizações Antigas
As primeiras contribuições militares A Igreja Católica A Administração Medieval A Revolução Industrial Pioneiros dos Estudos da Administração

3 Conceito de Administração
A administração é o resultado histórico e integrado de vários precursores (filósofos, físicos, economistas, estadistas, etc.); Analisando a história vemos que a maioria dos empreendimentos militares, sociais, políticos, econômicos e religiosos teve uma estrutura orgânica piramidal, retratando uma estrutura hierárquica; A ADMINISTRAÇÃO sempre existiu mas enquanto Ciência somente se consolidou no século XX. A TGA (Teoria Geral da Administração) é uma área nova e recente do conhecimento humano.

4 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: A Suméria
Documentos mais antigos (~5000 anos) Sacerdotes (templos) por meio de imenso sistema tributário, coletavam e administravam grandes somas de bens e valores Estes sacerdotes prestavam contas ao sumo sacerdote. Organizações religiosas eram “imortais” Desenvolvimento sistema de escrita (utilizada para controle financeiro

5 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: O Egito
Construção de Quéops (100 mil homens, 2,3 milhões de blocos com peso médio de 2,5 ton cada) Atualmente, isso equivale à adm e esforços de uma cidade-empresa de hab. num período de 20 anos. Planejamento / organização / controle são antigos (não do século XX) pois havia necessidade de resolver problemas de Transporte / alojamento / Administração M-d-O organizada=>Tarefas estarrecedoras Pensamento Administrativo => “literatura egípcia”

6 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: O Egito
Práticas e princípios (autoridade, responsabilidade, descrição de tarefas) Controle de operações de grande escala Os administradores egípcios reconheceram o valor do planejamento e o uso de conselheiros. Importância da especialização na organização total. Nenhum comerciante podia se dedicar a um ramo de comércio que não tivesse sido transmitido por seus pais.

7 TRECHOS DA LITERATURA EGÍPCIA
Liderança “Se és um líder comandando os negócios da multidão, busca para ti próprio os efeitos benéficos, até que o empreendimento fique livre de erros. A verdade é grande e sua eficácia é duradoura. A malfeitoria nunca levou um empreendimento a bom porto” Planejamento e conselheiros Declara o teu negócio sem encobrimento, nem disfarces. Deve-se dizer francamente o que se sabe e o que não se sabe. O chefe deve ter em mente os dias que estão por vir. Grande é aquele cujos conselheiros são grandes

8 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: A Babilônia
Império babilônico desenvolvido no vale dos rios Tigre e Eufrates. Reinado de Hamurabi cidades mantiveram a paz e criaram leis para: propriedade pessoal, rural, comércio, negócios, família e trabalho. Estas leis formaram o Código de Hamurabi = pensamento administrativo que vigorou de 2000 a 1700 a.C. (salário mínimo, controle, responsabilidade) Código Acadiano de Eshnunna ( controle de preços e penalidades criminais) acredita-se anterior ao código de Hamurabi. Declínio por anos até Nabucodonosor em 604 a.C. => Fábricas têxteis => controle da produção e salários-incentivo

9 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: A China
Antigos documentos, de Chow e de Mencius, indicam Princípios relacionados ao planejamento, organização, direção e controle. Constituição de Chow (escrita aprox. em 1100 a.C.) catálogo de servidores civis do Imperador Descrevia poderes, atribuições e responsabilidades do primeiro ministro Mencius (500 a.C.) = normas de operação Especialização (hereditariedade) A Arte da Guerra de Sun Tzu (500 a.C) Tratado de guerra Bom para militares e administradores pois tratava de planejamento e direção Seleção científica de trabalhadores por exames (120 a.C.) Confúcio ( a.C.) deixou ensinamentos morais e um sistema de mérito para os cargos governamentais. Na dinastia Han (206 a.C – 220 d.C.) os exames de mérito tiveram início baseados nos conselhos de Confúcio.

10 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: A Grécia
Desenvolveu o Governo democrático e originou o método científico Princípio “a produção máxima se obtém por meio do uso de métodos uniformes, com ritmo estipulado e algo mais” (música). Este princípio influenciou Taylor, Gilbreth, Fayol e etc Xenofonte (discípulo de Sócrates – sec V a.C.) => Homem de negócios x bom general Ramos do comércio = Hereditários Platão determinou que o homem não deveria trabalhar a madeira e o ferro ao mesmo tempo.

11 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: Roma
Controle sobre 50 milhões de pessoas abrangendo um território que se estendia da Grã-Bretanha até a Síria incluindo parte da Europa e o norte da África. Má administração provocou sua queda Primeira experiência mundial de organização de um grande império Dispersão geográfica x fidelidade / pagamento / controle de impostos Diocleciano (284 d.C): Centralização x descentralização Delegação de autoridade dividindo o império em: 101 Províncias, 13 dioceses, 4 grandes divisões geográficas Nomeou 3 assistentes: 1 com título de “Augusto” e 2 com título de “César” Nomeou “vigários” para o gov. das dioceses e “governadores” para as “províncias” Administração rural = Tratados de Catão/Varrão Catão: Controle sobre as contas Varrão (viveu entre 116 e 28 a.C.): Seleção de pessoal na agricultura

12 CIVILIZAÇÕES ANTIGAS: Os Hebreus
Moisés Líder hebreu e administrador com habilidades: governo, legislação e relações humanas Preparou, organizou e conduziu o êxodo dos hebreus, libertando-os da escravidão egípcia. Realizou um trabalho de seleção, adestramento e organização do pessoal para o êxodo por meio do princípio da delegação e do princípio da exceção Eles julgarão toda a questão de pouca monta, mas toda a questão importante ser-vos-á trazida

13 AS PRIMEIRAS CONTRIBUIÇÕES MILITARES
Ciro (líder militar grego a.C) Pensamento estratégico / Planejamento Especificidade do trabalho / clareza nas instruções / boas relações do trabalho Ordem / colocação e uniformidade de ações Estudos de movimento, layout e manipulação de materiais Divisão do trabalho, unidade de direção, de comando e de ordem (um lugar para cada coisa e cada coisa em seu lugar) Equipe, coordenação e unidade de propósito Administrar exército = país Alexandre o Grande ( a.C.) rei da Macedônia situada ao norte da Grécia Disciplina, delegação de autoridade e reconhecimento das diferenças entre pessoal de linha e de staff Influenciaram Aníbal, César e Napoleão

14 A IGREJA CATÓLICA Organização formal mais antiga que se tem notícia
Herança do Império Romano Enquanto a fé cristã se espalhava novas seitas cresciam e surgiam os primeiros indícios de uma teologia jovem diferente Necessidade de definição de objetivos, doutrina, conduta cristã e condições para se tornar membro (centro Papa) Conflito centralização x descentralização Igrejas Ocidental e Ortodoxa(1054 dC) e a reforma protestante

15 A ADMINISTRAÇÃO MEDIEVAL
Arsenal de Veneza (séc. XV): Cidade-estado florescente com frota mercante privada => Estaleiro = 2000 trab Seu propósito:fabricar e montar galeras de guerra, armas e equip.; armazenar materiais até sua utilização; consertar e reequipar navios já manufaturados Linha de montagem, RH, padronização, controle contábil, de estoques, de custos, armazenamento Sistema Feudal (de 476 a.C. a ~1450): Rei possuia toda a terra / senhor feudal / servo(hereditários) Não era permitido a mobilidade social Sistema Fabril: Surgimento (artesãos: mestre / jornaleiro / aprendiz) Organização dos ofícios (associações mestres) Declínio das guildas(associação de operários, comerciantes e artesãos) (transporte, energia, novos empregos) O Sistema da indústria caseira: entre artesanato e indústria fabril (matéria prima na casa para produtos intermediários). O sistema fabril ( ): Concorrência entre os sistemas.

16 A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
Inglaterra (final do séc XVIII) Início do avanço tecnológico Substituição do trabalho humano pela máquina Fonte de energia: Motor a vapor mais barata e eficiente aperfeiçoado por James Watt) Reduziu custos de produção / preços e expandiu mercados Invenções / Capital / m-d-o / máquinas Problemas com m-d-o (analfabetismo e habilidades) Treinamento (oral, demonstração, tentativa e erro) Disciplina e motivação (incentivo positivo, sanções negativas e incorporação de hábitos corretos) Três fases: Inglaterra (1760 a 1850); Europa. América e Ásia (1850 a 1900); Grandes conglomerados industriais (de 1900 até hoje)

17 PIONEIROS DOS ESTUDOS DA ADMINISTRAÇÃO
Adam Smith ( ): Divisão do Trabalho e o controle (A Riqueza das Nações) Robert Owen ( ): problemas humanos da industrialização (monitor silencioso) Charles Babbage ( ): “Máquina de diferença”(1822); “motor analítico”(1833); pesquisa operacional; relação trabalhador x dono da fábrica (participação nos lucros e programas de melhorias) Daniel McCallum ( ): Administração de ferrovias (superintendente geral) Henry Poor ( ): sistema (antes de Taylor); reconhecimento (antes de Mayo); liderança (antes de Argyris)

18 Referências Bibliográficas:
Notas de aula: Profa. Dra. Maria Virginia Llatas CHIAVENATO, Idalberto. Princípios de Administração: 1ª ed. São Paulo: Elsevier, 2009. MAXIMIANO, Antonio Cesar Amaru. Teoria geral da administração: da revolução urbana à revolução digital. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2005, v.1. RIBEIRO, ANTONIO DE LIMA. Introdução à Teoria Geral da Administração: ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004. Copyright © Prof. Jorge Surian Todos direitos reservados. Reprodução ou divulgação total ou parcial deste documento é expressamente proíbido sem o consentimento formal, por escrito, do Professor (autor).


Carregar ppt "Administração ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA ADMINISTRAÇÃO"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google