A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A ATIVIDADE COMERCIAL E A ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR São Paulo - SP 16 de setembro de 2010 Maria Inez Pordeus Gadelha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A ATIVIDADE COMERCIAL E A ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR São Paulo - SP 16 de setembro de 2010 Maria Inez Pordeus Gadelha."— Transcrição da apresentação:

1 A ATIVIDADE COMERCIAL E A ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR São Paulo - SP 16 de setembro de 2010 Maria Inez Pordeus Gadelha

2 CONFLITO DE INTERESSES Declaro-me sem conflito de interesses de qualquer tipo ou natureza.

3 POR QUE EU?

4 PRIMÓRDIOS – Magia ANTIGUIDADE – Ideias IDADE MÉDIA – Fé IDADE MODERNA – Razão IDADE CONTEMPORÂNEA – Cifrão (mercado) FUTURO PRÓXIMO - Ética? coletiva? individual? A humanidade continuará sendo produto do desejo e não da necessidade. Gaston Bachelard – 2008 (sobre a crise financeira global)

5 UM CONTEXTO HISTÓRICO HISTÓRICO

6 TIPOS DE DESGOVERNOS Tirania ou Opressão Ambição desmedida Incompetência ou Decadência Insensatez ou Obstinação Barbara Tuchman

7 A INSENSATEZ COMO LOUCURA POLÍTICA Política Contrária aos Próprios Interesses Percebida em seu próprio tempo e não retrospectivamente. Disponibilidade de alternativa viável. Prática de grupo, e não de um só dirigente, e persistente além do tempo dos dirigentes. Barbara Tuchman

8 SINTOMAS E SINAIS DE CRISE Hostilidades constantes (internas e externas) Instablidade política (em áreas extensas) Sublevações populares Crise de confiança nas instituições Exacerbação do individualismo Declínio da autoridade Barbara Tuchman

9 GAUSS CURVA DO SINO E A MEDIÇÃO DO ERRO Por que as sociedades avançaram de modo tão diferente entre as diversas partes da terra? A globalização atenuará essas diferenças, ou a dominação de umas por outras persistirá ?

10 BRASIL A CONSTRUÇÃO DO ATRASO De 1800 a 1900, a possível maior economia das Américas tornou-se um 1/10 do PIB dos EUA. Exclusão pelas elites coloniais da representação política de muitos interesses econômicos do próprio país que surgia. A negação da educação para todos ainda tem seus efeitos deletérios visíveis. A negação de oportunidades iguais para todos sustenta condições como a economia informal.

11 O JEITINHO BRASILEIRO (esperteza e falta de transparência) Em seus negócios prevalece a astúcia mesquinha e velhaca, principalmente quando efetuadas as transações com estrangeiros, aos quais pedem o dobro do preço que acabarão por aceitar por sua mercadoria, ao passo que procuram desvalorizar o que terão de obter em troca, utilizando-se de todos os artifícios ao seu alcance. Salvo algumas exceções, são pessoas inteiramente destituídas de sentimento de honra, não possuindo aquele senso geral de retidão que deve presidir toda e qualquer transação entre os homens. Thomas Lindley – Século XIX. Fonte Secundária: GOMES L Rio de Janeiro. Nova Fronteira, 2010.

12 O CONTEXTO DASAÚDE DASAÚDE

13 POLÍTICAS PÚBLICAS Assistência Social ou Residual (privado e estatal – poder aquisitivo) Seguro Social ou Meritocrático (emprego formal e contribuição - estatal) Seguridade Social (mínimo vital - estatal)

14 Os países de baixa renda podem proporcionar o básico: saúde pública e serviços básicos de nutrição. Os países de renda média podem gastar mais, focalizando os investimentos no desenvolvimento infantil, prevenção, melhores instituições na prestação de serviços de saúde. Os países ricos oferecem mais e melhores serviços, mas há necessidade de focalizar o gasto, acentuar a prevenção e garantir instituições efetivas. Maureen Lewis, PhD, Departamento de Pesquisas Banco Mundial 2009

15 ESTRATÉGIA DE EXECUÇÃO PAÍSES DESENVOLVIDOS PAÍSES EM ESTÁGIOS INICIAIS DE DESENVOLVIMENTO BRASIL COORDENAÇÃO CENTRALIZADA COORDENAÇÃO MUITO TÊNUE COORDENAÇÃO MUITO TÊNUE DESCENTRALIZAÇÃO DESCENTRALIZAÇÃO ORIENTADO PARA DEMANDA E TECNOLOGIA ORIENTADO PARA DEMANDA E TECNOLOGIA FORTE CENTRALIZAÇÃO DE AÇÕES E POLÍTICAS FORTE CENTRALIZAÇÃO DE AÇÕES E POLÍTICAS LIDERANÇA PESSOAL LIDERANÇA PESSOAL RECURSOS GOVERNAMENTAIS E EXTERNOS RECURSOS GOVERNAMENTAIS E EXTERNOS ESTRUTURA PÚBLICA DE SAÚDE (SUS) AÇÕES DESCENTRALIZADAS RECURSOS GOVERNAMENTAIS AÇÕES NORMATIVAS

16 O SISTEMA DE SAÚDE BRASILEIRO BRASILEIRO

17 COMPONENTESCOMPONENTES Primário SUS Secundário Terciário (alto custo/complexidade) SSS (primário < secundário < terciário / internação < ambulatório) Estatal Ministérios Militares

18 Distribuição Ambulatorial e Hospitalar – Julho de 2010 Fonte: MS – DATASUS - CNES GRUPODS_TIPO_UNIDADEUNIDADES AMBULATORIAL CENTRAL DE REGULACAO DE SERVICOS DE SAUDE544 CENTRO DE ATENCAO HEMOTERAPIA E OU HEMATOLOGICA119 CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL1707 CENTRO DE SAUDE/UNIDADE BASICA30230 CLINICA ESPECIALIZADA/AMBULATORIO DE ESPECIALIDADE29610 CONSULTORIO ISOLADO POLICLINICA4515 POSTO DE SAUDE11472 UNIDADE MOVEL DE NIVEL PRE-HOSP - URGENCIA/EMERGENCIA434 UNIDADE MOVEL FLUVIAL22 UNIDADE MOVEL TERRESTRE740 Total de Estabelecimentos Ambulatoriais HOSPITALAR HOSPITAL ESPECIALIZADO1.201 HOSPITAL GERAL5.195 HOSPITAL/DIA - ISOLADO369 PRONTO SOCORRO ESPECIALIZADO149 PRONTO SOCORRO GERAL650 UNIDADE MISTA885 Total de Estabelecimentos Hospitalares8.449 OUTRAS CLASIFICAÇÕES CENTRO DE APOIO A SAUDE DA FAMILIA231 CENTRO DE PARTO NORMAL - ISOLADO20 COOPERATIVA261 FARMACIA599 LABORATORIO CENTRAL DE SAUDE PUBLICA LACEN69 SECRETARIA DE SAUDE3.045 UNIDADE DE APOIO DIAGNOSE E TERAPIA (SADT ISOLADO) UNIDADE DE ATENCAO A SAUDE INDIGENA62 UNIDADE DE VIGILANCIA EM SAUDE2.244 Total de Estabelecimentos Outras Classificações TOTAL DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE

19 Fonte: MS – DATASUS - CNES Tipo de EstabelecimentoTOTALPÚBLICOPRIVADA% PRIVADO CENTRAL DE REGULACAO DE SERVICOS DE SAUDE544 0% CENTRO DE APOIO A SAUDE DA FAMILIA231 0% CENTRO DE ATENCAO HEMOTERAPIA E OU HEMATOLOGICA % CENTRO DE ATENCAO PSICOSSOCIAL % CENTRO DE PARTO NORMAL - ISOLADO % CENTRO DE SAUDE/UNIDADE BASICA % CLINICA ESPECIALIZADA/AMBULATORIO DE ESPECIALIDADE % CONSULTORIO ISOLADO % COOPERATIVA % FARMACIA % HOSPITAL ESPECIALIZADO % HOSPITAL GERAL % HOSPITAL/DIA - ISOLADO % LABORATORIO CENTRAL DE SAUDE PUBLICA LACEN696811% POLICLINICA % POSTO DE SAUDE % PRONTO SOCORRO ESPECIALIZADO % PRONTO SOCORRO GERAL % SECRETARIA DE SAUDE % UNIDADE DE APOIO DIAGNOSE E TERAPIA (SADT ISOLADO) % UNIDADE DE ATENCAO A SAUDE INDIGENA62 0% UNIDADE DE VIGILANCIA EM SAUDE % UNIDADE MISTA % UNIDADE MOVEL DE NIVEL PRE-HOSP - URGENCIA/EMERGENCIA % UNIDADE MOVEL FLUVIAL222115% UNIDADE MOVEL TERRESTRE % Total geral % CNES - Estabelecimentos por Tipo - Brasil – Julho de 2010

20 COMPARATIVO DA POPULAÇÃO DEPENDENTE DO SUS E POPULAÇÃO COM PLANO OU SEGURO DE SAÚDE Fonte: TabNet/DATASUS/Ministério da Saúde

21 Fonte: TabNet/DATASUS/Ministério da Saúde – 2010 DISTRIBIÇÃO % DA FREQUÊNCIA REALIZADA PUBLICO X PRIVADO DISTRIBIÇÃO % DO VALOR GASTO PUBLICO X PRIVADO Produção Hospitalar e Ambulatorial Brasil ESFERA_ADMIN SIHSIATOTAL % FREQ%VALOR FreqüênciaValor TotalFreqüênciaVlAprovadoFreqüênciaValor Total INVALIDO ,7400, ,740,00%0,04% PRIVADA , , ,1611,64%50,02% PUBLICO , , ,6888,36%49,94% Total geral , , , , , ,58100,00%

22 O CONTEXTO DOMERCADO DOMERCADO

23 Relações Econômico-Financeiras Custo + Lucro = Preço Preço - Custo = Lucro Preço - Lucro = Custo * Mercado (no Brasil, piso na tabela do SUS e teto das operadoras de saúde). PREÇO DE REFERÊNCIA *

24 O Custo depende: Do que se mede (produto) De como se mede (escalas) Do modelo adotado (sistema)

25 Journal of Clinical Oncology 23: , Preços de Medicamentos: Dificuldade em todo o mundo

26 Preço de medicamentos clássicos Fonte: Farmácia de um hospital em Salvador, julho de 2007.

27 Preço de medicamentos novos Fonte: Farmácia de um hospital em Salvador, julho de 2007.

28 Preço de medicamentos inovadores Fonte: Farmácia de um hospital em Salvador, julho de 2007.

29 CÓDIGO DO PROCEDIMENTO PROCEDIMENTO PREÇO SUS (R$) PREÇO SIASG (R$) PREÇO SUS - PREÇO SIASG (R$) PREÇO SUS - PREÇO SIASG (%) REAJUSTE SOLICITADO TELA DE RECONSTRUCAO ACETABULAR380,00352,3827,627,27%10,00% GANCHO LAMINAR INFERIOR DE DISTRACAO-SISTEMA HARRINGTON (TODOS) 610,00591,7018,303,00%21,00% GANCHO LAMINAR SUPERIOR DE DISTRACAO- SISTEMA HARRINGTON (TODOS) 610,00591,7018,303,00%21,00% ANCORA160,00155,204,803,00%61,60% PROTESE TOTAL DE COTOVELO (COMPONENTE UMERAL CIMENTADO + COMPONENTE ULNA) 850,00818,3331,673,73%103,20% CENTRALIZADOR PARA COMPONENTE FEMORAL CIMENTADO MODULAR 100,00102,91-2,91-2,91%10,00% SISTEMA P/ FIXACAO TRANSVERSAL DE TITANIO720,00692,5827,423,81%21,00% GRAMPO19,0018,430,573,00%77,90% PLACA ESPECIFICA DE TITANIO P/ MINI / MICRO- FRAGMENTOS (INCLUI PARAFUSOS) 281,00272,688,322,96%75,80% PARAFUSO CORTICAL 2,0 MM12,0011,430,574,75%73,30% PROTESE NAO CONVENCIONAL DIAFISARIA1.395,00 0,000,00%103,40% PROTESE NAO CONVENCIONAL EXTENSIVEL3.600,00 0,000,00%103,50% PLACA DE COMPRESSAO DINAMICA 4,5 MM ESTREITA (INCLUI PARAFUSOS) 183,00170,8412,166,64%76,20% PLACA DE COMPRESSAO DINAMICA 4,5 MM LARGA (INCLUI PARAFUSOS) 230,00198,2031,8013,83%75,80% PARAFUSO DE TITANIO ASSOCIAVEL A HASTE TIPO PEDICULAR POLI-AXIAL 378,00375,682,320,61%21,10% PARAFUSO DE TITANIO ASSOCIAVEL A HASTE TIPO PEDICULAR MONO-AXIAL 378,00356,9921,015,56%21,10% PARAFUSO DE TITANIO ASSOCIAVEL A HASTE TIPO PEDICULAR MONO-AXIAL 378,00356,9921,015,56%21,10% HASTE INTRAMEDULAR FLEXIVEL P/ USO INFANTIL130,00128,141,861,43%43,00% ARRUELA LISA6,005,990,010,17%51,70%

30 PARAFUSO CORTICAL 4,5 MM14,0013,880,120,86%76,40% COMPONENTE ACETABULAR DE POLIETILENO P/ COMPONENTE METALICO PRIMARIO / DE REVISAO DE FIXACAO BIOLOGICA 235,00244,40-9,40-4,00%110,60% COMPONENTE ACETABULAR METALICO DE FIXACAO BIOLOGICA PRIMARIA / REVISAO 705,00703,991,010,14%79,40% CIMENTO C/ ANTIBIOTICO89,0087,101,902,13%60,70% PROTESE NAO CONVENCIONAL ARTICULADA DISTAL DE MEMBRO INFERIOR 2.608, ,59-150,59-5,77%21,00% PROTESE NAO CONVENCIONAL ARTICULADA PROXIMAL DE MEMBRO INFERIOR 2.280, ,36-61,36-2,69%103,50% ARRUELAS DE TITANIO P/ CIRURGIA DA COLUNA80,0079,020,981,23%21,00% PARAFUSO CANULADO 3,5 MM90,00 0,000,00%76,20% PARAFUSO CORTICAL 1,5 MM14,00 0,000,00%76,40% PARAFUSO DE INTERFERENCIA DE TITANIO378,00375,822,180,58%75,50% PARAFUSO CANULADO 4,5 MM80,0079,550,450,56%75,50% PARAFUSO CORTICAL 3,5 MM12,0013,63-1,63-13,58%73,30% FIO OLIVADO P/ FIXADOR EXTERNO13,0012,910,090,69%80,00% COMPONENTE TIBIAL PRIMARIO DE POLIETILENO285,00287,57-2,57-0,90%26,60% COMPONENTE DE AUMENTO DO FEMUR P/ REVISAO DE PROTESE TOTAL DE JOELHO 1.920, ,85145,157,56%26,50% DISPOSITIVO ANTI-PROTRUSAO C/ ORIFICIOS P/ PARAFUSOS 1.650,00 0,000,00%24,70% GANCHO C/ SISTEMA SULCADO P/ FIXACAO DE HASTES 610,00609,030,970,16%21,00% CIMENTO S/ ANTIBIOTICO44,00 0,000,00%100,00% COMPONENTE PATELAR CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA 120,00117,632,371,98%26,50% FIXADOR EXTERNO LINEAR450,00445,584,420,98%75,40% FIXADOR EXTERNO CIRCULAR / SEMI-CIRCULAR905,00910,08-5,08-0,56%75,40%

31 HASTE INTRAMEDULAR BLOQUEADA DE FEMUR (INCLUI PARAFUSOS) 816,00803,7112,291,51%62,50% HASTE INTRAMEDULAR BLOQUEADA DE TIBIA (INCLUI PARAFUSOS) 790,50779,1411,361,44%62,50% FIXADOR EXTERNO TIPO PLATAFORMA - SISTEMA DE ALONGAMENTO / TRANSPLANTE OSSEO 820,00936,92-116,92-14,26%75,50% RETANGULO TIPO HARTSHILL / SIMILAR764,00756,437,570,99%21,10% HASTE TIBIAL P/ REVISAO DE PROTESE TOTAL DO JOELHO 590,00589,920,080,01%43,10% PLACA OCCIPITO-CERVICAL680,00672,867,141,05%21,00% PROTESE INTERFALANGEANA302,00253,0049,0016,23%10,00% HASTE DE RUSH41,0039,851,152,80%42,70% PARAFUSO ASSOCIAVEL A PLACA TORACO-LOMBO- SACRA TIPO PEDICULAR POLI-AXIAL 378,00 0,000,00%21,10% COMPONENTE CEFALICO P/ ARTROPLASTIA TOTAL DO QUADRIL 392,00391,440,560,14%47,30% FIXADOR DINAMICO P/ BUCO-MAXILO-FACIAL390,00388,611,390,36%75,30% FIXADOR EXTERNO HIBRIDO710,00709,450,550,08%75,40% PARAFUSO CORTICAL 2,7 MM13,0012,890,110,85%80,00% PARAFUSO METALICO DE INTERFERENCIA120,00 0,000,00%75,50% PARAFUSO P/ COMPONENTE ACETABULAR105,00104,940,060,06%10,00% PORCAS DE TITANIO P/ CIRURGIA DA COLUNA70,0068,101,902,71%21,00% PARAFUSO CANULADO 7,0 MM70,0069,760,240,34%76,40% COMPONENTE FEMORAL CIMENTADO MONOBLOCO TIPO CHARNLEY 794,00 0,000,00%17,10% RESTRITOR DE CIMENTO FEMORAL18,0017,940,060,33%113,90% COMPONENTE CEFALICO / POLIETILENO / METAL P/ HEMIARTROPLASTIA BIPOLAR / METALICO P/ HEMIARTROPLASIA MONOPOLAR 379,00377,241,760,46%138,00% PLACA DE RECONSTRUCAO DE BACIA 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS) 253,00 0,000,00%75,70%

32 GANCHO PEDICULAR610,00 0,000,00%21,00% PLACA EM T 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)224,40222,931,470,66%75,50% PLACA EM L 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)224,40221,422,981,33%75,50% PARAFUSO DE TITANIO ASSOCIAVEL A PLACA CERVICAL 162,00161,050,950,59%21,10% PINO DE KNOWLES40,0038,002,005,00%56,00% PLACA TORACO-LOMBO-SACRA ASSOCIADA A PARAFUSOS PEDICULARES DE TITANIO 2.530,00 0,000,00%21,00% HASTE INTRAMEDULAR BLOQUEADA DE UMERO (INCLUI PARAFUSOS) 816,00 0,000,00%62,50% PARAFUSO ASSOCIAVEL A PLACA TORACO-LOMBO- SACRA TIPO PEDICULAR MONO-AXIAL 378,00 0,000,00%21,10% COMPONENTE FEMORAL NAO CIMENTADO MODULAR PRIMARIO 1.213,00 0,000,00%65,00% PARAFUSO ESPONJOSO 4,0 MM21,6021,440,160,74%74,50% PARAFUSO ESPONJOSO 6,5 MM21,60 0,000,00%74,50% PARAFUSO MALEOLAR17,0020,92-3,92-23,06%75,90% PLACA ANGULADA 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)293,42 0,000,00%75,40% PLACA CERVICAL ASSOCIADA A PARAFUSOS INTRA- SOMATICOS DE TITANIO 2.230, ,2965,712,95%21,00% COMPONENTE CEFALICO332,00329,902,100,63%37,50% PARAFUSO DE TITANIO ASSOCIAVEL A PLACA TORACO-LOMBO-SACRA 193,00 0,000,00%20,80% PLACA TORACO-LOMBO-SACRA ASSOCIADA A PARAFUSOS INTRA-SOMATICOS DE TITANIO 2.070,00 0,000,00%21,00% PLACA C/ PARAFUSO DESLIZANTE DE 95 GRAUS460,00457,112,890,63%126,70% PLACA C/ PARAFUSO DESLIZANTE DE 135 OU 150 GRAUS 594,20592,501,700,29%75,50% COMPONENTE FEMORAL CIMENTADO MODULAR PRIMARIO 794,00792,151,850,23%49,60% COMPONENTE TIBIAL PRIMARIO METALICO CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA 690,00682,627,381,07%26,60% ARRUELA DENTEADA35,00 0,000,00%44,90%

33 HASTE INTRAMEDULAR NAO BLOQUEADA110,50109,810,690,62%43,50% PROTESE NAO CONVENCIONAL BI-ARTICULADA TOTAL 3.600, ,00-270,00-7,50%103,50% FIO TIPO STEINMAN ROSQUEADO12,00 0,000,00%84,20% FIXADOR EXTERNO P/ PUNHO390,00385,294,711,21%75,30% COMPONENTE GLENOIDAL173,00172,780,220,13%37,30% PROTESE PARCIAL DE QUADRIL CIMENTADA MONOBLOCO (TIPO THOMPSON) 414,00 0,000,00%147,40% MINI-FIXADOR EXTERNO270,00267,922,080,77%94,80% DISPOSITIVO INTERSOMATICO DE MANUTENCAO DE ESPACO INVERVERTEBRAL CARREADOR DE 1.250, ,172,830,23%21,00% PINO DE SHANTZ22,0021,910,090,41%77,30% HASTE DE ENDER60,00 0,000,00%95,00% MINI-PARAFUSO DE AUTO-COMPRESSAO120,00 0,000,00%75,50% HASTE INTRAMEDULAR RETROGRADA (INCLUI PARAFUSOS) 790,50 0,000,00%37,50% PARAFUSO CANULADO MINI200,00 0,000,00%75,50% FIXADOR PELVICO801,00 0,000,00%48,60% PLACA PONTE 4,5 MM376,00371,494,511,20%13,34% PLACA SEMITUBULAR 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)137,70 0,000,00%75,60% COMPONENTE ACETABULAR DE POLIETILENO CIMENTADO PRIMARIO / REVISAO 192,00191,640,360,19%83,30% COMPONENTE UMERAL CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA 618,00616,311,690,27%37,50% PROTESE NAO CONVENCIONAL ARTICULADA PROXIMAL DE MEMBRO SUPERIOR 1.440,00 0,000,00%103,50% PROTESE NAO CONVENCIONAL ARTICULADA DISTAL DE MEMBRO SUPERIOR 2.240,00 0,000,00%103,50% FIO MALEAVEL DE CERCLAGEM, DE TITANIO, P/ COLUNA, METAFISE E DIAFISE 102,00 0,000,00%94,10%

34 PLACA 1/3 TUBULAR 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)113,90117,49-3,59-3,15%75,80% PLACA DE COMPRESSAO DINAMICA 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS) 142,80149,57-6,77-4,74%75,70% PLACA EM T 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)214,20231,74-17,54-8,19%75,40% PLACA PONTE 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)352,00378,67-26,67-7,58%132,70% PLACA EM L 2,7MM (INCLUI PARAFUSOS)102,00 0,000,00%75,90% PLACA EM T 2,7MM (INCLUI PARAFUSOS)102,00101,390,610,60%75,90% PLACA P/ CALCANEO270,00 0,000,00%48,70% PLACA DE RECONSTRUCAO DE BACIA 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS) 232,90258,45-25,55-10,97%75,80% PLACA 1/3 TUBULAR 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)137,70137,620,080,06%75,60% PLACA EM TREVO 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)224,40224,140,260,12%75,50% PLACA EM TREVO 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)214,20194,5319,679,18%75,40% PLACA CALCO (INCLUI PARAFUSOS)240,00 0,000,00%75,50% PLACA DE RECONSTRUCAO EM TITANIO P/ FRATURA DE MANDIBULA (INCLUI PARAFUSOS) 894,00904,71-10,71-1,20%75,50% SISTEMA DE FIXACAO OCCIPITO-CERVICAL ASSOCIADO A PARAFUSO GANCHO E FIO 1.345,00 0,000,00%21,00% PLACA SEMITUBULAR 2,7 MM (INCLUI PARAFUSOS)113,90113,560,340,30%75,80% DISPOSITIVO DE BLOQUEIO61,00 0,000,00%42,80% HASTE PARA ASSOCIACAO C/ PARAFUSOS DE TITANIO 425,00424,360,640,15%21,10% PLACA DE SUPORTE DE PLATEAU TIBIAL 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS) 224,40221,173,231,44%75,50% FIXADOR EXTERNO C/ SISTEMA DE CORRECAO ANGULAR E/OU ROTACIONAL 1.050,00 0,000,00%75,60% FIXADOR EXTERNO C/ SISTEMA DE PEQUENOS FRAGMENTOS C/ SISTEMA DE CORRECAO ANGULAR 1.050,00 0,000,00%75,60% FIXADOR EXTERNO C/ SISTEMA DE ALONGAMENTO MONOFOCAL 820,00 0,000,00%75,50%

35 PLACA EM L 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)214,20211,203,001,40%75,40% PLACA SEMITUBULAR 3,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)113,90112,531,371,20%75,80% COMPONENTE FEMORAL MODULAR DE REVISAO CIMENTADA P/ ENXERTO IMPACTADO 2.125,00 0,000,00%23,20% HASTE FEMORAL CURTA C/ BLOQUEIO CEFALICO (INCLUI PARAFUSOS) 756,50755,590,910,12%62,40% HASTE FEMORAL LONGA C/ BLOQUEIO CEFALICO (INCLUI PARAFUSOS) 799,00 0,000,00%62,40% HASTE FEMORAL P/ REVISAO DE PROTESE TOTAL DO JOELHO 1.420, , ,50-6,87%26,50% COMPONENTE UMERAL CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA DE REVISAO 786,00 0,000,00%37,40% COMPONENTE FEMORAL DE REVISAO CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA 1.591,00 0,000,00%26,50% COMPONENTE FEMORAL PRIMARIO CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA 1.350, ,2 1 5,790,43%26,50% COMPONENTE TIBIAL DE REVISAO METALICO CIMENTADO / FIXACAO BIOLOGICA EM CUNHA 1.191,00 0,000,00%26,50% COMPONENTE FEMORAL MODULAR DE REVISAO NAO CIMENTADA P/ REVESTIMENTO TOTAL 1.930,00 0,000,00%22,30% PLACA CERVICAL ASSOCIADA A PARAFUSOS P/ FIXACAO EM ESTRUTURAS POSTERIORES 1.180,00 0,000,00%21,00% COMPONENTE DE AUMENTO DA TIBIA P/ REVISAO DE PROTESE TOTAL DE JOELHO 375,00 0,000,00%26,50% PROTESE METACARPO-FALANGEANA302,00293,098,912,95%10,00% TELA DE RECONSTRUCAO FEMORAL320,00 0,000,00%10,00% PLACA CONDILEA 4,5 MM (INCLUI PARAFUSOS)410,72 0,000,00%75,70%

36 FONTE DE INFORMAÇÃO SOBRE OS PREÇOS Os preços foram extraídos do Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (SIASG), banco de dados do SERPRO que armazena as informações relativas às aquisições federais de gestão de materiais, dentre outras. Fez-se a média ponderada, pelas quantidades, dos preços extraídos para cada procedimento das aquisições realizadas no ano de Percebe-se que, dos 141 procedimentos presentes na planilha, apenas 17 foram adquiridos com preço acima do que é pago pelo SUS, ou seja, apenas 12,06%. Há casos em que o reajuste solicitado, além de desnecessário, é altamente elevado em consideração ao que é praticado no mercado. Como exemplo da Prótese Total de Joelho, para a qual é solicitado um reajuste de 103,20%, quando as Instituições Federais a adquirem em média por 3,73% abaixo do valor que é ressarcido pelo SUS. Outros exemplos podem ser observados a seguir.

37 CÓDIGO DO PROCEDIMENTO PROCEDIMENTO PREÇO SUS (R$) PREÇO SIASG (R$) PREÇO SUS - PREÇO SIASG (R$) PREÇO SUS - PREÇO SIASG (%) REAJUSTE SOLICITADO PROTESE TOTAL DE COTOVELO (COMPONENTE UMERAL CIMENTADO + COMPONENTE ULNA) 850,00818,3331,673,73%103,20% PROTESE NAO CONVENCIONAL DIAFISARIA 1.395,00 0,000,00%103,40% PROTESE NAO CONVENCIONAL EXTENSIVEL 3.600,00 0,000,00%103,50% CIMENTO S/ ANTIBIOTICO 44,00 0,000,00%100,00% RESTRITOR DE CIMENTO FEMORAL 18,0017,940,060,33%113,90% COMPONENTE CEFALICO / POLIETILENO / METAL P/ HEMIARTROPLASTIA BIPOLAR / METALICO P/ HEMIARTROPLASIA MONOPOLAR 379,00377,241,760,46%138,00% PLACA C/ PARAFUSO DESLIZANTE DE 95 GRAUS 460,00457,112,890,63%126,70% PROTESE PARCIAL DE QUADRIL CIMENTADA MONOBLOCO (TIPO THOMPSON) 414,00 0,000,00%147,40% HASTE DE ENDER 60,00 0,000,00%95,00% COMPONENTE ACETABULAR DE POLIETILENO CIMENTADO PRIMARIO / REVISAO 192,00191,640,360,19%83,30% PROTESE NAO CONVENCIONAL ARTICULADA PROXIMAL DE MEMBRO SUPERIOR 1.440,00 0,000,00%103,50% PROTESE NAO CONVENCIONAL ARTICULADA DISTAL DE MEMBRO SUPERIOR 2.240,00 0,000,00%103,50% FIO MALEAVEL DE CERCLAGEM, DE TITANIO, P/ COLUNA, METAFISE E DIAFISE 102,00 0,000,00%94,10%

38 O STATUS QUO INACEITÁVEL

39 Crise de Financiamento Crise de Regulação Crise dos Conhecimentos Crise de Valores Contandriopoulos, AS QUATRO CRISES SIMULTÂNEAS

40 CRISE DE FINANCIAMENTO Argumento Financeiro Dívida pública versus PIB Argumento Econômico Despesa com saúde não gera riqueza Contandriopoulos, 1996.

41 CRISE DE REGULAÇÃO A lógica do mercado A lógica tecnocrática A lógica profissional A lógica política Contandriopoulos, 1996.

42 CRISE DOS CONHECIMENTOS O conceito de saúde O desenvolvimento da ciência biomédica e da Medicina científica Determinantes para melhoria da saúde qualidade do ambiente prosperidade geral do país serviços procedidos no sistema de saúde Contandriopoulos, 1996.

43 CRISE DE VALORES A ética individual e a ética coletiva A bioética das escolhas Os valores morais solidariedade equidade justiça social liberdade Contandriopoulos, 1996.

44 CONFLITOS ØAo se fazer da medicina um bem de mercado e da saúde um bem de consumo, perde-se o norte moral que deve reger as ações e interações humanas, e o dinheiro, como símbolo e como posse material, passa a valer mais como um fim do que como um meio. ØA associação de quem presta o serviço com quem vende os insumos, na lógica de quanto maior o custo nominal maior será o lucro, é a expressão dessa perda do norte moral. ØA pesquisa, o exercício e a literatura médicos não são isentos, especialmente quando são financiados ou estimulados pela indústria de medicamentos ou de equipamentos.

45 O CONTUBÉRNIO DO VERME COM A BACTÉRIA O CONTUBÉRNIO DO VERME COM A BACTÉRIA Augusto dos Anjos – Eu e outras poesias

46 LEUCEMIA MIELÓIDE CRÔNICA Fases EvolutivasCrônicaTransformaçãoBlástica BRASIL60%29%10% NORMA>75%<20%Até 5% DOENÇA TRATADA88%10%2%

47 UFMunicipioCNESESTABELECIMENTOCrônica Transforma ção Blástica % Crônica % Transformaç ão % Blástica TOTAL LEUCEMIA MIELÓIDE CRÔNICA - PERCENTUAIS DE FASES DE TRANSFORMAÇÃO E BLÁSTICA ACIMA DAS MÉDIAS NACIONAIS SPARARAQUARA SANTA CASA DE ARARAQUARA047600%44%56%107 SPPIRACICABA HOSPITAL DOS FORNECEDORES DE CANA DE PIRACICABA DJALDROVAD %31%55%167 MGGOVERNADOR VALADARES INSTITUTO DE ONCOLOGIA E RADIOTERAPIA IOR %33%50%40 ACRIO BRANCO FUNDACAO HOSPITAL ESTADUAL DO ACRE %30%45%53 SPSAO PAULO SANTA CASA DE SAO PAULO HOSPITAL CENTRAL %43%40%763 PEPETROLINA CENTRO DE ONCOLOGIA DR MUCCINI036160%69%31%52 SPSAO JOSE DOS CAMPOS HOSPITAL PIO XII %70%30%370 SPTAUBATE HOSPITAL REGIONAL DO VALE DO PARAIBA %70%25%339 MGMONTES CLAROS SANTA CASA DE MONTES CLAROS01030%77%23%13 RSERECHIM FUNDACAO HOSPITALAR SANTA TEREZINHA DE ERECHIM070200%78%22%90 RSIJUI HOSPITAL DE CARIDADE DE IJUI %78%18%163 SPPRESIDENTE PRUDENTE SANTA CASA-HOSP DR ARISTOTELES OLIVEIRA MARTINS-PRES.PRUDENT %83%17%246 SPRIBEIRAO PRETO HOSPITAL DAS CLINICAS FAEPA - RIBEIRAO PRETO %70%15%570 BAFEIRA DE SANTANA HOSPITAL DOM PEDRO DE ALCANTARA431610%76%15%41 CEFORTALEZA CRIO CENTRO REGIONAL INTEGRADO DE ONCOLOGIA %86%14%301 BAFEIRA DE SANTANA IHEFS %82%14%175 RJCAMPOS DOS GOYTACAZES SOCIEDADE PORTUGUESA DE BENEFICENCIA DE CAMPOS %70%13%171

48 LEUCEMIA MIELÓIDE CRÔNICA - PERCENTUAIS DE FASE BLÁSTICA ACIMA DA MÉDIA NACIONAL SPCAMPINAS BOLDRINI CAMPINAS0020% 100%2 SCFLORIANOPOLIS HOSPITAL UNIVERSITARIO0040% 100%4 BASALVADOR ONCO00120% 100%12 RJRIO DE JANEIRO UFRJ HOSPITAL UNIVERSITARIO CLEMENTINO FRAGA FILHO002080% 100%208 SPARACATUBA SANTA CASA DE ARACATUBA HOSPITAL SAGRADO CORACAO DE JESUS002550% 100%255 SPPIRACICABA SANTA CASA DE PIRACICABA07400%15%85%47 SPJUNDIAI HOSPITAL SAO VICENTE %16%74%163 PBJOAO PESSOA HOSPITAL NAPOLEAO LAUREANO %11%73%328 SPMARILIA HOSPITAL DAS CLINICAS UNIDADE CLINICO CIRURGICO %0%70%138 CEFORTALEZA HGF HOSPITAL GERAL DE FORTALEZA %0%60%67 TOPALMAS HOSPITAL GERAL DE PALMAS DR FRANCISCO AIRES %21%47%164 ALMACEIO SANTA CASA DE MACEIO %28%43%353 RJCAMPOS DOS GOYTACAZES HOSPITAL ESCOLA ALVARO ALVIM %10%32%69 SPSAO PAULO HOSPITAL SAO PAULO HOSPITAL DE ENSINO DA UNIFESP %0%30%53 SPLIMEIRA SANTA CASA DE LIMEIRA100471%0%29%14 RSSANTA MARIA HUSM HOSPITAL UNIVERSITARIO DE SANTA MARIA %24%26%409 SPSOROCABA CONJUNTO HOSPITALAR SOROCABA %4%25%299 SPSAO JOSE DO RIO PRETO HOSPITAL DE BASE DE SAO JOSE DO RIO PRETO %29%25%389 PRMARINGA HOSPITAL DO CANCER DE MARINGA %29%25%170 RSPORTO ALEGRE HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEICAO SA %23%25%876 ALMACEIO HOSPITAL UNIVERSITARIO PROF ALBERTO ANTUNES %7%24%54 GOAPARECIDA DE GOIANIA INSTITUTO DE HEMATOLOGIA DE GOIANIA120380%0%20%15 SPBOTUCATU HOSPITAL DAS CLINICAS DE BOTUCATU %14%12%121 RSCAXIAS DO SUL HOSPITAL POMPEIA %15%12%68 RNNATAL NATAL HOSPITAL CENTER %16%11%158 RSBENTO GONCALVES HOSPITAL TACCHINI %18%11%99 RSPORTO ALEGRE HOSPITAL SAO LUCAS DA PUCRS %16%11%355 RNNATAL IOHN - INST. DE ONCO HEMATOLOGIA DE NATAL %18%10%105

49 LEUCEMIA MIELÓIDE CRÔNICA - PERCENTUAIS DE FASE DE TRANSFORMAÇÃO ACIMA DA MÉDIA NACIONAL RJPETROPOLIS CENTRO DE TERAPIA ONCOLOGICA SC LTDA05260%90%10%58 PRCASCAVEL HOSPITAL DO CANCER UOPECCAN %30%10%188 PBJOAO PESSOA INSTITUTO DE HEMATOLOGIA434410%81%10%42 PBJOAO PESSOA HOSPITAL SAO VICENTE DE PAULA %81%9%171 SPCAMPINAS HOSPITAL DAS CLINICAS DA UNICAMP DE CAMPINAS %43%9%1.126 MGJUIZ DE FORA HOSPITAL MARIA JOSE BAETA REIS ASCOMCER %66%9%321 RJNITEROI HOSPITAL UNIVERSITARIO ANTONIO PEDRO %72%9%231 RNMOSSORO CENTRO DE ONCOLOGIA E HEMATOLOGIA %34%9%94 SCFLORIANOPOLIS CEPON %92%8%452 SPBAURU HOSPITAL ESTADUAL BAURU %45%8%74 ESCACHOEIRO DE ITAPEMIRIM HECI - HOSPITAL EVANGELICO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM %62%8%126 BASALVADOR IGA INSTITUTO GERALDO ANDRADE DE MEDICINA04130%93%7%44 MTCUIABA HOSPITAL GERAL UNIVERSITARIO %31%6%760 SPMARILIA SANTA CASA DE MARILIA %77%6%141 SPSAO PAULO HC DA FMUSP HOSPITAL DAS CLINICAS %35%6%742 RSPORTO ALEGRE HOSPITAL DE CLINICAS %40%5%839 SPSAO PAULO INSTITUTO DO CANCER DO ESTADO DE SAO PAULO %36%5%1.190 MGIPATINGA HOSPITAL MARCIO CUNHA %73%5%126 CEFORTALEZA HUWC - HOSPITAL UNIVERSITARIO WALTER CANTIDIO %31%4%617 RSPASSO FUNDO HOSPITAL DA CIDADE PASSO FUNDO820128%69%3%29 PRCURITIBA HOSPITAL DE CLINICAS %35%3%1.087 SPBARRETOS FUNDACAO PIO XII - BARRETOS %32%2%478 PERECIFE FUNDACAO HEMOPE %41%2%917 BASALVADOR HOSPITAL UNIVERSITARIO PROFESSOR EDGARD SANTOS %32%1%247

50 PERCENTUAIS DE FASE DE TRANSFORMAÇÃO ACIMA DA MÉDIA NACIONAL (cont.) SPCAMPINAS HOSPITAL E MATERNIDADE CELSO PIERRO %67%1%101 PRCASCAVEL CEONC %71%1%323 RSPELOTAS HOSPITAL ESCOLA %34%0%203 SPSAO PAULO HOSPITAL BRIGADEIRO0300%100%0%3 PRCAMPINA GRANDE DO SUL HOSPITAL ANGELINA CARON01000%100%0%10 MGJUIZ DE FORA HOSPITAL DR JOAO FELICIO01000%100%0%10 SPBRAGANCA PAULISTA HOSPITAL UNIVERSITARIO SAO FRANCISCO BRAGANCA PAULISTA01100%100%0%11 SPSAO CARLOS SANTA CASA01300%100%0%13 MGPASSOS SANTA CASA DE MISERICORDIA DE PASSOS01800%100%0%18 GOGOIANIA HEMOLABOR02100%100%0%21 RJTERESOPOLIS HOSPITAL SAO JOSE02300%100%0%23 SPSANTOS HOSPITAL SANTO ANTONIO SANTOS08000%100%0%80 ROPORTO VELHO CLINICA SAO PELEGRINO PORTO VELHO014300%100%0%143 BASALVADOR HOSPITAL SANTA ISABEL623602%98%0%242 RNNATAL HOSPITAL DR LUIZ ANTONIO LIGA NRG910308%92%0%112 SPGUARATINGUETA HOSPITAL FREI GALVAO %92%0%122 SCJOINVILLE HOSPITAL MUNICIPAL SAO JOSE318014%86%0%21 MGPOCOS DE CALDAS SANTA CASA DE POCOS DE CALDAS %83%0%120 TOARAGUAINA HOSPITAL REGIONAL DE ARAGUAINA %76%0%76 SCCRICIUMA HOSPITAL SAO JOSE %76%0%63 RJRIO DE JANEIRO UNIRIO HUGG HOSPITAL UNIVERSITARIO GAFFREE E GUINLE617026%74%0%23 SPSAO JOSE DO RIO PRETO SANTA CASA DE MISERICORDIA DE SAO JOSE DO RIO PRETO %54%0%127 MGDIVINOPOLIS HOSPITAL SAO JOAO DE DEUS %53%0%210 MGALFENAS SANTA CASA DE ALFENAS43057%43%0%7 SPRIBEIRAO PRETO HOSPITAL IMACULADA CONCEICAO %42%0%250 GOGOIANIA SANTA CASA DE MISERICORDIA DE GOIANIA %37%0%35 BAITABUNA HOSPITAL CALIXTO MIDLEJ FILHO116065%35%0%17 BRASIL %29%10%39.314

51 PERCENTUAIS DE FASES DE TRANSFORMAÇÃO E BLÁSTICA ABAIXO DAS MÉDIAS NACIONAIS GOGOIANIA HOSPITAL DE CANCER %18%10%88 SPJAU HOSPITAL AMARAL CARVALHO JAU %7%9%921 BASALVADOR HOSPITAL ARISTIDES MALTEZ %13%8%178 ESVITORIA HOSPITAL SANTA RITA DE CASSIA VITORIA %25%8%179 MSCAMPO GRANDE HOSPITAL UNIVERSITARIO MARIA APARECIDA PEDROSSIAN %12%8%129 PRCURITIBA HOSPITAL ERASTO GAERTNER %4%7%295 RJRIO DE JANEIRO HEMORIO %9%6%2.334 MGBELO HORIZONTE HOSPITAL LUXEMBURGO %14%6%254 MGMONTES CLAROS HOSPITAL DILSON GODINHO %28%6%192 PRCURITIBA INTER RAD CLINICA DE RADIOTERAPIA E QUIMIOTERAPIA180195%0%5%19 MGBELO HORIZONTE SANTA CASA DE BELO HORIZONTE %23%5%199 PABELEM HOSPITAL OPHIR LOYOLA %14%5%735 MGJUIZ DE FORA ONCOLOGICO %23%5%110 GOGOIANIA HOSPITAL DAS CLINICAS %17%4%726 MGVARGINHA HOSPITAL BOM PASTOR %18%4%252 PRFOZ DO IGUACU HOSPITAL MINISTRO COSTA CAVALCANTI436284%12%4%51 DFDISTRITO FEDERAL HBDF HOSPITAL DE BASE DO DISTRITO FEDERAL %3%4%1.304 BASALVADOR CICAN %4% 216 MGBELO HORIZONTE HOSPITAL DA BALEIA %11%3%735 PITERESINA HOSPITAL SAO MARCOS %22%3%771 MGBELO HORIZONTE HOSPITAL FELICIO ROCHO %20%3%364 RSLAJEADO HOSPITAL BRUNO BORN %24%3%186 MGBELO HORIZONTE HOSPITAL DAS CLINICAS DA UFMG %28%2%1.407 MSCAMPO GRANDE HOSPITAL REGIONAL DE MATO GROSSO DO SUL %0%1%140 ESVITORIA HOSPITAL DAS CLINICAS %5%1%300 RJRIO DE JANEIRO MS INCA HC I HOSPITAL DO CANCER I %11%1%1.088 RSPASSO FUNDO HOSPITAL SAO VICENTE DE PAULO %13%1%254 PRLONDRINA HCL HOSPITAL DO CANCER DE LONDRINA %6%0%264 SPSAO PAULO HOSP STA MARCELINA %21%0%419 RSCAXIAS DO SUL HOSPITAL GERAL %28%0%113 MSCAMPO GRANDE SANTA CASA %27%0%81 CEBARBALHA HOSPITAL MATERNIDADE SAO VICENTE DE PAULO %27%0%97 SPMOJI DAS CRUZES CENTRO ONCOLOGICO MOGI DAS CRUZES %24%0%231 SPSAO PAULO HOSPITAL DO CANCER A C CAMARGO296083%17%0%35 SPSANTOS SANTA CASA DE SANTOS %16%0%300 SPSANTOS HOSPITAL GUILHERME ALVARO / SANTOS234085%15%0%27 RNNATAL HOSPITAL DO CORACAO %13%0%178 MSDOURADOS HOSPITAL EVANGELICO DR SRA GOLDSBY KING %11%0%87 MGUBERABA HOSPITAL ESCOLA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIANGULO MINEIRO748090%10%0%82 SPSAO BERNARDO DO CAMPO HOSPITAL ANCHIETA SAO BERNARDO DO CAMPO %9%0%651 AMMANAUS FUNDACAO CECON %8%0%602 SPFRANCA SANTA CASA DE FRANCA %5%0%195 MGMURIAE HOSPITAL DO CANCER DE MURIAE %5%0%178 SCCHAPECO ASSOCIACAO HOSPITALAR LENOIR VARGAS HOSPITAL REGIONAL %4%0%112 RNNATAL ONCOCLINICA SAO MARCOS SC442096%4%0%46 BASALVADOR HOSPITAL SAO RAFAEL512096%4%0%53

52 PERCENTUAIS DE FASES DE TRANSFORMAÇÃO E BLÁSTICA ABAIXO DAS MÉDIAS NACIONAIS (cont.) MGUBERLANDIA HOSPITAL DE CLINICAS DE UBERLANDIA %2%0%372 SPSANTO ANDRE HOSPITAL ESTADUAL MARIO COVAS DE SANTO ANDRE100100%0% 1 PECARUARU FUSAM HOSPITAL REGIONAL DO AGRESTE DR WALDEMIRO FERREIRA100100%0% 1 CEFORTALEZA ICC INSTITUTO DO CANCER DO CEARA100100%0% 1 MASAO LUIS INSTITUTO MARANHENSE DE ONCOLOGIA ALDENORA BELO IMOAB200100%0% 2 SPASSIS HOSPITAL REGIONAL DE ASSIS300100%0% 3 MGUBERABA HOSPITAL DOUTOR HELIO ANGOTTI400100%0% 4 RSRIO GRANDE SANTA CASA DO RIO GRANDE500100%0% 5 RJRIO DE JANEIRO UERJ HUPE HOSPITAL UNIVERSITARIO PEDRO ERNESTO500100%0% 5 BASALVADOR CEHON600100%0% 6 GOANAPOLIS SANTA CASA DE MISERICORDIA DE ANAPOLIS600100%0% 6 PERECIFE IMIP800100%0% 8 BAFEIRA DE SANTANA CEON800100%0% 8 SPCATANDUVA HOSPITAL PADRE ALBINO - CATANDUVA900100%0% 9 PECARUARU CENTRO DE ONCOLOGIA DE CARUARU900100%0% 9 MGBARBACENA HOSPITAL IBIAPABA %0% 10 RJVOLTA REDONDA RADICLIN SUL FLUMINENSE %0% 13 RJVOLTA REDONDA HINJA %0% 19 RSSANTA ROSA HOSPITAL VIDA SAUDE %0% 20 SPRIBEIRAO PRETO SANTA CASA DE RIBEIRAO PRETO %0% 30 GOANAPOLIS INSTITUTO ONCOHEMATOLOGICO DE ANAPOLIS %0% 34 BAVITORIA DA CONQUISTA ICON %0% 36 SPARARAS HOSPITAL SAO LUIZ %0% 38 PRLONDRINA HOSPITAL UNIVERSITARIO REGIONAL DO NORTE DO PARANA %0% 79 SEARACAJU HOSPITAL GOVERNADOR JOAO ALVES FILHO %0% 277 Fonte: SIA-SUS - janeiro a outubro de 2009

53 O QUE ORGANIZA AS SOCIEDADES Ética Lógica Etiqueta O dinheiro, como meio, é invencível na Lógica (que é única), mas pode servir, em seus fins, para o bem ou para o mal e para o bom ou para o mau, dependendo de qual Ética ou Etiqueta se adote ou se quebre.

54 A DINÂMICA DA ÉTICA Ideia (pensamento) Deve ser livre. Consciência Olhar-se a si próprio sem subterfúgios. Moral Conjunto de valores e atitudes que moldam o comportamento ativo ou reativo final.

55 As questões morais não são absolutamente as mesmas, mas têm em comum o fato de que lidam com pessoas e não com sistemas ou organizações. Hannah Arendt, 1965.

56 Arendt H. Responsabilidade e Julgamento. São Paulo. Companhia das Letras, Bernstein PL. O Desafio dos Deuses – A fascinante história do risco. Rio de Janeiro. Ed. Campus, Caldeira J. A Nação Mercantilista – Ensaio sobre o Brasil. São Paulo. Editora 34 Ltda., Contandriopoulos AP. Reformar o sistema de saúde: Uma utopia para sair de um status quo inaceitável. Saúde em Debate, No 49-50, dez/95-mar/96: pp Diamond J. Armas, Germes e Aço – O destino das sociedades humanas. Rio de Janeiro. Record, Fergunson N. A Ascenção do Dinheiro. São Paulo. Planeta, Ginzburg C. O Queijo e os Vermes. São Paulo. Companhia das Letras,1987. Machado de Assis JM. O Espelho. In: Obra Completa, vol. II. Rio de Janeiro. Nova Aguilar, Tuchman BW. A Marcha da Insensatez – Política contrária aos próprios interesses. Rio de Janeiro. José Olympio, ____. Um Espelho Distante.– O terrível Século XIV. Rio de Janeiro. José Olympio, ____. Practicing History – Selected Essays. New York. Ballantine Books, Weatherford J. A História do Dinheiro. São Paulo. Negócio Editora/ABM AMRO Bank, SUGESTÕES DE LEITURA

57


Carregar ppt "A ATIVIDADE COMERCIAL E A ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR São Paulo - SP 16 de setembro de 2010 Maria Inez Pordeus Gadelha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google