A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CASE APL TELÊMACO BORBA Painel APL Cadeia Madeira Congresso Florestal Estadual – Nova Prata, RS José Totti Diretor Florestal 20 de agosto de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CASE APL TELÊMACO BORBA Painel APL Cadeia Madeira Congresso Florestal Estadual – Nova Prata, RS José Totti Diretor Florestal 20 de agosto de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 CASE APL TELÊMACO BORBA Painel APL Cadeia Madeira Congresso Florestal Estadual – Nova Prata, RS José Totti Diretor Florestal 20 de agosto de 2008

2 Klabin: uma empresa l í der 109 anos de tradição 17 unidades fabris em oito estados do Brasil e uma na Argentina 13, 5 mil colaboradores diretos e indiretos Maior produtora brasileira de toras oriúndas de florestas plantadas para serraria e laminação Maior produtora e exportadora e recicladora de papéis do País Exporta 62% de sua produção para mais de 60 países Líder na produção de papéis e cartões para embalagens, embalagens de papelão ondulado e sacos industriais Única fabricante de cartões para embalagens de líquidos da América Latina

3 Presença Klabin

4 4 Unidades de Negócios Florestal Papéis Papelão OnduladoSacos Industriais

5 Florestas Sustentáveis Florestas Certificadas pelo FSC (Forest Stewardship Council) – ( Exceção de SP e Guarapuava) FlorestasTotal PR/SC/SP * Área florestal Florestas Plantadas Matas Nativas Preservadas Estradas, redes elétricas, vilas, lagoas, infra-estrutura * mil hectares Sit.: jun/2008 A cada 100 ha de floresta plantada, 84 ha de áreas naturais!

6 Manejo florestal

7 Manejo em sistema de mosaico, mesclando áreas de florestas plantadas e de mata nativa preservada, criando corredores ecológicos protegidos. A fauna encontra habitat natural nas Áreas de Conservação e Reservas Legais. Áreas preservadas representam mais de 40% da área florestal total da Klabin.

8 A diversidade e a riqueza de fauna e flora das florestas da Klabin são, constantemente, alvo de pesquisas acadêmicas de importantes universidades do País. O programa é desenvolvido em parceria com as universidades e já foram identificadas: Santa Catarina 255 espécies de mamíferos e aves Paraná 605 espécies de aves, répteis, anfíbios, peixes, mamíferos 57% das espécies de aves já identificados no Estado 51 integram a lista de animais em extinção* Exemplos: maria leque, papagaio do peito roxo, lobo guará, puma. Monitoramento da Biodiversidade *IUCN - International Union for Conservation of Nature (2007)

9 Telêmaco Borba – Dados Gerais Data de instalação – 21/03/64 População – 70 mil habitantes PIB per capita em 2005: R$ IDH – 0,767 (município de Telêmaco Borba) IDH – 0,620 (município Ortigueira – vocação pecuária – pior do Estado) IDH – 0,856 (Curitiba – melhor do Estado)

10 1989 – Entra em vigor a Lei 784 – PRODEFI – Programa de Desenvolvimento e Fomento Industrial; 1990 – Estudo (Universidade Estadual de Ponta Grossa / PMTB / KLABIN), comprovando a vocação madeireira do Município criada a Secretaria Municipal do Trabalho, Indústria e Comércio; 1993 – Klabin disponibiliza t/ano de pinus e t/ano de eucalipto. Atualmente, o setor madeireiro gera 86% dos empregos do DITB, sendo que 99,8% da matéria prima provém de florestas certificadas (FSC) da Klabin S/A. Histórico DITB (Distrito industrial de Telêmaco Borba)

11 Poder Público Iniciativa Privada Sociedade

12 Crescimento > 50 m³/ha/ano Escandinávia: 3-5 m³/ha/ano (coníferas) EUA: 6 m³/ha/ano (coníferas) Crescimento > 50 m³/ha/ano Escandinávia: 3-5 m³/ha/ano (coníferas) EUA: 6 m³/ha/ano (coníferas) Base do desenvolvimento: florestas manejadas Eucalipto

13 Base do desenvolvimento: florestas manejadas Pinus Crescimento > 40 m³/ha/ano Escandinávia: 3-5 m³/ha/ano EUA: 6 m³/ha/ano

14 C adeia produtiva da madeira Toretes de eucalipto para processo Toretes de pinus para processo Toras de eucalipto para serraria Toras de pinus para serraria Legenda Cavaco de mercado Destinos Produtos florestais Povoamentos florestais Fábricas de papel Serrarias de terceiros Povoamentos de eucalipto Povoamentos de pinus Toretes de mercado Fontes externas Biomassa de eucalipto para energiaBiomassa de pinus para energia

15 Produtos Energia Processo Serraria Laminação Processo 8 cm 18 cm 28 cm 40 cm

16 Empresas do setor madeireiro no DITB

17 Empregos diretos gerados pelo setor madeireiro no DITB

18 Evolução de vendas de toras (Pinus e Eucalyptus)

19 Participação das vendas da Klabin Pólo Madeireiro de TB

20 Países: EUA, Europa, Ásia Japão. Produtos fabricados pelos clientes do pólo: Compensados, lâminas, molduras,painéis e vigas coladas, pisos, portas e janelas. Pólo Madeireiro Principais clientes

21 Variação cambial – influência rendimento salarial

22 Produtos sólidos Pinus

23 Produtos sólidos Eucalipto

24

25

26

27 Verticalização das operações do Distrito Industrial Pisos Móveis Componentes para casas (estilo americano) Expansão da APL para a região Melhoria do IDH regional Intensificação do Fomento Florestal Manejo para Uso Múltiplo Próximos Passos APL

28 José Totti Diretor Florestal Telefone: (11) Obrigado


Carregar ppt "CASE APL TELÊMACO BORBA Painel APL Cadeia Madeira Congresso Florestal Estadual – Nova Prata, RS José Totti Diretor Florestal 20 de agosto de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google