A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Solo, Erosão, Recursos Hídricos. O território brasileiro é caracterizado por uma grande diversidade de tipos de solos, correspondendo diretamente, à intensidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Solo, Erosão, Recursos Hídricos. O território brasileiro é caracterizado por uma grande diversidade de tipos de solos, correspondendo diretamente, à intensidade."— Transcrição da apresentação:

1 Solo, Erosão, Recursos Hídricos

2 O território brasileiro é caracterizado por uma grande diversidade de tipos de solos, correspondendo diretamente, à intensidade de manifestação das diferentes formas e tipos de relevo, clima, material de origem, vegetação e organismos associados. A susceptibilidade natural dos solos à erosão, é uma função da interação entre condições de clima, modelado do terreno e tipo de solo.

3 Os processos de degradação estão associados a fatores edáficos, climáticos e antrópicos. A intensidade e a taxa de desenvolvimento desses processos são ampliadas pelo uso e manejo inadequados da terra (DESMATAMENTO INDISCRIMINADO, EXPLORAÇÃO ACIMA DA CAPACIDADE DE SUPORTE, USO INTENSIVO DE GRADES DE DISCOS NO PREPARO DO SOLO etc.) que expondo o solo aos fatores intempéricos induzem a destruição gradativa de suas propriedades físicas, químicas e biológicas. A perda da camada superficial do solo é a principal forma de expressão da degradação das terras no Brasil, sendo a erosão a sua causa maior.

4 EROSÃO O modelo agrícola predominante no país é baseado em uso de energia fóssil, agroquímicos, mecanização intensiva e forte preocupação com a eficiência econômica, via ganhos de produtividade. A erosão gera perdas anuais correspondentes a 15,2 milhões de toneladas de Calcário Dolomítico (23% de CaO); 879 mil toneladas de Superfosfato Triplo; 3 milhões de toneladas de Cloreto de Potássio. A reposição das perdas de N (nitrogênio) e S (enxofre), totalizam 5,3 milhões de toneladas de uréia e 995 mil toneladas de Sulfato de Amônia.

5 Estima-se que a erosão hídrica gere um prejuízo total relativo às perdas de fertilizante, calcário e adubo orgânico, superior a R$7,9 bilhões por ano. A erosão hídrica é a principal forma de degradação dos solos no Brasil e ocorre em três fases: degradação, transporte e deposição; suas principais formas de expressão são a laminar, sulcos e em voçorocas.

6 ARENIZAÇÃO A arenização é um processo de retrabalhamento de depósitos arenosos pouco ou não consolidados, que acarreta dificuldades para a fixação da cobertura vegetal, devido à intensa mobilidade dos sedimentos pela ação da água e dos ventos. É a degradação relacionada ao clima úmido, em que a diminuição do potencial biológico não resulta em condições de tipo deserto.

7

8 O Rio Grande do Sul, com precipitação média de mm, apresenta áreas em fase de arenização localizadas a sudoeste do Estado. Os municípios envolvidos são: ALEGRETE, CACEQUI, ITAQUI, MAÇAMBARÁ, MANOEL VIANA, QUARAÍ, ROSÁRIO DO SUL, SÃO FRANCISCO DE ASSIS E UNISTALDA, onde os areais ocupam 3670 ha.

9 RECURSOS HÍDRICOS A questão dos Recursos Hídricos se inicia no Brasil com a publicação do Código de Águas através do Decreto nº , de 10 de julho de O Plano Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), estabelecido pela Lei nº 9.433/97, é um dos instrumentos que orienta a gestão das águas no Brasil. O conjunto de diretrizes, metas e programas que constituem o PNRH foi construído em amplo processo de mobilização e participação social. O documento final foi aprovado pelo Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH) em 30 de janeiro de 2006.

10 O objetivo geral do Plano é "estabelecer um pacto nacional para a definição de diretrizes e políticas públicas voltadas para a melhoria da oferta de água, em quantidade e qualidade, gerenciando as demandas e considerando ser a água um elemento estruturante para a implementação das políticas setoriais, sob a ótica do desenvolvimento sustentável e da inclusão social".

11 Os objetivos específicos são assegurar: 1) a melhoria das disponibilidades hídricas, superficiais e subterrâneas, em qualidade e quantidade; 2) a redução dos conflitos reais e potenciais de uso da água, bem como dos eventos hidrológicos críticos; e 3) a percepção da conservação da água como valor socioambiental relevante.

12 Plano Nacional de Saneamento Básico Com o advento da Lei nº /07, foi cunhado o conceito de saneamento básico como o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais urbanas.

13 Terra: Planeta Água

14 O Brasil, Rússia, China e Canadá são os países que basicamente "controlam" as reservas de água fresca mundial. 12% da água do Planeta está no Brasil.

15 Terra: Planeta Água A diminuição da água potável disponível nos próximos anos, obriga toda sociedade a uma nova postura, não somente de empresas ou de entidades públicas. ONU indica 13m³ de água por dia por habitante para consumo humano. A média de consumo de Porto Alegre é de 13m³. Em ocupações clandestinas de Porto Alegre, o consumo é 28m³ = desperdício (gatos). Total de água consumida no mundo: 61% agropecuária; 12% indústria e 27% consumo doméstico. Fonte: Almanaque Socioambiental

16 Aquífero da Amazônia tem o dobro de volume do Aquífero Guarani Localizado nos estados do Amazonas, Pará e Amapá, na Amazônia, tem o maior volume de água potável do mundo. Suficiente para abastecer a população mundial em cerca de 100 vezes. Dados de estudo de pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA). Descoberta sua grande capacidade em abril de Depois das geleiras, um quinto da água doce do planeta Terra encontra-se na Amazônia onde somente rios e lagos são visíveis a olho nu. Solo arenoso da Amazônia serve de filtro para a água da chuva. Não existe outro lugar no mundo com tamanha fartura dágua, concluíram os geólogos.

17 Água: recurso infinito ? Precisamos de água tratada para regar o jardim? Precisamos de água potável para lavar calçadas? PRECISAMOS LAVAR CALÇADAS? Políticas que devem ser implantadas: Dessanilização (processo caro); Tratamento de águas servidas (realidade) Captação das águas da chuva (realidade)

18 Estamos cuidando dos nossos recursos hídricos ? Capacidade instalada para COLETA esgoto em Porto Alegre: - 85% (56% cloacal e 29% misto). Capacidade instalada para TRATAMENTO de esgoto em Porto Alegre: - até 27% (mas nem tudo é coletado). ESGOTO TRATADO EM PORTO ALEGRE: +/- 20% do coletado OU SEJA 17% do total gerado. Brasil precisa de R$ 105 bilhões para universalizar o saneamento. Fonte. Min. CIDADES 7 crianças morrem todos os dias no Brasil, vítimas de diarréia, devido à falta de coleta e tratamento de esgoto. (FUNASA)

19 Resíduos sólidos gerados pelo consumo insustentável contaminam os mananciais. Bacia hidrográfica do Arroio Dilúvio Porto Alegre Maior micro-bacia hidrográfica de Porto Alegre. Onde residem + de 450 mil pessoas.

20 Acidentes históricos Petrobrás (Baía de Guanabara) ,3 milhão de litros de óleo combustível Navio Bahamas (Rio Grande) – 1998 Vazamento de 12 mil toneladas de Ácido Súlfurico jogados ao mar, próximo à Lagoa dos Patos pescadores impedidos de trabalhar

21 Cataguases Celulose Março de 2003 Rompimento de depósito de rejeitos químicos a céu aberto Vazamento de 1,2 milhão m³ de rejeitos Poluição nos Rios Pombas e Paraíba do Sul Licença Ambiental vencida desde 1995 Atingiu 500 mil habitantes diretos e 4 milhões indiretamente (MG e RJ) Estamos cuidando dos nossos recursos hídricos ?

22 Osório, 26/03/2010 Rompimento de tubulação na obra de duplicação da BR-101 (km 80) Vazamento de 25 mil litros de asfalto líquido Arroio São João / Lagoa da Pinguela Empresa responsável alegou como motivo as fortes chuvas Estamos cuidando dos nossos recursos hídricos ?

23 Catástrofe Rio dos Sinos, 2006 Efeito Cumulativo

24 Sem mata ciliar, não há água de qualidade APP´s Assoreamento

25 Estamos cuidando dos nossos recursos hídricos ? Nos últimos 60 anos, DUPLICOU o número de habitantes na Terra. O Consumo de ÁGUA AUMENTOU SETE VEZES. Nas cidades, há desperdício de 40% a 60%. 90% deste uso poderia ser de água da chuva.

26 Ocupações desordenadas (APP´s)


Carregar ppt "Solo, Erosão, Recursos Hídricos. O território brasileiro é caracterizado por uma grande diversidade de tipos de solos, correspondendo diretamente, à intensidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google