A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Neste Ano da Fé, quando somos chamados a realizar uma profunda renovação de nossa fé no Deus que é amor, e por isso é Trindade, e nessa fé renovarmos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Neste Ano da Fé, quando somos chamados a realizar uma profunda renovação de nossa fé no Deus que é amor, e por isso é Trindade, e nessa fé renovarmos."— Transcrição da apresentação:

1

2 Neste Ano da Fé, quando somos chamados a realizar uma profunda renovação de nossa fé no Deus que é amor, e por isso é Trindade, e nessa fé renovarmos nossa Comunhão com Deus e com os irmãos, na Igreja. Precisamos olhar para muitos dos nossos irmãos que são exemplos de vida de fé e de fidelidade a essa fé, manifesta por uma vida santa.

3 Dentre as grandes testemunhas de fé cristã de toda a nossa história de anos, o Papa Emérito, Bento XVI, cita em primeiro lugar Maria de Nazaré. Eis a síntese feita pelo Papa a respeito da fé de Maria:

4 1º) Pela fé, Maria acolheu a palavra do Anjo e acreditou no anúncio de que seria Mãe de Deus na obediência da sua dedicação (cf. Lc 1, 38). O que Maria ouviu do Anjo foram palavras cheias de mistérios. Conceber um filho, sem relação sexual, por milagre do Espírito Santo, contradizia toda lógica e ciência humana. Mas Maria acreditou, e o que lhe foi dito aconteceu.

5 2º) Ao visitar Isabel, elevou o seu cântico de louvor ao Altíssimo pelas maravilhas que Deus realizava naqueles a quem a Ele se confiavam (cf. Lc 1, 46-55). Maria ouviu do Anjo outra realidade difícil de crer: que Isabel, estéril e de idade avançada, estava grávida de seis meses. Maria acreditou e foi ajudar sua prima grávida. Ali, Isabel, cheia do Espírito Santo, profetizou: Bem aventurada tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que te foram ditas.

6 3º) Com alegria e trepidação, deu à luz o seu Filho unigênito, mantendo intacta a sua virgindade (cf. Lc 2, 6-7). Maria, ali numa gruta fria e escura, na extrema pobreza, crê firmemente que seu filhinho ali nascido era o Filho de Deus. Crê na mensagem dos Anjos aos Pastores, e recebe com alegria e fé a visita dos Santos Magos.

7 4º) Confiando em José, seu Esposo, levou Jesus para o Egito, afim de O salvar da perseguição de Herodes (cf. Mt. 2, 13-15). Diante do aviso do Anjo em sonhos a José, de ter que fugir para o Egito, Maria acreditou firmemente e foi. Aceitou, na fé, todas essas provações permitidas pelo Pai.

8 5º) Com a mesma fé, seguiu o Senhor na sua pregação e permaneceu a seu lado mesmo no Gólgota (cf. Jo 19, 25-27). Mais do que todos, Maria acreditava no Seu Filho quando pregava e realizava milagres e prodígios. Mais ainda, acreditou que seu Filho era o Filho de Deus, mesmo quando o viu crucificado.

9 6º) Com fé, Maria saboreou os frutos da ressurreição de Jesus e, conservando no coração a memória de tudo (cf. Lc 2, 19.51) transmitiu-a aos Doze reunidos com Ela no Cenáculo para receberem o Espírito Santo (cf. At 1, 14; 2, 1-4). Antes e mais do que todos, Maria acreditou na ressurreição de seu Filho, e confirmou os Apóstolos e discípulos sobre esse acontecimento.

10 Como ninguém, Maria é exemplo de fé e de vida cristã para nós, neste Ano da Fé em que procuramos nos renovar e solidificar a nossa vida cristã sobre uma fé fortemente renovada, celebrada e rezada.

11 Créditos Texto: postado por Padre Alírio (scj) em Imagens: Internet Montagem: Ir. Gabriela Roz Congregação das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora Aparecida


Carregar ppt "Neste Ano da Fé, quando somos chamados a realizar uma profunda renovação de nossa fé no Deus que é amor, e por isso é Trindade, e nessa fé renovarmos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google