A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil A infra-estrutura brasileira de transporte é incapaz de suportar o crescimento econômico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil A infra-estrutura brasileira de transporte é incapaz de suportar o crescimento econômico."— Transcrição da apresentação:

1 Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil A infra-estrutura brasileira de transporte é incapaz de suportar o crescimento econômico do país. A infra-estrutura brasileira de transporte é incapaz de suportar o crescimento econômico do país. Não existe outro remédio: Para deixar o país em condições de enfrentar os desafios do século 21, somente com grandes investimentos privados. Não existe outro remédio: Para deixar o país em condições de enfrentar os desafios do século 21, somente com grandes investimentos privados.

2 Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil Para o Brasil crescer a uma taxa média de 5% ao ano, como deseja o governo, seria necessário aplicar 28 bilhões de reais em transporte nos próximos 4 anos. Para o Brasil crescer a uma taxa média de 5% ao ano, como deseja o governo, seria necessário aplicar 28 bilhões de reais em transporte nos próximos 4 anos. O maior problema é que o governo gasta mal: dos 33 bilhões de reais que entraram pela CIDE entre dez/2001 e maio/2006, menos de 1/3 foi devidamente usado em obras de transporte. O maior problema é que o governo gasta mal: dos 33 bilhões de reais que entraram pela CIDE entre dez/2001 e maio/2006, menos de 1/3 foi devidamente usado em obras de transporte.

3 Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil Outro problema é que o País não planeja os investimentos em infra-estrutura a longo prazo. Outro problema é que o País não planeja os investimentos em infra-estrutura a longo prazo. Em agosto de 2006, foi lançado o PNLT – Plano Nacional de Logística de Transportes, tentativa de orientar as ações públicas e privadas no setor nos próximos 15 anos. Em agosto de 2006, foi lançado o PNLT – Plano Nacional de Logística de Transportes, tentativa de orientar as ações públicas e privadas no setor nos próximos 15 anos.

4 Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil Espera-se que o PNLT preencha uma lacuna: a falta de estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental das obras, deficiência que atrasa ainda mais a execução de projetos e, muitas vezes, afasta os investidores privados. Espera-se que o PNLT preencha uma lacuna: a falta de estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental das obras, deficiência que atrasa ainda mais a execução de projetos e, muitas vezes, afasta os investidores privados. Responsável: Centro de Excelência em Engenharia de Transportes (Centran) Responsável: Centro de Excelência em Engenharia de Transportes (Centran)

5 Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil O CENTRAN, Centro de Excelência em Engenharia de Transportes, foi criado pela Portaria Interministerial Nº 407, de 28 de março de O CENTRAN, Centro de Excelência em Engenharia de Transportes, foi criado pela Portaria Interministerial Nº 407, de 28 de março de Envolve os Ministérios dos Transportes e da Defesa, tendo sede no IME – Instituto Militar de Engenharia, no Rio de Janeiro. Envolve os Ministérios dos Transportes e da Defesa, tendo sede no IME – Instituto Militar de Engenharia, no Rio de Janeiro.

6 Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil O PNLT é um plano multimodal, envolvendo toda a cadeia logística associada aos transportes, com todos os seus custos e não apenas os custos diretos do setor. O PNLT é um plano multimodal, envolvendo toda a cadeia logística associada aos transportes, com todos os seus custos e não apenas os custos diretos do setor.

7 Transportes e Distribuição Notícia: O Estado de S. Paulo – 4/9/07 Empresas prevêem apagão logístico (...) O professor do Coppead/UFRJ Paulo Fleury explica que, nos Estados Unidos, o custo da logística representa 8% do Produto Interno Bruto (PIB). No Brasil, é de 12% do PIB. A diferença de quatro pontos porcentuais equivale a US$ 40 bilhões por ano. "Custos mais altos representam perdas e, se você gasta mais, está sendo menos competitivo", diz Fleury.

8 Transportes e Distribuição Notícia: O Estado de S. Paulo – 4/9/07 Empresas prevêem apagão logístico (Cont.) (...) Esse gasto adicional é conseqüência de deficiências na infra-estrutura brasileira e também do fato de que nos Estados Unidos o peso do transporte rodoviário é de 26%, inferior à participação no Brasil, que chega a 55%.

9 Transportes e Distribuição 2- Participação do Setor de Transportes na economia brasileira Considera-se o setor de transportes como um dos fatores sistêmicos mais importantes da economia. O setor de transportes induz todo um movimento da economia no sentido de aproveitar as vantagens decorrentes de economias de escala e economias externas, incentivando as empresas a iniciativas empreendedoras.

10 Transportes e Distribuição 2- Participação do Setor de Transportes na economia brasileira Mesmo que o Estado encarregue o setor privado de fornecer os serviços de transporte por intermédio de concessões, seu papel como agente regulador da atividade é extremamente necessário. ANTT ANTAQ ANAC

11 Transportes e Distribuição 2- Participação do Setor de Transportes na economia brasileira Fila para comprar caminhão chega a 6 meses – DCI, 12/09/2007. (...) O crescimento no licenciamento de caminhões foi de 28,3%, o mais alto de janeiro a agosto, considerando todo o mercado de veículos. A elevação no licenciamento de carros cresceu 27,4% e o de ônibus, 15,5%. Por força desse aquecimento, o consumidor está mudando seu comportamento, de acordo com Cláudio Zattar, diretor superintendente da Vocal, concessionária da marca Volvo, e Roberto Cortes, presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO). "Antecipar é uma prática muito comum na Europa, mas nova no Brasil", diz Cortes. Cortes acredita que a instabilidade econômica do País nos últimos anos contribuía para a compra "reativa". Em outras palavras, o cliente só encomendava quando realmente precisava. Agora, com a estabilidade, ele passou a programar as compras de caminhões, com a certeza de que terá o que transportar. (...)

12 Transportes e Distribuição 2- Participação do Setor de Transportes na economia brasileira Cabotagem quer encomendar 44 navios em 6 anos – JC, 10/09/07. As companhias que operam no mercado de cabotagem brasileiro (navegação entre portos nacionais) deverão encomendar, nos próximos seis anos, US$ 2,321 bilhões em novos navios (...). (...) O navio é um investimento de longo prazo e precisa de um estudo bem detalhado (...) (...) as projeções podem sofrer modificações, contudo, caso o cenário de crescimento da economia brasileira sofra alterações. Com aumento do Produto Interno Bruto (PIB) do País acima ou abaixo do atualmente projetado, mais ou menos navios seriam encomendados. "O setor de transportes é diretamente dependente do desempenho da economia. É um setor de serviços. (...)

13 Transportes e Distribuição 3- Produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil O que mais influencia a produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil?

14 Transportes e Distribuição 3- Produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil Desbalancea- mento da Matriz de Transportes Deficiência da Infra-estrutura de Apoio Legislação e Fiscalização Inadequadas Insegurança nas Vias Baixa Eficiência no Transporte de Cargas Baixo Preço dos Fretes Rodoviários Poucas Alternativas ao Modal Rodoviário Problema Detectado Barreiras para a Intermodalidade Priorização do Modal Rodoviário pelo governo Principais Causas Secun- dárias Regulamen-tação do Transporte Legislação Tributária e Incentivos Fiscais Fiscalizações Ineficientes Burocracia Roubo de Cargas Manutenção das vias Tecnologia de Informação Terminais Multimodais Bases de Dados do Setor de Transportes Principais Causas Primárias

15 Transportes e Distribuição 3- Produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil Qual a relação entre o % de participação de um modal na matriz de transporte de cargas e a produtividade deste setor? 10,4Aéreo 53,6Dutoviário 2913Aquaviário 3225Ferroviário 3358Rodoviário PNLT (2023)Atual (2006)Modal

16 Transportes e Distribuição 3- Produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil

17 13% 25% 4% 11% 81% 43%46% 53%43% 32%43% 50%37% 58%17% 25% Rússia Canadá Austrália EUA China Brasil 8%11% FerroviárioRodoviárioHidroviário, outros

18 Transportes e Distribuição 3- Produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil -A participação dos modais rodoviário, ferroviário e aqüaviário no transporte de cargas brasileiro é significativamente diferente daquela encontrada em outros países de dimensões continentais. -No Brasil existe uma excessiva concentração de transporte de cargas no Modal Rodoviário

19 Transportes e Distribuição 3- Produtividade do Setor de Transporte de Cargas no Brasil Densidade de Ferrovia Km / 1000 Km 2 3,4 Brasil 29,8 EUA tons Comboio Tietê Comboio Paraná Comboio Madeira Comboio Mississippi tons tons tons Comboios normalmente utilizados em alguns rios brasileiros e no rio Mississippi (EUA).

20 Transportes e Distribuição 4- Características de Desempenho dos Modos Cada Modal de Transporte tem a sua VOCAÇÃO

21 Transportes e Distribuição 4- Características de Desempenho dos Modos Aéreo: O mais caro, mas também o mais rápido; Rodoviário: Meio relativamente rápido e barato, com altos níveis de flexibilidade; Ferroviário: Meio barato utilizado para grandes quantidades; Hidroviário/Aquaviário: O mais lento mas, muitas vezes, a única opção econômica para grandes transportes (como substituição à malha ferroviária e para o exterior); Dutoviários: Usado principalmente para transporte de óleo e gás. Também para minério (mineroduto).

22 Transportes e Distribuição 5- Cenário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas 72 mil km de malha 58 mil km pavimentados Rodovias

23 RODOVIAS BRASILEIRAS Estado

24 RODOVIAS BRASILEIRAS Estado

25 Transportes e Distribuição 5- Cenário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas CS = Caminhão Simples CT = Caminhão Trator RB = Reboque SR = Semi-Reboque IDADE MÉDIA DA FROTA


Carregar ppt "Transportes e Distribuição 1- A Situação dos Transportes no Brasil A infra-estrutura brasileira de transporte é incapaz de suportar o crescimento econômico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google