A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MA_02_Departamentalização_1a_Parte1 DISCIPLINA: Macro Análise das Organizações FONTE: Henry Mintzberg. Criando Organizações Eficazes. Atlas. São Paulo:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MA_02_Departamentalização_1a_Parte1 DISCIPLINA: Macro Análise das Organizações FONTE: Henry Mintzberg. Criando Organizações Eficazes. Atlas. São Paulo:"— Transcrição da apresentação:

1 MA_02_Departamentalização_1a_Parte1 DISCIPLINA: Macro Análise das Organizações FONTE: Henry Mintzberg. Criando Organizações Eficazes. Atlas. São Paulo: Prof. Bosco Torres

2 MA_02_Departamentalização_1a_Parte2 Agrupamento de Unidades É mediante o processo de agrupamento em unidades que o sistema de autoridade formal é estabelecido e a hierarquia da organização construída. O ORGANOGRAMA é a representação pictórica dessa hierarquia. É um gráfico que representa a estrutura formal de uma organização. Os organogramas mostram como estão dispostos os órgãos ou setores, a hierarquia e as relações de comunicação existentes entre eles. Prof. Bosco Torres

3 Órgãos ou Departamentos Os órgãos ou departamentos são unidades administrativas com funções bem definidas. Exemplos: Tesouraria, Departamento de Compras, Portaria, Biblioteca, Setor de Produção, Gerência Administrativa, Diretoria Técnica, Secretaria, etc. Os órgãos possuem um RESPONSÁVEL, cujo cargo pode ser Chefe, Supervisor, Gerente, Coordenador, Diretor, Secretário, Governador, Presidente, etc. Normalmente tem colaboradores (FUNCIONÁRIOS) e espaço físico definido. MA_02_Departamentalização_1a_Parte3 Prof. Bosco Torres

4 Organograma Num organograma, os órgãos são dispostos em níveis que representam a hierarquia existente entre eles. Em um organograma vertical, quanto mais alto estiver o órgão, maior a autoridade e a abrangência da atividade. MA_02_Departamentalização_1a_Parte4 Prof. Bosco Torres

5 ORGANOGRAMA (modelo 1). MA_02_Departamentalização_1a_Parte5 Presidente Diretor A Gerente X Gerente Y Diretor B Gerente Z Prof. Bosco Torres

6 ORGANOGRAMA (modelo 2). MA_02_Departamentalização_1a_Parte6Presidente Gerente A Gerente B Gerente C Advogado Prof. Bosco Torres

7 MA_02_Departamentalização_1a_Parte7 O trabalho do Designer O designer delineia todas as TAREFAS que devem ser feitas de acordo com as necessidades organizacionais globais: Metas a serem atingidas Metas a serem atingidas Missões a serem realizadas Missões a serem realizadas Sistema técnico para realizá-las Sistema técnico para realizá-las Prof. Bosco Torres

8 MA_02_Departamentalização_1a_Parte8 Procedimentos do trabalho do Designer É um procedimento de cima para baixo, indo das necessidades gerais às tarefas específicas: faz a combinação das tarefas em posições conforme o grau de especialização desejado; determina a formalização das tarefas; estabelece o tipo de treinamento e doutrinação necessários. Prof. Bosco Torres

9 MA_02_Departamentalização_1a_Parte9 Designer construindo a superestrutura A etapa seguinte é construir a superestrutura, determinando que tipos e quantas posições devem ser agrupadas em unidades de 1A. ORDEM e, que tipos e quantas posições devem ser agrupadas em unidades de 1A. ORDEM e, que tipos e quantas unidades devem ser agrupadas nas DEMAIS unidades, até a hierarquia ficar completa. que tipos e quantas unidades devem ser agrupadas nas DEMAIS unidades, até a hierarquia ficar completa. Prof. Bosco Torres

10 MA_02_Departamentalização_1a_Parte10 DESIGN e REDESIGN Na prática, o designer organizacional adota muitos atalhos, revertendo o procedimento de cima para baixo ou de cima para baixo ou de baixo para cima. de baixo para cima. O design organizacional, em geral, parte do conhecimento das estruturas anteriores. Portanto, é muito menos comum do que o redesign organizacional (mudanças incrementais das estruturas existentes). Prof. Bosco Torres

11 MA_02_Departamentalização_1a_Parte11 O REDESIGN estrutural Na prática, o REDESIGN estrutural inicia- se à medida que as metas e as missões mudam, então, trabalha de cima para baixo; e as metas e as missões mudam, então, trabalha de cima para baixo; e o sistema técnico do núcleo operacional muda, então, trabalha de baixo para cima. o sistema técnico do núcleo operacional muda, então, trabalha de baixo para cima. Prof. Bosco Torres

12 MA_02_Departamentalização_1a_Parte12 O agrupamento das posições O agrupamento das posições e das unidades é um meio fundamental para coordenar o trabalho na organização. O agrupamento estimula três mecanismos de coordenação: a supervisão direta o ajuste mútuo a padronização dos outputs Prof. Bosco Torres

13 MA_02_Departamentalização_1a_Parte13 Efeitos do agrupamento 1 – Estabelece um sistema de SUPERVISÃO COMUM entre as posições e as unidades. 2 – Requer posições e unidades para COMPARTILHAR RECURSOS comuns. Os membros e as subunidades podem compartilham orçamento, instalações e equipamentos. 3 – Cria medidas de DESEMPENHO COMUNS. 4 – Encoraja o AJUSTE MÚTUO. Prof. Bosco Torres

14 MA_02_Departamentalização_1a_Parte14 Problemas de coordenação 1 – O agrupamento encoraja a forte coordenação dentro de uma unidade, porém, ao mesmo tempo, cria problemas de coordenação entre as unidades. 2 – A comunicação está focada na unidade, isolando, assim, os membros de unidades diferentes. Prof. Bosco Torres

15 MA_02_Departamentalização_1a_Parte15 Diferenciação das unidades organizacionais As unidades tornam-se DIFERENCIADAS em suas várias orientações: metas, perspectivas de tempo, estilos interpessoais de interação e graus de formalização de suas estruturas. Prof. Bosco Torres

16 Formas de Agrupamento 1 – Agrupamento por CONHECIMENTO e HABILIDADE que pessoas demonstram no trabalho 2 – Agrupamento por PROCESSO de trabalho e FUNÇÃO 3 – Agrupamento por TEMPO 4 – Agrupamento por OUTPUT 5 – Agrupamento por CLIENTE 6 – Agrupamento por LOCAL Prof. Bosco Torres MA_02_Departamentalização_1a_Parte16

17 MA_02_Departamentalização_1a_Parte17 1 – Agrupamento por CONHECIMENTO e HABILIDADE – exemplo: hospitais. Prof. Bosco Torres

18 MA_02_Departamentalização_1a_Parte18 2 – Agrupamento por PROCESSO de trabalho e FUNÇÃO. Prof. Bosco Torres

19 MA_02_Departamentalização_1a_Parte19 3 – Agrupamento por TEMPO Os grupos podem também ser formados conforme o tempo em que o trabalho é feito. Unidades diferentes fazem o mesmo trabalho do mesmo modo, mas em tempos diferentes, como no caso dos diversos turnos de uma fábrica. Prof. Bosco Torres

20 MA_02_Departamentalização_1a_Parte20 4 – Agrupamento por OUTPUT. Prof. Bosco Torres

21 MA_02_Departamentalização_1a_Parte21 5 – Agrupamento por CLIENTE Os grupos podem também ser formados para lidar com diferentes tipos de cliente. Exemplos: uma seguradora pode ter departamentos de vendas separados para apólices individuais e em grupo; os hospitais podem ter alas diferentes para pacientes particulares e do sistema plúblico de saúde. Prof. Bosco Torres

22 MA_02_Departamentalização_1a_Parte22 6 – Agrupamento por LOCAL Os grupos podem ser formados conforme as regiões geográficas em que a organização opera. Pode ser região geográfica de uma Cidade, ou Município, ou Estado, ou País, ou mundo. Prof. Bosco Torres

23 MA_02_Departamentalização_1a_Parte23 Agrupamento das organizações profissionais Nas organizações profissionais – como hospitais, empresas de auditoria e sistemas escolares –, os operadores profissionais que atendem diretamente aos clientes estão agrupados por conhecimento, habilidade, processo de trabalho e cliente Prof. Bosco Torres

24 MA_02_Departamentalização_1a_Parte24 Condensação das formas de agrupamento Todas as bases de agrupamento podem ser condensadas em apenas duas bases essenciais: 1a – o agrupamento por MERCADO (produto, cliente e local); 2a – o agrupamento FUNCIONAL (conhecimento, habilidade, processo de trabalho e função). Prof. Bosco Torres

25 MA_02_Departamentalização_1a_Parte25 Agrupamento das unidades Assim, pode-se agrupar as atividades por: FINS FINS CARACTERÍSTICAS dos mercados finais atendidos (produtos, servicos, clientes e locais) CARACTERÍSTICAS dos mercados finais atendidos (produtos, servicos, clientes e locais) MEIOS (funções, processos de trabalho, habilidade e conhecimento). MEIOS (funções, processos de trabalho, habilidade e conhecimento). Prof. Bosco Torres


Carregar ppt "MA_02_Departamentalização_1a_Parte1 DISCIPLINA: Macro Análise das Organizações FONTE: Henry Mintzberg. Criando Organizações Eficazes. Atlas. São Paulo:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google