A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CE_17_NAFTA e MERCOSUL1 DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CE_17_NAFTA e MERCOSUL1 DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo:"— Transcrição da apresentação:

1 CE_17_NAFTA e MERCOSUL1 DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo: Fontes diversas Prof. Bosco Torres

2 Blocos Econômicos Regionais. Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL2

3 3 NAFTA – North American Free Trade Agreement - Criação: 1994 Países-membros (3): EUA, México, Canadá Políticas comuns: acesso aos mercados dos países-membros; acesso aos mercados dos países-membros; fim das barreiras alfandegárias; fim das barreiras alfandegárias; regras comerciais em comum; regras comerciais em comum; proteção comercial; proteção comercial; padrões e leis financeiras; padrões e leis financeiras; redução de tarifas de 20 mil produtos. redução de tarifas de 20 mil produtos. Prof. Bosco Torres

4 NAFTA.. Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL4

5 Finalidades do NAFTA Eliminar as barreiras alfandegárias, e facilitar o movimento de produtos e serviços entre os territórios dos países participantes; Eliminar as barreiras alfandegárias, e facilitar o movimento de produtos e serviços entre os territórios dos países participantes; Promover condições para uma competição justa dentro da área de livre comércio; Promover condições para uma competição justa dentro da área de livre comércio; Aumentar substancialmente oportunidades de investimento dos países participantes; Aumentar substancialmente oportunidades de investimento dos países participantes; Oferecer proteção efetiva e adequada e garantir os direitos de propriedade intelectual no território de cada um dos participantes; Oferecer proteção efetiva e adequada e garantir os direitos de propriedade intelectual no território de cada um dos participantes; Criar procedimentos efetivos para a implementação e aplicação deste tratado, para sua administração conjunta e para a resolução de disputas; Criar procedimentos efetivos para a implementação e aplicação deste tratado, para sua administração conjunta e para a resolução de disputas; Estabelecer uma estrutura para futura cooperação trilateral, regional e multilateral para expandir e realçar os benefícios deste acordo. Estabelecer uma estrutura para futura cooperação trilateral, regional e multilateral para expandir e realçar os benefícios deste acordo. Diminuir a imigração clandestina partindo do México para os EUA. Diminuir a imigração clandestina partindo do México para os EUA. CE_17_NAFTA e MERCOSUL5 Prof. Bosco Torres

6 História do NAFTA O Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (inglês: North American Free Trade Agreement, ou NAFTA) é um tratado envolvendo Canadá, México e EUA e tendo o Chile como associado, numa atmosfera de livre comércio, com custo reduzido para troca de mercadorias entre os três países. O NAFTA entrou em vigor em 1/1/ Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL6

7 Finalidade do NAFTA A finalidade é ampliar os horizontes de mercado dos países membros e maximizar a produtividade interna. Tal maximização é obtida por meio da liberdade organizacional das empresas, o que as permite que se instalem, de acordo com suas especializações, nos países que apresentarem menores custos dos fatores de produção. Tornar o dólar a moeda única nas transações comerciais entre os parceiros do NAFTA encontra sérias resistências da sociedade mexicana e até de certos setores do governo onde há o temor da perda da identidade nacional. Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL7 NAFTA

8 8 MERCOSUL - Mercado Comum do Sul OBJETIVOS: Eliminar as barreiras comerciais entre os países, aumentando o comércio entre eles. Eliminar as barreiras comerciais entre os países, aumentando o comércio entre eles. Estabelecer tarifa zero entre os países. Estabelecer tarifa zero entre os países. Moeda única (para o futuro). Moeda única (para o futuro). Criação: 1991 Criação: Prof. Bosco Torres

9 MERCOSUL (MERCOSUR). Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL9

10 MERCOSUL (MERCOSUR). Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL10

11 MERCOSUL (MERCOSUR). Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL11

12 CE_17_NAFTA e MERCOSUL12 História do MERCOSUL HISTÓRIA 1995 – instalada a zona de livre comércio entre os países membros: cerca de 90% das mercadorias produzidas nos países membros podem ser comercializadas sem tarifas comerciais – instalada a zona de livre comércio entre os países membros: cerca de 90% das mercadorias produzidas nos países membros podem ser comercializadas sem tarifas comerciais – estabeleceu-se um plano de uniformização de taxas de juros, índice de déficit e taxas de inflação – estabeleceu-se um plano de uniformização de taxas de juros, índice de déficit e taxas de inflação. POPULAÇÃO DO BLOCO: 365 milhões PIB: 2,9 bilhões de dólares. Prof. Bosco Torres

13 CE_17_NAFTA e MERCOSUL13 Conflitos no MERCOSUL Argentina está impondo ao Brasil barreiras no – Setor automobilístico e – Setor da linha branca (geladeiras, micro- ondas, fogões, etc.) ALEGAÇÃO DA ARGENTINA - a livre entrada desses produtos está dificultando o crescimento destes setores na Argentina. Prof. Bosco Torres

14 CE_17_NAFTA e MERCOSUL14 Conflitos no MERCOSUL ÁREA AGRÍCOLA Também ocorrem dificuldades de integração, pois os argentinos alegam que o governo brasileiro oferece subsídios aos produtos de açúcar. Dessa forma, o produto chegaria ao mercado argentino a um preço muito competitivo, prejudicando o produtor e o comércio argentino. Prof. Bosco Torres

15 CE_17_NAFTA e MERCOSUL15 Conflitos no MERCOSUL TÊXTEIS – Em 1999, o Brasil recorreu à OMC, pois a Argentina estabeleceu barreiras aos tecidos de algodão e lã produzidos no Brasil. CALÇADOS – No mesmo ano, para prejudicar a entrada de calçados brasileiros, a Argentina começa a exigir selo de qualidade nesse produto. Prof. Bosco Torres

16 MERCOSUL: Livre residência e circulação de pessoas O MERCOSUL, Bolívia e Chile estabeleceram que todo esse território constitui uma Área de Livre Residência com direito ao trabalho para todos seus cidadãos, sem exigência de outro requisito além da própria nacionalidade. A Área de Livre Residência foi estabelecida na reunião de cúpula de Presidentes em Brasília, mediante o "Acordo sobre Residência para Nacionais dos Estados Partes do Mercosul, Bolívia e Chile, assinado em 6/12/ Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL16

17 MERCOSUL. Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL17

18 MERCOSUL. Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL18

19 MERCOSUL. Prof. Bosco Torres CE_17_NAFTA e MERCOSUL19 Mercosul


Carregar ppt "CE_17_NAFTA e MERCOSUL1 DISCIPLINA: Comércio Exterior FONTE: DIAS, Reinaldo. RODRIGUES, Waldemar. Comércio Exterior Teoria e Gestão. Atlas. São Paulo:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google