A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REGRAS BÁSICAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO Laboratório de Química.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REGRAS BÁSICAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO Laboratório de Química."— Transcrição da apresentação:

1 REGRAS BÁSICAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO Laboratório de Química

2 Observações Gerais Os riscos associados ao trabalho do químico decorrem da maior freqüência com que estão expostos a situações potencialmente perigosas. O planejamento do trabalho reduz riscos de acidentes. O químico deve considerar como potencialmente perigosas todas as substâncias com que trabalha e procurar conhecer as propriedades toxicológicas, agudas e crônicas, das substâncias com que lida, evitando exposição por inalação, ingestão ou absorção dermal. A rigorosa limpeza de bancadas, vidrarias, equipamentos e vestuário evita a contaminação dos experimentos e conseqüentes interferências nos resultados.

3 Principais Acidentes no Laboratórios Os acidentes mais comuns em laboratórios relacionam-se à quebra de peças de vidro, às queimaduras com substâncias cáusticas e aos incêndios de líquidos inflamáveis ou explosões. Portanto, as regras elementares de segurança e conduta devem ser observadas com a finalidade de reduzir os riscos de acidentes tais como: –CORTES POR MANEJO INADEQUADO DE VIDRARIA –ESPALHAMENTO DE SUBSTÂNCIAS CORROSIVAS OU CÁUSTICAS –INCÊNDIOS –EXPLOSÕES –INALAÇÃO DE GASES OU VAPORES NOCIVOS –INGESTÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS

4 Riscos em Laboratórios de Química Acidentes Intoxicação Contaminação Risco Laboratório de Química Incêndios Ferimentos Cortes Substâncias Cáusticas

5 Principais Acidentes no Laboratórios –CORTES POR MANEJO INADEQUADO DE VIDRARIA –ESPALHAMENTO DE SUBSTÂNCIAS CORROSIVAS OU CÁUSTICAS –INCÊNDIOS –EXPLOSÕES –INALAÇÃO DE GASES OU VAPORES NOCIVOS –INGESTÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS

6 Segurança = Bom senso + Cuidados Específicos Temos que conhecer! Equação da Segurança

7 Regras Gerais de Segurança e Conduta no Laboratório Químico SEMPRE Verifique o local e funcionamento dos dispositivos de segurança do laboratório: extintores de incêndio, chuveiros de emergência, etc. Trabalhe com calma e prudência. Realize somente os experimentos autorizados pelo professor responsável. Evite contato direto com as substâncias do laboratório, todas são potencialmente nocivas. Leia com atenção os roteiros das experiências a serem realizadas. Utilize somente os reagentes disponíveis na sua bancada de trabalho ou aqueles fornecidos pelo instrutor. Use óculos de proteção e vista roupa adequada. Mantenha os cabelos longos presos atrás da cabeça. Mantenha a bancada de trabalho limpa e organizada.

8 Regras Gerais de Segurança e Conduta no Laboratório Químico SEMPRE Use capela com exaustão para trabalhos que envolvam a utilização ou formação de gases, vapores ou poeiras nocivas. Substâncias inflamáveis, geralmente solventes, exigem cuidados específicos. Tenha cuidado com o manuseio da vidraria: fragmentos de peças quebradas podem causar sérios ferimentos. Tenha cuidado com utilização de bicos de gás e chamas abertas. Não os mantenha acesos desnecessariamente. Perigo de incêndio. Feche a torneira e o registro geral de gás ao final do trabalho. Utilize com cuidado os equipamentos elétricos: verifique a voltagem antes de conectá-los. Familiarize-se com os mecanismos de controle.

9 Regras Gerais de Segurança e Conduta no Laboratório Químico Nunca Comer, beber ou fumar no laboratório. Utilizar reagentes de identidade desconhecida ou duvidosa Despejar substâncias indiscriminadamente na pia. Realizar reações químicas ou aquecer substâncias em recipientes fechados. Jogar na pia papéis, palitos de fósforo ou outros materiais que possam causar entupimento.

10 Relação de Substâncias Perigosas A relação de substâncias perigosas a seguir não pretende ser exaustiva, limitando-se apenas à indicação dos produtos mais comuns e daqueles que provavelmente serão utilizados neste laboratório

11 Solventes Inflamáveis A maioria dos solventes usados no laboratório químico tais como acetona, benzeno, etanol, éter etílico, éter de petróleo, hexano, metanol, tolueno, etc., são inflamáveis. O trabalho com estes solventes exige os seguintes cuidados:

12 1.Não fume no laboratório 2.Realize a transferência de solventes distante de qualquer chama aberta (bico de Bunsen, etc.).Quando possível realize esta operação dentro de uma capela. 3.Após retirar a quantidade necessária de solvente, feche bem a garrafa de reserva e guarde-a em lugar adequado, fora da bancada de trabalho. 4.Aquecimento de solventes inflamáveis (em operações de refluxo, destilação, extração, evaporação, etc.) deve ser efetuado com dispositivos adequados, tais como banho de água ou banho de óleo. Evite o uso de fogo aberto ou chapa elétrica direta.

13 Em caso de Incêndio com Solventes Tome as seguintes providências Afaste-se das imediações do fogo e tente apagá-lo com um extintor adequado (gás carbônico ou pó químico). Água não é recomendável para apagar incêndios com solventes. Desligue dispositivos elétricos acionando a chave do interruptor geral. Feche a torneira geral de abastecimento de gás. Se a roupa de alguma pessoa pegar fogo, deite-a no chão e apague as chamas mediante um cobertor. Em caso de queimaduras, busque imediatamente atendimento médico: não tente medicar queimaduras por conta própria.

14 Gases e Vapores Nocivos Trabalhos que envolvam a utilização, produção, desprendimento ou emissão de gases ou vapores tóxicos ou agressivos devem ser sempre realizados dentro de uma capela de exaustão!

15 Alguns Gases e Vapores Nocivos Amoníaco (NH 3 )- Gás irritante Benzeno (C 6 H 6 ) - Líquido volátil altamente tóxico (p.e. 80 o C) Brometo de Hidrogênio (HBr) – Gás irritante e agressivo Bromo (Br 2 ) - Líquido volátil altamente tóxico (p.e. 59 o C) Cloreto de Hidrogênio (HCl) - Gás irritante e agressivo Cloro (Cl 2 ) - Gás altamente tóxico e irritante Clorofórmio ou Triclorometano (HCCl 3 ) - Líquido volátil tóxico (p.e. 62 o C) Diclorometano (CH 2 Cl 2 ) - Líquido volátil tóxico (p.e. 40 o C) Dióxido de Enxofre (SO 2 ) - Gás altamente tóxico e irritante Dióxido de Nitrogênio (NO 2 ) - Gás altamente tóxico e irritante

16 Alguns Gases e Vapores Nocivos Formaldeído (CH 2 O) - Gás irritante Hexano (C 6 H 12 ) - Líquido volátil tóxico (p.e. 69 o C) Metanol (CH 3 OH) - Líquido volátil tóxico (p.e. 65 o C) Monóxido de Carbono (CO) - Gás altamente tóxico Monóxido de Nitrogênio (NO) - Gás altamente tóxico Sulfeto de Hidrogênio ou Ácido Sulfídrico (H 2 S) - Gás altamente tóxico Tetracloreto de Carbono ou Tetraclorometano (CCl 4 ) - Líquido volátil altamente tóxico (p.e. 77 o C)

17 Substâncias Cáusticas Muitas substâncias são cáusticas e podem causar sérias sequelas na pele ou nos olhos. A seguir algumas das substâncias mais cáusticas: Todos os ácidos concentrados, especialmente fluorídrico, perclórico, sulfúrico, clorídrico nítrico, mistura sulfocrômica e outros. Todas as bases concentradas, tais como hidróxido de sódio e potássio, carbonato de sódio ou potássio, amônia, aminas e outras. Oxidantes fortes concentrados, tais como água oxigenada e outros. Outras substâncias cáusticas: bromo, metais alcalinos, pentóxido de fósforo, formaldeído, fenol, etc.

18 Substâncias Explosivas hidrazinahidroxilaminaperóxidosCertas substâncias químicas tais como hidrazina, hidroxilamina, certos peróxidos, etc., podem sofrer decomposição espontânea (explosão), induzida por aquecimento, catalisadores ou um simples toque mecânico. Tais substâncias não devem ser utilizadas ou produzidas em forma pura ou concentrada no laboratório de ensino

19 Misturas Explosivas de Gases e Vapores Combustíveis glphidrogêniometano monóxido de carbonopropano sulfeto de hidrogênioTodos os gases combustíveis, tais como glp, hidrogênio, metano, monóxido de carbono, propano, sulfeto de hidrogênio, etc., assim como vapores de líquidos inflamáveis podem formar misturas explosivas com oxigênio.

20 Reações Químicas Violentas Certas reações químicas exotérmicas podem ocorrer de forma violenta ou até explosiva caso sejam realizadas com substâncias concentradas e sem as devidas precauções.

21 Reações de Neutralização entre Ácidos e Bases Concentrados !!!Nunca misture ácidos concentrados com bases concentradas!!!

22 !!!Nunca Misture Oxidantes Fortes com Substâncias Oxidáveis!!! compostos orgânicos em geral, metais em pó, enxofre e fósforo elementar Reações de Substâncias oxidáveis (compostos orgânicos em geral, metais em pó, enxofre e fósforo elementar)com oxidantes fortes tais como: Ácido nítrico e nitratosÁcido nítrico e nitratos Ácido perclórico e percloratosÁcido perclórico e percloratos Ácido sulfúrico concentradoÁcido sulfúrico concentrado Cromato e dicromatosCromato e dicromatos PermanganatosPermanganatos Peróxido de hidrogênio e outros peróxidosPeróxido de hidrogênio e outros peróxidos

23 Algumas Substâncias Reagem Violentamente com Água !!!Cuidado com a lavagem de vidraria contendo eventualmente resíduos dessas substâncias!!! Sódio e potássio metálicos Cuidado, perigo de incêndio!Sódio e potássio metálicos (reação com evolução de hidrogênio). Cuidado, perigo de incêndio! Ácido sulfúrico concentrado Espalhamento de ácidoÁcido sulfúrico concentrado (reação altamente exotérmica) Espalhamento de ácido!

24 !!! Para diluir ácido sulfúrico concentrado, nunca adicione água ao ácido concentrado, mas sim acrescente o ácido lentamente à água, sob agitação!!!


Carregar ppt "REGRAS BÁSICAS DE UTILIZAÇÃO DO LABORATÓRIO Laboratório de Química."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google