A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lógica de Programação Prof. Msc. Raul Paradeda Aula 3 Fluxograma e Pseudocódigo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lógica de Programação Prof. Msc. Raul Paradeda Aula 3 Fluxograma e Pseudocódigo."— Transcrição da apresentação:

1 Lógica de Programação Prof. Msc. Raul Paradeda Aula 3 Fluxograma e Pseudocódigo

2 Aula 3 Introdução; Fluxograma; Pseudocódigo.

3 Introdução Existem várias formas de expressar os algoritmos que são criados para os computadores. Existem três formas mais utilizadas, que são: O fluxograma; O pseudocódigo (Portugol); Linguagem de programação.

4 Fluxograma Forma de apresentar os algoritmos de maneira gráfica. Terminal – Representa o início e o final do fluxograma. Processamento – Representa operações ou ações. Decisão – Representa uma ação lógica. Seta de orientação de fluxo – Indica qual o sentido do fluxo.

5 Fluxograma início leia (num1, num2) num1>num2 maior <- num1 maior <- num2 escreva (maior) fim Em algoritmos complexos e longos o uso de uma apresentação na forma de fluxograma se torna extremamente trabalhosa, podendo ocupar diversas páginas. VF Qual a finalidade do fluxograma apresentado? Não é necessário declarar variáveis em fluxograma!

6 Fluxograma início leia (num1, num2) num1>num2 maior <- num1 maior <- num2 escreva (maior) fim VF Qual a finalidade do fluxograma apresentado? escreva (maior)

7 Fluxograma início N1 <- 3 escreva (total) fim N2 <- 5 total <- N1 + N2 Qual a finalidade do fluxograma apresentado?

8 Fluxograma - Exercícios 1.Faça um fluxograma que mostre o resultado da multiplicação entre o valor 4 e Faça um fluxograma que mostre o resultado da subtração entre o valor 3, 2, e Faça um fluxograma que verifique se a soma do valor 4 e 7 é maior que 13. Mostre a soma de 4 e 7 se for maior caso contrário mostrar o valor 13.

9 Pseudocódigo Visa melhorar a interpretação do programador em relação ao algoritmo criado, eliminando o código compilável e apresentando um código mais limpo. Normalmente o pseudocódigo é escrito na linguagem natural do programador, no Brasil é chamado de Portugol. O código em Portugol pode ser compilado, ou seja, traduzido para linguagem de máquina por meio de um compilador chamado VisuAlg. Entretanto, não iremos utilizá-lo para esta finalidade.

10 Pseudocódigo A estrutura básica de um pseudocódigo é: Declaração das variáveis e/ou constantes; Inicio_bloco_principal instruções_do_programa; Fim_bloco_principal

11 Pseudocódigo A declaração é avisar ao computador para reservar um determinado espaço na memória para uso. A sintaxe da declaração de variáveis e constantes irá variar de linguagem para linguagem. Em pseudocódigo será feita da seguinte maneira: VAR nome_variavel:Tipo; nome_variavel:Tipo; Constante nome_variavel=valor; Exemplo: VAR numero1,numero2,numero3: inteiro;

12 Pseudocódigo O bloco de instruções principal delimita as instruções pertencentes aquele programa. Pode-se haver vários blocos de instruções, entretanto, EXISTE APENAS UM BLOCO DE INSTRUÇÕES PRINCIPAL. Os blocos de instruções são utilizados para delimitar as instruções que fazem parte de determinado comando. Em pseudocódigo utiliza-se as palavras de início e fim para delimitar os blocos de instruções.

13 Portugol Exemplo de Portugol: var num1, num2, maior: inteiro; Início leia(num1, num2); se(num1 > num2) então maior <- num1; senão maior <- num2; fim-se; escreva(maior); fim Obs-> importante é a utilização de uma identação para facilitar o próprio entendimento e o entendimento de outros programadores.

14 Portugol Exemplo de Portugol: var n1, n2, total: inteiro; Início n1 <- 4; n2 <- 7; total <- n1 + n2; escreva(total); fim

15 Pseudocódigo- Exercícios 1.Faça um Portugol que mostre o resultado da multiplicação entre o valor 4 e Faça um Portugol que mostre o resultado da subtração entre o valor 3, 2, e Faça um Portugol que verifique se a soma do valor 4 e 7 é maior que 13. Mostre a soma de 4 e 7 se for maior caso contrário mostrar o valor 13.

16 Exemplos reais de algoritmos Problema 1.1: Calcular a soma de dois números inteiros pré-definidos. Problema 1.2: Calcular a soma de dois números inteiros definidos pelo usuário. Problema 1.3: Calcular a soma de dois números inteiros definidos pelo usuário e mostrar o resultado. Problema 2: Realizar a soma entre dois números inteiros pares e entre dois números inteiros ímpares pré- definidos, depois multiplicar o total dessas somas. Problema 3: Calcular a taxa de juros de um determinado valor pré-definido. (Juros de 1.8%).

17 Exemplos reais de algoritmos Problema 1.1: Calcular a soma de dois números inteiros. var n1, n2, total: inteiro; início n1 <- 5; n2 <- 8; total <- n1 + n2; fim.

18 Exemplos reais de algoritmos Problema 1.1: Calcular a soma de dois números inteiros. var n1, n2, total: inteiro; início leia(n1,n2); total <- n1 + n2; fim.

19 Exemplos reais de algoritmos Problema 1.2: Calcular a soma de dois números inteiros. var n1, n2, total: inteiro; início leia(n1,n2); total <- n1 + n2; escreva(total); fim.

20 Exemplos reais de algoritmos Problema 2: Calcular a taxa de juros de um determinado valor. (Juros de 1.8%). constante JUROS <- 1.8; var n1: inteiro; total: real; início n1 <- 80; total <- (juros * n1) / 100; fim.

21 Exemplos reais de algoritmos Problema 3: Realizar a soma entre dois números inteiros pares e entre dois números inteiros ímpares, depois multiplicar a o total dessas somas. var np1, np2, ni1, ni2, nptotal, nitotal, total: inteiro; início np1 <- 4; np2 <- 12; ni1 <- 13; ni2 <- 7; nptotal <- np1 + np2; nitotal <- ni1 + ni2; total <- nptotal * nitotal ; fim.

22 Exemplos reais de algoritmos Problema 4: Calcular o número de vértices de um cubo. Sabendo que a relação entre vértices, arestas e faces de um objeto geométrico é dada pela fórmula: vértice + faces = arestas +2, calcule o número de vértices de um cubo (6 faces e 12 arestas).

23 Exemplos reais de algoritmos Problema 5: Encontrar as raízes de uma equação de segundo grau. Toda equação que pode ser escrita na forma: ax 2 + bx + c, em que x é a variável a, b e c são os coeficientes da equação do segundo grau. Para encontrar as raízes podemos utilizar a fórmula de Baskara Faça um algoritmo que encontre as raízes da equação: 2x 2 + 4x – 3.

24 Exemplos reais de algoritmos Problema 4: Calcular o número de vértices de um cubo. Sabendo que a relação entre vértices, arestas e faces de um objeto geométrico é dada pela fórmula: vértice + faces = arestas +2, calcule o número de vértices de um cubo (6 faces e 12 arestas). var vértices, faces, arestas: inteiro; início faces <- 6; arestas <- 12; vértices <- arestas + 2 – faces; fim

25 Exemplos reais de algoritmos Solução Problema 5 para a equação igual a 2x 2 + 4x – 3. var delta, x1, x2, a, b, c: real; início a <- 2; b <- 4; c <- -3; delta <- b pot 2 – 4 * a * c; x1 <- (-b +(delta raiz 2)) / 2 * a; x2 <- (-b -(delta raiz 2)) / 2 * a; Fim.


Carregar ppt "Lógica de Programação Prof. Msc. Raul Paradeda Aula 3 Fluxograma e Pseudocódigo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google