A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HOTELARIA E TURISMO Seminário Institucional FIC - FORTALEZA – CE 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HOTELARIA E TURISMO Seminário Institucional FIC - FORTALEZA – CE 2004."— Transcrição da apresentação:

1 HOTELARIA E TURISMO Seminário Institucional FIC - FORTALEZA – CE 2004

2 A Importância da hotelaria para o segmento turismo Como é visto o segmento hoteleiro: Passado : Glamour Presente : Releitura de conceitos Futuro : Misto do glamour com modernidade x praticidade x preço A responsabilidade de responder erroneamente por um segmento Em paises onde o turismo não é tratado com a devida importância, a sociedade vincula a hotelaria como sendo o segmento. Uma pergunta clássica que hotel você ficou ?.

3 A Importância da hotelaria para o segmento turismo A visão em países onde o segmento é mais desenvolvido. Papel da hotelaria Receber Oferecer conforto e praticidade Prestar serviços: Hospedagem, Lazer, Eventos, etc.. Prestar informações Parceria com o trading receptivo e de lazer

4 A Importância do Segmento do TURISMO A indústria do turismo nos países desenvolvidos representa um dos mais importantes segmentos da economia, gerando bilhões de dólares em negócios. Somando todos os países, a indústria do turismo representa 12 % do PIB mundial, que equivale à mais de US$ 555 bilhões. * É superior à Ind. Automobilística, de Combustíveis ou Ind. Química.

5 A Importância do Segmento do TURISMO O Brasil ocupa a 46a colocação dos países receptores de turistas no mundo com menos de 5 milhões de visitantes / ano. O México recebe cerca de 20 milhões de visitantes / ano. Se conseguíssemos captar 10 milhões de visitantes / ano, projetaríamos uma receita da ordem de US$ 10 bilhões, o dobro do superávit nacional.

6 A Importância do Segmento do TURISMO No Brasil estimamos a diminuição em torno de 1 milhão de visitantes a menos em 2002 e 2003 em relação a 2000 e 2001 quando atigimos cerca 5 milhões de visitantes. Com a criação recente do Ministério do turismo, foi apresentado o programa de turismo do atual governo, tendo como base o enfoque necessario para melhorar a imagem do Brasil no exterior. Embora os dados acima não sejam animadores, não devemos desestimular nem desacreditar no segmento. Porém, estes dados servem para alertar a todos que o mercado de turismo é sensível aos problemas globais, e está sujeito às sazonalidades do mercado e suas crises

7 A Importância do Segmento do TURISMO Com tudo que conhecemos e que já temos em nosso País, ainda não desenvolvemos nem 20% do que os principais países que investem no turismo desenvolveram. Podemos citar como exemplo os EUA, AUSTRÁLIA, NOVA ZELÂNDIA, MÉXICO, ESPANHA, FRANÇA enfim, a VELHA EUROPA e até mesmo a KOREA. Não podemos achar que por termos BELEZA NATURAL e uma maravilhosa ORLA MARÍTIMA, somos o melhor lugar do mundo. Não atraímos o turista estrangeiro como poderíamos, e para isso é preciso: –Uma economia estável –Uma imagem social aceitável –Educação –Melhorar cada vez a capacitação de pessoal e modernização de equipamentos –Atenção para as oportunidades e potencial do mercado turístico e o quanto estamos perdendo;

8 A Globalização da hotelaria A expansão das redes internacionais é anterior ao fenômeno da globalização moderna. As grandes redes internacionais já se expandiam por todos os continentes desde a década de 50. No Brasil, também pode parecer um fator atual, no entanto, as redes internacionais estão no país desde a década de 60. Nos últimos 10 anos a expansão foi acelerada devido a abertura internacional da economia e das lacunas deixadas pelos tradicionalismo dos países subdesenvolvidos, como o Brasil. Ainda hoje existe uma imensa barreira da hotelaria tradicional, mais a modernização constante da hotelaria é um caminho infinito e sem volta.

9 A Globalização da hotelaria Enumeramos os benefícios trazidos pelas redes internacionais: –Modernização e padronização de standars –Mais preocupação com serviços –Mais preocupação com estilo, design, modernidade. –Modernização da estrutura administrativa. –Preocupação fundamental com o aspecto segurança. –Divulgação internacional do destino.

10 A Globalização da hotelaria O Brasil possui hoje cerca de 689 hotéis filiados a redes nacionais e internacionais. Desse total 467 são hotéis e 222 são Flats. Desse total 229 pertencem as redes internacionais e 460 a redes nacionais. As principais redes no Brasil são: –ACCOR, ATLANTICA, SOL MELIÁ, BLUE TREE, IHG, POSADAS, GOLDEN TULIP, TRANSAMERICA, OTHON, PLAZA INN, BOURBOM, MARRIOT, HILTON. As maiores no Brasil: –Accor, Atlântica, Blue Tree, Meliá, IHG.

11 A Globalização da hotelaria O Ranking mundial por rede (02/03): Cendat Corp:6.624 hotéis Choice Hotels: hotéis. Accor: hotéis IHG:3.415 hotéis Marriot:2.398 hotéis O Ranking mundial por Uhs (02/03) Cendat Uhs IHG Uhs Marriot Uhs Accor Uhs Choice Uhs

12 Gestão hoteleira A gestão ou administração de um hotel é composta de uma organizada logística que visa essencialmente a busca constante da qualidade de serviço. O gestor conhecido como Diretor Geral ou General Maneger tem como princípio básico em sua gestão a viabilização do empreendimento. A viabilização do negócio é o que garante a continuidade e sobrevivência do negócio. O profissional moderno deixa de ser o hoteleiro tradicional para ser um agente de negócios. É fundamental a especialização, falar no mínimo mais um idioma, estar atualizado, envolvido e se especializar em fazer lobby com o mercado.

13 Gestão hoteleira É preciso ter um planejamento anual acompanhado de um budget com metas a serem atingidas, abrangendo as seguintes áreas: Dpt. Comercial (Marketing e Vendas) GovernançaManutençãoAdministraçãoRecepção Alimentos e bebidas Eventos


Carregar ppt "HOTELARIA E TURISMO Seminário Institucional FIC - FORTALEZA – CE 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google