A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Psicofarmacologia Milena Pereira Pondé Prof a. Adjunta EBMSP.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Psicofarmacologia Milena Pereira Pondé Prof a. Adjunta EBMSP."— Transcrição da apresentação:

1 Psicofarmacologia Milena Pereira Pondé Prof a. Adjunta EBMSP

2 Os antidepressivos

3 Stahl, 2000 Fator neurotrófico derivado do cérebro

4 Stahl, 2000

5 Hipótese monaminérgica da ação antidepressiva sobre a expressão gênica Stahl, 2000

6 Inibidores da Monoamino Oxidase - IMAO –Efeitos colaterais: hipotensão ortostática, insônia, disfunção sexual –Evitar alimentos ricos em tiramina Queijos envelhecidos Vinho tinto Carne defumada - atentar para feijoada Excesso de chocolate, café, abacate, uva passa –15 dias de intervalo para usar outro AD

7 Quem são? Tranilcipromina –Parnat - 10 mg

8 Antidepressivos tricíclicos Efeitos colaterais - Anticolinérgico

9 Antidepressivos tricíclicos Efeitos colaterais – Antagonismo alfa1-adrenérgico

10 Antidepressivos tricíclicos Efeitos colaterais - Antihistamínico

11 Antidepressivos Tricíclicos –Cardiotoxicidade Em doses elevadas – aumenta intervalo PR Dilata o tempo de condução átrio-ventricular –Contra-indicações Glaucoma do ângulo fechado hipertrofia prostática

12 Quem são? Imipramina –Tofranil - 25mg - 75 mg Clomipramina –Anafranil - 10 mg - 25 mg - 75 mg Amitriptilina –Tryptanol - 25 mg - 75 mg Nortriptilina –Pamelor - 10 mg - 25 mg - 50 mg - 75 mg Maprotilina –Ludiomil - 25 mg - 75 mg

13 Inibidores seletivos da recaptação de serotonina - ISRS Vantagens –Melhor tolerabilidade –Não é letal em overdose –Não tem toxicidade cardíaca –Maior adesão ao tratamento Problemas –Disfunção sexual –Nausea –Insônia –Ansiedade e agitação –Diarréia e dor de cabeça

14 Quem são? Fluoxetina –Prozac - 20 mg Sertralina –Zoloft - 50 mg mg Paroxetina –Aropax - 20 mg Fluvoxamina –Luvox mg Citalopram –Cipramil - 20 mg Escitalopram –Lexapro – 10 mg

15 Inibidores seletivos da recaptação de serotonina e noradrenalina - ISRSN Venlafaxina –Uso em depressão apática com ganho de peso, TAG –Problemas: nausea, insônia, agitação, hipertensão –Efexor, Venlift Desvenlafaxina –Pristiq

16 Inibidores seletivos da recaptação de serotonina e noradrenalina - ISRSN Duloxetina –Efeito em sintomas de dor –Efeito na ansiedade –Cymbalta

17 Outros Mirtazapina –Sonolência –Ganho de peso Bupropriona –Efeitos colaterais: agitação, nausea, insônia, convulsões (4/1000) –Marketing anti-fumo no Brasil

18 Uso clínico Depressão –Esperar o efeito 2-3 semanas Pânico e ansiedade –Serotonérgicos - piora no início Transtorno afetivo bipolar –Polo depressivo Depressão pós-psicótica Transtorno obsessivo compulsivo –Serotonérgicos

19 Ansiolíticos

20 Modulação alostérica GABA/BZD Ômega 1 Ômega 2 Ômega 3 Receptor GABA A Receptor BZD Receptor Flumazenil Receptor barbitúricos Receptor álcool GABA

21 Modulação alostérica GABA/BZD GABA Cl -

22 Síndrome de abstinência Abstinência do 2 o até o 10 o dia Tremores, taquicardia, sudorese, espasmos musculares, hipertensão Ansiedade, disforia, hiperacusia Gosto metálico na boca Insônia, agitação, perda de apetite Ideação paranóide, despersonalização Convulsões

23 Quem são?

24 Uso clínico Ansiedade –Ansiedade fásica –Quadros agudos –Transtorno de ansiedade generalizada Crises de pânico –Uso agudo Transtorno de pânico –Auxiliar Fobia Social –Associado a TCC

25 Estabilizadores do humor

26 Carbonato de lítio –Primeira opção –Litemia entre 0,6 a 1,2 mEq/l –Toxicidade Sedação, diarréia, disartria, tremores, convulsão Tireóide – Aumento TSH, diminuição T3 e T4 Leucocitose, aumento de plaquetas

27 Estabilizadores do humor Anticonvulsivantes –Valproato de sódio Depakene Depakote –Carbamazepina Tegretol –Oxicarbazepina Trileptal –Topiramato Topamax –Lamotrigina Lamictal Controlar enzimas hepáticas Risco de ovário policístico Risco de redução de granulócitos Risco de hiponatremia Lesões de pele Rush cutâneo

28 Anti-psicóticos

29 Hipótese Dopaminérgica da Esquizofrenia Via mesolímbica hiperativa Sintomas positivos Vias mesocortical hipoativa Sintomas negativos

30 Fase aguda Escolha da medicação –Experiência anterior. –Dosagem. 2-4 semanas para resposta inicial. Até seis meses para resposta total. Efeitos terapêuticos máximos e colaterais mínimos. Titular pelos efeitos colaterais e aguardar duas semanas.

31 Fase estável Antipsicóticos –Reduz a recaída em 30% por ano. –Sem AP -> 80% recaída em 5 anos. –Dose de manutenção. Limite para SEP. 2ª geração – pode usar doses maiores -> menos recaída. –Manutenção contínua da medicação. Menos recaída. Múltiplos surtos ou dois surtos em 5 anos. –Pode suspender após um ano de remissão. Reduzir em 10% por mês.

32 Classificação dos antipsicóticos Antipsicóticos de 1ª geração – típicos –Fenotiazinas Alifáticas –Clorpromazina –Levomepromazina Piperidínicas –Tioridazina Piperazinicas –Trifluoperazina –Flufenazina –Butirofenonas Haloperidol SEDAÇÃOSEDAÇÃO DOPAMINADOPAMINA

33 Antipsicóticos de 1ª geração Bloqueio das quatro vias Via mesocortical Sem melhora sintomas negativos Via tuberoinfundubular (inibe liberação de prolactina) Via nigroestriatal (SEP) Via mesolímbica Melhora sintomas positivos

34 Antipsicóticos de 1ª geração Eficazes para a maioria dos sintomas. –Positivos. Alucinações. Falta de cooperação. Hostilidade. Ideação paranóide. –Melhora: 60% x 20% placebo. –Início de melhora: seis semanas. Negativos. –Apatia. –Embotamento afetivo. –Avolição.

35 Efeitos colaterais Sistema nervoso autônomo –Anticolinérgico - muscarínico Levomepromazina, clorpromazina e tioridazina Perda da acomodação visual Boca seca Constipação e dificuldade de urinar –Bloqueio alfa 1 adrenérgico Levomepromazina, clorpromazina e tioridazina Hipotensão ortostática Disfunção erétil e retardo na ejaculação

36 Efeitos colaterais Sistema neuroendócrino –Bloqueio dopaminérgico tuberoinfundibular Hiperprolactinemia Amenorréia Galactorréia Diminuição da libido Infertilidade –Bloqueio dopaminérgico meduloperiventricular Aumento do apetite Obesidade

37 Efeitos colaterais Sistema nervoso central –Anticolinérgico muscarínico: Psicose tóxica –Bloqueio dos receptores histamínicos: Sedação –Convulsões

38 Efeitos colaterais Distonia aguda –Efeitos agudo –Espasmos musculares do pescoço, faringe e língua –Protusão da língua –Contraturas musculares em região cervical –Atenção para metoclopramida (Plasil) Discinesia tardia –Efeito tardio –Movimentos bucolinguomastigatórios involuntários e repetitivos.

39 Antipsicóticos de 2ª geração Doses eficazes não causam SEP. Antagonismo central com receptores de dopamina e serotanina.

40 AP – 2 a geração Clozapina –Risco de agranulocitose 1 a 2 %, Brasil 0,3% Uso monitorado pelo HMG –Convulsão 3 a 4 % –Miocardiopatia. –Tratamento de discinesia tardia. –Pacientes refratários. –Reduz ideação e tentativas de suicídio. –Hostilidade e agressividade perisistentes. –Leponex - 25 e 100 mg. –Efeito: 6 a 12 semanas – até 1 ano.

41 AP – 2 a geração Risperidona –Melhor ou igual ao haloperidol – sintomas globais. –Melhora superior ao haloperidol na neurocognição global (Bilder et al., 2002). –Não há evidências de ação direta nos sintomas negativos. –Hiperprolactinemia. –Hipotensão postural. –Maior risco de AVCI em idosos. –Risperdal, Zargus – 0,25; 1; 2; 3 mg; solução.

42 AP – 2 a geração Olanzapina –Melhor ou igual ao haloperidol – sintomas globais. –Não há evidências de ação direta nos sintomas negativos. –Eficácia no déficit neurocognitivo superior ao haloperidol (Purdon et al., 2000; Bilder et al., 2002). –Melhora de sintomas do humor. –Zyprexa – 2,5; 5 e 10 mg.

43 AP – 2 a geração Quetiapina –Eficácia semelhante aos AP 1ª geração. –Não há evidências de ação direta nos sintomas negativos. –Eficácia no déficit neurocognitivo superior ao haloperidol (veligan et al., 2002). –Melhora de sintomas depressivos.

44 AP – 2 a geração Ziprasidona –Ingestão com alimentos aumenta a absorção. –Eficácia semelhante aos AP 1ª geração. –Não há evidências de ação direta nos sintomas negativos. –Risco de aumento de intervalo QTc. –Arritmia ventricular – torsade point. –Geodon – 40 e 80mg.

45 AP – 2 a geração Aripiprazol –Eficácia semelhante aos AP 1ª geração. –Não há evidências de ação direta nos sintomas negativos. –Não induz ganho de peso. –Casos relatados de reagudização de psicose. Melhora associando 1ª geração. –Abilify – 15, 20 e 30 mg.

46 Doses MedicamentoDoseMeia vida Clorpromazina300 a Flufenazina5 a 2033 Tioridazina300 a Trifluoperazina15 a 5024 Haloperidol5 a 2021 Aripiprazol10 a 3075 Clozapina150 a Olanzapina10 a 3033 Quetiapina300 a 8006 Risperidona2 a 824 Ziprasidona120 a 2007

47 Eletroconvulsoterapia Indicações –Depressão grave com risco de suicídio –Depressão refratária –Esquizofrenia refratária –Esquizofrenia catatônica Contra-indicações –Infarto recente. –Cardiopatia grave. –Hipertensão intracraniana.

48 Estimulação magnética transcraniana Indicação –Depressões

49 Psicocirurgia Agressividade refratária TOC refratário Depressão refratária Manuela G. Lima – Milena Pondé – , Esdras Moreira –


Carregar ppt "Psicofarmacologia Milena Pereira Pondé Prof a. Adjunta EBMSP."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google