A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento e Equil í brio socioambiental Mônica Yukie Kuwahara NPQV/Mackenzie.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento e Equil í brio socioambiental Mônica Yukie Kuwahara NPQV/Mackenzie."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento e Equil í brio socioambiental Mônica Yukie Kuwahara NPQV/Mackenzie

2 A proposta A partir de uma provocação inicial acerca do significado do desenvolvimento, apresentam- se algumas das controvérsias que permeiam o debate econômico sobre a sustentabilidade ambiental. Haveria incompatibilidade entre progresso material e equilíbrio ambiental?

3 À guisa de introdução é possível que o que temos aqui não seja um conflito de idéias, mas inadequação de conceitos há que se entender o significado das coisas, ou as coisas presentes no significado As palavras moram tão dentro de nós que esquecemos que elas têm uma história.

4 Crescimento ou Desenvolvimento? Preocupação do entre guerras e após: crescimento do produto e das trocas Idéia de riqueza associada à produção de mercadorias e ao capital físico, influenciada pela atmosfera da segunda grande guerra, emerge um sistema de contas nacionais PIB como principal medida

5 PIB uma adição de bens e serviços, vendidos e comprados, sem qualquer distinção entre os que são ou não são benéficos para a sociedade (Veiga, 2010, p. 118) Não considera recursos ambientais Não considera qualidade No limite, medida de crescimento do produto

6 Medida do progresso (ou o progresso da medida) Métrica antes da definição Riqueza associada à produção Demais variáveis de desempenho associando- se à produção Ampla aceitação, apesar das contestações

7 Desenvolvimento para Furtado O desenvolvimento é ao mesmo tempo um problema de acumulação e progresso técnico, e um processo de expressão de valores O aumento de produtividade física com respeito ao conjunto do fator trabalho só é possível mediante a introdução de formas mais eficazes de utilização de recursos, que implicam, seja acumulação de capital, seja inovações tecnológicas, ou a conjunção destes dois fatores.

8 Desenvolvimento para Furtado (2) a realocação de recursos que acompanha o aumento do fluxo de renda é condicionada pela composição da procura, que é a expressão do sistema de valores da coletividade

9 Desenvolvimento para Stiglitz O desenvolvimento representa uma transformação da sociedade, uma mudança das relações tradicionais, das maneiras tradicionais de pensar, das maneiras tradicionais de lidar com a saúde e a educação, dos métodos tradicionais de produção, em favor de meios mais "modernos". STIGLITZ, 1998

10 Desenvolvimento para Stiglitz (2) O maior PIB não é um fim em si mesmo, mas um meio para se atingir melhores padrões de vida e uma sociedade melhor, com menos pobreza, melhor saúde e educação mais avançada.

11 Desenvolvimento como liberdade Amartya Sen Processo de expansão das liberdades humanas, promoção e garantia de condições objetivas para se gerar capacidade e habilidade (capability) de realizar julgamentos e promoção pessoal.

12 Recorrencias nas três apreensões do desenvolvimento Sustentabilidade ambiental entre as prioridades Valores como base da transformação social e como norteadores de mudanças tecnológicas Progresso implica em algo além da produção material

13 Desenvolvimento sustentável Relatório Brundtland (Nosso Futuro Comum) de 1987 O desenvolvimento sustentável é aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a possibilidade de as gerações futuras atenderem a suas próprias necessidades Para economistas, definição normativa

14 Economias de mercado e sustentabilidade ambiental idéia de que a escassez relativa se expressa nos mecanismos de preços, permitindo a alocação eficaz dos recursos Problemas: – externalidades – análise de custos intertemporais e intergeracionais....

15 Correção das Falhas de mercado Mecanismos cap-and-trade (Protocolo de Kyoto) Internalização dos custos ambientais Padronização

16 Outros problemas Abundância de recursos + Cultura do imediato + Disparidades socioeconômicas INSUSTENTABILIDADE

17 Haveria incompatibilidade entre progresso material e equilíbrio socioambiental? Se progresso for entendido apenas como o progresso material, medido pelo aumento da produção e do consumo, então a resposta é não. Não é possível a sustentabilidade nestes termos. A sustentabilidade tem a ver com igualdade e com equilíbrio social que são valores não convergentes com a lógica de mercado.

18 à guisa de conclusão Precisamos restabelecer as questões centrais: – 1) o que queremos com o crescimento econômico? – 2) por que o almejamos? – 3) para quem o deixamos? Na sequência, listo alguns dos desafios

19 Desafios aos economistas Maior diálogo entre áreas e construção de uma macroeconomia ambiental Novas métricas e indicadores de desempenho econômico e sociambiental Superar a economia da quantidade, rumo a economia da qualidade

20 Desafios ao Brasil Redução do desmatamento Capacidade inovativa para a transição a economia de baixo carbono Capacitação de gestores, públicos e privados Preparação para os riscos ambientais

21 Desafios globais Um sistema político que assegure a participação efetiva dos cidadãos no processo decisório Um sistema econômico capaz de gerar excedentes e conhecimento técnico em bases sustentáveis Um sistema social que possa resolver as tensões causadas pelo desenvolvimento não equilibrado

22 Desafios globais Um sistema de produção que respeite a obrigação de preservar a base ecológica do desenvolvimento Um sistema tecnológico que busque constantemente novas soluções Um sistema internacional que estimule padrões sustentáveis de comércio e financiamento Um sistema administrativo flexível capaz de se auto- corrigir ENFIM, ainda os mesmos desafios do Relatório Brundtland

23 Obrigada pela atenção!!


Carregar ppt "Desenvolvimento e Equil í brio socioambiental Mônica Yukie Kuwahara NPQV/Mackenzie."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google