A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BRASÍLIA 13 A 15 DE MARÇO Hipertensão Arterial e Proteinúria Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BRASÍLIA 13 A 15 DE MARÇO Hipertensão Arterial e Proteinúria Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB."— Transcrição da apresentação:

1 BRASÍLIA 13 A 15 DE MARÇO Hipertensão Arterial e Proteinúria Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

2 Microalbuminuria (MA) is a well recognized marker of cardiovascular complications in hypertension, but whether MA can predict adverse outcome in this clinical condition is still a subject for debate. Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

3 Whether management of hypertensive populations may be improved by monitoring of albumin excretion rate and whether antihypertensive drugs which are more effective in decreasing urinary albumin can be more beneficial in patients with MA remains to be determined. Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

4 Relation of Albuminuria to Left Ventricular Mass (from the HyperGEN Study) Luc Djoussé, MD, DSca,b,*, Jinesh Kochar, MDa, Steven C. Hunt, PhDc, Kari E. North, PhDd,C. Charles Gu, PhDe, Weihong Tang, MD, PhDf, Donna K. Arnett, PhDg, and Richard B. Devereux, MDh Albuminuria was negatively related to ejection fraction only in hypertensive subjects. In conclusion, these results suggest that albuminuria is positively associated with LV mass in normotensive subjects as it is in hypertensive subjects. (Am J Cardiol 2008;101:212–216). We analyzed data from 3,445 participants of the Hypertension Genetic Epidemiology Network (HyperGEN) Study (mean age years, range 18 to 87, 57% women).

5 Supratherapeutic Doses of Angiotensin Receptor Blockers to Decrease Proteinuria in Patients with Chronic Kidney Disease Biff F. Palmer Internal Medicine, Division of Nephrology, University of Texas Southwestern Medical Center, Dallas, Tex., USA Am J Nephrol 2008;28:381–390 An important endpoint in treating chronic kidney disease, a prevalent disease that can lead to kidney failure and cardiovascular disease, is reducing proteinuria. Proteinuria is an independent risk factor for disease progression and the development of cardiovascular disease and is a key factor that can be used to guide therapy designed to maximize kidney protection. Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

6 Controles da secreção de renina: Mácula densa: Adenosina: transporte de NaCl aumentado. Prostaglandina: transporte de NaCl diminuido. Barorreceptores renais: Pressão de perfusão das arteríolas renais (principalmente aferentes): maior pressão menor renina. Estimulação simpática: Nor-adrenalina em terminações nervosas simpáticas pós-ganglionares ativa receptores beta- adrenérgicos aumenta renina Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

7

8 Vasoconstricção via receptores AT 1 : RP da a.eferente = 3x a.aferente (manutenção da TFG). Aumenta prostaglandinas: vasodilatação, em contraposição. Aumenta liberação de adrenalina: Inibe a recaptação e aumenta a resposta à nor-adrenalina Estimula o SNC: Aumenta efluxo simpático Aumenta secreção de vasopressina Vasoconstricção via receptores V 1 Reabsorção de Na e H 2 O Ação direta no túbulo proximal Aumenta secreção de aldosterona Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

9 Hipertrofia e remodelamento cardíaco e vascular Disfunção endotelial Arritmias cardíacas Aterosclerose Formação do trombo Agregação plaquetária Desenvolvimento de nefropatias Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

10 Dopamina Calcitonina Adrenomedulina Prostaglandina E 2 Prostraciclina NO Agonistas beta- adrenérgico Ciclosporina Diuréticos Anestésicos

11 Desempenho renal com IECA ou BRA, versus outros antihipertensivos que não interferem no SRAA. 13 estudos randomizados avaliando a ação antihipertensiva e progressão da doença renal. IRCT: Relative risk, 0.87 (95% CI, 0.75 to 0.99) Creatinina sérica o dobro do normal: Relative risk, 0.71 (95% CI, 0.49 to 1.04) Alterações nos níveis de creatinina: Mean difference, –7.07 mol/l (95% CI, –13.26 to – 0.88) –15.73 Alterações na albuminuria: Mean difference, –15.73 (95% CI, –24.72 to –6.74) Alterações na TFG: Mean difference, 0.28 (95% CI, –0.76 to 1.32) Am J Nephrol 2008;28:372–380 Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

12 ANGIO II ACELERA A LESÃO RENAL PORQUE: INFLAMAÇÃO E FIBROSE MANTEM A INFLAMAÇÃO E FIBROSE INTERVENÇÕES QUE INIBAM A ATIVIDADE DO SRAA: RENO PROTEÇÃO DESACELERAM A PROGRESSÃO DA DRC IECA E BRA COMBINADOS (em diabéticos e não-diabéticos): MAXIMIZAM A INIBIÇÃO DO SRAA REDUZEM (ou mantém) A TFG REDUZEM A PROTEINÚRIA Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

13 Maximização da inibição do SRAA Intensificação do controle da PA Controle da dislipidemia de forma multimodal, que inclua ajustes no estilo de vida Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

14

15

16

17

18

19

20 Effect of immunisation against angiotensin II withCYT006-AngQb on ambulatory blood pressure:a double-blind, randomised, placebo-controlled phase IIa study Alain C Tissot, Patrik Maurer, Juerg Nussberger, Robert Sabat, Thomas Pfi ster, Stanislav Ignatenko, Hans-Dieter Volk, Hans Stocker,Philipp Müller, Gary T Jennings, Frank Wagner, Martin F Bachmann Lancet 2008; 371: 821–27 Objetivo: desenvolver vacina, sobre uma partícula semelhante a vírus, que destrua a angiotensina II, para reduzir a pressão arterial, em ambulatório.

21 Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB. Estudo multicêntrico, duplo cego, randomizado, com 72 pacientes com HA, classificada como média a moderada, divididos em 3 grupos, que receberam respectivamente 100 e 300 ug da vacina e placebo, em injeções subcutâneas, em 3 doses: semana 0; semana 4 e semana 12. Na 14ª semana era feito MAPA para análises comparativas.

22 Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB

23 A resposta de indução de anticorpos foi reversível, com meia vida de cerca de 4 meses depois da terceira injeção. Isso é compatível com uma programação de tratamento de poucas injeções ao ano, por ocasião dos retornos para controle da PA.

24 Muito Obrigada!


Carregar ppt "BRASÍLIA 13 A 15 DE MARÇO Hipertensão Arterial e Proteinúria Tânia Torres Rosa Profa. Associada FM UnB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google