A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REFLUXO VESICOURETERAL Nefropatia do refluxo fatores prognósticos Unidade de Nefrologia Pediátrica HC-UFMG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REFLUXO VESICOURETERAL Nefropatia do refluxo fatores prognósticos Unidade de Nefrologia Pediátrica HC-UFMG."— Transcrição da apresentação:

1 REFLUXO VESICOURETERAL Nefropatia do refluxo fatores prognósticos Unidade de Nefrologia Pediátrica HC-UFMG

2 RVU: 1% população pediátrica 30-40% das crianças com ITU 10% das crianças com hidronefrose fetal USA: casos novos/ano RVU- associações: ITU recorrentes Cicatrizes renais HAS DRC Epidemiologia

3 Bases genéticas RVU: autossômica dominante com penetrância incompleta e expressão variável (1:600) Herança dominante ou padrão poligênico Segmento 20cM do cromossomo 1p13 gene ROBO2 (Mak RH, Curr Opin Pediatr 2003) (Woolf,Adv Nephrol Necker Hosp 1999) (Woolf,Kidney Int 2000) (Mak RH, Curr Opin Pediatr 2003) (Woolf,Adv Nephrol Necker Hosp 1999) (Woolf,Kidney Int 2000)

4 DESVIO NO LOCAL DE ORIGEM DO BROTO URETERAL

5 História clínica Hidronefrose fetal ITUs recorrentes História familiar Disfunção do trato urinário inferior Diagnóstico Uretrocistografia miccional

6 Tratamento OBJETIVOS DO TRATAMENTO: PRESERVAR FUNÇÃO RENAL EVITAR LESÃO DO PARÊNQUIMA DÉCADA DE 60: CIRURGIA REIMPLANTE URETERAL APÓS 1970: TRATAMENTO CONSERVADOR

7

8 Recorrência global: 48/127 (37,8%)

9 Lesão renal Alteração agudas do parênquima renal na ITU: 55-75% Lesão permanente: 20-40% (Jahnukainen, Pediatr Nephrol 2005)

10 RISCO DE HIPERTENSÃO 23 a 58% dos adultos jovens RISCO DE DOENÇA RENAL CRÔNICA 5% a 12% das crianças e adolescentes NEFROPATIA DO REFLUXO

11 EXPERIÊNCIA DO HC-UFMG Lições de um estudo retrospectivo

12

13

14 4% 12% 33% 68% 75% 735 pacientes – 1116 ureteres Correlação grau do refluxo X lesão renal

15 Lesão renal: congênita x adquirida

16 p < 0,05 RR = 3.4, 95%CI, 1.4 – 8, p = 0.002

17

18

19 Estimativa de Doença Renal Crônica 5 anos: 8% 10 anos: 15% 15 anos: 18%

20 Atraso no diagnóstico do RVU

21 Fatores associados com DRC

22

23

24 Estimativa de Hipertensão Arterial Lesão Unilateral: 50% aos 30 anos de idade Lesão Bilateral: 50% aos 22 anos de idade

25

26

27 Fatores associados com lesão renal

28 Representação esquemática do modelo de lesão renal Lesão renal Doença renal crônica Pré-eclâmpsia Hipertensão arterial Pronto diagnóstico e tratamento da ITU Antibioticoprofilaxia: prevenção de ITU recorrente ITU(s) RVU ITU(s) RVU congênito e displasia Atraso diagnóstico e tratamento da ITU Tratamento da SDE Adaptado de Brakeman, 2008

29 Representação esquemática dos fatores envolvidos na DRC RVU Cicatriz renal (NR) HAS Proteinúria Desenvolvimento renal anormal DRC DRC terminal Pielonefrite recorrente Resolução do RVU Função renal normal Adaptado de Brakeman, 2008

30 DRC 10 anos após diagnóstico Até 1990: 10% após 1990: 2%

31 Conclusões RECONHECIMENTO PRECOCE DO RVU ALTO RISCO Refluxo grave (III-V) Lesão renal: Congênita e adquirida Lesão renal unilateral: HA Lesão renal bilateral: HA e DRC RECONHECIMENTO PRECOCE DAS CO-MORBIDADES Diagnóstico tardio ITUs recorrentes Síndrome disfunção de eliminações

32


Carregar ppt "REFLUXO VESICOURETERAL Nefropatia do refluxo fatores prognósticos Unidade de Nefrologia Pediátrica HC-UFMG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google