A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MUTIRÃO DE COMUNICAÇÃO AMÉRICA LATINA E CARIBE PUCRS – PORTO ALEGRE de 12 a 17 de julho de 2009 www.muticom.org.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MUTIRÃO DE COMUNICAÇÃO AMÉRICA LATINA E CARIBE PUCRS – PORTO ALEGRE de 12 a 17 de julho de 2009 www.muticom.org."— Transcrição da apresentação:

1 MUTIRÃO DE COMUNICAÇÃO AMÉRICA LATINA E CARIBE PUCRS – PORTO ALEGRE de 12 a 17 de julho de 2009

2 Natureza do Evento Convite à reflexão, à construção coletiva e à partilha de saberes por parte de todos os atores que transitam nestas terras, em particular os agentes de pastoral, lideranças, profissionais, acadêmicos, profissionais e pesquisadores da comunicação. Um chamado para produzir, coletivamente, propostas conceituais, metodológicas e estratégicas que facilitem uma comunicação baseada na paz, na justiça e na liberdade.

3 Identidade do Mutirão O Mutirão tem no diálogo a sua força e mola propulsoras. É esforço de todos na partilha de sonhos, de práticas e de saberes. É um trabalho em conjunto, comunitário, gratuito em favor do bem comum. Ecumênico e pluridisciplinar. Espaço aberto com voz e vez para todos. Mutirão somos nós participando...

4 Tema PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO PROCESSOS DE COMUNICAÇÃO E CULTURA SOLIDÁRIA CULTURA SOLIDÁRIA

5 Objetivo Promover espaços de diálogo sobre os processos de comunicação, à luz da cultura solidária, na construção de uma sociedade comprometida com a justiça, a liberdade e a paz.

6 Promotores CELAM CNBB OCLACC UCBC OCIC/BR RCR UND A/BR

7 Colaboradores ALER FELAFACS SIGNIS UCIP WACC-AL/C PUCRS UNISINOS

8 Mutirão da América Latina e Caribe Logo é de todos, com todos e para todos, homens e mulheres, os povos, as culturas, credos, profissões, idades, os que têm responsabilidades na sociedade e compromisso com a vida digna para todos. Ou juntos nos salvamos e sobreviveremos ou estamos destinados ao fracasso e à morte.

9 Mutirão e a Igreja no Brasil Somos os organizadores e responsáveis diretos pelo evento em nome da CNBB, CELAM e OCLACC. É questão de honra fazer o evento conhecido e amplamente participado pelas paróquias e pelos agentes de pastoral. Mutirão é continuidade dos mutirõss anteriores, desdobramento de Aparecida e concretização dos projetos da Igreja no Brasil.

10 Objetivos para a Igreja no Brasil: entrar no mundo complexo, difícil e misterioso da comunicação avaliar a sua presença e atuação na mídia aproximar-se da linguagem própria da mídia dialogar com as pessoas que atuam na mídia criar espaços e estratégias para elaborar um discurso teórico-prático capaz de sustentar um diálogo crítico e alternativo frente à grande mídia organizar a pascom nas dioceses e paróquias elaborar conteúdos para a formação do povo de Deus frente à mídia.

11 Participantes Profissionais da Comunicação Professores e alunos Bispos, presbíteros, diáconos permanentes Agentes de pastoral Interessados no tema da cultura solidária ESTIMATIVA de participantes: profissionais agentes de pastoral e visitantes

12 O coração do Mutirão: cultura solidária Está em jogo a vida, a liberdade, o pão e a dignidade de viver e morar, crescer, participar, construir sonhos, concretizar projetos, respeitar e ser respeitado, falar e ser ouvido… Ser sujeito ativo, responsável e construtor de uma nova sociedade.

13 Protagonistas do Mutirão As dioceses, os presbíteros e agentes de pastoral…. São convidados a fazer conhecido, amado esse evento da Igreja e comprometido com a evangelização e, mais são convocadas a fazer parte da história do Mutirão participado por todos protagonistas: os povos da América Latina e Caribe.

14 Cultura Solidária É O NOVO NOME DO EVANGELHO na linguagem inculturada do mundo moderno. Jesus Cristo é a solidariedade divina, encarnado entre nós e no meio de nós. Ele é a fonte de toda a solidariedade. A comunidade, Corpo de Cristo, é convidada a viver e ser testemunho vivo dessa solidariedade. É a provocação do Mutirão.

15 Mutirão Instrumento de Evangelização Organizado e coordenado pela Igreja Católica, tem forte suporte acadêmico, ecumênico, com a presença dos meios populares, das pastorais, das organizações populares, da mída e dos profissionais da comunicação. O Mutirão é um momento privilegiado e marcante na vida da Igreja no Continente.

16 Tema no contexto do Continente Amadurecido em uma longa reunião em janeiro de 2008, com participantes de vários países da América Latina, tem em seu bojo a história dos mutirões brasileiros e dos congressos latinos de comunicação. Situa-se no contexto de Aparecida, assume o diálogo, as pesquisas e as iniciativas em torno da cultura solidária como uma aspiração dos povos que aqui vivem e fazem história de fé.

17 Programação extensa Conferências, Seminários. Refresher Oficinas, Produções acadêmicas e Estandes Apresentações artísticas tarde e noite Exibição de filmes premiados Premiação da CNBB e OCLACC Exposição de arte sacra Espaço dos artistas contemporâneos Diálogo em mesas redondas com as tvs católicas Carta de Porto Alegre e Celebrações

18 Momentos Especiais Solenidade de abertura na noite do dia 12 Solenidade da premiação na noite do dia 14 Shows especiais nas noites de 13, 15 e 16 Solenidade de encerramento no dia 16 com celebração e leitura da carta de Porto Alegre.

19 Espaço para a Mídia Ao lado do salão de eventos, há um espaço que será ocupado pela mídia: Tvs, rádios, internet, jornais e revistas. Esse espaço é oferecido a todos os interessados em transmitir o evento ou realizar oficinas, mediante solicitação.

20 Oferta de serviços Diariamente serão oferecidos pela TV-Mutirão três boletins diários, manhã, meio-dia e entardecer, em alta qualidade e ainda dois programas, à noite, com entrevistas de 90m minutos com personalidades presentes ao evento. Os interessados gratuitamente o sinal e a senha. É intenção transmitir todo o evento pela Internet É proposta disponibilizar num banco de dados todo o evento para acesso de todos mediante uma senha.

21 Apresentações populares Espaços para valorização da arte e da cultura cultivadas nas comunidades do Continente; divulgação das raízes históricas e culturais; Incentivo e promoção da comunicação através da arte em vista da cultura solidária Confraternização e estreitamento de laços de amizade entre os povos da América e do Caribe.

22 Oficinas ou diálogo de práticas Espaços de formação e capacitação, tendo como ponto de partida a experiência dos participantes no campo da comunicação solidária e da promoção humana Espaço para intercambiar conhecimentos e construir saberes em busca de uma sociedade comprometida com a justiça, a liberdade e a paz.

23 Solicitação carinhosa O máximo de divulgação do evento com originalidade e criatividade Notícias do evento frequentes por todos os meios Participação no evento com o maior número de lideranças Organização de encontros, assembléias, seminários tendo em pauta o tema desafiador da Cultura Solidária. Momentos fortes de Oração. Sem a ação do Espírito não iremos a lugar nenhum.

24 Lembrando que o Mutirão de Comunicação É o primeiro no gênero. Evangelização inculturada. Realiza-se no Brasil. Privilégio e responsabilidade. Envolve os bispos, as dioceses, presbíteros, agentes Pertence a todos. É de todos os brasileiros e latinos. A mídia tem uma responsabilidade única Todos temos a missão de criar uma maior consciência de que pertencemos a um povo que vive e faz história nesse Continente. Compromisso de Aparecida. Tão diferentes e tão irmãos.

25 Desafio maior Fazer o tema conhecido com seus desafios Refletido na pastoral e à luz da evangelização Dialogado com a sociedade e a mídia Inserido na pastoral de conjunto Assumido pelas comunidades e agentes Rezado por todos Cultura solidária: alimento da paz e sinal do Reino

26 Ponto de chegada O Mutirão é um diálogo com a sociedade Uma experiência de evangelização Um espaço privilegiado de participação Caminho de aproximação de corações, sonhos e realizações… Busca de uma sociedade nova Compromisso com o Reino de Deus

27 O que se espera da Diocese Sinta-se parceira e construtora do evento Divulgação na mídia, nas universidades, nas paróquias, colégios, nos movimentos leigos… Inserção no site e nas páginas dos jornais e boletins; notícias nos programas de rádio… Estudo da cartilha nos grupos, cursos, nos conselhos de pastoral, nos colégios, com os jovens…. Motivação e organização de caravanas Participação nas conferências, seminários, apresentações artísticas, oficinas, celebrações…

28 NA CAMINHADA PARA O MUTIRÃO - tempo de planejamento e organização - Organização da PASCOM diocesana com presença nas paróquias, com sala de imprensa, site, jornal… Reflexão sobre a importância e os desafios da comunicação na vida pastoral Acompanhamento aos comunicadores: dia das comunicações, retiros, encontros nos tempos fortes do ano litúrgico…. Cursos de formação ao povo sobre os desafios da comunicação Investimento na formação de profissionais e agentes de pastoral, seminaristas….

29 Subsídios disponíveis Hino e oração Folder (vários) inclusive refresher Cartaz e Banner Dvd com o programa do lançamento Cartilha ou Cadernos de Estudo Artigos Site ou portal: Spot rádio e tv

30 Vamos ao Mutirão Nos veremos em Porto Alegre de 12 a 17 de julho Contamos com a presença de todos É tempo de fazer as pazes com o mundo da mídia Em nome da Igreja como discípulos missionários temos consciência que o Mutirão é nosso. Ele será aquilo que prepararmos e divulgarmos. O sucesso está em nossas mãos com a bênção de DEUS e proteção de Maria.

31 Tendo no horizonte da ação pastoral Mutirão como continuidade e desdobramento da ação pastoral Mutirão encontro de povos e culturas e partilha da história numa grande festa em homenagem à vida Mutirão como espaço de atualização e formação dos agentes de pastoral Mutirão como concretização do diálogo com a sociedade centrado na cultura solidária.

32 Reforço na ação pastoral Motivação das paróquias para que aproveitem o acontecimento como um momento especial na vida da Igreja no Continente, no Brasil e RS O Mutirão como festa, integração de raças e culturas, espaço para aproximação de ideais e corações. A Igreja está empenhada na realização do evento. É missão e serviço pastoral.

33 Oração da Comunicação … Ensina-nos a escutar o silêncio e o clamor dos deserdados da Terra. Ensina-nos a falar a Boa Nova do Reino bem no alto dos telhados e no coração do mundo. Que sejamos testemunhas da invencível Esperança, que nos consagremos a mídia ao serviço do Evangelho em abertura ecumênica, em plenitude ecológica, nos Povos da Nossa América, em cultura solidária entre todas as culturas. Amém, Axé, Awere, Aleluia.

34 Apresentação de Pe. Marcelino Sivinski Porto Alegre, aos 16 de março de 2009.


Carregar ppt "MUTIRÃO DE COMUNICAÇÃO AMÉRICA LATINA E CARIBE PUCRS – PORTO ALEGRE de 12 a 17 de julho de 2009 www.muticom.org."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google