A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FITIMETAL. Setor eletroeletrônico 1° - Breve história 2° - Número de trabalhadores 3° - Espaço geográfico 4° - Características 5° - Salário base 6° -

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FITIMETAL. Setor eletroeletrônico 1° - Breve história 2° - Número de trabalhadores 3° - Espaço geográfico 4° - Características 5° - Salário base 6° -"— Transcrição da apresentação:

1 FITIMETAL

2 Setor eletroeletrônico 1° - Breve história 2° - Número de trabalhadores 3° - Espaço geográfico 4° - Características 5° - Salário base 6° - Vínculo internacional 7° - Relação com os trabalhadores 8° - Relação de mercado – percentual para o mercado interno e exportação 9° - Grau de desenvolvimento tecnológico 10° - Perfil da categoria

3 1° - Breve história Dois períodos: 1- Indústria de consumo – substituição das importações – protecionismo – desenvolvimento da indústria nacional. Meados de 1950 até Abertura da economia – importações – chineses- competitividade.

4 1° - Breve história Década de 1950 e a primeira metade da década de 1970 – país não dispunha de um conjunto de indústrias (complexo eletrônico) apenas de bens de consumo – capital estrangeiro. Década de 60 – uso de computadores na indústria BNDES – em 1964 cria o fundo de desenvolvimento tecnológico - Funtec Decada de 1970 – expressivas taxa de crescimentos – incentivos fiscais Decreto 288 cria a Zona Franca de Manaus (ZFM) até 2013.

5 1° - Breve história Choque do petróleo – são criada estratégias mais contundente para a política industrial. Criação do Capre – Comissão de atividades de Processamento eletrônico em 1972 – organizar o mercado de informática ( mais voltado para questões governamentais e não privados ) Em 1974 o Capre passa e exercer um maior controle do importações – controlar a saída de divisas – implementar uma política industrial para o país. Em 1972 é criada a Telebrás Em 1970 é criada a Secretaria Especial de Informática – substitui o Capre.

6 1° - Breve história Criação do ZFM atraia filiais de empresas multinacionais Isso é revertido com maior apoio as empresas de capital nacional – Sharp, Philco(grupo itaú) e a Gradiente junto com a holandesa Phillips asseguram 50% do capital nacional. Collor – abertura da economia – aumento susbstancial das importações – alta competitividade contra as empresas nacionais – fechamento.

7 1° - Breve história Lei da informática Tercerizações (Foxconn, Celéstica, Flextronics, Teakon entre outras)

8 2° - Número de trabalhadores Dentro da complexidade do setor eletroeletrônico brasileiro estima- se que aproximadamente 348 mil trabalhadores 1 estão envolvidos nesse setor. Esses números representam aproximadamente 20% dos metalúrgicos brasileiros O Brasil é um país com dimensões continentais (5°país do mundo em extensão territorial), possui 26 Estados e o Distrito Federal. Dentro desse cenário territorial, cerca de 92,1% dos trabalhadores do setor eletroeletrônico estão concentrados em 6 Estados. Além disso é preciso destacar que aproximadamente metade dos postos de trabalho do setor estão alocados no Estado de São Paulo (Estado com maior contribuição no PIB Brasileiro). Dieese Estimativa do mês de janeiro de 2010 com base nas informações da Relação Anual de Informações Sociais (2008) e do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego ambos do Ministério do Trabalho e Emprego.

9 2° - Número de trabalhadores 172 mil diretos (segundo dados da própria abinee) 176 mil tercerizados e outros ( o dieese mostra 348 mil envolvidos ) mão de obra temporária

10 2° - Número de trabalhadores/geografia Fonte: Dieese SP48,8% AM10,1 % PR9,2 % SC9,2 % MG7,9 % RS6,9 %

11 4° - Características Empresas com estrutura verticalizada – forte terceirização Maioria transnacionais Alimenta-se de incentivos fiscais Produção Sazonal Forte exportação Tecnologia de ponta Trabalhadores qualificados Reduzidos custos – mão de obra e terceirizações Procura incessante por incentivos fiscais Lei da informática

12 5° - Salário base Varia de 550 até 1100 – estamos falando em piso salarial da categoria (depende da quantidade de trabalhadores) maiores sendo na região sudeste – principalmente o estado de São Paulo Ex: - Motorola (SP) piso de 1044 reais - PISO SALARIAL(conveção coletiva amazonas) Fica assegurado aos trabalhadores abrangidos por esta Convenção Coletiva de Trabalho, a partir de 1º de agosto de 2010, o Piso Salarial inicial abaixo: A) BEM FINAL – R$700,00 (Setecentos reais) por mês; B ) BEM INTERMEDIÁRIO – R$640,00 (Seiscentos e quarenta reais) por mês; e, C) EXCLUSIVAMENTE COMPONENTES – R$570,00 (Quinhentos e setenta reais) por mês. Parágrafo único - Ficam garantidas as condições mais favoráveis atualmente praticadas.

13 6º Vínculo internacional Confederación Internacional de Organizações Sindicais Livres (CIOSL, maioritária e de origem socialista-social democrata) Confederación Mundial do Trabalho (CMT, de origem cristão) Federação Sindical Mundial (FSM, de origem comunista)

14 7° - Relação com os trabalhadores O espaço geográfico está dividido entre as forças políticas sindicais. Negociação coletiva descentralizada – necessidade de um contrato nacional de trabalho Direitos trabalhistas sendo constantemente atacados :

15 8° - Relação de mercado FATURAMENTO O faturamento da indústria elétrica e eletrônica, em 2010, deverá chegar a R$ 124 bilhões, o que representa crescimento de 11% em relação a 2009 (R$ 112 bilhões). Na comparação a 2008, período pré-crise, o incremento foi menor que 1%, quando o faturamento do setor registrou R$ 123 bilhões. FONTE: Abinee

16 Faturamento Faturamento Total por Área (R$ milhões a preços correntes) X 2009 Automação Industrial % Componentes Elétricos e Eletrônicos % Equipamentos Industriais % GTD * % Informática % Material Elétrico de Instalação % Telecomunicações % Utilidades Domésticas Eletroeletrônicas % Total % *Geração, Transmissão e Distriuição de Energia fonte:Abinee

17 Exportações Exportações de Produtos do Setor (US$ milhões) X 2009 Automação Industrial % Componentes Elétricos e Eletrônicos % Equipamentos Industriais % GTD % Informática % Material Elétrico de Instalação % Telecomunicações % Utilidades Domésticas Eletroeletrônicas % Total % * Geração, Transmissão e Distriuição de Energia fonte:Abinee

18 Exportações Produtos mais Exportados (US$ milhões) X 2009 Telefones Celulares % Eletrônica Embarcada % Motocompressor Hermético % Componentes para Equipamentos Industriais % Motores e Geradores % Transformadores % Refrigeradores % Instrumento de Medida % Grupo Motogerador % Comp. p/ Informática % Fonte: Abinee

19 Exportações Exportações de Produtos do Setor por Blocos Econômicos (US$ milhões) X 2009 Estados Unidos % Aladi (Total) % - Argentina % - Outros Aladi % União Européia % Sudeste da Ásia (Total) % - China % - Outros Sudeste Ásia % Demais Países do Mundo % Total % * Projeção Fonte: Abinee

20 Importações Importações de Produtos do Setor (US$ milhões) X 2009 Automação Industrial % Componentes Elétricos e Eletrônicos % Equipamentos Industriais % GTD % Informática % Material Elétrico de Instalação % Telecomunicações % Utilidades Domésticas Eletroeletrônicas % Total % fonte: Abinee

21 Importações Produtos mais Importados (US$ milhões) X 2009 Componentes para Telecomunicações % Semicondutores % Componentes para Informática % Instrumentos de Medida % Eletrônica Embarcada % Grupo Motogerador % Comp. p/ Equips. Industriais % Aparelhos Eletromédicos % Maq. p/ Processam. Dados % Componentes Passivos %

22 Importações Importações de Produtos do Setor por Blocos Econômicos (US$ milhões) X 2009 Estados Unidos % Aladi (Total) % - Argentina % - Outros Aladi % União Européia % Sudeste da Ásia (Total) % - China % - Outros Sudeste Ásia % Demais Países do Mundo % Total %

23 Projeções para Faturamento Total por Área (R$ milhões a preços correntes) Áreas X 2010 Automação Industrial % Componentes % Equipamentos Industriais % GTD % Informática % Material de Instalação % Telecomunicações % Utilidades Domésticas % Total %

24 9° - Grau de desenvolvimento tecnológico Indústrias acompanham o desenvolvimento tecnológico – automação industrial – investimentos em pesquisas e desenvolvimento. Instituto eldorado(Unicamp), CPqD, C.E.S.A.R (centro de estudos e sistemas avançados do Recife) Insfrestrutura do país ainda carente Indústria do setor possui efeito multiplicador – suas tecnologias avançam para outros setores da economia criando um elo.

25 10° - Perfil da categoria

26 A maior freqüência de trabalhadores do setor é da faixa etária até 24 anos (25,8%); de 30 a 39 anos (29%). Praticamente metade dos trabalhadores tem até 30 anos e a outra metade acima; As mulheres representam 33% do total de trabalhadores do setor e o salário é 32% menor em relação aos homens; O número de trabalhadores do setor eletroeletrônico passou por profundas mudanças nos últimos 15 anos. Com exceção do ano de 2000, que apresentou um crescimento no número de emprego, a regra geral foi a queda do número de postos de trabalho de 1996 a 2002, quando 44% dos postos de trabalho do setor foram eliminados. A partir de 2003 o setor voltou a crescer e até dezembro de 2006 havia recuperado 32,8% do nível de emprego. Em 2007 foi observado novamente queda e desde então um ligeiro crescimento anual.

27 Terra do fogo ( Argentina ) zona franca Tsunami no Japão – falta de materiais Cesar Cardoso da Silva (19)


Carregar ppt "FITIMETAL. Setor eletroeletrônico 1° - Breve história 2° - Número de trabalhadores 3° - Espaço geográfico 4° - Características 5° - Salário base 6° -"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google