A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL TUPINAMBÁ Linha Vera Cruz CUNHA PORÃ/SC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL TUPINAMBÁ Linha Vera Cruz CUNHA PORÃ/SC."— Transcrição da apresentação:

1 ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL TUPINAMBÁ Linha Vera Cruz CUNHA PORÃ/SC

2 A Escola de Ensino Fundamental Tupinambá localiza-se na Linha Vera Cruz, município de Cunha Porã, a aproximadamente 09 quilômetros de distância do centro da Cidade. A Unidade Escolar conta com um terreno com área de metros quadrados, onde temos uma parte da área construída, e outra parte de área verde com gramado, flores, horta escolar, árvores e um açude de aproximadamente 200 metros quadrados.

3 A Escola de Ensino Fundamental Tupinambá foi transformada em 1980, deixando de ser Escola Isolada e denominando-se, a partir de então, como Escola Básica Tupinambá. Mais tarde foi novamente transformada, e desta vez tornando-se Escola Rural de Ensino Fundamental, e anos depois, novamente modificada em Escola de Ensino Fundamental. Iniciou com turmas de 1ª a 5ª séries, aumentando até 8ª série gradativamente. Hoje atende de 1ª a 8ª série do E. F. totalizando 157 alunos de 09 localidades do interior do município.

4 O pedagógico da Escola é fortalecido através do trabalho de toda comunidade escolar, da habilitação dos Professores (todos com Pós-Graduação completa) e através do trabalho interdisciplinar de Projetos, além de temas transversais e dos conteúdos curriculares, visando um preparo para a vida social e humana do educando.

5 PROJETOS TRABALHADOS: QUESTÃO AMBIENTAL; HORTA ESCOLAR; SEXUALIDADE E VALORES; AFRODESCENDÊNCIA; VERDE É VIDA (AFUBRA).

6 MUNICIPALIZAÇÃO A EEF TUPINAMBÁ é a única escola no meio rural no município de Cunha Porã. Mas qual o motivo que leva a essa permanência? No final de 1997 houve uma mudança na legislação que deferia sobre as Verbas enviadas para as Escolas, sendo que, a partir de então, as verbas começaram a ser enviadas conforme o número de alunos de cada Unidade Escolar.

7 Tendo em vista essa mudança, a Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal da Educação, municipalizaram todas as Escolas Isoladas do Município,e também dirigiram-se à EEF Tupinambá, que já era Escola de Ensino Fundamental, propondo a referida Municipalização. No entanto, a então Direção da Escola, reunida com os Professores Efetivos e a comunidade em geral, decidiram RESISTIR ao processo, levando em consideração alguns dos pontos negativos do mesmo, tais como:

8 Muitos Professores remanejados das Escolas Isoladas ficaram sem Turma (Sem sala de aula), e consequentemente perderam direitos em seus vencimentos e na carreira profissional; A Estrutura Física disponível na EEF Tupinambá, é mais favorável ao educando, tendo em vista o local e espaço para onde foram nucleadas as escolas municipalizadas; Na época, o processo era voltado somente ao valor recebido por aluno em forma de verbas, e não ao lado humano do mesmo. A Rede Municipal, quando questionada sobre a situação dos Professores Efetivos, afirmou que isto estava em segundo plano e que esta situação não lhes preocupava no momento;

9 A não aceitação pela grande maioria da Comunidade Escolar (Direção, Professores, Funcionários, Pais, APP e alunos. Cabe ressaltar que esta não aceitação da Comunidade Escolar foi aferida através de assinaturas colhidas de casa em casa pela Equipe Administrativa da Escola e APP da época, assinaturas estas, que foram enviadas para a Secretaria de Estado da Educação, com o intuito de barrar o Processo de municipalização. O transtorno físico e emocional dos educandos, que teriam que sair de suas casas, em torno de uma hora antes do horário ao qual se deslocavam para a Escola Tupinambá e retornariam uma hora mais tarde. Entre outros aspectos de cunho local e administrativo da Administração do município na Época, que deixavam transparecer que a Municipalização não seria um processo humano, mas sim economicamente viável para a Rede Municipal de Ensino.

10 Sendo assim, o Processo permaneceu arquivado até início do ano de 1999, quando houve a troca de pessoal na Direção da Escola e ao mesmo tempo, na Secretaria Municipal de Educação. Neste novo momento, tudo foi novamente preparado durante as férias escolares, sem comunicar Professores e Comunidade Escolar, que foram surpreendidos novamente pela situação ao retornarem as atividades letivas.

11 Desta maneira, sem tempo para organização e resistência destes segmentos escolares, o processo foi enviado à Secretaria de Estado da Educação. Esta, por sua vez, não aceitou mais os Processos de Municipalização, tendo em vista, os vários resultados e experiências negativas e frustradas que o processo trouxe em vários outros municípios (*), muitos destes, vizinhos de Cunha Porã.

12 E ASSIM, A ESCOLA DE ENSINO TUPINAMBÁ PERMANECE ATÉ HOJE NO MEIO RURAL. MAS QUAL O LADO POSITIVO E OS MOTIVOS QUE LEVAM OS PAIS E TODA A COMUNIDADE ESCOLAR A DEFENDER ESTA PERMANÊNCIA DA ESCOLA NO MEIO RURAL, COM ÊNFASE NA EDUCAÇÃO DO CAMPO:

13 EM PESQUISA REALIZADA COM A COMUNIDADE ESCOLAR PARA A CONSTRUÇÃO E ATUALIZAÇÃO DO PPP, LEVANTARAM-SE OS SEGUINTES ASPECTOS: A Escola de Ensino Fundamental Tupinambá é a única Escola do Município que conta com 100% de seus Profissionais Habilitados e com Pós- Graduação na área em que atuam; Possui um amplo espaço físico disponível para uma boa convivência dos educandos, sendo metros quadrados, onde temos uma parte da área construída, e outra parte de área verde com árvores, gramado, flores, horta escolar e um açude de aproximadamente 200 metros quadrados (este açude é coordenado por pessoas da comunidade, mas com contrapartida da Escola e com resultados para a Escola);

14 Sala de Recursos Audiovisuais, com TV 29, Vídeo, DVD e aparelhagem de Som; Biblioteca Própria, com um considerável acervo de Literatura e Pesquisa; Telecentro Beija-Flor de Inclusão Digital, que está conectado à Internet e possibilita grandes oportunidades de trabalho pedagógico para Educadores e Educandos, acesso livre para Pesquisas e Consultas por parte de Pessoas da Comunidade e ainda Curso de Informática Básica, reconhecido e certificado pela 29ª Geect, para toda a Comunidade Escolar;

15 É uma Escola que dia após dia tem crescido em sua totalidade e tem melhorado no aspecto pedagógico, tecnológico e na Estrutura física; Dispõe de uma localização que oferece segurança ao educando e aos pais pela tranqüilidade do meio rural; Contato direto e constante com a natureza, que faz com que os educandos aprendam a respeitá- la, preservá-la e aplicar estes conhecimentos na vida diária em suas propriedades; Organização Interna Competente e diversidade nas Programações oferecidas ao educando, como: Momentos cívicos e culturais, Gincanas, Jogos, Celebrações Religiosas, Encontros de Pais e Mães, Intercâmbios com outras U. E., Hora de Leitura, Projetos desenvolvidos, Exposições e Feiras (o Projeto da Feira de Matemática desta Escola é sobre Projetos da Agricultura), entre outros eventos; A Escola conta com o auxílio da Secretaria Da Saúde, através do PSF e das AGENTES DE SAÚDE, com medidas e peso, escovação e Bochechos, Nutricionista, Psicólogo, Fonoaudiólogo, etc. sempre que solicitado.

16 Grêmio Estudantil atuante que atua e dá Prioridade ao cuidado e Valorização da Natureza e Meio Ambiente; Número adequado de educandos em cada Sala de Aula, não há superlotação; É um espaço bonito e ainda se conserva distante da violência e das drogas; Disponibilidade de tempo para atendimento de alunos em pesquisas e trabalhos em horário Extracurricular; Tranqüilidade dos pais enquanto os filhos estão na Escola, pois sabem que seus filhos estão seguros e bem acompanhados por profissionais competentes e preocupados.

17 União entre toda a Comunidade Escolar, que enfrentam todas as dificuldades juntos; Os Educandos não perdem suas raízes, e aplicam seus conhecimentos no desenvolvimento do meio rural; A Escola no meio rural é uma referência e um apoio para a comunidade e para as comunidades vizinhas; A Escola reforça a simplicidade e o humanismo, o que contribuem em resultados para formar alunos inteligentes, comprometidos, responsáveis e empenhados pelo seu futuro.

18 A pedido da grande maioria dos pais, a Escola encaminhou em 2006 o pedido para a Implantação do Ensino Médio, ao qual ainda aguardamos resposta. O Ensino Médio na Escola Tupinambá é um sonho há vários anos, uma vez que, há uma boa infra-estrutura para o funcionamento de um Ensino Médio profissionalizante na área de Agricultura e Agropecuária ou Agroecologia.

19 A Escola Tupinambá cede espaço para o Funcionamento do Jardim e Pré-Escolar da Rede Municipal de Ensino e também é parceira na Educação de Jovens e Adultos – CEJA – Ensino Modularizado. É neste sentido que a Escola procura avançar em todos os aspectos, priorizando a qualidade de ensino-aprendizagem, especificidade do meio rural, a singularidade da importância e da capacidade da escola enquanto instituição, a potencialidade que a mesma tem para crescer e se ampliar, o valor da terra, a cultura local e preservação de sua identidade enquanto agricultores e filhos de agricultores orgulhosos de sua vida e Profissão.

20 Finalizando, temos um Apelo Especial: O meio Rural é a nossa realidade e é no meio rural que queremos e precisamos permanecer para crescer como Instituição de Ensino, garantindo uma Educação de qualidade para os filhos desta Terra, que faça a DIFERENÇA na vida de Cada um deles.

21 ALGUMAS CONSIDERAÇÕES IMPORTANTES: É a primeira vez que a Escola é convidada a participar de Algum movimento com relação à Educação do e no Campo; Somos uma Escola no Meio Rural com trabalhos voltados à Educação do Campo, mas adotamos um currículo igual e básico às demais Escolas do Ensino Fundamental do Estado de Santa Catarina; A Escola possui com um quadro de Servidores que tem pensamento próprio, iniciativa e lideranças fortes; Por diversas vezes a Escola se sentiu excluída e discriminada por se localizar no meio rural, quando se trata de convites, participação e Escolha de aulas; Hoje já existe muita parceria com a Prefeitura, e agora vemos e sabemos como podemos buscar a parceria com Sindicato dos Trabalhadores Rurais; A Escola encaminhou parceria com a Secretaria Municipal da Agricultura para a Preservação do Rio que passa na Localidade onde se Localiza a Escola A Escola de Ensino Fundamental Tupinambá está disposta a incorporar cara vez mais a Educação do Campo na transversalidade dos conteúdos e do Currículo Escolar. Agradecemos ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cunha Porã ao convite feito para a Participação neste Seminário e parabenizamos a Fetaesc pelo excelente trabalho, empenho e pela valorização das escolas do e no Campo.


Carregar ppt "ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL TUPINAMBÁ Linha Vera Cruz CUNHA PORÃ/SC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google