A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO DA REAF- MERCOSUL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO DA REAF- MERCOSUL."— Transcrição da apresentação:

1 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO DA REAF- MERCOSUL

2 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR Criação e Evolução da Reunião Especializada da Agricultura Familiar no MERCOSUR (REAF) Espaço de Diálogo Político Organizações representativas da Agricultura Familiar camponesa e indígena do MERCOSUL Ampliado seus governos através dos Ministérios de Agricultura e Desenvolvimento Agrário

3 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR I- Processo de criação da REAF, 2004/2006 Os Primeiros passos Seminário sobre Agricultura Familiar e Negociações Internacionais ano 2003, em Brasília Carta de Montevidéu; da COPROFAM ao Conselho do MERCOSUL, dezembro de 2003 Proposta do Governo do Brasil ao GMC e CMC em Buenos Aires, Junho de Criação da REAF por resolução do MERCOSUR PPTB Julho/Dezembro de ª. Sessão REAF Foz de Iguaçu, Brasil Se alcançou a conformar o espaço de Diálogo Político entre Governos e Organizações representativas da agricultura familiar camponesa do MERCOSUL Ampliado, para a harmonização e desenho de políticas diferenciadas que permitam reduzir assimetrias e não excluam o setor da AFC dos eventuais benefícios da integração regional

4 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR Fortalecer as políticas públicas para a agricultura familiar camponesa no MERCOSUL Promover e facilitar o comércio dos produtos da AFC da Região Resolução GMC No. 11/04 Objetivos fundamentais da REAF II - Objetivos fundamentais da REAF

5 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR O que é uma Reunião Especializada do MERCOSUR III – O que é uma Reunião Especializada do MERCOSUR É um órgão do Grupo Mercado Comum, que o assessora sobre temas específicos de sua competência Um espaço de diálogo político Um âmbito de participação e proposta Sessões plenárias da REAF: participação de Delegados dos Governos e das Organizações Sociais; que juntos conformam a delegação oficial de cada estado parte associado do MERCOSUL

6 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR Seções Nacionais: por cada um dos estados parte e associados, nas quais se reúnem as delegações dos governos e das organizações sociais, às vezes que se considere necessário, durante o semestre, para o tratamento da Agenda REAF e por sua vez aprofundar o diálogo político à interna de cada país, em relação às políticas diferenciadas nacionais Grupos Temáticos: delegados oficiais e das organizações sociais que abordam temas da agenda especializada, procurando chegar a recomendações e/ou o desenho de instrumentos concretos de política pública a nível nacional ou regional O que é uma Reunião Especializada do MERCOSUR III – O que é uma Reunião Especializada do MERCOSUR

7 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR O diálogo político como estratégia IV– O diálogo político como estratégia Mobilização Social Diálogo e propostas Participação com conteúdo Informação Representatividade Fortalecimento das organizações Esta construção requer um esforço sistemático de análises, debate, comunicação e difusão dos temas e resultados, até as bases, até a opinião pública e até os governos, em um diálogo equilibrado

8 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR V – Os conteúdos do diálogo político Favorecer o processo de consolidação e aprofundamento do MERCOSUL, promovendo a incorporação à agenda político – diplomática do bloco, a questão das políticas diferenciadas para a agricultura familiar e camponesa, as políticas sociais e a coesão territorial Criar as condições para que a negociação entre os Estados Parte incorpore a harmonização de instrumentos de política social e a convergência com as políticas econômicas e os acordos comerciais O ponto de partida não é o comércio; é o desenvolvimento com eqüidade

9 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR VI – Características da Agricultura Familiar Da compreensão real da contribuição da Agricultura Familiar no plano: Produtivo Econômico Social Político - Estabilidade - Coesão Territorial - Pautas Culturais - Ambiente - Tecido Social - Segurança Alimentar Confiança Econômica Do Conhecimento e Intercâmbio sobre os Instrumentos de Política Pública que se Aplicam: - Desenho - Aplicação e Gestão - Medição de Impacto - Coordenação e Convergência Se Poderá : - Definir Objetivos Comunes o Compartidos - Consolidar un Escenario de Negociación Internacional Específico y con Tratamiento Diferenciado Definir Objetivos Comuns ou Compartilhados Consolidar um Cenário de Negociação Internacional Específico e com Tratamento Diferenciado

10 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR VII– processo e a metodologia de análise Como é o processo e a metodologia de análise, intercâmbio, debate e formulação de recomendações no âmbito da REAF Sessões da REAF regional Seminários Oficinas de preparação Recomendações ao GMC e Governos Seções NacionaisGrupos Temáticos

11 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR VIII – A construção da Agenda da REAF A Agenda da REAF deveria refletir com claridade as necessidades, demandas, aspirações e propostas da sociedade civil a nível de base, através de suas organizações representativas Os agricultores e agricultoras familiares se expressam através de suas organizações de base, até as de segundo e terceiro grau, e destas para a Seção Nacional, recolhe, analisa e harmoniza propostas em diálogo com o setor público Sem prejuízo do anterior, o diálogo político deveria levar a encontrar consensos e acordos - o êxito de uns não pode ser a ruína de outros -

12 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR IX – Os temas da Agenda UMA AGENDA PARA A INTEGRAÇÃO REGIONAL, COM RESULTADOS 1.Acesso à terra e reforma agrária 2.Igualdade de gênero 3.Cobertura de risco climático – Sistemas de Seguro para a AFC 4. Facilitação de comércio de produtos da AFC 5. Políticas ativas para a juventude rural 6. Cooperação horizontal, entre os países membros da REAF (organizações representativas da AFC e governos) 7. Crédito Rural para a Agricultura Familiar

13 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR IX – Os temas da Agenda 1 – Acesso à Terra e Reforma Agrária: Criação de Rede de Instituições que trabalham com política agrária. Acompanhamento do seguimento do tema na FAO (a partir da conferência de Porto Alegre) 2 - Gênero: Formulação de Programa Regional para Mulheres na Agricultura Familiar e participação em todos os outros temas para garantir a transversalidade da temática 3 - Seguro Agrícola: Projeto piloto em elaboração, com prioridade para Paraguai. Fórum de discussão de políticas de seguro. Crédito: Cooperação e discussão de políticas nacionais (Argentina está formatando um programa de política diferenciada para agricultura familiar)

14 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR IX – Os temas da Agenda 4 – Facilitação do Comércio: Identificação de origem dos produtos da agricultura familiar (Definição de agricultor/agricultura familiar em andamento em todos os países). Levantamento do balanço de segurança alimentar do bloco e definição de estratégias de complementaridade produtiva. Cooperação em programa de compras públicas (a exemplo do PAA) 5 – Políticas ativas para a juventude rural: Desenvolvimento de programas de formação para a juventude rural, tratando os temas de educação, esporte, lazer, trabalho e a sucessão no campo 6 - Cooperação técnica: Troca de experiência em política diferenciada para agricultura familiar (missões técnicas) e elaboração de projetos coletivos de cooperação (MS/União Européia, com Espanha em Seguro Agrícola, projeto de políticas para mulheres na agricultura familiar, etc.) 7 - Crédito: Cooperação e discussão de políticas nacionais (Argentina está formatando um programa de política diferenciada para agricultura familiar.

15 Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR Muito Obrigado Luiz Vicente Facco


Carregar ppt "Coordinadora de Organizaciones de Productores Familiares del MERCOSUR CRIAÇÃO E EVOLUÇÃO DA REAF- MERCOSUL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google