A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

07/11/20041 Sistema de Informação da Atenção Básica: Conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde de uma UBS em Marília Anderson Funai, Luciana Trindade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "07/11/20041 Sistema de Informação da Atenção Básica: Conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde de uma UBS em Marília Anderson Funai, Luciana Trindade."— Transcrição da apresentação:

1 07/11/20041 Sistema de Informação da Atenção Básica: Conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde de uma UBS em Marília Anderson Funai, Luciana Trindade Garcia, Maria Aurélia da Silvério Assoni, Tatiane Alves, Paulo Marcondes Carvalho Junior, Valéria Camargo de Lacerda Carvalho Disciplina de Informática em Saúde Faculdade de Medicina de Marília

2 07/11/20042/18 Apresentação Introdução Objetivo Metodologia Resultados Discussão e Conclusões Referência

3 07/11/20043/18 Introdução O Município de Marília possui uma rede de 13 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 26 Unidades de Saúde da Família (USF), em cada uma existem equipes multiprofissionais compostas por médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, agente comunitário, entre outros.

4 07/11/20044/18 O agente comunitário de saúde (ACS) tem um papel fundamental no processamento destas informações, pois é ele a ponte entre a família e a equipe da UBS. É ele também que digita as informações coletadas adquiridas através de visitas domiciliares, tentando assim registrar os dados com a mais clareza possível através do Sistema de Informação a Atenção Básica (SIAB).

5 07/11/20045/18 Objetivo O objetivo deste trabalho é verificar o nível de conhecimento dos agentes comunitários a respeito de informática, explorando a habilidade dos agentes em trabalhar com o Sistema de Informação a Atenção Básica (SIAB).

6 07/11/20046/18 Metodologia Este trabalho foi realizado na UBS Costa e Silva, situada na região sul do Município de Marília. A população estudada foi de um total de 16 agentes, sendo que 14 responderam o questionário. Um se recusou a participar da pesquisa e outro estava de licença. A análise dos resultados foi realizada através de análise estatística quantitativa no programa Epi-Info 6.02

7 07/11/20047/18 Aplicamos um questionário que consistia em questões de múltipla escolha de caráter fechado, as variáveis utilizadas no questionário foram: dificuldade em utilizar computador, conhecimento prévio em informática, conhecimento sobre o SIAB, se fizeram algum treinamento, se este foi eficaz, conhecimento da finalidade dos dados digitados, para intervenção;

8 07/11/20048/18 no preenchimento dos mesmo, se eles são analisados; é criado alguma estratégica utilizam o SIAB para obter informações de interesse pessoal, utilizam o computador para outros fins, o SIAB é eficaz para alcançar os princípios do SUS.

9 07/11/20049/18 Resultados O trabalho mostrou que os agentes tinham: baixo conhecimento de informática antes de começarem a trabalhar na UBS. quando questionado o nível de entendimento sobre o SIAB por parte dos ACS verificou-se que 57,1% tinham nível moderado e 28,6% pouco, sendo somente 14,3% os que afirmaram ter um nível muito alto.

10 07/11/200410/18 A participação no treinamento em SIAB foi confirmado por 85,7% dos agentes, porém ao serem contratados estes são submetidos à capacitação. Dos que participaram do treinamento, apenas 16,7% referiram que este foi muito eficaz e 58,3% que foi moderado e 25% que foi pouco eficaz.

11 07/11/200411/18 78,6% referem realizar análise dos dados através do sistema, porém quanto ao uso dos dados do programa para realizarem algum tipo de intervenção 76,9% responderam que o utilizam pouco. Dado interessante que foi observado na pesquisa é que a maioria (78,6%) afirma que não é possível obter informações pessoais a partir do sistema.

12 07/11/200412/18 A pesquisa também demonstra que neste grupo 71,4% dos agentes não utilizam ou utilizam pouco o computador para outros fins. Se verificou que 71,4% responderam que o SIAB tem pouca influência para se alcançar os princípios do SUS, modelo este que haveria de estar sendo beneficiado com o uso do programa.

13 07/11/200413/18 Discussão e Conclusão Sabe-se que um dos aspectos importantes em qualquer sistema de informação é conhecer e participar da utilização dos dados armazenados, este fato não acontece neste grupo, pois 54% afirmaram desconhecer o que é feito com os dados do sistema

14 07/11/200414/18 os agentes não reconhecem o papel do SIAB no planejamento das ações de saúde de sua micro-área, pois afirmaram que participam da análise dos dados (78,6%), fato confirmado pela resposta à questão sobre a programação de estratégias de intervenção, onde 76,9% afirmaram que pouco realizam um fato importante para resguardar o sigilo dos dados é de os agentes não enxergarem a possibilidade de obter informações pessoais do sistema

15 07/11/200415/18 Há pouco ou nenhuma utilização do computador para outros fins, isto mostra que os agentes tem apenas acesso à estes durante o período de trabalho, e durante suas atividades diárias não conseguem utilizar esta ferramenta para outros fins. Os dados referentes a qualidade do treinamento em SIAB demonstram que é necessário melhorar a forma de realizá-lo pois apenas 16,7% avaliam como muito eficaz.

16 07/11/200416/18 Com este trabalho conclui-se que o conhecimento dos agentes de saúde em informática é pequeno em relação ao contato que eles tem com computador, demonstra também a deficiência no treinamento para operacionalizar o SIAB. O computador é um instrumento de trabalho para o agente, mas é preciso haver mais treinamentos.

17 07/11/200417/18 Referências Nichiata, L.Y.I; Fracolli, L. A. O Sistema de Informação da Atenção Básica SIAB, como Instrumento de trabalho da Equipe no PSF: a especificidade do Enfermeiro. [http://ids- saude.uol.com.br/psf/enfermagem/tema1/texto6_1.as p]. Junho 2004.

18 07/11/ Faculdade de Medicina de Marília Disciplina de Informática em Saúde Av. Monte Carmelo nº 800 CEP Marília - SP Tel. (14)


Carregar ppt "07/11/20041 Sistema de Informação da Atenção Básica: Conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde de uma UBS em Marília Anderson Funai, Luciana Trindade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google