A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. 2 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. 2 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 2

3 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE AÇÃO FLUÍDICA DA PRECE AÇÃO FLUÍDICA DA PRECE CORPO PINEAL OU EPÍFISE ; ANIMISMO CORPO PINEAL OU EPÍFISE ; ANIMISMO ONDAS, PAPEL DO PERISPÍRITO ONDAS, PAPEL DO PERISPÍRITO INFLUÊNCIA MORAL INFLUÊNCIA MORAL OBSESSOR, OBSIDIADO E O PROCESSO OBSESSOR, OBSIDIADO E O PROCESSO OBSESSÃO TIPOS E GRAUS, MEDIUNIDADE E LOUCURA OBSESSÃO TIPOS E GRAUS, MEDIUNIDADE E LOUCURA DESOBSESSÃO DESOBSESSÃO MANIFESTAÇÕES EFEITOS FÍSICOS, INTELECTUAIS E VISUAIS MANIFESTAÇÕES EFEITOS FÍSICOS, INTELECTUAIS E VISUAIS TERAPIA ESPÍRITA DAS OBSESSÕES TERAPIA ESPÍRITA DAS OBSESSÕES EVOLUÇÃO DA MEDIUNIDADE, ANALISE E DIVULGAÇÃO MENSAGENS EVOLUÇÃO DA MEDIUNIDADE, ANALISE E DIVULGAÇÃO MENSAGENS O PAPEL DOS ENCARNADOS E DESENCARNADOS O PAPEL DOS ENCARNADOS E DESENCARNADOS O TRANSE MEDIÚNICO, CONCEITO E GRAU O TRANSE MEDIÚNICO, CONCEITO E GRAU MECANISMO DO INTERCÂMBIO MEDIÚNICO MECANISMO DO INTERCÂMBIO MEDIÚNICO A MANIFESTAÇÃO DO FENÔMENO MEDIÚNICO A MANIFESTAÇÃO DO FENÔMENO MEDIÚNICO MEDIUNIDADE DE PSICOFONIA, PSICOGRAFIA, VIDÊNCIA, AUDIENTE, INTUIÇÃO, INSPIRAÇÃO, PRESSENTIMENTO, ARTISTICA, XENOGLOSSIA, PROFECIA, ECTOPLASMIA MEDIUNIDADE DE PSICOFONIA, PSICOGRAFIA, VIDÊNCIA, AUDIENTE, INTUIÇÃO, INSPIRAÇÃO, PRESSENTIMENTO, ARTISTICA, XENOGLOSSIA, PROFECIA, ECTOPLASMIA DIÁLOGO COM OS ESPÍRITOS, ETAPAS DIÁLOGO COM OS ESPÍRITOS, ETAPAS

4 4 JORNAL DIÁRIO DE PERNANBUCO JORNAL DIÁRIO DE PERNANBUCO

5 5 ESTUDO E EDUCAÇÃO DA MEDIUNIDADE MANIFESTAÇÕES MEDIÚNICAS DE ESPÍRITOS PROTETORES, AMIGOS E FAMILIARES MANIFESTAÇÕES MEDIÚNICAS DE ESPÍRITOS PROTETORES, AMIGOS E FAMILIARES 27/30 27/30

6 6 OS BONS ESPÍRITOS APRESENTAM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS – L. E. 107 OS BONS ESPÍRITOS APRESENTAM AS SEGUINTES CARACTERISTICAS – L. E PREDOMINÂNCIA DO ESPÍRITO SOBRE A MATÉRIA. 2. DESEJO DO BEM 3. QUALIDADES E PODERES PARA FAZER O BEM

7 7 4- QUALIDADES MORAIS 5- SÃO FELIZES PELO BEM QUE FAZEM E PELO MAL QUE IMPEDEM 6- SUGEREM BONS PENSAMENTOS 7- O AMOR QUE OS UNE LHES É FONTE DE INEFÁVEL VENTURA 8- ENTRETANTO AINDA TEM QUE PASSAR POR PROVAS, ATÉ ATINGIR A PERFEIÇÃO

8 8 9- QUANDO ENCARNADOS SÃO BONDOSOS E BENEVOLENTES 10- NÃO OS MOVEM O ORGULHO, NEM O EGOÍSMO, OU A AMBIÇÃO 11- NÃO EXPERIMENTAM ÓDIO, RANCOR, INVEJA OU CIÚME 12- FAZEM O BEM PELO BEM

9 9 FAZEM PARTE DE 4 DIVISÕES COMO ESTÁ NO LIVRO DOS ESPÍRITOS FAZEM PARTE DE 4 DIVISÕES COMO ESTÁ NO LIVRO DOS ESPÍRITOS 1. ESPÍRITOS BENÉVOLOS 2. ESPÍRITOS SÁBIOS 3. ESPÍRITOS DE SABEDORIA 4. ESPÍRITOS SUPERIORES

10 10 1. ESPÍRITOS BENÉVOLOS TÊM COMO QUALIDADE PREDOMINANTE A BONDADE, LIMITADOS SÃO SEUS CONHECIMENTOS. HÃO PROGREDIDO MAIS NO SENTIDO MORAL DO QUE NO SENTIDO INTELECTUAL TÊM COMO QUALIDADE PREDOMINANTE A BONDADE, LIMITADOS SÃO SEUS CONHECIMENTOS. HÃO PROGREDIDO MAIS NO SENTIDO MORAL DO QUE NO SENTIDO INTELECTUAL

11 11 2- ESPÍRITOS SÁBIOS OU DE CIÊNCIA DISTINGUEM-SE ESPECIALMENTE PELA AMPLITUDE DE SEUS CONHECIMENTOS. PREOCUPAM-SE MENOS COM AS QUESTÕES MORAIS, DO QUE COM AS CIENTÍFICAS, PARA AS QUAIS TEM MAIOR APTIDÃO: PORÉM, SÓ ENCARAM A CIÊNCIA DO PONTO DE VISTA DA SUA UTILIDADE E JAMAIS DOMINADOS POR QUAISQUER PAIXÕES PRÓPRIAS DOS ESPÍRITOS IMPERFEITOS DISTINGUEM-SE ESPECIALMENTE PELA AMPLITUDE DE SEUS CONHECIMENTOS. PREOCUPAM-SE MENOS COM AS QUESTÕES MORAIS, DO QUE COM AS CIENTÍFICAS, PARA AS QUAIS TEM MAIOR APTIDÃO: PORÉM, SÓ ENCARAM A CIÊNCIA DO PONTO DE VISTA DA SUA UTILIDADE E JAMAIS DOMINADOS POR QUAISQUER PAIXÕES PRÓPRIAS DOS ESPÍRITOS IMPERFEITOS

12 12 3 – ESPÍRITOS DE SABEDORIA POSSUEM QUALIDADES MORAIS DA ORDEM MAIS ELEVADA, SEM POSSUÍREM CONHECIMENTOS ILIMITADOS, SÃO DOTADOS DE UMA CAPACIDADE INTELECTUAL QUE LHES FACULTA JUÍZO RETO SOBRE OS HOMENS E AS COISAS POSSUEM QUALIDADES MORAIS DA ORDEM MAIS ELEVADA, SEM POSSUÍREM CONHECIMENTOS ILIMITADOS, SÃO DOTADOS DE UMA CAPACIDADE INTELECTUAL QUE LHES FACULTA JUÍZO RETO SOBRE OS HOMENS E AS COISAS

13 13 4 – ESPÍRITOS SUPERIORES REÚNEM EM SI A CIÊNCIA, A SABEDORIA E A BONDADE. SUA LINGUAGEM, QUE SÓ TRANSPIRA BENEVOLÊNCIA,É CONSTANTEMENTE DIGNA, ELEVADA E MUITAS VEZES SUBLIME. REÚNEM EM SI A CIÊNCIA, A SABEDORIA E A BONDADE. SUA LINGUAGEM, QUE SÓ TRANSPIRA BENEVOLÊNCIA,É CONSTANTEMENTE DIGNA, ELEVADA E MUITAS VEZES SUBLIME. SÃO MAIS APTOS DO QUE OS OUTROS A NOS DAREM AS MAIS JUSTAS NOÇÕES DO MUNDO INCORPÓREO, DENTRO DOS LIMITES QUE É PERMITIDO AO HOMEM SABER. SÃO MAIS APTOS DO QUE OS OUTROS A NOS DAREM AS MAIS JUSTAS NOÇÕES DO MUNDO INCORPÓREO, DENTRO DOS LIMITES QUE É PERMITIDO AO HOMEM SABER.

14 14

15 15 ESSES BENFEITORES PODEM OCUPAR POSTO DE DIRIGENTE OU MENTOR DO GRUPO MEDIÚNICO ESSES BENFEITORES PODEM OCUPAR POSTO DE DIRIGENTE OU MENTOR DO GRUPO MEDIÚNICO UMA REUNIÃO SÉRIA É COMPOSTA DE UMA EQUIPE DE ESPÍRITOS DESENCARNADOS QUE, SOB A ORIENTAÇÃO DO MENTOR OU DIRIGENTE, EXERCERÁ AS DIVERSAS ATIVIDADES PREVISTAS PARA A REUNIÃO UMA REUNIÃO SÉRIA É COMPOSTA DE UMA EQUIPE DE ESPÍRITOS DESENCARNADOS QUE, SOB A ORIENTAÇÃO DO MENTOR OU DIRIGENTE, EXERCERÁ AS DIVERSAS ATIVIDADES PREVISTAS PARA A REUNIÃO

16 16 ESPÍRITOS PROTETORES, FAMILIARES E AMIGOS ESPÍRITOS PROTETORES, FAMILIARES E AMIGOS TODA PESSOA, POSSUI UM ESPÍRITO DE ORDEM ELEVADA, QUE AGE COMO SEU PROTETOR TODA PESSOA, POSSUI UM ESPÍRITO DE ORDEM ELEVADA, QUE AGE COMO SEU PROTETOR TEM COMO MISSÃO A TAREFA DE UM PAI, DE GUIAR, DAR CONSELHOS, DE CONSOLAR, LEVANTAR O ÂNIMO, DESDE O NASCIMENTO ATÉ O DESENCARNE TEM COMO MISSÃO A TAREFA DE UM PAI, DE GUIAR, DAR CONSELHOS, DE CONSOLAR, LEVANTAR O ÂNIMO, DESDE O NASCIMENTO ATÉ O DESENCARNE

17 17 ALÉM DO ESPÍRITO PROTETOR, PODEMOS TAMBÉM SER ASSISTIDOS POR ESPÍRITOS AMIGOS, SIMPÁTICOS E FAMILIARES ALÉM DO ESPÍRITO PROTETOR, PODEMOS TAMBÉM SER ASSISTIDOS POR ESPÍRITOS AMIGOS, SIMPÁTICOS E FAMILIARES ESPÍRITOS SIMPÁTICOS – SÃO OS QUE SE SENTEM ATRAÍDOS POR AFEIÇÕES PARTICULARES,AS VEZES ACHAM SUBORDINADAS ÀS CIRCUNSTÂNCIAS ESPÍRITOS SIMPÁTICOS – SÃO OS QUE SE SENTEM ATRAÍDOS POR AFEIÇÕES PARTICULARES,AS VEZES ACHAM SUBORDINADAS ÀS CIRCUNSTÂNCIAS

18 18

19 19 ESPÍRITOS FAMILIARES – É ANTES O AMIGO DA CASA, SÃO BONS, PORÉM MUITAS VEZES POUCO ADIANTADOS E MESMO UM TANTO LEVIANOS E SÓ ATUAM POR ORDEM OU PERMISSÃO DOS ESPÍRITOS PROTETORES ESPÍRITOS FAMILIARES – É ANTES O AMIGO DA CASA, SÃO BONS, PORÉM MUITAS VEZES POUCO ADIANTADOS E MESMO UM TANTO LEVIANOS E SÓ ATUAM POR ORDEM OU PERMISSÃO DOS ESPÍRITOS PROTETORES UMA REUNIÃO MEDIÚNICA NO PLANO EXTRAFÍSICO É CONSTITUÍDA POR GRUPO HETEROGÊNEO DE ESPÍRITOS UMA REUNIÃO MEDIÚNICA NO PLANO EXTRAFÍSICO É CONSTITUÍDA POR GRUPO HETEROGÊNEO DE ESPÍRITOS

20 20 MANIFESTAÇÃO MEDIÚNICA MANIFESTAÇÃO MEDIÚNICA CADA GRUPO MEDIÚNICO SE ACHA METICULOSAMENTE CATALOGADO NAS ORGANIZAÇÕES DO ESPAÇO CADA GRUPO MEDIÚNICO SE ACHA METICULOSAMENTE CATALOGADO NAS ORGANIZAÇÕES DO ESPAÇO CADA GRUPO TEM OS GUIAS E PROTETORES DETERMINADOS CADA GRUPO TEM OS GUIAS E PROTETORES DETERMINADOS O TRABALHO DOS ESPÍRITOS É SILENCIOSO E SERENO O TRABALHO DOS ESPÍRITOS É SILENCIOSO E SERENO

21 21 APRESENTAM-SE AS VEZES COM NOMES DESCONHECIDOS APRESENTAM-SE AS VEZES COM NOMES DESCONHECIDOS FALAM COM SIMPLICIDADE FALAM COM SIMPLICIDADE SÃO TRANQUILOS SÃO TRANQUILOS EVITAM DAR ORDENS, NORMAS EVITAM DAR ORDENS, NORMAS NÃO IMPÕEM CONDIÇÕES NÃO IMPÕEM CONDIÇÕES SÃO MODESTOS E HUMILDES, COM AUTORIDADE SÃO MODESTOS E HUMILDES, COM AUTORIDADE

22 22 AMOROSOS, MAS FIRMES AMOROSOS, MAS FIRMES ACONSELHAM, RECOMENDAM ACONSELHAM, RECOMENDAM NÃO INTERFEREM EM NOSSO LIVRE ARBÍTRIO NÃO INTERFEREM EM NOSSO LIVRE ARBÍTRIO NÃO QUEREM QUE FIQUEMOS DEPENDENTES DELES NÃO QUEREM QUE FIQUEMOS DEPENDENTES DELES

23 23 PODEM SE COMUNICAR DURANTE O TRABALHO MEDIÚNICO PODEM SE COMUNICAR DURANTE O TRABALHO MEDIÚNICO AMIGOS E FAMILIARES PODEM SE MANIFESTAR AMIGOS E FAMILIARES PODEM SE MANIFESTAR A NATUREZA DAS COMUNICAÇÕES DEPENDE DO GRAU ESPIRITUAL A NATUREZA DAS COMUNICAÇÕES DEPENDE DO GRAU ESPIRITUAL MANIFESTAÇÃO NO INÍCIO, PARA QUALQUER INSTRUÇÃO RELACIONADA A ORDEM DOUTRINÁRIA – RARO MANIFESTAÇÃO NO INÍCIO, PARA QUALQUER INSTRUÇÃO RELACIONADA A ORDEM DOUTRINÁRIA – RARO

24 24 FINAL DOS TRABALHOS COM UMA MENSAGEM, SE ASSIM FOR JULGADO NECESSÁRIO FINAL DOS TRABALHOS COM UMA MENSAGEM, SE ASSIM FOR JULGADO NECESSÁRIO AO FINAL DA SESSÃO, CESSADO O TRABALHO DE ATENDIMENTO AOS SOFREDORES COMPARECEM( OS MENTORES ESPIRITUAIS ) PARA UMA PALAVRA DE ESTÍMULO E DE CONSOLO. ( LIVRO DIÁLOGO COM AS SOMBRAS – HERMÍNIO MIRANDA ) AO FINAL DA SESSÃO, CESSADO O TRABALHO DE ATENDIMENTO AOS SOFREDORES COMPARECEM( OS MENTORES ESPIRITUAIS ) PARA UMA PALAVRA DE ESTÍMULO E DE CONSOLO. ( LIVRO DIÁLOGO COM AS SOMBRAS – HERMÍNIO MIRANDA )

25 25 ABOLIR A PRÁTICA DA INVOCAÇÃO NOMINAL DESSA OU DAQUELA ENTIDADE ABOLIR A PRÁTICA DA INVOCAÇÃO NOMINAL DESSA OU DAQUELA ENTIDADE APAGAR A PREOCUPAÇÃO DE ESTAR EM PERMANENTE INTERCÂMBIO COM OS ESPÍRITOS PROTETORES APAGAR A PREOCUPAÇÃO DE ESTAR EM PERMANENTE INTERCÂMBIO COM OS ESPÍRITOS PROTETORES PONDERAR COM ESPECIAL ATENÇÃO AS COMUNICAÇÕES PONDERAR COM ESPECIAL ATENÇÃO AS COMUNICAÇÕES ACAUTELAR-SE CONTRA A CEGA RENDIÇÃO À VONTADE DO ESPÍRITO ACAUTELAR-SE CONTRA A CEGA RENDIÇÃO À VONTADE DO ESPÍRITO

26 26 NÃO VICIAR-SE EM CONSULTAR E OUVIR CONSTANTEMENTE OS DESENCARNADOS NÃO VICIAR-SE EM CONSULTAR E OUVIR CONSTANTEMENTE OS DESENCARNADOS FURTAR-SE DE CRER EM PRIVILÉGIOS E FAVORES PARA SI FURTAR-SE DE CRER EM PRIVILÉGIOS E FAVORES PARA SI ABSTER-SE DE PETITÓRIOS OU DESCABIDAS EXIGÊNCIAS ABSTER-SE DE PETITÓRIOS OU DESCABIDAS EXIGÊNCIAS

27 27 LER : LER : L.M. 136 – COMUNICAÇÕES SÉRIAS L.M. 136 – COMUNICAÇÕES SÉRIAS L. M. 137 – COMUNICAÇÕES INSTRUTIVAS L. M. 137 – COMUNICAÇÕES INSTRUTIVAS

28 28 TAREFA DE CASA 1- LIVRO DOS MÉDIUNS – CAP XXVIII – DO CHARLATANISMO E DO EMBUSTE 2- NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE, CAP. 27 – MEDIUNIDADE TRANSVIADA


Carregar ppt "1. 2 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google