A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. MÓDULO 1 2 3 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 3 PÁGINA 46 4.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. MÓDULO 1 2 3 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 3 PÁGINA 46 4."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 MÓDULO 1 2

3 3

4 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 3 PÁGINA 46 4

5 VINDE A MIM, TODOS QUE ESTAIS AFLITOS E SOBRECARREGADOS, QUE EU VOS ALIVIAREI. TOMAI SOBRE VÓS O MEU JUGO E APRENDEI COMIGO QUE SOU BRANDO E HUMILDE DE CORAÇÃO E ACHAREIS REPOUSO PARA VOSSAS ALMAS, POIS SUAVE É O MEU JUGO E LEVE O MEU FARDO. (MATEUS 11:28 A 30) 5

6 COLOCO EM PRIMEIRA INSTÂNCIA O CONSOLO QUE É PRECISO OFERECER AOS QUE SOFREM, ERGUER A CORAGEM DOS CAÍDOS, ARRANCAR UM HOMEM DE SUAS PAIXÕES, DO DESESPERO, DO SUICÍDIO, DETÊ-LO TALVEZ NO LIMIAR DO CRIME! NÃO VALE MAIS ISTO DO QUE LAMBRIS DOURADOS? ( ALLAN KARDEC, VIAGEM ESPÍRITA EM 1862) 6

7 MENSAGEM DE JOANNA DE ÂNGELIS, PSICOGRAFADA, POR DIVALDO FRANCO, EM 15/12/1997- TERAPIA DO AMOR 7

8 O ATENDIMENTO FRATERNO TEM COMO OBJETIVO PRIMACIAL RECEBER BEM E ORIENTAR COM SEGURANÇA TODOS AQUELES QUE BUSCAM A CASA ESPÍRITA NÃO SE PROPÕE A RESOLVER OS DESAFIOS NEM AS DIFICULDADES, ELIMINAR AS DOENÇAS NEM OS SOFRIMENTOS, MAS PROPOR AO CLIENTE OS MEIOS HÁBEIS PARA A PRÓPRIA RECUPERAÇÃO ( CONT.) 8

9 MEDIANTE CONVERSAÇÃO AGRADÁVEL, EVITANDO-SE ATITUDE DE CONFESSIONÁRIO, O ATENDENTE FRATERNAL DEVE SABER DESVIAR OS TEMAS QUE INCIDEM NOS VÍCIOS DA QUEIXA, DA LAMENTAÇÃO, DA AUTOPUNIÇÃO, DEMONSTRANDO QUE O MOMENTO DE LIBERTAÇÃO E PAZ ESTÁ CHEGANDO, MAS A AÇÃO PARA O ÊXITO DEPENDE DO PRÓPRIO PACIENTE, QUE DEVE INICIAR, A PARTIR DESSE MOMENTO, O PROCESSO DE AUTOTERAPIA. ( CONT.) 9

10 PREPARAR-SE BEM, PSICOLÓGICA E DOUTRINARIAMENTE, FAZ-SE IMPRESCINDÍVEL PARA O DESEMPENHO CORRETO DO MISTER A QUE O ATENDENTE FRATERNO DESEJA DEDICAR-SE. DESENVOLVER O SENTIMENTO DE AMOR VIGIANDO-SE PARA EVITAR QUALQUER TIPO DE ENVOLVIMENTO EMOCIONAL JOANNA DE ÂNGELIS 10

11 MENSAGEM DE MIGUEL TAVARES DE GOUVEIA, NA APOSTILA ATENDIMENTO FRATERNO NA DOUTRINA ESPÍRITA 11

12 A PRÁTICA DO ATENDIMENTO FRATERNO VEM SENDO REALIZADA PELAS CASAS ESPÍRITAS, MUITAS DELAS SEGUINDO ORIENTAÇÃO DE ÓRGÃOS FEDERATIVOS. ENTRETANTO, ESSE ATENDIMENTO TEM OCORRIDO EM CONOTAÇÃO SIMPLES, LIMITANDO-SE PREPONDERANTEMENTE A APENAS UM DIÁLOGO, SEM, PORTANTO, OCORRER CONTINUIDADE. NA REALIDADE, FUNCIONA BASICAMENTE COMO UMA TRIAGEM, A FIM DE ENCAMINHAR O ATENDIMENTO AOS SETORES DA INSTITUIÇÃO PERTINENTES AO SEU CASO. ( CONT.) 12

13 ORA, TODOS TEMOS CONSCIÊNCIA DE QUE, NOS CASOS COMPLEXOS DE SAÚDE, O DOENTE DEVE TER UM TRATAMENTO ESPECÍFICO, MONITORADO, COM A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS VARIADOS, PARALELOS, DE FORMA INTEGRADA. É, PORTANTO, NATURAL, QUE PARA A ASSISTÊNCIA AOS CASOS COMPLEXOS, GRAVES, A CASA ESPÍRITA VENHA A ADOTAR IDÊNTICO PROCEDIMENTO. ( CONT.) 13

14 COM ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÕES PERIÓDICAS, NUM SISTEMA QUE REQUER AMPLA INTEGRAÇÃO DOS VARIADOS SETORES E DEPARTAMENTOS. TAL PROCEDIMENTO É O QUE PASSAMOS A ADOTAR NOS CASOS DA ESPÉCIE E QUE NOMEAMOS POR ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO. MIGUEL TAVARES DE GOUVEIA 14

15 15

16 1 - ATENDIMENTO FRATERNO SIMPLES UM OU DOIS DIÁLOGOS, SEM CONTINUIDADE NEM ACOMPANHAMENTO EXPÕEM SUAS DIFICULDADES E RECEBEM ORIENTAÇÃO E ESTÍMULOS OTIMISTAS, EVANGÉLICOS... ORIENTA SOBRE AS ATIVIDADES DA CASA, PALESTRAS, ESTUDOS, EVANGELIZAÇÃO, LIVROS,... 16

17 2 – ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO CASOS COMPLEXOS E GRAVES MENTES CRISTALIZADAS EM FIXAÇÕES, SUICIDAS, COMPULSÕES VARIADAS, DEPRESSÕES, VICIAÇÕES SÉRIAS, GRAVES PROBLEMAS FAMILIARES... VÁRIOS ATENDIMENTOS, UMA ASSISTÊNCIA ABRANGENTE, COM ACOMPANHAMENTO 17

18 EQUIPE DE TAREFEIROS PARA O ATENDIMENTO FRATERNO TEM QUE TER : CONSCIÊNCIA DA RELEVÂNCIA DA FUNÇÃO EQUILÍBRIO PSICOLÓGICO DISCRIÇÃO AFABILIDADE ( CONT.) 18

19 TATO PSICOLÓGICO CERTO GRAU DE PERSPICÁCIA CONDUTA EVANGÉLICA CONHECIMENTO E VIVÊNCIA NA DOUTRINA ESPÍRITA MORAL SEGURA 19

20 SABER OUVIR ESTAR SEMPRE FAZENDO UMA AUTO ANALISE DE SEU COMPORTAMENTO : 1.NO LAR 2.NO TRABALHO 3.NA VIA PÚBLICA 4.NA CASA ESPÍRITA 20

21 O ATENDENTE DEVER SER : 1.POSITIVO /OTIMISTA 2.ANIMADO PARA INFLUENCIAR AS PESSOAS A FAZEREM AS MUDANÇAS NECESSÁRIAS 21

22 A EQUIPE DEVE EVITAR TAREFEIROS QUE: FALAM EM DEMASIA QUE NÃO CONSEGUEM GUARDAR SIGILO SEJAM RUDES NO RELACIONAMENTO DE FÁCIL ENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO 22

23 23

24 24

25 RECEPÇÃO TAREFEIRO (S) PRESTAÇÃO DE INFORMAÇÕES NÃO DEIXAR A PESSOA EXPOR SEUS PROBLEMAS NA RECEPÇÃO EM LOCAL RESERVADO DE PREFERÊNCIA COM OUTRO TAREFEIRO, AVALIAR ATRAVÉS DE UM RÁPIDO DIÁLOGO SE É CASO DE ATENDIMENTO FRATERNO 25

26 HARMONIZAÇÃO PREPARATÓRIA A EQUIPE REUNIR-SE NO MÍNIMO 15 MINUTOS ANTES DO ATENDIMENTO FAZER LEITURA E COMENTÁRIO TEXTO EVANGÉLICO E PRECE 26

27 27

28 AGUARDANDO O ATENDIMENTO O PACIENTE PARTICIPANDO NOS ESTUDOS DA CASA OU REUNIÃO PÚBLICA OU LENDO LIVROS EVANGÉLICOS DISTRIBUIDOS PELA CASA OU EM SALA DE ESPERA FAZER UM LEVE ESTUDO EVANGÉLICO 28

29 DINÂMICA DO ATENDIMENTO NÃO É CONFESSIONÁRIO MANTER SIGILO DE TUDO EVITAR QUE O PACIENTE SE TORNE NOSSO DEPENDENTE NÃO FORNECENDO TELEFONE PESSOAL OU FAZENDO VISITA DOMICILIAR SÓ. ( CONT.) 29

30 EXISTEM ENVOLVIMENTOS ESPIRITUAIS ATENDENTE FUNCIONA COMO ESCLARECEDOR NO DIA DO ATENDIMENTO MANTER EQUILÍBRIO, EVITAR FAIXAS DE IRRITABILIDADE, CONFLITOS, MÁGOAS... FAZER PREPARAÇÃO ÍNTIMA ANTES DE IR PARA A INSTITUIÇÃO COM PÁGINA E PRECE CONT. 30

31 NA INSTITUIÇÃO EVITAR ANEDOTÁRIOS, CRÍTICAS, QUEIXAS, COMENTÁRIOS SOBRE DOENÇAS, PROBLEMAS DO DIA A DIA, A PREPARAÇÃO DO TAREFEIRO DEVE SER IGUAL A QUE É FEITA PARA A REUNIÃO MEDIÚNICA O TEMPO MÉDIO DE ATENDIMENTO 30 MINUTOS, NÃO É UMA SESSÃO DE TERAPIA PSICOLÓGICA CONT. 31

32 TEMPO EXCESSIVO GASTO NA COLOCAÇÃO DE PROBLEMAS PODE EXTRAVASAR EXAGERADAS EMOÇÕES ADMITE-SE A RECOMENDAÇÃO DE RETORNO EM CASOS DE EMERGÊNCIA, FORA DOS DIAS DE ATENDIMENTO, NUNCA ATENDER SÓ, E PREFERENTEMENTE NA CASA ESPÍRITA. 32

33 DO ATENDIMENTO PROPRIAMENTE SEMPRE 2 ( DOIS ) ATENDENTES, PREFERENTEMENTE DE SEXOS DIFERENTES SE EXPRESSAR DE MANEIRA CORDIAL, ENVOLVENDO O ATENDIDO EM CONFIANÇA E SIMPATIA LOGO NO PRIMEIRO CONTATO (CONT) 33

34 ABSTER-SE DE CONVERSAÇÕES INAPROPRIADAS, ASSUNTOS POLÍTICOS, ESPORTIVOS, CATASTRÓFICOS,... NÃO SE ENVOLVER EMOCIONALMENTE COM AS DIFICULDADES DO ASSISTIDO TER O DEVIDO CUIDADO NA CONDUÇÃO DA CONVERSAÇÃO, EVITANDO INFORMAÇÕES QUE PODEM TER IMPACTOS NA ANSIEDADE E AFLIÇÕES DO ASSISTIDO ( CONT) 34

35 DEVE SER EVITADO FAZER PERGUNTAS EMBARAÇOSAS, SOBRETUDO DE NATUREZA ÍNTIMA JAMAIS SE COLOCAR NUMA SITUAÇÃO QUE DÊ A IMPRESSÃO DE QUE NÓS SOMOS SUPERIORES AO ATENDIDO NÃO É UM MONÓLOGO E SIM UM DIÁLOGO, FAZER PERGUNTAS QUE MOTIVEM INFORMAÇÕES CONVENIENTES PARA O ESCLARECIMENTO 35


Carregar ppt "1. MÓDULO 1 2 3 LEITURA – TRANSTORNOS MENTAIS – SUELY CALDAS SCHUBERT. LEITURA ATÉ CAPÍTULO 3 PÁGINA 46 4."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google