A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comissão de Terapia Intensiva Octavio Messeder. Componentes Carlos Carvalho Marcelo Holanda Augusto Farias Artur Viana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comissão de Terapia Intensiva Octavio Messeder. Componentes Carlos Carvalho Marcelo Holanda Augusto Farias Artur Viana."— Transcrição da apresentação:

1 Comissão de Terapia Intensiva Octavio Messeder

2 Componentes Carlos Carvalho Marcelo Holanda Augusto Farias Artur Viana

3 Proposta de Trabalho Promover maior conhecimento de medicina critica entre pneumologista. Identificar areas de interface entre as especialidades de Pneumologia e Terapia Intensiva afim de incrementar habilidades

4 Intenções Criar um Manual d Ventilação Mecanica, em asociação com o ACCP, de cunho prático e operacional para os pneumologistas não envolvidos diariamente com o cuidado critico.

5 Realização do Curso de Ventilação Mecanica Estimular o Intercambio da Comissão de Terapia Intensiva com as assembleias e departamento congeneres das Sociedades Internacionais como ACCP ATS ERS

6 Explorar mais o uso do site da Sociedade criando acesso a artigos ou casos a exemplo que já ocorre com outras comissões. Promover atualização e oportunidade de aumento de conhecimento através desta ferramenta. Considerar a criação de links com outras areas de interesse em Terapia Intensiva em outras sociedades internacionais.

7 Estado Atual Curso de VM Mar 2012 Pronto Congresso de 2012 enviado Manual

8 TEMAS PARA CURSO DE VENTILAÇÃO MECÂNICA DA SBPT 2010 Tema Central: Quinta – Feira- 22/03/ :00 – 08:15 Abertura 8:15-10:15 - MESA REDONDA Interação Paciente / Ventilador 08:15 – 08:45 – Modos Ventilatórios. Objetivo do aprendizado: Uma descrição dos diferentes modos ventilatorios (modo controlado e assistido, PCV, VCV, PSV. SIMV, IRV, APRV, familiarizando o pneumologista não intensivista com a linguagem básica da ventilação mecânica) 08:45 – 09:15 - Assincronias: Como abordar. Interpretação das curvas. Objetivo de aprendizado: Oferecer conhecimento para lidar com um evento freqüente em pacientes em suporte ventilatorio e apontar o que é de utilidade pratica na interpretação das curvas de ventilação. 09:15 – 09:45 - Monitoração da Ventilação Mecânica: Parâmetros, como obter e sua interpretação. Objetivo do aprendizado. Após este modulo o ouvinte será capaz de identificar e interpretar todos os parâmetros disponíveis para a monitoração da VM à beira do leito. 09:45 – 10:15 - Monitorização da VM por exames de Imagem: Raios-X, TC. TIE, US. Objetivo do aprendizado: Apresentar as recentes informações sobre a avaliação armada da Monitorização da VM. o

9 10:35 -12:00 - MESA REDONDA Ventilação Mecânica em situações especiais 10:35 – 11:05 – A ventilação Mecânica na SDRA. Estagio atual da estratégia ventilatória protetora. 11:05 – 11:35 – Terapias de resgate na hipoxemia refrataria:Posição PRONA, ECMO 11:35 – 12:05 – Suporte ventilatória invasivo em pacientes com limitação de fluxo aéreo: ASMA e DPOC. Objetivo do aprendizado: Atualização no tratamento da insuficiência respiratória hipoxemica grave, notadamente SDRA, com informação em profundidade sobre o estado de arte da ventilação em pacientes com SDRA e seu acompanhamento assim como opções terapêuticas alternativas em pacientes com hipoxemia refrataria.

10 14:00 – 15:30 - MESA REDONDA Liberação da VM: Desmame. 14:00 – 14:30 – Avaliação das praticas mais utilizadas de desmame. Evidencias. A escolha do melhor método. 14:30 – 15:00 – Avaliando o paciente para desmame. Parametros e algoritimos. 15:00 – 15:30 – O paciente com desmame difícil. Avaliação de forma integral e métodos. Quais os limites? Objetivo do aprendizado: Oferecer uma visão das praticas mais utilizadas, evidencias de sua eficácia com aprendizado na avaliação integral e multidisciplinar dos pacientes.

11 16:00-17:00 - MESA REDONDA Complicações da Ventilação Mecânica 16:00 – 16:20 – Efeitos adversos de pressão, fluxos e volumes excessivos 16:20 – 16:40 – Pneumonia associada à VM. Up to date. 16:40 – 17:00 – Prevenção; O que há de novo. Objetivos do aprendizado: Oferecer informações atualizadas sobre os últimos conceitos de complicações relacionadas ao suporte ventilatorio e sobre impacto, mortalidade, diagnostico de PAVM. Rever, à luz de evidencias, os modelos preconizados de prevenção.

12 SEXTA – FEIRA 23/03/2012 8:00 às 9:00 – MESA REDONDA Ventilação Mecânica não Invasiva. 08:00 – 08: Uma visão de novos equipamentos e interfaces. NAVA e PAV 08:30 – 09:00 - Indicação em IR hipoxemica e na DPOC. Objetivo do aprendizado: Após esta sessão o ouvinte saberá distinguir o paciente que mais se beneficiará da VNI assim como as contra indicações do método. Conhecerá os equipamentos e métodos disponíveis assim como os princípios de manuseio.

13 9:20 – 11:00 - MESA REDONDA Ventilação Mecânica em pacientes terminais. 09:20 – 09:50 – Avaliação da legislação e até onde pretendemos chegar 09:50 – 10:20 - A visão juridica 10:20 – 10:50 – A visão religiosa Objetivos do aprendizado. Oferecer uma visão atual da VM em pacientes em cuidados paliativos, pacientes em estados vegetativos persistentes, dinâmica da interação com oncologistas, a situação do ponto de vista jurídico agora e o que se espera no futuro.

14 11:20 – 13:00 - MESA REDONDA ( Espaço reservado para uma demonstração pratica com uso de ventilatores) 11:20 – 11:50 – Iniciando a ventilação Mecânica. 11:50 – 12:20 – Interpretação de ondas 12:20 – 12:50 – Parametros de monitorização 12:50 – 14:00 – ALMOÇO

15 Prezado Colega A Sociedade de Pneumologia e Tisiologia agradece a sua participa ç ão como palestrante no V Curso de Ventila ç ão Mecanica a realizar-se em São Paulo 22/23 de mar ç o de 2012 no Novotel Jaragu á. A Sociedade planejou um evento que aprimore o conhecimento do pneumologista nesta á rea importante da Terapia Intensiva.O foco principal é o pneumologista não intensivista, familiarizando-o com a essência da ventila ç ão mecânica. Este projeto no entanto, vai mais alem, com a publica ç ão pela SBPT de um Manual de Ventila ç ão Mecânica composto pelos assuntos apresentados pelos palestrantes, que serão os co-autores. Para tanto é necess á rio que ao preparar sua apresenta ç ão, seja feita uma versão em texto para a composi ç ão do Manual.O texto dever á ser enviado a Isabella com aten ç ão a Comissão de Medicina Critica que ser á respons á vel pela edi ç ão do material. Temos certeza que o objetivo do Curso e do Manual serão de grande utilidade presente e futura para os membros da nossa Sociedade. Atenciosamente Roberto Stirbulov Bernardo Maranhão Octavio Messeder Pres SBPT Diretor Cientifico Pres Comissão T. Int

16 Compromissos Futuro Otimizar a comunicação Uso do site periodicamente Envio de casos para o site.


Carregar ppt "Comissão de Terapia Intensiva Octavio Messeder. Componentes Carlos Carvalho Marcelo Holanda Augusto Farias Artur Viana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google