A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Marcelo Kós Silveira Campos e César Tadeu da Silva Barlem ABIQUIM São Paulo, 26 de janeiro de 2006 FNQ A Química, o Programa Atuação Responsável e a Excelência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Marcelo Kós Silveira Campos e César Tadeu da Silva Barlem ABIQUIM São Paulo, 26 de janeiro de 2006 FNQ A Química, o Programa Atuação Responsável e a Excelência."— Transcrição da apresentação:

1 Marcelo Kós Silveira Campos e César Tadeu da Silva Barlem ABIQUIM São Paulo, 26 de janeiro de 2006 FNQ A Química, o Programa Atuação Responsável e a Excelência em Gestão na Indústria Química.

2 A Associação Brasileira da Indústria Química ABIQUIM Fundada em 1964, representa 146 empresas químicas, responsáveis por mais de 85% da produção química no Brasil, e 37 empresas Parceiras para o Atuação Responsável.

3 BAHIA RIO DE JANEIRO SÃO PAULO RIO GRANDE DO SUL BRASIL ALAGOAS and SERGIPE 321 = Número de fábricas de associadas da ABIQUIM. MINAS GERAIS AMAZONAS ESPÍRITO SANTO SANTA CATARINA PARANÁ PERNAMBUCO GOIÁS R. GRANDE DO NORTE Fábricas Químicas no Brasil = Número total de fábricas de empresas listadas no Guia da Indústria Química da ABIQUIM (2004)

4 Âmbito da Indústria Química Atuação Responsável ® Um compromisso da Indústria Química Produtos químicos de uso final - Produtos farmacêuticos - Higiene pessoal, perfumaria e cosméticos - Adubos e fertilizantes - Sabões, detergentes e produtos de limpeza - Defensivos agrícolas - Tintas, esmaltes e vernizes - Outros - Produtos inorgânicos - Produtos orgânicos - Resinas e elastômeros - Produtos e preparados químicos diversos Produtos químicos de uso industrial

5 Faturamento líquido total em 2005 (estimativa): US$ 69,6 bilhões (R$ 171 bilhões)Faturamento líquido total em 2005 (estimativa): US$ 69,6 bilhões (R$ 171 bilhões) Posição mundial: 9ª maior indústria química (base 2004)Posição mundial: 9ª maior indústria química (base 2004) Número de empresas: cerca de 4.500Número de empresas: cerca de Pagamento de tributos: 15% do total da indústriaPagamento de tributos: 15% do total da indústria Empregos diretos gerados: + de 300 milEmpregos diretos gerados: + de 300 mil Números da Indústria Química Brasileira em 2004

6 Fonte: IBGE – PIA Empresas (base: 2002) O PIB da química na indústria de transformação 3ª maior participação 3ª maior participação

7 MISSÃO A missão da ABIQUIM é promover o desenvolvimento sustentável da indústria química instalada no País, com vistas à ampliação da produção e da competitividade, à geração de empregos e renda e ao aprimoramento da qualidade dos produtos, incentivando o respeito ao meio ambiente e contribuindo para a saúde e o bem-estar da sociedade brasileira.

8 O Atuação Responsável é uma ética de negócios, compartilhada pelas empresas associadas à ABIQUIM

9 Histórico Internacional Iniciado no Canadá, pela Canadian Chemical Producers Association - CCPA, em 1985; Introduzido nos EUA em 1988 e na Inglaterra e Austrália em Hoje, 52 países adotam o Responsible Care

10 Evolução do Atuação Responsável AnoCompromisso Obrigatoriedade Revisão 2003 a Adesão voluntária Verific AR Códigos Guias Auto avaliação Parcerias Termo Compromisso Indicadores 1 as Parceiras Pesquisa Imagem 1 o Relatório público Novo Modelo Conselho Consultivo Nacional

11 Respeito ao indivíduo e à sociedade, por meio de: Proteção à Saúde, Segurança e Meio Ambiente;Proteção à Saúde, Segurança e Meio Ambiente; Melhoria contínua do desempenho;Melhoria contínua do desempenho; Valorização dos ativos e redução dos passivos sócio-ambientais;Valorização dos ativos e redução dos passivos sócio-ambientais; Transparência;Transparência; Cooperação;Cooperação; Responsabilização;Responsabilização; Educação;Educação; Inclusão;Inclusão; Inovação eInovação e Verificação.Verificação. Valores do novo Atuação Responsável

12 Ser a referência principal da indústria química e de sua cadeia de valor para a gestão de suas atividades, visando o desenvolvimento sustentável nas suas dimensões ambiental, econômica e social. Ser a referência principal da indústria química e de sua cadeia de valor para a gestão de suas atividades, visando o desenvolvimento sustentável nas suas dimensões ambiental, econômica e social. Visão do Programa Atuação Responsável

13 Promover o aperfeiçoamento da gestão das empresas químicas brasileiras e de sua cadeia de valor, de forma a assegurar a sustentabilidade ambiental, econômica e social de seus processos e produtos, bem como contribuir para a permanente melhoria da qualidade de vida da sociedade, criando uma relação de confiança por meio de mecanismos de verificação das ações do Programa. Missão do Programa Atuação Responsável

14 Ambiental Econômica Social A Revisão do Atuação Responsável

15 O Atuação Responsável foi modificado de maneira a transformar-se no principal instrumento da indústria química associada à ABIQUIM em sua busca pela Sustentabilidade das empresas, da sua cadeia de valor e das suas comunidades. A Revisão do Atuação Responsável

16 Definição das novas Práticas Gerenciais

17 Esquema de Verificação Auditorias ISO ou equivalentes Verific AR Integrados PNQ Compatíveis

18 Comissão de Promoção da Excelência em Gestão COPEG

19 COPEG Missão Promover a busca da excelência nas associadas da ABIQUIM, difundindo as melhores práticas de gestão e apoiar a sua implementação.

20 PQU (Coordenação) Copesul (Vice-Coordenação) Akzo Nobel Braskem Buckman Carbocloro Ciba Especialidades Clariant Columbiam Chemicals Copebrás Crompton Eka Chemicals Innova Millennium Oxiteno Petroflex Politeno Polietilenos União Rhodia Poliamida Solvay Indupa Suzano Petroquímica EMPRESAS MEMBRO DO COPEG

21 COPEG - Plano de trabalho para REUNIÕES PLENÁRIAS COM MEMBROS EFETIVOS E CONVIDADOS Objetivo: Acompanhar a andamento do plano de trabalho e definir os demais eventos e trabalhos para apoio ao plano. Planejar e preparar os eventos, acompanhar e divulgar resultados de pesquisas de interesse dos associados no tema Excelência na Gestão Ação: Realizar 11 reuniões em 2006.

22 2.SEMINÁRIOS TÉCNICOS Objetivo: Apoiar as empresas associadas para o aprimoramento dos seus modelos de gestão, com o debate dos critérios de excelência do PNQ. Ação: Realizar seminários sobre temas técnicos (de 09h00 às 12h00), especialmente os critérios de excelência do PNQ. Os temas dos seminários em 2006 serão: Aprendizado Organizacional - Conceituação e apresentação de experiências de empresas. Gestão de Ativos Intangíveis – Conceituação e apresentação de experiências de empresas. Gestão da Inovação – Conceituação e apresentação de experiências de empresas.

23 3. VISITAS DE BENCHMARKING Objetivo: Promover visitas a empresas de Classe Mundial ou sobre práticas específicas, para associadas da Abiquim. Coordenar a programação, definir palestras. Ação: Promover uma visita. Empresa escolhida para 2006: Natura. Tema foco: Sustentabilidade Empresarial. 4. INDICADORES DE BENCHMARKING Objetivo: Divulgar os resultados da indústria química. Promover a excelência na gestão. Ação: Acompanhar a divulgação do Relatório 2005 (piloto). Acompanhar a pesquisa com associados para a implementação efetiva do levantamento de dados, processamento das informações e definição da estratégia para divulgação dos indicadores.

24 5. DIVULGAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE EXCELÊNCIA DO PNQ e dos PRÊMIOS REGIONAIS Objetivo: Divulgar os critérios de excelência do PNQ e sensibilizar as empresas associadas para participarem dos prêmios regionais e nacional. Ação: Realizar Seminários sobre os Critérios de Excelência – discussão dos critérios, sistema de pontuação, vantagens na sua adoção e apoiar a Abiquim na realização de curso para associados. 6. DIVULGAÇÃO DE MELHORES PRÁTICAS Objetivo: Divulgar as melhores práticas, possibilitando o desenvolvimento das organizações e promover o setor químico. Descrição da prática de gestão mostrando o que é feito de forma inovadora ou refinada. Ação: Avaliar os cases e material a serem disponibilizados, avaliar os critérios para divulgação para criação de espaço COPEG navegável no site da Abiquim.

25 7. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Objetivo: Orientar e apoiar a Abiquim na elaboração e execução do PE/BSC. Ação: Designar grupo de trabalho para assessoramento e acompanhamento. 8. I CONGRESSO DE PROMOÇÃO DE EXCELÊNCIA NA GESTÃO Objetivo: Promover o reconhecimento das empresas que participaram dos prêmios regionais e nacional, divulgar as suas melhores práticas, possibilitando promover as organizações e o setor químico. Ação: Realização do I Congresso de Excelência na Gestão da Abiquim no segundo semestre.

26 COPEG e FORUM DE PROGRAMAS ESTADUAIS POTENCIALIDADES –Identificar sinergias para desenvolver empresas do setor químico na busca da excelência; –Fortalecer o setor químico em práticas de gestão; –Formar avaliadores conjuntamente; –Atrair novas empresas químicas para a utilização de instrumentos de gestão: – Atuação Responsável ®, Critérios de Excelência, 500 pontos, etc. –Realizar eventos conjuntos atendendo às necessidades das empresas químicas regionalmente.

27 FIM Visite o site da ABIQUIM:


Carregar ppt "Marcelo Kós Silveira Campos e César Tadeu da Silva Barlem ABIQUIM São Paulo, 26 de janeiro de 2006 FNQ A Química, o Programa Atuação Responsável e a Excelência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google