A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

39 Reunião do Fórum QPC Belém, 25 de setembro de 2007 a.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "39 Reunião do Fórum QPC Belém, 25 de setembro de 2007 a."— Transcrição da apresentação:

1 39 Reunião do Fórum QPC Belém, 25 de setembro de 2007 a

2 1 A Inversão Fundamental (e Fatal !) SubjetivoObjetivo InformaçãoDeformação InspiraçãoImitação De Dentro para ForaDe Fora para Dentro CRIAÇÃO APROPRIAÇÃO REFERENCIAL HISTÓRICO O Custo da Cópia O processo de construção

3 2 UM ENFOQUE SOCIAL PAÍS EM DESENVOLVIMENTO EDUCAÇÃO SEGURANÇA SAÚDECULTURA INFRA-ESTRUTURA LAZER INOVAÇÃO / GOVERNANÇA PAÍS DESENVOLVIDO O processo de construção

4 3 A inovação é um dos pilares da sustentabilidade. Nenhuma organização consegue prosperar de forma sustentável sem que o ambiente no qual ela se insere também prospere. Pontos para reflexão

5 Atores da Rede Nacional de QPC MBC Gespu- blica DF MG SC PR TO GO FNQ FÓRUM PROG EST. E SETORIAIS ABNT INMETRO Certificadoras Consultorias Fundações ABQP GEQUAL UBQ CIC... ORGANIZAÇÕES PÚBLICAS ORGANIZAÇÕES PRIVADAS TERCEIRO SETOR MERCADO LEGISLAÇÃO RO RS SEBRAE FIRJAN FIESP FIERGS FINEP SENAC ONIP... FÓRUM DE COMPETITIVIDADE MDIC PROMINP MME REDE BRASIL DE TECNOLOGIA MCT GRUPO COOPERATIVO DAS ESTATAIS... SOCIEDADE AP ES AC SE RR MT AM PA MA PI CE RN AL PB MS BA RJ SP Previdência Privada Saneamento Básico Transporte Urbano Núcleos Regionais REDE DE COOPERAÇÃO BRASIL + PE

6 5 1 o ENCONTRO 24/nov/04 Desafios e Oportunidades 1 o ENCONTRO 24/nov/04 Desafios e Oportunidades PLANEJAMENTO INTEGRADO DA REDE QPC LEVANTAMENTO DE ATIVOS AMOSTRA DE DEMANDAS PRIORITÁRIAS Grupo de Coordenação: PETROBRAS MBC GESPUBLICA Fórum QPC FNQ EB – Exército Brasileiro INMETRO SEBRAE MCT FURNAS PQRio 2 o ENCONTRO 24/nov/05 Compromiso e Alinhamento 2 o ENCONTRO 24/nov/05 Compromiso e Alinhamento 3 o ENCONTRO 23/nov/06 Gerar o Dever de Transformar 3 o ENCONTRO 23/nov/06 Gerar o Dever de Transformar

7 ORGANIZAÇÕES USUÁRIAS ATUAIS E POTENCIAIS DO MODELO Auto-avaliação simplificada sem RG Modelo Gradiente Avançado (superior) Avançado (inferior) Intermediário (superior) Intermediário (inferior) Inicial (superior) Inicial (inferior) Auto- Avaliação e melhoria Critério Excelência da Gestão Auto- Avaliação e melhoria Critério Rumo à Excelência Auto- Avaliação e melhoria Critério Compromisso Etapa 1 Etapa 2 Modelo voltado para organizações já familiarizadas com os conceitos da Qualidade: avaliação dos principais processos em gradientes de maturidade. Simples e rápida. Gestão de melhorias a partir de uma avaliação com perguntas e respostas objetivas. Mais amplo e detalhado e com avaliação mais precisa. Produto: RG resumido automático, RA resumido automático com pontuação. Lista de projetos, cronogramas e curva de realização. A utilização do software (módulo B) pode ser incentivada pelas prêmios estaduais certificando as organizações como Comprometidas com a Excelência. Módulo A Módulo B RA INSTITUIÇÕES PREMIADORAS (FNQ, PQGF, PRÊMIOS ESTADUAIS E SETORIAIS) Módulo C L P C D Processo de premiação Software para equipe de examinadores RG eletrônico Auto-avaliação simplificada sem RG Modelo Questionário Modelo voltado para organizações ainda não familiarizadas com os conceitos da Qualidade: avaliação em questionário, com perguntas objetivas. Muito simples e rápida. Sim Não 1. Existem estratégias definidas? 2. Os clientes estão identificados? Sim Não

8 7 PROGRAMA MODERNIZANDO A GESTÃO PÚBLICA - PMGP

9 8

10 9 Exemplos de Resultados da Tecnologia de Gestão PARCEIROORÇAMENTOCUSTO DO PROJETORESULTADOS* Gov. Alagoas R$ 4,5 bilhõesR$ 6,6 milhõesR$ 105 milhões Gov. de SergipeR$ 3,8 bilhõesR$ 4,4 milhões R$ 127 milhões Gov. Distrito Federal R$ 9,9 bilhõesR$ 2,4 milhoes R$ 42 milhões Gov. Minas Gerais R$ 23,9 bilhõesR$ 5,6 milhõesR$ 2,1 bilhões Gov. Rio Grande do Sul R$ 20,6 bilhõesR$ 9,3 milhõesR$ 719 milhões Min. Desenv. Social**R$ 24,3 bilhõesR$ 1 milhãoR$ 1,8 milhão*** Pref. Porto AlegreR$ 2,6 bilhõesR$ 2.4 milhões R$129,3 milhões Pref. Ronda Alta (RS) R$ 10 milhõesR$ 10 mil (anualR$ 9,7milhóes Pref. São Paulo R$ 17,2 bilhõesR$ 4,1 milhões R$ 1,9 bilhões Pref. Toropi (RS) R$ 5,2 milhõesR$ 11 mil (anual) R$ 690MIL Santa Casa - PoA R$ 301milhõesR$ 1 milhão (anual)R$ 23 milhões * Resultados previstos para ** Projeto MDS 2006 deu ênfase ao prazo de liberação de recursos para convênios. *** Ganhos apurados considerando recursos pagos X IPCA X dias para liberação.

11 10 Nosso ponto de partida tem que ser a nossa realidade, a partir da qual devemos construir valores. Pontos para reflexão

12 11 O resultado deste processo de transformação depende da nossa capacidade coletiva de construir valores de uma sociedade socialmente responsável Confiança Observação Percepção Abrangência Profundidade Integração Evolução Continuidade Perseverança Inovação Participação Transparência Liderança Sincronismo Visão do todo Pensar grande Maturidade Respeito Disciplina Qualidade de Vida Qualidade de Vida Pontos para reflexão

13 12 FIM


Carregar ppt "39 Reunião do Fórum QPC Belém, 25 de setembro de 2007 a."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google