A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Movimento Empresa Júnior no Brasil. Estrutura da Apresentação Histórico Objetivos Conceito Clientes Importância Abertura/Funcionamento Federações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Movimento Empresa Júnior no Brasil. Estrutura da Apresentação Histórico Objetivos Conceito Clientes Importância Abertura/Funcionamento Federações."— Transcrição da apresentação:

1 O Movimento Empresa Júnior no Brasil

2 Estrutura da Apresentação Histórico Objetivos Conceito Clientes Importância Abertura/Funcionamento Federações

3 Surgimento: Europa - França; Criação da primeira EJ na ESSEC; A idéia chega ao Brasil através da Câmara de Comércio e Indústria França-Brasil; Criação da EJ-FGV e FAAP-Jr; Histórico

4 Criação da 1a. Federação estadual; Criação da CONEJ; Atualmente, existem cerca de 360 Empresas Juniores, apenas no Brasil. Histórico

5 DISTRIBUIÇÃO POR ESTADOS: São Paulo: 90 Minas Gerais: 80 Santa Catarina: 28 Paraná: 30 Rio de Janeiro: 34 Rio Grande do Sul: 4 Espírito Santo: 8

6 Histórico DISTRIBUIÇÃO POR ESTADOS: Distrito Federal: 10 Goiás: 5 Pará: 1 Mato Grosso: 1 Mato Grosso do Sul: 3 Tocantins: 3 Rondônia: 1 Pernambuco: 8

7 Histórico DISTRIBUIÇÃO POR ESTADOS: Bahia: 26 Ceará: 9 Sergipe: 1 Alagoas: 2 Paraíba: 3 Piauí: 1 Rio Grande do Norte: 8 Maranhão: 5

8 Administração Administração Pública Agronomia Agropecuária Biblioteconomia Biologia Ciências Sociais Histórico ÁREAS DE ATUAÇÃO:

9 Computação / Informática Comunicação / Publicidade Contabilidade Direito Economia Editoração Educação Física Histórico ÁREAS DE ATUAÇÃO:

10 Engenharias Estatística Farmácia / Bioquímica Geologia Hotelaria Matemática Relações Públicas Histórico ÁREAS DE ATUAÇÃO:

11 Pedagogia Psicologia Química Tecnologia Turismo Veterinária Entre outras.... Histórico ÁREAS DE ATUAÇÃO:

12 Empresa Júnior é uma associação civil, sem fins lucrativos, constituída exclusivamente por alunos de graduação de instituições de ensino superior, que desenvolvem estudos para empresas, entidades e sociedade em geral, nas suas áreas de atuação, sob a supervisão de professores. Conceito DEFINIÇÃO:

13 Criar uma cultura dentro das instituições de ensino superior brasileiras, visando o desenvolvimento de empreendedores e lideranças empresariais, com responsabilidade social. Conceito MISSÃO:

14 Ética Amizade Empreendedorismo Profissionalismo Inovação Determinação Conceito VALORES:

15 Desenvolver o espírito empreendedor, crítico e analítico do aluno. Complementar a formação teórica do aluno, com uma aplicação prática. Intensificar o relacionamento Empresa/ Instituições de Ensino Superior. Formar novas lideranças empresariais. Objetivos

16 Facilitar o ingresso de futuros profissionais no mercado de trabalho. Contribuir para com a sociedade, através do desenvolvimento de estudos, proporcionando aos seus clientes um trabalho de qualidade. Valorizar a instituição de ensino como um todo. Objetivos

17 Aluno (interno e externo à EJ); Empresas, entidades e sociedade em geral; Instituição de Ensino. Clientes

18 Alunos: Administração de uma empresa Trabalho em equipe Delegação de responsabilidades Negociação com clientes, patrocinadores, fornecedores e parceiros Contato direto com problemas e situações da realidade empresarial Importância

19 Empresas, entidades, sociedade em geral: Caráter social Projetos a preços acessíveis e com qualidade Importância

20 Instituição de Ensino: oportunidade diferenciada de desenvolvimento para o aluno proximidade com o mercado de trabalho projeção Importância

21 Como montar uma EJ? A criação de uma Empresa Júnior envolve basicamente três processos, que ocorrem paralelamente. São eles: –processo humano –processo burocrático –processo físico

22 Processo Humano Envolve: –grupo inicial para abertura e direção da EJ –consultores para a realização dos projetos –conquista do apoio da Diretoria da faculdade –conquista dos professores para a orientação dos projetos –formas de prospecção de clientes

23 Processo Burocrático Envolve: –Redação do estatuto e registro em cartório –Ata de fundação da empresa e Ata de eleição da Diretoria Executiva, ambas registradas em cartório –Inscrição no Ministério da Fazenda (CNPJ)- Receita Federal –Inscrição no Cadastro de Contribuintes Mobiliários (CCM) - Prefeitura Municipal

24 Processo Burocrático –Alvará de Funcionamento - Prefeitura Municipal –Registro no INSS –Registro na Delegacia Regional do Trabalho - Departamento do Trabalho (apenas quando houver a contratação de um funcionário - ex: secretária, office-boy, etc)

25 Processo Físico Infra-estrutura mínima, contendo: –espaço físico (sala) –mesas, cadeiras, arquivo –telefone, fax –computador –material de escritório* * Recomenda-se a elaboração de materiais gráficos (cartões de visita, papel timbrado, folder) e jornais.

26 Estrutura Básica

27 Outras atividades desenvolvidas Palestras Simulados / Jogos / Concursos Workshops Grupos de Estudo Publicação de livros Feiras

28 Fluxograma básico de um projeto Atendimento Telefônico Cliente Pré-diagnóstico/Filtragem básica Agendamento Reunião/Visita Diagnóstico problema cliente Elaboração Proposta Negociação Elaboração Contrato

29 Fluxograma básico de um projeto Início Projeto Apresentação de relatórios parciais Apresentação do relatório final Follow-up (feito um tempo após o término do projeto, de modo a obter informações como qualidade, prazo, utilidade, desempenho consultores, etc)

30 Estatuto Padrão O que deve conter? –Apresentação e objetivos da Empresa Júnior –Componentes da Empresa Júnior –Patrimônio da Empresa Júnior –Assembléia Geral –Conselho de Administração –Diretoria Executiva –Eleições –Disposições Gerais

31 Prospecção de clientes Divulgação mídia/jornal próprio Divulgação direcionada p/ cliente Indicação professores/Diretoria faculdade Indicação de um cliente que foi bem atendido (teve sua expectativa com relação ao projeto superada)

32 Remuneração x Motivação Hoje: apenas consultores são remunerados, na maior parte das Empresas Juniores Como, então, motivar todos os membros?

33 Algumas sugestões... Valorizando o trabalho de cada um dentro da empresa Possibilitando a participação de todos nas decisões da empresa, independente de cargo Reinvestindo no próprio membro (através do pagamento de viagens, treinamentos, etc) Ressaltando sempre a Missão, Visão, Valores, Objetivos da empresa Dando e recebendo Feedback

34 Algumas Considerações.... REMUNERAÇÃO: pagamento pelo trabalho realizado; APENAS CONSULTORES REEMBOLSO: pagamento em virtude dos gastos efetivados durante a realização de um projeto; TODOS OS MEMBROS

35 Federações RIO JR FENEJ FEJECE FEJESBA FEJEPE FEJEPAR FEJEMG FEJESC FEJESP CONEJ CONCENTRO


Carregar ppt "O Movimento Empresa Júnior no Brasil. Estrutura da Apresentação Histórico Objetivos Conceito Clientes Importância Abertura/Funcionamento Federações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google