A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Meiose. Tipo especial de divisão (Reducional) Apenas em indivíduos com reprodução sexuada Vantagem – maior variabilidade –Qual sua importância? Meiose.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Meiose. Tipo especial de divisão (Reducional) Apenas em indivíduos com reprodução sexuada Vantagem – maior variabilidade –Qual sua importância? Meiose."— Transcrição da apresentação:

1 Meiose

2 Tipo especial de divisão (Reducional) Apenas em indivíduos com reprodução sexuada Vantagem – maior variabilidade –Qual sua importância? Meiose –Redução –Recombinação –segregação

3 Características principais Ocorrência de duas divisoes; Primeira divisão meiótica reduz número cromossômico; Segunda divisão meiótica mantém número cromossômico; –Produção de 4 células ao final da divisão; –Processo mais lento do que a mitose, podendo durar anos; –Ocorrência da recombinação aumentando variabilidade;

4 Meiose I –Profase I Leptoteno Zigoteno Paquíteno Diplóteno Diacinese –Prometafase I –Metafase I –Anáfase I –Telófase I

5 Complexo Sinaptonêmico –Elemento lateral + elemento central; une homólogos; –Paquíteno cromossomos homólogos pareados e presença do complexo sinaptonêmico; Ocorrência da permuta entre homólogos; Após quebra continuidade na condensacao gerando tensão e adequação para situação de maior equilíbrio; Visualizacao dos pontos de troca (Quiasmas);

6 Metáfase I –Fuso se liga aos dois cinetócoros –Necessário posicionamento na placa central para separação de homólogos;

7

8 Anáfase I –Separação de homólogos; –Sem a permuta há uma grande chance de ocorrência de não disjunção;

9 Metáfase II –Não há mais aderência entre cromátides irmãs; –Separação similar a mitose

10 Células germinativas –Ovogônias Encontradas nas fêmeas No caso humano inicia divisão meiótica, porém param no diplóteno até a adolescência; Sinal hormonal – continua divisão até metáfase II Após segundo sinal, uma única célula por vez irá continuar a divisão até o momento da fecundação;

11 Espermatogônias –Encontradas nos machos; –Realizam a divisão meiótica continuamente; –Migração para luz do tubo seminífero, perda de citoplasma, e desenvolvimento do flagelo e acrossomo;

12 Cromossomos Plumulados –Encontrados no diplóteno; –Estão descondensados e transcrevem normalmente; –RON – duplica seu DNA permitindo a formação de micronucléolos; Alta produção de ribossomos para produção protéica Transcrição de proteínas que auxiliarão na divisão e acúmulo de reservas;

13 Cromossomos Politênicos –Comuns em larvas de insetos –Em Drosophila: A partir da 17ª divisão realização de um ciclo celular mais curto Temos a ocorrência apenas de G1 e S, levando a duplicação cromossômica, mas não separação; Geração de um cromossomo grosso, visível até mesmo durante interfase;

14 –Possuem faixas bem definidas, formando regiões de bandas e interbandas; –Regiões escuras, formadas pela justaposição dos cromômeros

15 Pufe – região de alças descondensadas para transcrição –Indica atividade gênica específica; –Cada tecido terá um padrão específico de ativação; Pufes de DNA –Ocorre devido a uma grande demanda protéica para formação do casulo; –Amplificação de cerca de 5 a 6 vezes do DNA a ser transcrito; –Mediado pelo hormônio ecdisona que estimula a formação do pufe; Pufe


Carregar ppt "Meiose. Tipo especial de divisão (Reducional) Apenas em indivíduos com reprodução sexuada Vantagem – maior variabilidade –Qual sua importância? Meiose."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google