A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA SIMULADA LDP. AULA 1: TEMA: JUDO: A PRÁTICA DO CAMINHO SUAVE Disponível em:, acesso em 26/02/2009http://dicasdevendas.files.wordpress.com/2008/11/judo-pan.jpg.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA SIMULADA LDP. AULA 1: TEMA: JUDO: A PRÁTICA DO CAMINHO SUAVE Disponível em:, acesso em 26/02/2009http://dicasdevendas.files.wordpress.com/2008/11/judo-pan.jpg."— Transcrição da apresentação:

1 AULA SIMULADA LDP

2 AULA 1: TEMA: JUDO: A PRÁTICA DO CAMINHO SUAVE Disponível em:, acesso em 26/02/2009http://dicasdevendas.files.wordpress.com/2008/11/judo-pan.jpg

3 Primeiro Momento: Prática Social

4 Lutas: violência, agressão, esporte, dança, jogo, atividade física, caminho, disputa, harmonia, equilíbrio, dança, vitória, derrota, força, técnica, porrada, arte, defesa, união, religião, magia, misticismo, energia, paz, respeito, disciplina, ordem, coragem, superação. Quando você ouve o termo lutas, quais destas palavras vem a sua cabeça? Você acha que alguma delas não se relaciona com as lutas? Se fosse para escolher três palavras como as que mais representam as lutas, quais escolheria? De que forma o Judo se relaciona com elas?

5 Segundo Momento: Problematização

6 Por que a humanidade desenvolveu os sistemas de lutas? Quais as possibilidades das lutas hoje? Em que contextos elas surgem? Qual sua relação com o esporte?

7 Terceiro Momento: Instumentalização

8 Lutas segundo o dicionário Houaiss(2002): Luta: 1. Combate, em que dois adversários desarmados se enfrentam corpo a corpo 4. esforço para vencer, superar obstáculos ou dificuldades 1. de classes – qualquer conflito de âmbito político, econômico ou cultural, envolvendo interesses antagônicos e disputas por status social, estabelecido no decorrer da história, de forma explícita ou latente, entre diferentes classes sociais. lutar – enfrentar corpo a corpo a um adversário com vistas a derrubá-lo, deitá-lo ao chão, esp. visando obter vitória em combate esportivo. 3. opor-se a alguém ou a um grupo com violência ou determinação para impor supremacia, sua vontade, para fazer prevalecer seus interesses, suas idéias. 4. despender todos os esforços para superar, vencer, conseguir alguma coisa.

9 As lutas costumam se originar em disputas de classe. Samurais, ninjas, escravos, camponeses, elaboraram sistemas de lutas visando defender seus interesses enquanto classe, seja contra uma força opressora, seja para defender seu soberano. Assim, as lutas não são apenas técnicas de ataque e defesa. Representam em sua forma elementos da cultura na qual se origina, relacionando-se com a arte, a religião, realidade social, linguagem, crenças, hábitos, códigos morais e de valores, entre outros.

10 - o Judo foi criado por Jigoro Kano (1860 – 1938) - Não pesava mais de 50 kg e media 1,50 m. - vítima de brutalidades de outros estudantes. - Iniciou a prática de artes marciais aos 17 anos

11 ATIVIDADE: 1. Qual o sentido das lutas em nossa sociedade, no bairro em que você reside, não se esqueça de refletir sobre as lutas de gangue e de torcidas de futebol. 2. Como observamos, o Judô tem desde sua origem uma preocupação educacional e sem violência. (O judô na escola poderá ser praticado por meninos e meninas). 3. Se o Judô não é uma luta para machucar e as quedas devem ser amortecidas, por que meninos e meninas não podem estar juntos nas aulas?

12

13 Quando falamos do surgimento de determinada prática corporal, precisamos ter em mente que ela não aparece do acaso. De acordo com Orozimbo Cordeiro Júnior (1999), toda prática corporal, e dentre elas o jiu-jitsu, surge a partir de determinadas necessidades sociais enfrentadas pelos seres humanos, em dado contexto histórico e influenciada por fatores econômicos, políticos, culturais. (PARANÁ, 2007, p.172)

14

15 No contexto histórico feudal, marcado pela tirania dos latifúndios, a luta entre camponeses e samurais envolvia golpes de morte. Os camponeses não dispunham de espadas para lutar contra os samurais e, para se defenderem, foi necessário que desenvolvessem uma luta de manifestação corporal, no caso, o Jiu-Jutsu. ( PARANÁ, 2007, P. 172)

16 A abertura dos portos japoneses, em 1865, provocou intensas transformações do ponto de vista político-social, marcando a era Meiji, quando foi abolido o sistema feudal; houve rejeição da cultura e das instituições antiquadas; os conhecimentos de países ocidentais foram introduzidos e ocorreu acentuado declínio da prática de artes marciais no país. O Jiu-Jutsu não foi excessão, pois as escolas ficaram privadas das subvenções dos clãs e, ainda, a modernização das forças armadas levaram essa arte marcial a ser considerada parte do passado e em total decadência. (Federação Paulista de Judo, 2005)

17

18 ...Com a divulgação do estudo dos clássicos nipônicos e com a difusão dos conhecimentos sobre os assuntos estrangeiros, surgiram críticas contra o Feudalismo. Já naquela altura, os samurais que constituíam a classe parasitária se encontravam em crise econômica, ao passo que a burguesia comercial ia progredindo proporcionalmente à decadência daqueles. O empobrecimento econômico e moral levou os guerreiros a desforrarem sobre os lavradores, impondo-lhes tributos forçados e fora de norma para satisfazerem sua sede de domínio. Com isso, a vida rural tornou-se impossível, aumentando cada vez mais a diferença entre proprietários e os não proprietários. Isso motivou novas rebeliões dos camponeses em todo território japonês.

19 - a espetacularização das práticas corporais e a perda de seus sentidos originais - espotivização do judô auxiliando a expandi- lo para o mundo todo, chegando a culturas que originalmente não se vinculavam a ele; - Judô nas olimpíadas mudança nos valores e princípios de sua prática - comercialização de produtos vinculados ao Judô - Normas e códigos de conduta alterados - técnicas modificadas - mudança no Dogi. (uniforme) O Judo e o Esporte Espetáculo

20 DOJO -Local de iluminação -inicialmente feito de palha de arroz - Judô esporte: pontuação definida pela técnica que resulta na queda do adversário.

21 Quinto momento Momento: Catarse

22 Koká – queda do adversário na posição sentado, além da imobilização de 10a 14 segundos. Yuko – queda pela lateral, imobilização entre 15 e 19 segundos Waza-ari (queda quase perfeita)– queda encostando metade das costas no chão, imobilização entre 20 e 24 segundos Ippon – queda com a totalidade das costas no chão (projeção perfeita). Pode ser conquistado das seguintes maneiras: imobilizar por 25 segundos o oponente com as costas inteiras no tatame. Acúmulo de dois Waza-ari, desistência do adversário ou o acúmulo de quatro faltas.

23

24 Golpes O-soto-gari O-goshi De-ashi-harai Hiza-guruma

25 Vamos vivenciar algumas técnicas do Judo? Quedas: - rolando para frente (Zenpo Kai Tem) - queda para frente (Mae Ukemi) - queda para trás (Ushiro Ukemi) - queda para o lado (Yoko Ukemi)

26

27 Experimentando alguns conceitos cocorinhas cocorinhas desiquilibrio em um pé só desiquilibrio em um pé só 4 apoios 4 apoios sentado, pés com pés, fazer o outro encostar as costas no chão sentado, pés com pés, fazer o outro encostar as costas no chão mãe pega de esquiva mãe pega de esquiva

28

29 Videos

30 Retorne as perguntas feitas no início da aula. Você daria as mesmas respostas dadas anteriormente? Quinto momento Momento: Retorno a prática social

31 Por que a humanidade desenvolveu os sistemas de lutas? Quais as possibilidades das lutas hoje? Em que contextos elas surgem? Qual sua relação com o esporte?

32 Quando você ouve o termo lutas, quais destas palavras vem a sua cabeça? Você acha que alguma delas não se relaciona com as lutas? Se fosse para escolher três palavras como as que mais representam as lutas, quais escolheria? De que forma o Judo se relaciona com elas?


Carregar ppt "AULA SIMULADA LDP. AULA 1: TEMA: JUDO: A PRÁTICA DO CAMINHO SUAVE Disponível em:, acesso em 26/02/2009http://dicasdevendas.files.wordpress.com/2008/11/judo-pan.jpg."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google