A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RETRATAÇÃO DA BIODIVERSIDADE LOCAL

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RETRATAÇÃO DA BIODIVERSIDADE LOCAL"— Transcrição da apresentação:

1 RETRATAÇÃO DA BIODIVERSIDADE LOCAL
Por Luciana Bonafin, Juceli Fátima de Goes e alunos do 3º ano do Ensino Médio da E. E. de E. M. Faxinalzinho

2 PROJETO PRODUZIDO PELOS ALUNOS DO 3º ANO DO ENSINO MÉDIO
1. Tema: Retratação da Biodiversidade Local 2. Objetivo Geral: Resgatar a história ambiental da biodiversidade antes existente e compará-la com a atual para sensibilizar e conscientizar a população d a importância da conservação de ambientes naturais  3. Objetivos específicos: *Reflorestar com espécies nativas os locais desmatados; *Retratar por imagens visuais a biodiversidade local; *Resgatar o processo histórico ambiental; *Sensibilizar e conscientizar a população da importância da conservação de ambientes naturais; ANO DO

3 4. Justificativa Há várias décadas a questão ambiental vem sendo abordada na tentativa de elucidar sua importância para a existência do planeta. Porém, nos últimos anos, essa abordagem tornou-se muito mais intensa devido ao aumento das ações negativas provocadas pelo homem.Essas ações, infelizmente, provocaram e continuam provocando conseqüências desastrosas em nosso planeta. Diante disso, vimos a extrema necessidade de tentarmos ações que venham de encontro à sensibilização e, então, conscientização da necessidade de mantermos nossos ecossistemas intactos e restabelecer os agredidos. Devido a todos os problemas ambientais vistos e alguns também alguns vivenciados, achou-se de muita relevância abordar o tema em questão especificando a situação ambiental local numa analogia entre o antes e o depois em nosso município promovendo então a percepção e a participação da comunidade sobre as mudanças ocorridas.

4

5 5. Material e Métodos Serão utilizadas máquinas fotográficas, filmadora, folders, cartazes, recurso sonoro, data- show, slides, maquetes. Serão realizados questionamentos, dos quais far-se- ão entrevistas filmadas com moradores mais antigos. Disso, produzir-se-á um documentário que será disponibilizado no local da escola. Também serão fotografados ambientes naturais do município, bem como, fotografias disponibilizadas pelos moradores mais antigos, para realizar uma exposição e após uma analogia histórica ambiental através de maquetes. Para finalizar, juntamente com a exposição de fotografias e de maquetes, será realizada uma breve exploração do trabalho com data- show e entrega dos folders.

6

7 ► produção fotográfica e recolhimento de todos os moradores
6- Cronograma 6.1. Junho: ► produção do projeto ► questionários ► produção fotográfica e recolhimento de todos os moradores   6.2. Julho: ►entrevistas ► produção de documentários ► folders  6.3. Agosto: ► maquetes ►exposição fotográfica ►apresentação

8

9

10 7 – Avaliação A avaliação será de forma contínua, de acordo com o envolvimento dos alunos, pela produção dos folders informativos, da produção das maquetes, da exposição das fotografias e da apresentação oral. Este projeto está aberto a alterações de acordo com as necessidades.

11 ORIGEM DO NOME FAXINALZINHO
Os primeiros desbravadores foram Floriano Torres ( ), Vicente Laurino Fereira, Pedro Vicente Ferreira. Região coberta de mato raso, exposta, de pequena extensão constituído, principalmente, de arbustos e capim; Na década de 70 ocorreu a instalação de uma madeireira e do aumento das áreas de produção agrícola. Tempo depois, instalou-se duas olarias; A emancipação se deu em 12 de maio de 1988 através da Lei nº

12

13 RELATOS DE MORADORES ANTIGOS
ANTONIO MENEGHETTI: (mais de 50 anos) as estações eram mais definidas, e a quantidade de espécies da fauna e da flora que havia eram inúmeras: macucos, furão, baitaca, periquitos, zuril, sassafrás, anjico amarelo, timbó, pinheiros, canela amarela, uvaia, entre outros. JUREMA FERREIRA: extração de madeira, formação de lavouras, criação de gado; JURACI FERREIRA CORDEIRO, ARTIDOR FERREIRA E JOSÉ CLAUDECIR BARBOSA: relataram mais informações referentes ao desenvolvimento econômico

14 ESPÉCIES QUE VIA-SE COM FREQUÊNCIA NA REGIÃO
FAUNA: jacutinga, cutia, tamanduás, serelepe, furão, bugio, veado pardo, lobo-guará, irara, surubi, mandi, tateto, pedreiro, zuril, prapitinga, mussum,... FLORA: angicos, grápia, cedro, tarumã, batinga, guavijuzeiro, guajuvira, caroba, ipês, canelas, uvaia, ingazeiro, bugreiro, pinheiro, bracatinga,...

15

16 Atualmente, a paisagem que mais se enxerga ao visitar o município é de lavouras e campos devido criação de gado. Embora ainda há pessoas continuam retirando madeira e caçando ilegalmente, já se percebe que há um cuidado maior em relação a isso, até por que, muitas multas já foram aplicadas. A Escola, pelo Coletivo Educador, desenvolveu um projeto de reconstituição da mata ciliar do Lajeado Divisa que está sendo realizado em parceria com o Município. Este, vem desenvolvendo um trabalho de reconstituição arbórea em diversas áreas do mesmo. Infelizmente o cuidado com o ambiente está se fazendo mais por questões legais do que por questões de conscientização e percepção de sua importância para a existência e permanência da vida.

17

18 MANUTENÇÃO DA BIODIVERSIDADE LOCAL E SEUS BENEFÍCIOS
Base da saúde do planeta; Benefícios econômicos, paisagísticos, industriais, sociais, medicinais e culturais; Preservação da fauna e flora através do plantio de espécies nativas, manutenção e reconstituição das matas ciliares, proteção de espécies ameaçadas, .... Diminuição da produção de lixo e modo adequado de separação e uso do mesmo; Manutenção e preservação dos recursos hídricos;

19 Fotos dos ambientes locais
Pelos alunos do 3 ano do Ensino Médio

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33


Carregar ppt "RETRATAÇÃO DA BIODIVERSIDADE LOCAL"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google