A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Doença reumática caracterizada por dor ampla pelo corpo, bilateral, acima e abaixo da cintura, inclusive no tronco; presente em pelo menos 11 de 18 pontos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Doença reumática caracterizada por dor ampla pelo corpo, bilateral, acima e abaixo da cintura, inclusive no tronco; presente em pelo menos 11 de 18 pontos."— Transcrição da apresentação:

1 Doença reumática caracterizada por dor ampla pelo corpo, bilateral, acima e abaixo da cintura, inclusive no tronco; presente em pelo menos 11 de 18 pontos específicos, sem achados laboratoriais e radiográficos. Colégio Americano de Reumatologia, 1990 Fibromialgia

2 Considerações: Pode haver dor em outro pontos É a enfermidade reumática mais frequente (sem dados no Brasil) 9 mulheres: 1 homem Acomete mais frequentemente a raça branca Acomete todas as idades com maior prevalência entre 30 e 50 anos. Acomete mais frequentemente pessoas de melhor nível educacional e poder aquisitivo. Fibromialgia

3 Sintomas Dor: tender-points Dor: tender-points Generalizada (bilateral, acima e abaixo da cintura, anterior e posterior) ao repouso e à palpação Início insidioso, na nuca, pescoço ou ombros Queimação, peso, contusão ou exaustão Difícil localização Intensidade moderada a forte Pelo menos três meses de duração Fibromialgia

4 Rigidez articular Rigidez articular: matinal, de curta duração (menos de 15 minutos) Fadiga Fadiga: manhã e final da tarde Física e psiquica Agravada por atividade física e intelectual Distúrbio do sono Distúrbio do sono: dificuldade de conciliar o sono ou insônia terminal. Sono não reparador. Fibromialgia

5 Sensação de edema Parestesias de distribuição bizarra (língua e face) Cefaléia (peso x oca) Zumbido e tonteira associados a alterações do humor Depressão, ansiedade e irritabilidade Constipação, diarréia, náuseas, vômitos, dor no baixo ventre, sintomas urinários, redução da libido Hipersensibilidade ao frio Outros Fibromialgia

6 Fatores moduladores Agravantes: 1) Frio 2) Fadiga física ou mental 3) Excesso de atividade física 4) Inatividade física 5) Ansiedade ou estresse Aliviantes 1) Calor 2) Banho 3) Atividade física moderada 4) Massoterapia Fibromialgia

7 Exame físico: 1) Ausência de edema e outros sinais inflamatórios. 2) Força muscular normal 3) Ausência de sinais neurológicos 4) Tender – points (força para esbranquiçar leito ungueal – cerca de 4 kg) Fibromialgia

8

9 Inserção dos músculos suboccipitais Espaço intertrasnverso C5-C7 anteriormente Metade superior do trapézio Lateral a segunda cartilagem costal Acima da espinha da escapula, próximo a borda medial Epicondilo lateral Região superior e lateral das nádegas Posterior ao trocanter maior Linha interarticular medial do joelho. Fibromialgia

10 Tender points Dor localizada no ponto de palpação, não irradiada, sem endurecimento ou contratura do tecido palpado = 11 = fibromialgia Trigger points Dor referida, com irradiação definida e mapeável, endurecidos = 1 = Síndrome Miofascial

11 Diagnóstico diferencial: Síndrome miofascial: dor muscular profunda, localizada, associada a trigger-point (um ou vários em qualquer músculo do corpo), que piora com a palpação local e associa-se a rigidez local e distúrbio do sono.Sem fadiga. Síndrome de fadiga crônica: fadiga intensa, febre baixa, dor à palpação de linfonodos, mialgia, fraqueza muscular, cefaléia, alterações neuropsiquiátricas e distúrbios do sono. Fibromialgia

12 Características da personalidade depressiva associada a fibromialgia: Escrupulosidade Preocupação excessiva com o dever Sobriedade Perfeccionismo e exigência Incapacidade de dizer não Baixa auto-estima Sentimento de culpa Autoridade Acúmulo de tarefas Manutenção do controle Fibromialgia

13 Etiopatogenia: comportamental x neuroendócrina x imunológica Depressão e fibromialgia participam do mesmo substrato anatômico e fisiológico? Manifestação somática do estresse? Tendência familiar e predileção pelas mulheres Ausência de alterações histológicas nos órgãos acometidos (tendões, bursas, músculos) Fibromialgia

14 Etiopatogenia: comportamental x neuroendócrina x imunológica Aumento da excreção de noradrenalina Redução da secreção de serotonina Alterações na ação da substância P, das células natural killer, da prolactina, cortisol e hormônio do crescimento Fibromialgia Testes laboratoriais e radiológicos sem alterações: usados para excluir outras doenças

15 Causas Periféricas: Causas Periféricas: Contração muscular contínua hipóxia necrose de algumas fibras nódulo (não são os tender points) hipóxia também nas fáscias e tendões inflamação + proliferação celular + fibrose + aderência Fibromialgia Não há comprovação científica desta teoria em estudos com biópsias em cadáveres.

16 DOR + RIGIDEZ MASSAGEM PARA LIBERAÇÃO DAS ADERÊNCIAS E VASODILATAÇÃO (BAIXA EFETIVIDADE DA PRESSÃO SOBRE NÓDULOS) / CALOR Não há processo inflamatório Contra-indicação do gelo Fibromialgia

17 Causas centrais: Tensão emocional Liberação de neurotransmissores e distúrbios autonômicos Distúrbio funcional (taquicardia, depressão, alterações na modulação da dor, etc) Somatização no músculo = dor Fibromialgia

18 Analgésicos e anti-inflamatórios não esteróides – na fase aguda Efeitos não superiores que placebo Tranquilizantes- sedativos e ansiolíticos (induzem ao sono e reduzem a ansiedade) Podem causar dependência e ter muitos efeitos colaterais Antidepressivos: baixas doses – inibidores da recaptação de serotonina Fibromialgia

19 Educação do cliente Aceitar que a dor é real Informar que a doença não é progressiva nem deformante. Evitar a fadiga física e emocional Sistema de auto-proteção: família, amigos, crença religiosa, Importância da atividade física (prazeirosa) – hidroterapia Técnicas de relaxamento Hobbies Boa alimentação, evitar estimulantes Fatores que favorecem um bom sono Fibromialgia

20 Acupuntura Psicoterapia – abordagem do tipo de personalidade envolvida na gênese da doença e das dificuldades em lidar com a dor crônica de origem psicossomática Fibromialgia

21 Técnicas posturais e de relaxamento Calor: relaxamento e vasodilatação Massoterapia Evitar gelo, exceto sobre os tender-points (pontual) Alongamentos TENS (?) Condicionamento cardiovascular: melhora no limiar de dor (endorfinas?) Limitar número de sessões Dias alternados Programa domiciliar Fibromialgia


Carregar ppt "Doença reumática caracterizada por dor ampla pelo corpo, bilateral, acima e abaixo da cintura, inclusive no tronco; presente em pelo menos 11 de 18 pontos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google