A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pedagogia Teoria da Prática Equacionar Relação educador e educando Orientar Processo de ensino e aprendizagem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pedagogia Teoria da Prática Equacionar Relação educador e educando Orientar Processo de ensino e aprendizagem."— Transcrição da apresentação:

1

2 Pedagogia Teoria da Prática Equacionar Relação educador e educando Orientar Processo de ensino e aprendizagem

3

4 Primeira Prioridade à teoria sobre a prática. Prioridade à teoria sobre a prática. PEDAGOGIA TRADICIONAL

5 Segunda Subordinam a teoria à prática. Subordinam a teoria à prática. PEDAGOGIA NOVA

6

7

8

9 A concepção pedagógica tradicional religiosa ( ) A pedagogia católica chegou através da pedagogia brasílica e depois, na versão do Ratio Studiorum. A pedagogia católica chegou através da pedagogia brasílica e depois, na versão do Ratio Studiorum.

10 Etnocentrismo Se Marx pôde dizer que, para os teólogos, a sua própria religião é considerada obra de Deus ao passo que a religião dos outros é obra dos homens Se Marx pôde dizer que, para os teólogos, a sua própria religião é considerada obra de Deus ao passo que a religião dos outros é obra dos homens

11 Etnocentrismo... para os jesuítas a religião católica era considerada obra de Deus, enquanto que as religiões dos índios e dos negros eram obras do demônio.... para os jesuítas a religião católica era considerada obra de Deus, enquanto que as religiões dos índios e dos negros eram obras do demônio.

12 Ratio Studiorum & Pedagogia Tradicional Essa concepção pedagógica se caracteriza por uma visão essencialista de homem. Essa concepção pedagógica se caracteriza por uma visão essencialista de homem.

13 Pedagogias tradicionais religiosa e leiga ( ) Reformas pombalinas da instrução pública Reformas pombalinas da instrução pública Privilégio do Estado em matéria de instrução. Privilégio do Estado em matéria de instrução.

14 aulas régias Disciplinas avulsas Disciplinas avulsas professor nomeado e pago pela coroa portuguesa com recursos do subsídio literário instituído em professor nomeado e pago pela coroa portuguesa com recursos do subsídio literário instituído em 1772.

15 Escola das primeiras letras Após 1808 divulgação do método de ensino mútuo - lei das escolas de primeiras letras, de 15 de outubro de Após 1808 divulgação do método de ensino mútuo - lei das escolas de primeiras letras, de 15 de outubro de 1827.

16 Liberal Liberal Progressista. Progressista. As tendências

17 A adoção de uma determinada tendência ou de outra depende, diretamente, dos condicionantes sócio-políticos que configuram diferentes concepções de homem e de sociedade. A adoção de uma determinada tendência ou de outra depende, diretamente, dos condicionantes sócio-políticos que configuram diferentes concepções de homem e de sociedade. Libâneo

18 E, conseqüentemente, diferentes pressupostos sobre o papel da escola, aprendizagem, relações professor- alunos, técnicas pedagógicas etc. E, conseqüentemente, diferentes pressupostos sobre o papel da escola, aprendizagem, relações professor- alunos, técnicas pedagógicas etc. Libâneo

19 Preparar os indivíduos para o desempenho de papéis sociais Preparar os indivíduos para o desempenho de papéis sociais Adaptá-los aos valores e às normas vigentes Adaptá-los aos valores e às normas vigentes Pedagogia liberal

20 Análise critica das realidades sociais; Análise critica das realidades sociais; finalidade política; finalidade política; contra o autoritarismo; contra o autoritarismo; valoriza a experiência vivida; valoriza a experiência vivida; ênfase ao processo de aprendizagem grupal. ênfase ao processo de aprendizagem grupal. Pedagogia progressista

21 TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS PEDAGOGIA LIBERAL PEDAGOGIA PROGRESSISTA 1 – Tradicional 1 – Libertadora 2 – Renovada Progressivista 2 – Libertária 3- Renovada Não- Diretiva 3 – Crítico–social dos conteúdos 4 – Tecnicista

22 Pedagogia Liberal O termo liberal não tem o sentido de aberto; O termo liberal não tem o sentido de aberto; Defende a predominância da liberdade e dos interesses individuais na sociedade; Defende a predominância da liberdade e dos interesses individuais na sociedade; Vem sendo dotada nas últimas décadas. Vem sendo dotada nas últimas décadas.

23 Centrada na figura do professor; Centrada na figura do professor; O professor utiliza-se da oralidade para transmitir seus conhecimentos aos alunos; O professor utiliza-se da oralidade para transmitir seus conhecimentos aos alunos; O aluno passivo. O aluno passivo. Pedagogia Liberal Tradicional

24 Acredita-se que o aluno aprende por ouvir o professor, visualizar objetos, mapas, gravuras e por realizar exercícios repetitivos. Acredita-se que o aluno aprende por ouvir o professor, visualizar objetos, mapas, gravuras e por realizar exercícios repetitivos. Pedagogia Liberal Tradicional

25 John Dewey – crença na relação entre a teoria e a prática; John Dewey – crença na relação entre a teoria e a prática; Entende que o conhecimento é construído quando compartilhamos experiências. Entende que o conhecimento é construído quando compartilhamos experiências. PEDAGOGIA LIBERAL RENOVADA PROGRESSIVISTA

26 A teoria Piagetiana O desenvolvimento do indivíduo inicia-se no período intra-uterino e vai até aos 15 ou 16 anos. O desenvolvimento do indivíduo inicia-se no período intra-uterino e vai até aos 15 ou 16 anos. Piaget diz que a embriologia humana evolui também após o nascimento, criando estruturas cada vez mais complexas. Piaget diz que a embriologia humana evolui também após o nascimento, criando estruturas cada vez mais complexas.

27 A teoria Piagetiana A construção da inteligência dá-se portanto em etapas sucessivas; A construção da inteligência dá-se portanto em etapas sucessivas; construtivismo sequencial. construtivismo sequencial.

28 Emilia Ferreiro e o construtivismo Pesquisou o processo mental pelo qual as crianças aprendem a ler e a escrever. Restringiu-se a desenvolver uma teoria científica. Pesquisou o processo mental pelo qual as crianças aprendem a ler e a escrever. Restringiu-se a desenvolver uma teoria científica.

29 Maria Montessori Importância aos materiais didáticos com o objetivo de despertar um interesse espontâneo na criança; Importância aos materiais didáticos com o objetivo de despertar um interesse espontâneo na criança; Obter concentração natural nas tarefas; Obter concentração natural nas tarefas; Criar ambiente propício à auto- educação. Criar ambiente propício à auto- educação.

30 A escola tem o papel de formar atitudes, para tanto o professor deve ser um facilitador como diz Carl Rogers. A escola tem o papel de formar atitudes, para tanto o professor deve ser um facilitador como diz Carl Rogers. TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADA NÃO-DIRETIVA

31 O professor deve aceitar a pessoa do aluno; O professor deve aceitar a pessoa do aluno; Permitir o autodesenvolvimento; Permitir o autodesenvolvimento; Adequar a pessoa àquilo que o ambiente solicita. Adequar a pessoa àquilo que o ambiente solicita. TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADA NÃO-DIRETIVA

32 Rogers se opôs à teoria de B.F.Skinner de que o homem nasceria como uma máquina e que a sua personalidade seria moldada pelo meio através de repetições e condicionamentos. Rogers se opôs à teoria de B.F.Skinner de que o homem nasceria como uma máquina e que a sua personalidade seria moldada pelo meio através de repetições e condicionamentos.B.F.Skinner Oposição a Skinner

33 A essência da humanidade Para Rogers todos os homens são bons na sua essência; Para Rogers todos os homens são bons na sua essência; O aprendizado deveria ser organizado no sentido do indivíduo para o meio. O aprendizado deveria ser organizado no sentido do indivíduo para o meio.

34 Baseada na técnica; Baseada na técnica; A preocupação com o mercado de trabalho; A preocupação com o mercado de trabalho; Colaborar com a ordem vigente. Colaborar com a ordem vigente. TENDÊNCIA LIBERAL TECNICISTA

35 Embasada pela análise comportamental de Skinner, o que garante a objetividade da prática escolar. Embasada pela análise comportamental de Skinner, o que garante a objetividade da prática escolar. O objetivo é transmitir ao aluno eficientemente, informações precisas, objetivas e rápidas. O objetivo é transmitir ao aluno eficientemente, informações precisas, objetivas e rápidas. TENDÊNCIA LIBERAL TECNICISTA

36 As Leis 5.540/68 e 5.692/71 Caracterizadas por uma visão utilitarista de educação; Caracterizadas por uma visão utilitarista de educação; reformas se inspiraram na Teoria do Capital Humano; reformas se inspiraram na Teoria do Capital Humano; relação direta entre educação e sistema produtivo - escola-empresa; relação direta entre educação e sistema produtivo - escola-empresa; Formação de mão-de- obra,consumidores, etc. Formação de mão-de- obra,consumidores, etc.

37 A Lei 5.540/68 - Reforma Universitária Estabeleceu o fim da cátedra e a departamentalização; Estabeleceu o fim da cátedra e a departamentalização; instituiu os cursos parcelados através dos créditos. instituiu os cursos parcelados através dos créditos.

38 A Lei 5.692/71 Objetivou o ensino profissionalizante - ginásios orientados para o trabalho (GOT); Objetivou o ensino profissionalizante - ginásios orientados para o trabalho (GOT); profissionalização compulsória no ensino de 2º grau; profissionalização compulsória no ensino de 2º grau; Relação com o modelo de industrialização associado ao capital estrangeiro. Relação com o modelo de industrialização associado ao capital estrangeiro.

39 O termo progressista (...) é usado aqui para designar as tendências que, partindo de uma análise crítica das realidades sociais, sustentam implicitamente as finalidades sóciopolíticas da educação (LIBÂNEO, 1992:32). O termo progressista (...) é usado aqui para designar as tendências que, partindo de uma análise crítica das realidades sociais, sustentam implicitamente as finalidades sóciopolíticas da educação (LIBÂNEO, 1992:32). PEDAGOGIA PROGRESSISTA

40 Estas tendências analisam, criticam e discutem os aspectos sóciopolíticos e econômicos da sociedade. Estas tendências analisam, criticam e discutem os aspectos sóciopolíticos e econômicos da sociedade. PEDAGOGIA PROGRESSISTA

41 Educação crítica - busca entender as relações do homem com a natureza e dos homens entre si; Educação crítica - busca entender as relações do homem com a natureza e dos homens entre si; interferir no processo de transformação da realidade; interferir no processo de transformação da realidade; esta pedagogia tem um caráter político intenso. esta pedagogia tem um caráter político intenso. TENDÊNCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA

42 O Método Paulo Freire Consiste numa proposta para a alfabetização de adultos, que criticava o sistema tradicional que utilizava a cartilha como ferramenta central da didática para o ensino da leitura e da escrita. Consiste numa proposta para a alfabetização de adultos, que criticava o sistema tradicional que utilizava a cartilha como ferramenta central da didática para o ensino da leitura e da escrita. alfabetização cartilha didática alfabetização cartilha didática

43 Conscientização A partir da discussão sobre os diversos temas surgidos a partir das palavras geradoras. A partir da discussão sobre os diversos temas surgidos a partir das palavras geradoras. Para Paulo Freire, alfabetizar não pode se restringir aos processos de codificação e decodificação. Para Paulo Freire, alfabetizar não pode se restringir aos processos de codificação e decodificação.

44 A conscientização Dessa forma, o objetivo da alfabetização de adultos é promover a conscientização acerca dos problemas cotidianos, a compreensão do mundo e o conhecimento da realidade social. Dessa forma, o objetivo da alfabetização de adultos é promover a conscientização acerca dos problemas cotidianos, a compreensão do mundo e o conhecimento da realidade social. conscientização

45 As pedagogias Paulo Freire ( ) refere-se a dois tipos de pedagogia: a pedagogia dos dominantes e a pedagogia do oprimido, na qual a educação surgiria como prática da liberdade. Paulo Freire ( ) refere-se a dois tipos de pedagogia: a pedagogia dos dominantes e a pedagogia do oprimido, na qual a educação surgiria como prática da liberdade.

46 Objetivo de transformar a personalidade do aluno para atuar no sistema. Objetivo de transformar a personalidade do aluno para atuar no sistema. Tem um caráter político também, mas voltado à autogestão. Tem um caráter político também, mas voltado à autogestão. TENDÊNCIA PROGRESSISTA LIBERTÁRIA

47 Modificações institucionais a partir dos níveis subalternos; Modificações institucionais a partir dos níveis subalternos; contaminar todo o sistema; contaminar todo o sistema; Contra qualquer forma de poder ou autoridade. Contra qualquer forma de poder ou autoridade. TENDÊNCIA PROGRESSISTA LIBERTÁRIA

48 O conhecimento não é a investigação cognitiva do real mas, sim, a descoberta de respostas relacionadas às exigências da vida social. O conhecimento não é a investigação cognitiva do real mas, sim, a descoberta de respostas relacionadas às exigências da vida social. acredita na liberdade total; acredita na liberdade total; importância ao processo de aprendizagem grupal. importância ao processo de aprendizagem grupal. TENDÊNCIA PROGRESSISTA LIBERTÁRIA

49 Mudanças necessárias e profundas na educação deveriam ser feitas pela base, ou seja, pelos próprios professores. Algumas técnicas da pedagogia de Freinet: o desenho livre, o texto livre, as aulas-passeio, a correspondência interescolar, o jornal, o livro da vida (diário e coletivo), o dicionário dos pequenos. Concepção Freinetiana

50 O objetivo primordial desta tendência é a difusão de conteúdos, mas não qualquer conteúdo, e sim de um conteúdo contextualizado O objetivo primordial desta tendência é a difusão de conteúdos, mas não qualquer conteúdo, e sim de um conteúdo contextualizado TENDÊNCIA PROGRESSISTA CRÍTICO- SOCIAL DOS CONTEÚDOS

51 ... um conteúdo que não pode se dissociar da realidade social, porque a escola é parte integrante da sociedade, portanto, agir dentro dela é também agir no rumo da transformação (LIBÂNEO, 1992:39).... um conteúdo que não pode se dissociar da realidade social, porque a escola é parte integrante da sociedade, portanto, agir dentro dela é também agir no rumo da transformação (LIBÂNEO, 1992:39). TENDÊNCIA PROGRESSISTA CRÍTICO- SOCIAL DOS CONTEÚDOS

52 Demerval Saviani Modelo que deriva de uma concepção que articula educação e sociedade Modelo que deriva de uma concepção que articula educação e sociedade parte da constatação de que a sociedade em que vivemos é dividida em classes com interesses opostos. parte da constatação de que a sociedade em que vivemos é dividida em classes com interesses opostos. Esse método apresenta cinco passos metodológicos que veremos a seguir. Esse método apresenta cinco passos metodológicos que veremos a seguir.

53 PRÁTICA SOCIAL INICIAL Ponto de partida de todo o trabalho docente. Ponto de partida de todo o trabalho docente. Evidencia que a prática social é comum a professores e alunos. Evidencia que a prática social é comum a professores e alunos. Consiste no primeiro contato que o aluno mantém com o conteúdo trabalhado pelo professor. Consiste no primeiro contato que o aluno mantém com o conteúdo trabalhado pelo professor.

54 PROBLEMATIZAÇÃO Constitui o elo entre a prática e a instrumentalização. Constitui o elo entre a prática e a instrumentalização. Trata-se de detectar que questões precisam ser resolvidas no âmbito da prática social e, em conseqüência, que conhecimento é necessário dominar (Saviani, 1999, p.80). Trata-se de detectar que questões precisam ser resolvidas no âmbito da prática social e, em conseqüência, que conhecimento é necessário dominar (Saviani, 1999, p.80).

55 INSTRUMENTALIZAÇÃO INSTRUMENTALIZAÇÃO Consiste na apreensão, dos instrumentos teóricos e práticos necessários ao equacionamento dos problemas detectados na prática social; Consiste na apreensão, dos instrumentos teóricos e práticos necessários ao equacionamento dos problemas detectados na prática social; Trata-se da apropriação pelas camadas populares de ferramentas culturais necessárias à luta que travam diuturnamente para se libertar das condições de exploração em que vivem. Trata-se da apropriação pelas camadas populares de ferramentas culturais necessárias à luta que travam diuturnamente para se libertar das condições de exploração em que vivem.

56 CATARSE Parte da síncrese inicial à síntese; Parte da síncrese inicial à síntese; momento em que ele estrutura, em nova forma, seu pensamento sobre as questões que o conduziram a construção do conhecimento. momento em que ele estrutura, em nova forma, seu pensamento sobre as questões que o conduziram a construção do conhecimento.

57 CATARSE Trata-se da constituição de uma espécie de "segunda natureza Trata-se da constituição de uma espécie de "segunda natureza Formas de pensar e agir produzidas histórica e socialmente, incorporadas pelo indivíduo que as utiliza de forma natural, mas que na verdade resultam de um longo processo educativo. Formas de pensar e agir produzidas histórica e socialmente, incorporadas pelo indivíduo que as utiliza de forma natural, mas que na verdade resultam de um longo processo educativo.

58 PRÁTICA SOCIAL FINAL Conforme Saviani (1999, p.82), a prática social inicial e final é a mesma, embora não o seja. É a mesma enquanto se constitui o suporte e o contexto, o pressuposto e o alvo, o fundamento e a finalidade da prática pedagógica Conforme Saviani (1999, p.82), a prática social inicial e final é a mesma, embora não o seja. É a mesma enquanto se constitui o suporte e o contexto, o pressuposto e o alvo, o fundamento e a finalidade da prática pedagógica

59 PRÁTICA SOCIAL FINAL E não é a mesma, se considerarmos que o modo de nos situarmos em seu interior se alterou qualitativamente pela mediação da ação pedagógica.... E não é a mesma, se considerarmos que o modo de nos situarmos em seu interior se alterou qualitativamente pela mediação da ação pedagógica....

60 PEDAGOGIA LIBERAL TRADICIONAL Papel da Escola ConteúdosMétodos Preparação intelectual e moral dos alunos para assumir seu papel na sociedade Conhecimento e valores sociais acumulados através dos tempos e repassados aos alunos como verdades absolutas. Exposição e demonstração conceitos da matéria e / ou por meios de modelos. Professor x aluno AprendizagemManifestações Autoridade do professor que exige atitude receptiva do aluno A aprendizagem é receptiva e mecânica, sem se considerar as características próprias de cada idade. Nas escolas que adotam filosofias humanistas clássicas ou científicas.

61 TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADORA PROGRESSIVA Papel da Escola ConteúdosMétodos A escola deve adequar as necessidades individuais ao meio social estabelecidos a partir das experiências vividas pelos alunos frente às situações problemas. Por meio de experiências, pesquisas e método de solução de problemas. Professor x aluno AprendizagemManifestações O professor é auxiliador no desenvolvimento livre da criança É baseada na motivação e na estimulação de problemas Montessori Decroly Dewey Piaget Lauro de oliveira Lima

62 TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADORA NÃO-DIRETIVA TENDÊNCIA LIBERAL RENOVADORA NÃO-DIRETIVA Papel da Escola ConteúdosMétodos Formação de atitudes. Baseia-se na busca dos conhecimentos pelos próprios alunos Método baseado na facilitação da aprendizagem Professor x aluno AprendizagemManifestações Educação centralizada no aluno e o professor é quem garantirá um relacionamento de respeito Aprender é modificar as percepções da realidade. Carl Rogers, "Summerhill" escola de A. Neill

63 TENDÊNCIA LIBERAL TECNICISTA Papel da Escola ConteúdosMétodos É modeladora do comportamento humano através de técnicas específicas. São informações ordenadas numa seqüência lógica e psicológica Procedimentos e técnicas para a transmissão e recepção de informações Professor x aluno AprendizagemManifestações Relação objetiva onde o professor transmite informações e o aluno vai fixá-las. Aprendizagem baseada no desempenho. Leis 5.540/68 e 5.692/71.

64 TENDÊNCIA PROGRESSISTA LIBERTADORA Papel da Escola ConteúdosMétodos Visa levar professores e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na busca da transformação social. Visa levar professores e alunos a atingir um nível de consciência da realidade em que vivem na busca da transformação social. Temas geradores. Grupos de discussão. Professor x aluno AprendizagemManifestações A relação é de igual para igual, horizontalmente Resolução da situação problema Paulo Freire.

65 TENDÊNCIA PROGRESSISTA LIBERTÁRIA Papel da Escola ConteúdosMétodos Transformação da personalidade num sentido libertário e de auto-gestão. Transformação da personalidade num sentido libertário e de auto-gestão. As matérias são colocadas mas não exigidas. Vivência grupal na forma de auto- gestão. Professor x aluno AprendizagemManifestações É não diretiva, o professor é orientador e os alunos livres Aprendizagem informal, via grupo. C. Freinet. Miguel Gonzalez Arroyo.

66 TENDÊNCIA PROGRESSISTA "CRÍTICO SOCIAL DOS CONTEÚDOS OU "HISTÓRICO-CRÍTICA" Papel da Escola ConteúdosMétodos Difusão dos conteúdos Difusão dos conteúdos Conteúdos culturais universais que são incorporados pela humanidade O método parte de uma relação direta da experiência do aluno confrontada com o saber Professor x aluno AprendizagemManifestações Papel do aluno como participador e do professor como mediador entre o saber e o aluno Baseadas nas estruturas cognitivas já estruturadas nos alunos. Makarenko B. Charlot Suchodoski Manacorda G. Snyders Demerval Saviani.

67 Vamos identificar as Tendências? 1. Seu método enfatiza a transmissão de conteúdos e a assimilação passiva. É ainda intuitivo, baseado na estimulação dos sentidos e na observação. Através da memorização, da repetição e da exposição verbal, o professor chega a um interrogatório (tipo socrático), estimulando o individualismo e a competição. 1. Seu método enfatiza a transmissão de conteúdos e a assimilação passiva. É ainda intuitivo, baseado na estimulação dos sentidos e na observação. Através da memorização, da repetição e da exposição verbal, o professor chega a um interrogatório (tipo socrático), estimulando o individualismo e a competição. Pedagogia Liberal Tradicional

68 2. Para essa tendência o papel da escola é o de atender as diferenças individuais, as necessidades e interesses dos alunos, enfatizando os processos mentais e habilidades cognitivas necessárias a adaptação do homem ao meio social. Sendo o aluno o centro e sujeito do conhecimento. 2. Para essa tendência o papel da escola é o de atender as diferenças individuais, as necessidades e interesses dos alunos, enfatizando os processos mentais e habilidades cognitivas necessárias a adaptação do homem ao meio social. Sendo o aluno o centro e sujeito do conhecimento. PEDAGOGIA LIBERAL RENOVADA PROGRESSIVISTA

69 3. Negando os determinantes sociais, tem como princípios à racionalidade, a eficiência, a produtividade e a neutralidade científica produzindo no âmbito educacional, uma enorme distância entre o planejamento, preparado por especialistas e não por professores, seus meros executores, e a prática educativa. 3. Negando os determinantes sociais, tem como princípios à racionalidade, a eficiência, a produtividade e a neutralidade científica produzindo no âmbito educacional, uma enorme distância entre o planejamento, preparado por especialistas e não por professores, seus meros executores, e a prática educativa. TENDÊNCIA LIBERAL TECNICISTA


Carregar ppt "Pedagogia Teoria da Prática Equacionar Relação educador e educando Orientar Processo de ensino e aprendizagem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google